A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O que vai ver são trechos de livros que existem nas nossas escolas, recomendados pelos Ministérios da Educação e da Saúde no documento “Educação Sexual.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O que vai ver são trechos de livros que existem nas nossas escolas, recomendados pelos Ministérios da Educação e da Saúde no documento “Educação Sexual."— Transcrição da apresentação:

1 O que vai ver são trechos de livros que existem nas nossas escolas, recomendados pelos Ministérios da Educação e da Saúde no documento “Educação Sexual em Meio Escolar – Linhas Orientadoras” Disponibilizamos muito mais informação em

2 Onde gostas que te toquem? (10/11 anos)

3 Penetração (dos 6 aos 12 anos)

4 Penetração - cont. (dos 6 aos 12 anos)

5 Linguagem e Sexo

6 Acabou de ver fotocópias do livro “Para me conhecer Para te conhecer...” editado pela APF (Associação para o Planeamento da Família) e referido pelo Ministério da Educação nas Linhas Orientadoras como...

7 " Este é um manual destinado à intervenção nos 1 ° e 2° Ciclos do Ensino Básico, com propostas de exercícios práticos já testados em sala de aula. As actividades propostas abarcam temas dos quais o corpo, as relações interpessoais, a resposta sexual humana e o planeamento familiar são apenas alguns exemplos. A obra constitui, por isso, um bom recurso para os professores a outros profissionais, descrevendo as vantagens a desvantagens dos diferentes estilos pedagógicos, técnicas a ideias de atelier. Muito úteis são ainda as sugestões para intervenções junto dos pais a encarregados de educação. A obra constitui, por isso, um bom recurso para os professores a outros profissionais, descrevendo as vantagens a desvantagens dos diferentes estilos pedagógicos, técnicas a ideias de atelier. Muito úteis são ainda as sugestões para intervenções junto dos pais a encarregados de educação. Apesar de ser explícita a sua aplicabilidade para as faixas etárias dos referidos ciclos de ensino, as sugestões que o livro contém permitem que cada profissional as adapte a situações diversas, inclusivamente a outro tipo de populações-alvo." Apesar de ser explícita a sua aplicabilidade para as faixas etárias dos referidos ciclos de ensino, as sugestões que o livro contém permitem que cada profissional as adapte a situações diversas, inclusivamente a outro tipo de populações-alvo." «Educação Sexual em Meio Escolar - Linhas Orientadoras», pág. 122

8 Orientação Sexual

9 Orientação Sexual – cont.

10 Como nos manifestamos sexualmente

11

12 Fontes de Prazer

13 Acabou de ver fotocópias do livro “Educação Sexual na Escola” editado pela Texto Editora e referido pelo Ministério da Educação nas Linhas Orientadoras como...

14 “Esta obra, sob a forma de um manual, é constituída por um conjunto de sugestões de actividades específicas para a educação sexual, desde o 2° Ciclo até ao Ensino Secundário, cobrindo várias áreas temáticas ‑ relações interpessoais, reprodução, contracepção, ITS, papéis de género, abusos sexuais... Seguindo um esquema semelhante a «fichas», para além da descrição das actividades, são indicados os materiais e os recursos necessários para a sua execução.” «Educação Sexual em Meio Escolar - Linhas Orientadoras», pág. 117

15 Linhas Orientadoras  Tudo isto se passa ao abrigo da publicação «Educação Sexual em Meio Escolar - Linhas Orientadoras», que contêm as linhas gerais sobre a Educação Sexual na Escola (objectivos, conteúdos por idades, e uma lista de materiais para que os professores possam preparar as aulas).  Esta publicação resulta da actualização, reformulação a adaptação do documento «Orientações Técnicas sobre Educação Sexual em Meio Escolar - contributos das equipas do projecto», publicado em Fevereiro de 1999 pelo Programa de Promoção a Educação para a Saúde, a Direcção-Geral da Saúde e a Associação para o Planeamento da Família (APF)  Foi distribuída por todas as escolas pelo Ministério da Educação a partir de Outubro de 2000.

16 Linhas Orientadoras  Nas Linhas Orientadoras, p. 55, linha 2, diz “a articulação escola-família não visa obter autorização para realizar acções concretas (…)” Para os autores das Linhas Orientadoras os pais não devem ter a possibilidade de escolher se querem ou não que os seus filhos tenham ES.

17 O Ministério da Educação torna, assim, possível e obrigatório que os nossos filhos assistam a estas “aulas” dadas por um qualquer professor, sobre o que ele quiser, sem que possamos dizer: Autorizo / Não Autorizo

18 Numa altura em que são pedidos mais sacrifícios aos Pais Portugueses com o aumento dos impostos e idade de reforma, vimos lembrar que...

19 Quem paga o Ministério da Educação são os Pais Portugueses! Quem está a pagar este protocolo com esta associação APF, são os Pais Portugueses!

20 Vivemos num País livre e democrático há 30 anos! Como Pais, contribuintes e cidadãos livres queremos poder dizer: Autorizo / Não Autorizo que o meu educando frequente estas “aulas”

21 Como Pais, contribuintes e cidadãos livres queremos poder dizer: Não queremos pagar a esta associação APF para “espalhar” as suas ideias pelos nossos filhos!

22 Não fique indiferente! Informe-se! Veja mais partes dos livros, depoimentos pessoais e como tudo se passa em Assine a Petição online! Imprima a versão em papel e recolha assinaturas! Divulgue! Temos uma palavra a dizer! Isto NÃO! Assine a Petição online! Imprima a versão em papel e recolha assinaturas! Assine a Petição online! Imprima a versão em papel e recolha assinaturas!


Carregar ppt "O que vai ver são trechos de livros que existem nas nossas escolas, recomendados pelos Ministérios da Educação e da Saúde no documento “Educação Sexual."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google