A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PEDRAS DE FOGO – PARAÍBA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA HUMANIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA À GESTANTE PROJETO REFORSUS - COMPONENTE II.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PEDRAS DE FOGO – PARAÍBA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA HUMANIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA À GESTANTE PROJETO REFORSUS - COMPONENTE II."— Transcrição da apresentação:

1 PEDRAS DE FOGO – PARAÍBA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA HUMANIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA À GESTANTE PROJETO REFORSUS - COMPONENTE II SUBPROJETO EXPERIÊNCIAS INOVADORAS - SAS / MS

2 “Para mudar o mundo, é preciso antes mudar a forma de nascer” (Michel Odent) Manoel Alves S. Júnior Prefeito Kilza Ribeiro Alves Secretária de Saúde Elisabete Pereira Silva Coord. da Experiência Edilene A. Monteiro Enfermeira Obstétrica Ana V. O. Cavalcanti Psicóloga M.ª das Graças Coelho Psicóloga

3 SISTEMA LOCAL DE SAÚDE Gestão Plena de Sistema Municipal 01 Hospital 01 Policlínica 06 USF 03 UBS SMS – Pedras de Fogo - Pb LOCALIZAÇÃO Zona da Mata Estado da Paraíba Região Nordeste O MUNICÍPIO ECONOMIA Predominantemente atividade canavieira POPULAÇÃO hab hab são mulheres 49,22% entre 15 a 49 anos

4 A SITUAÇÃO DE SAÚDE MORTALIDADE INFANTIL 30,63 – ,64 – – 2001 MORTALIDADE NEONATAL 10,8 (35,25%) – ,5 (33,12%) – ,8 (60%) – 2001 PARTOS ENCAMINHADOS PELO HOSP. MUNICIPAL PARA OUTROS MUNICÍPIOS PARTOS ENCAMINHADOS QUE EVOLUIRAM PARA PARTO NORMAL 69,4 % ,3 % ,8 % SMS – Pedras de Fogo - Pb COBERTURA DE PRÉ-NATAL 80 % % % PARTOS REALIZADOS NO HOSP. MUNICIPAL

5 A Biossíntese O COMEÇO Avaliação da Assistência em Pedras de Fogo Observação da Assistência à Gestante SMS – Pedras de Fogo - Pb

6 A CERTEZA DE QUE OS PROFISSIONAIS QUE PARTEJAM A MAGIA DA VIDA PRECISAM Modificar a forma usada para cuidar das gestantes e para receber os bebês Usar conhecimentos técnicos e científicos com humanização Entender os sentimentos e a individualidade da mulher Refletir sobre os atos de violência Resgatar e respeitar a naturalidade do parto Identificar e respeitar os valores sociais, culturais e religiosos da mulher e da família Parar de subestimar ou ignorar que a vivência do parto é influenciada pelo tipo de cuidado profissional SMS – Pedras de Fogo - Pb

7 Elaboração da proposta do CURSO DE HUMANIZAÇÃO PARA ASSISTÊNCIA À GESTANTE AS ESTRATÉGIAS Contratação de Enfermeira Obstétrica para o Hospital Municipal Implantação do PSF e Implementação do PACS Adesão ao PROGRAMA DE HUMANIZAÇÃO NO PRÉ-NATAL E NASCIMENTO SMS – Pedras de Fogo - Pb

8 Sensibilizar e capacitar, através de oficinas teórico-vivenciais, todos os profissionais de saúde, pelos quais a mulher pode ser assistida durante o Ciclo Gravídico-Puerperal, para que possam proporcionar uma atenção focalizada no contexto bio-psico-social da mulher e da família. SMS – Pedras de Fogo - Pb O PROPÓSITO

9 OFICINAS PARTE TEÓRICA Discussão em pequenos grupos Apresentações Discussão em plenária Leitura de textos PARTE VIVENCIAL Dinâmicas de relaxamento Dinâmicas vivenciais Movimentos corporais O CONTEÚDO PROGRAMÁTICO METODOLOGIA Problematização SMS - Pedras de Fogo - Pb

10 A violência no processo de parto e nascimento Construir um conceito coletivo de humanização do parto e nascimento SMS – Pedras de Fogo - Pb OBJETIVO TEMA OPERACIONALIZAÇÃO Relaxamento Pequenos Grupos OFICINA 1

11 SMS – Pedras de Fogo - Pb Pré-natal Puerpério Parto Discussão na plenária sobre VIOLÊNCIA

12 Uma visão humanizada da fisiologia do ciclo gravídico-puerperal desde a concepção Compreender a fisiologia do ciclo gravídico-puerperal, com uma visão técnica, científica e humanizada OFICINA 2 TEMA OBJETIVO OPERACIONALIZAÇÃO Vídeo Colagem SMS – Pedras de Fogo - Pb

13 A importância dos vínculos desde o útero até o serviço de saúde Compreender o papel dos vínculos na estruturação emocional do indivíduo OFICINA 3 TEMA OBJETIVO OPERACIONALIZAÇÃO SMS – Pedras de Fogo - Pb Dinâmica Vivencial - Canal do Parto

14 Construção Coletiva da Rede de Vínculos Útero e Nascimento Mãe e PaiSociedade e Serv. Saúde Pequenos Grupos SMS – Pedras de Fogo - Pb

15 A amamentação dentro do contexto da humanização Compreender o significado psicológico da amamentação TEMAOBJETIVO OFICINA 4 OPERACIONALIZAÇÃO SMS – Pedras de Fogo - Pb Exposição Dialogada Leitura de texto

16 O parto - uma viagem Construir coletivamente uma nova visão do velho acontecimento do nascer OFICINA 5 TEMA OBJETIVO OPERACIONALIZAÇÃO Visita à maternidade Ginástica Índia SMS – Pedras de Fogo - Pb VÍDEOS Partos Humanizados

17 PROFISSIONAIS CAPACITADOS SMS – Pedras de Fogo - Pb OS RESULTADOS

18 RELATO DOS PROFISSIONAIS EM CADA OFICINA OFICINA 1 VIOLÊNCIA Desrespeito no atendimento à gestante por omissão ou irresponsabilidade dos profissionais Interferência dos profissionais no processo fisiológico do parto Atenção voltada apenas para o bebê, tanto por parte dos profissionais como dos familiares e amigos PRÉ-NATALPARTO PUERPÉRIO SMS – Pedras de Fogo - Pb OS RESULTADOS

19 OFICINA 2 Importância de mostrar / informar a uma gestante as etapas do desenvolvimento de um bebê, o que pode favorecer a formação do vínculo mãe-filho SMS – Pedras de Fogo - Pb FISIOLOGIA DO CICLO GRAVÍDICO-PUERPERAL

20 SMS – Pedras de Fogo - Pb ÚTERO NASCIMENTO MÃE PAI SOCIEDADE SERVIÇOS DE SAÚDE Ansiedade da mãe Aceitação da gravidez INTERFERÊNCIAS POSITIVAS E NEGATIVAS OFICINA 3 Contato imediato com a mãe Aceleração do parto com drogas Sentimentos positivos Insegurança Participar da gestação Agredir a mulher Avanços na política de saúde Profissionais não acolhedores Direitos adquiridos pela gestante Desestruturação da família moderna

21 AMAMENTAÇÃO CONCLUSÃO Abordagem autoritária, inflexível e impessoal Dificuldade das mulheres expressarem os seus desejos e necessidades OFICINA 4 Cobertura de Aleitamento Materno Dificuldades na promoção da saúde Desvalorização dos fatores emocionais Necessidade de mudança na forma de abordagem Necessidade dos profissionais atingirem metas SMS – Pedras de Fogo - Pb

22 VÍDEOS Participação do companheiro e da família Identificação dos aspectos negativos e positivos da assistência à mulher e sugestões “Vi 12 dos meus 18 filhos nascerem, ajudando a minha mulher na hora do parto. Ela se sustentava no meu pescoço. Acho que o homem só sabe valorizar a mulher e o que é ser pai, quando vê os seus filhos nascerem”. (Sebastião Porciano, 57 anos, pai de 18 filhos nascidos de partos domiciliares, agricultor, Agente Comunitário de Saúde da Zona Rural). Fala em Destaque PARTO VISITAS AO HOSPITAL OFICINA 4 SMS – Pedras de Fogo - Pb

23 AVALIAÇÃO DO CURSO PELOS PROFISSIONAIS CAPACITADOS “ Metodologia objetiva, simples, capaz de fazer entender o conteúdo programático, independente do grau de instrução. Não pensei que isso fosse possível”. (João Duarte – Médico) “ Nunca pensei passsar 2 dias num curso, sentada em colchonetes no chão, ao lado de Dr. João, que só vejo todo de branco lá no hospital”. (Ana Cláudia – ACS) OS RESULTADOS SMS – Pedras de Fogo - Pb

24 AVALIAÇÃO DA APLICABILIDADE DO CURSO PELOS PROFISSIONAIS CAPACITADOS OS RESULTADOS “Que devemos proporcionar o meio mais digno e confortável possível para que a gestante possa parir sem trauma”. (Médico) “Deve-se ser compreensivo com as gestantes, valorizar suas queixas e respeitar os seus desejos”. (Médico) “Depois dos 02 dias do Curso, vejo a gestante com outros olhos”. (ACS) “Poder deixar as gestantes expressarem suas emoções e permitir a participação do companheiro”. (Auxiliar de Enfermagem) Como é que você pensa a assistência à gestante depois do curso ? SMS – Pedras de Fogo - Pb

25 “Faço exercícios de cócoras e balanço pélvico, junto com a respiração. As mães ficam mais calmas após os exercícios e o trabalho de parto evolui mais rápido”. (Parteira) “Aprendi a ter mais calma e a ver o trabalho de parto com a atenção mais direcionada para a gestante e o RN, porque às vezes nos detemos mais nos procedimentos técnicos”. (Enfermeira) “Deixo a gestante agir espontaneamente”. (Auxiliar de Enfermagem) “Fez com que eu viesse a refletir sobre os sentimentos e os direitos das gestantes... Pude então, entender e ter mais paciência diante da angústia e do desespero da gestante na hora do parto”. (Médico) O que mudou na sua prática profissional após o curso ? “Eu aprendi a compreender mais as minhas gestantes”. (ACS)

26 MODIFICAÇÃO DO CENÁRIO LOCAL APÓS CURSO AMBIENTE HOSPITALAR PROFISSIONAIS Mudança no local da sala de triagem Ampliação da sala de pré-parto Melhorias do espaço físico da sala de parto Garantia de acompanhante feminino, para adolescentes Mais envolvimento Mais sensibilidade Menos encaminhamentos Mais partos normais OS RESULTADOS SMS – Pedras de Fogo - Pb

27 O caráter inovador da experiência está em POSSIBILITAR O ENCONTRO DE VÁRIAS CATEGORIAS PROFISSIONAIS NA DISCUSSÃO, REFLEXÃO E APRENDIZADO DE UM TEMA COMUM – O ATENDIMENTO À GESTANTE. O caráter essencial da experiência está em “TOCAR O HUMANO QUE EXISTE DENTRO DE CADA PROFISSIONAL” na tentativa de possibilitar: A compreensão de que uma mulher grávida, gesta Toda a beleza e criatividade Todos os sonhos e encantos Todos os temores e dores Toda a calmaria e euforia Toda a liberdade e esperança Todas as alegrias e possibilidades... E que para uma mulher em trabalho de parto, o mais precioso é alguém que segure sua mão e não tenha pressa... A EXPERIÊNCIA SMS – Pedras de Fogo - Pb


Carregar ppt "PEDRAS DE FOGO – PARAÍBA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA HUMANIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA À GESTANTE PROJETO REFORSUS - COMPONENTE II."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google