A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Professor Edley www.professoredley.com.br. A cidade de Ouro Preto (MG), fundada em 1711 com o nome de Vila Rica, mantém viva por meio da preservação de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Professor Edley www.professoredley.com.br. A cidade de Ouro Preto (MG), fundada em 1711 com o nome de Vila Rica, mantém viva por meio da preservação de."— Transcrição da apresentação:

1 Professor Edley

2 A cidade de Ouro Preto (MG), fundada em 1711 com o nome de Vila Rica, mantém viva por meio da preservação de suas construções e da urbanização original, a memória da época em que o Brasil era colônia portuguesa. Em Busca do Ouro

3 A exploração do ouro gerou um crescimento rápido e desordenado da região das minas. Hospedarias, armazéns e depósitos deram origem a núcleos de povoamento nas áreas próximas das minas, fundando vilas e cidades grandes, como Vila Rica (30 mil habitantes), Mariana e São João del Rey (10 mil habitantes cada). Quando a notícia se espalhou, pessoas de diversas origens e regiões se dirigiram para onde ficavam as minas, em busca de fazer fortunas no garimpo. A busca pelo ouro foi tão intensa que, em alguns vilarejos, não havia mais homens adultos. Em 1693, os bandeirantes paulistas encontraram as primeiras pepitas de ouro no território, em uma região que passou a se chamar Minas Gerais. A Corrida do Ouro

4 Preocupado com o domínio desordenado da região, o governo português interviu e enviou militares para o local, criou órgãos para a concessão de terras e fixou impostos para os mineradores. Representação da vila de Mariana (MG), pintada por Thomas Ender, em Paralelamente, em 1729, na atual cidade de Diamantina (MG) foram descobertas minas de diamante e de outras pedras preciosas. Essa extração ficou sob o controle de Portugal e somente alguns poucos colonos tinham permissão de extrair e comercializar essas pedras. A Corrida do Ouro

5 Os brancos representavam os feitores, que estavam no local para vigiar os escravos e garantir que não pegassem para si nenhum metal encontrado. Nas minas de ouro, a maior parte dos serviços era feita pelos cativos. Lavagem do ouro no monte Itacolomi (c.1835), litografia de Johann Moritz Rugendas. O Cotidiano nos Garimpos

6 A extração do ouro era feita nas águas dos rios e nas encostas dos morros. Ouro de aluviãoOuro de grupiara Ficava nas águas dos rios e dos córregos, misturado com areia e cascalho. Ficava nas encostas dos morros. Acabou em cerca de 1720.Quando este também acabou, começaram a escavar galerias no interior dos morros. A Extração do Metal

7 As negras de tabuleiro, vendedoras ambulantes que ofereciam bebida e comida aos mineradores, geralmente eram livres e trabalhavam por conta própria. Na mineração as mulheres se dedicavam ao comércio. Elas transitavam pelas vilas, roças e arraiais, vendendo suas mercadorias para pessoas de diferentes origens sociais. Vendedoras ambulantes em detalhe da litografia Lavagem do ouro no monte Itacolomi (c.1835). As Mulheres e a Mineração

8 Quem abastecia Minas Gerais eram os tropeiros que, ao carregar mercadorias da metrópole, Bahia, Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo e do sul do país, criaram rotas e paragens fundamentais para o comércio e manutenção da colônia. A exploração do ouro intensificou o comércio interno da colônia. A região de Minas Gerais era rica, mas só produzia ouro. Assim, todas as mercadorias, como alimentos, roupas e ferramentas, vinham de outras províncias. Tropeiros com seus animais em gravura de Thomas Ender (1817). O Tropeiros e o Comércio entre Províncias

9 Lei do quinto: 20% de todo ouro encontrado deveria ser enviado para Portugal, em forma de imposto. Casas de fundição: todo metal retirado das minas deveria ser fundido, transformado em barras de tamanho padrão e conter o selo real. Cobrança de impostos. Julgamento e aplicação das leis. Fiscalização e exploração das minas. Intendência das Minas Um dos órgãos criados pelo governo português para controlar a extração de metais preciosos foi a Intendência das Minas. Impostos e Revoltas nas Minas

10 Em 1720, um grupo de garimpeiros se reuniu em Vila Rica para reivindicar o fim das Casas de Fundição, dos postos de fiscalização e perdão pelos atos de rebeldia. Essa revolta ficou conhecida como Revolta de Vila Rica. O governador, conde de Assumar, simulou aceitar as reivindicações, mas invadiu Vila Rica, prendeu os líderes do movimento e incendiou suas casas. Os principais líderes do movimento foram o fazendeiro Pascoal da Silva Guimarães e o tropeiro Filipe dos Santos Freire. Julgamento de Filipe dos Santos (1923), pintura de Antônio Parreiras que representa a condenação do líder da Revolta de Vila Rica. Impostos e Revoltas nas Minas

11 Entre os negros livres havia diversas profissões, como carpinteiros, ferreiros, músicos, escultores, cozinheiros e alfaiates. Pintura no teto da Igreja de São Francisco de Assis, feita por Manuel da Costa Ataíde. Houve grande participação de negros, brancos e pardos na produção artística da região, entre as quais destacamos Aleijadinho e Manuel da Costa Ataíde. Cultura e Cotidiano

12 Referência Bibliográfica Projeto Teláris: História / Gislane Campos de Azevedo, Reinaldo Seriacopi. – 1ª Edição – São Paulo: Ática, 2012.

13 Professor Edley


Carregar ppt "Professor Edley www.professoredley.com.br. A cidade de Ouro Preto (MG), fundada em 1711 com o nome de Vila Rica, mantém viva por meio da preservação de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google