A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Apesar de a marchinha de Moacir Franco ter feito muito sucesso e até hoje ser lembrada na época de carnaval, a oração “ Me dá um dinheiro aí ” não é.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Apesar de a marchinha de Moacir Franco ter feito muito sucesso e até hoje ser lembrada na época de carnaval, a oração “ Me dá um dinheiro aí ” não é."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 Apesar de a marchinha de Moacir Franco ter feito muito sucesso e até hoje ser lembrada na época de carnaval, a oração “ Me dá um dinheiro aí ” não é gramaticalmente aceita. Por quê? Não se pode iniciar uma oração com um pronome pessoal oblíquo. A oração gramaticalmente correta seria: DÊ-ME UM DINHEIRO AÍ.

4 Exemplos: Me dá um cigarro (errado) Dá-me um cigarro (correto) Eu o encontrei no baile (errado) Eu encontrei-o no baile (correto) O bservação: Embora a construção “Me dá um cigarro” seja de uso corrente no Brasil, a Língua Padrão só aceita a forma lusitana “dá-me um cigarro”.

5  Verbo estiver no imperativo afirmativo:  Amem-se uns aos outros.  Sigam-me e não terão derrotas.  O verbo iniciar a oração:  Diga-lhe que está tudo bem.  Chamaram-me para ser sócio.

6  O verbo estiver no infinitivo:  Eu não quis vangloriar-me.  Gostaria de elogiar-te hoje pelo bom trabalho.  O verbo estiver no gerúndio:  Não quis saber o que aconteceu, fazendo-se de despreocupada.  Despediu-se, beijando-me a face.  Houver vírgula ou pausa antes do verbo:  Se passar no vestibular em outra cidade, mudo-me no mesmo instante.  Se não tiver outro jeito, alisto-me nas forças armadas.

7 Usa-se nos casos em que apareçam palavras atrativas que puxem o pronome para frente do verbo.  advérbios de negação: Não o vi na festa.  conjunções subordinativas e pronomes relativos: Irei ao baile se a encontrar hoje.  Outros advérbios: Sempre nos encontramos aqui.  palavras interrogativas: Quem lhe pedirá o que precisamos?  palavras exclamativas: Como te adoram!  orações optativas (exprimem desejo): Deus o ajude, filho!  Pronomes indefinidos (alguém, ninguém, tudo, algo,etc.): “Alguém me disse que tu andas novamente/ com novo amor, nova paixão, toda contente...”

8 Só deve ser usada com o verbo no futuro ( do presente ou do pretérito), e se não houver nenhuma palavra atrativa que leve o pronome para a próclise. Dir - te - e i tudo que quiseres saber. (futuro do presente) Di r- te - ia tudo que querias saber. (futuro do pretérito) Não te direi coisa alguma. Palavra atrativa que puxa o pronome para a frente do verbo (próclise).

9  Quando há uma locução verbal, o pronome pode ser colocado antes, no meio ou depois dos dois verbos, exceto nos seguintes casos: a) nunca depois de particípio; b) Se houver palavra atrativa para próclise, nunca no meio dos dois verbos; Havia lhe perguntado sobre a prova ( correto ). Havia perguntado-lhe sobre a prova ( errado pronome depois do particípio ). Você me vai ajudar ( correto ). Você vai-me ajudar ( correto ).

10 Você me tinha ajudado ( correto) Você tinha-me ajudado ( correto) Você tinha ajudado-me ( errado pronome depois de verbo no particípio). Você não me vai ajudar ( correto). Você não vai ajudar-me ( correto ). Você não vai me ajudar ( errado palavra atrativa não permitindo o pronome entre os dois verbos ).


Carregar ppt "Apesar de a marchinha de Moacir Franco ter feito muito sucesso e até hoje ser lembrada na época de carnaval, a oração “ Me dá um dinheiro aí ” não é."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google