A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Introdução No âmbito do Plano de Negócios para o sector do turismo em 2002, a Deloitte & Touche procedeu à elaboração de uma folha de cálculo que permite.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Introdução No âmbito do Plano de Negócios para o sector do turismo em 2002, a Deloitte & Touche procedeu à elaboração de uma folha de cálculo que permite."— Transcrição da apresentação:

1 Introdução No âmbito do Plano de Negócios para o sector do turismo em 2002, a Deloitte & Touche procedeu à elaboração de uma folha de cálculo que permite a aplicação prática dos princípios abordados, no que se refere às projecções financeiras. Esta folha de cálculo, constituí, assim, uma ferramenta fundamental para analisar a evolução do negócio. Tal como foi referido no Plano de Negócios, ao elaborarmos as projecções temos como objectivo visualizar três mapas de análise: Demonstração de Resultados, Balanço e Mapa de Fluxos. Assim, esta ferramenta é constituída por algumas folhas de apoio, onde encontrará todos os quadros de suporte à construção dos referidos mapas. Esta ferramenta foi ainda provida de duas folhas auxiliares que permitirão aos utilizadores efectuar cálculos sempre que julguem pertinente. Em caso de existência de dúvidas no acto de preenchimento o utilizador poderá recorrer à utilização da “ajuda” disponibilizada junto de cada quadro, encontrando-se sinalizada com.

2 Índice Pressupostos Lista de Investimentos Investimento Proveitos Custos Capital Próprio e Passivo Activo Quadros Finais Folhas Auxiliares As folhas e respectivos quadros a preencher encontram-se divididos da seguinte forma: Os campos a preencher na folha de cálculo encontram-se assinalados a cinzento. Apresentamos nos slides seguintes uma sugestão de ordem de preenchimento a seguir.

3 Destina-se ao preenchimento de dados gerais que alimentarão todos os outros quadros, apresentando os seguintes campos: nome da empresa; ano base de projecção (último ano histórico); unidade (euro ou milhares de euro); Taxa de inflacção estimada para os cinco anos de projecção; tesouraria, nos três anos históricos e; taxa de IRC e Derrama em vigor para os anos a projectar. Modo de Preenchimento Preencher Pressupostos

4 Investimento Lista de Investimentos – Relativamente a investimentos a efectuar, introduzir: designação, ano de aquisição, valor, conta de P.O.C. e vida útil Activo – Imobilizado Líquido Histórico Custos – Amortizações do Exercício Histórico Amortizações do Exercício Demonstração de Resultados Imobilizado Líquido Balanço As projecções deverão iniciar com o cálculo do investimento a realizar. Assim, após prenchimento dos quadros existentes na folha “Pressupostos”, deverão preencher o quadro da folha “Lista de investimento”, seguindo-se a introdução dos valores referentes ao imobilizado líquido histórico e as amortizações correspondentes: O preenchimento destes quadros permite obter as amortizações do exercício e o imobilizado líquido. Preencher Resultado

5 Proveitos – Exploração Custos – Exploração - Custo das Mercadorias Vendidas e Matérias Consumidas - Pessoal - Fornecimentos e Serviços Externos Proveitos e Custos Extra-Exploração Resultados de Exploração e Extraordinários Demonstração de Resultados Após ter obtido o valor do investimento dever-se-á estimar a exploração: Preencher Resultado Exploração

6 •Activo - Clientes - Outros Devedores - Existências - Acréscimos e Diferimentos Passivo - Fornecedores - Outros Credores - Acréscimos e Diferimentos - IRC Exploração Fundo de Maneio Balanço Preencher Resultado Posteriormente, deverão ser introduzidos os saldos históricos de Clientes, Existências e Fornecedores. Com base no histórico ou na realidade sectorial, deverão ser introduzidos as condições de exploração, para os anos a projectar: prazo médio de recebimentos, rotação de stocks e prazo médio de pagamento.

7 •Passivo - Dívidas Bancárias - Leasing • Capital Próprio Necessidades de Financiamento Tesouraria Balanço • Custos Financeiros • Proveitos Financeiros Resultados Financeiros Demonstração de Resultados Neste momento e após o preenchimento dos quadros anteriores, a consulta do mapa de fluxos é fundamental para apurar as necessidades de financiamento da actividade: PreencherResultado Necessidades de Financiamento Consultar Mapa de Fluxos de forma a apurar eventuais Necessidades de Tesouraria PreencherResultado


Carregar ppt "Introdução No âmbito do Plano de Negócios para o sector do turismo em 2002, a Deloitte & Touche procedeu à elaboração de uma folha de cálculo que permite."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google