A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Profa.Ivana BM Cruz, UFSM - 2011 CAPÍTULO 3 CAPÍTULO 3 EPITELIO GLANDULAR.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Profa.Ivana BM Cruz, UFSM - 2011 CAPÍTULO 3 CAPÍTULO 3 EPITELIO GLANDULAR."— Transcrição da apresentação:

1 Profa.Ivana BM Cruz, UFSM CAPÍTULO 3 CAPÍTULO 3 EPITELIO GLANDULAR

2 Epitélio de Secreção: glandular • Constituído por células especializadas • Células glandulares: sintetizam armazenam secretam substâncias •Moléculas armazenada sob a forma de grânulos de secreção •Origem glândulas: epitélio de revestimento que se diferencia em tecido glandular durante a embriogênese

3 QUANTO AO NÚMERO DE CÉLULAS SECRETÓRIAS - Unicelulares - Pluricelulares

4 Glândulas: Unicelulares

5

6

7 Glândulas: Pluricelulares

8

9 QUANTO A NATUREZA DA SECREÇÃO - Serosas -Mucosas -Mistas

10 Secreção Serosa Secreção mais líquida Rica em compostos proteícos Células com estrutura piramidal ou poliédrica Célula com polaridade bem definida: região basal com intensa basofilia Região apical com vesículas numerosas Células serosas geralmente estão unidas e formam massas esféricas de células denominadas ÁCINOS com um lúmen na região central Exemplo: pâncreas e tireóide produzem secreções serosas

11 Secreção Mucosa Secreção mais densa (muco) viscosa, elástica, gelatinosa Rica em compostos glicoproteícos hidrofílicos conhecidos como MUCINAS Produtos de secreção não coram com H&E por por serem ricos em carboidratos Células secretoras com heterogeneidade estrutural: geralmente têm forma colunar ou cuboidal

12 Secreção Mista Glândulas que contem tanto células com secreção Serosa quanto células com secreção mucosa Exemplo: Glândulas salivares

13 Quanto ao Modo de Secreção de seus produtos Mecanismos de secreção Merócrinas Holócrinas Apócrinas

14 GLÂNDULAS MERÓCRINAS Secreção liberada por exocitose Após a liberação dos produtos Glândulas histologicamente intactas - Parte endócrina do pâncreas - Glândulas lacrimais - Glândulas salivares

15 GLÂNDULAS HOLÓCRINAS Acúmulo de substâncias causa morte da célula Glândulas sebáceas

16 GLÂNDULAS APÓCRINAS Ocorre perda parcial da glândula secretora que se mistura com a secreção produzida O reinicio da secreção só ocorre após a regeneração da parte apical celular que foi destruída Glândulas mamárias

17 • Exócrinas • Endócrinas • Parácrinas Localização da Secreção

18 Glândulas: Exócrinas • Características gerais: - Exócrinas Mantém conexão com o epitélio de origem Possuem uma porção secretora e uma porção transportadora

19 Glândulas: Exócrinas Origem embriológica

20 Glândulas: Exócrinas Formas glandulares

21 Glândulas: Exócrinas Formas glandulares Acinosa composta Tubulo acinosa Tubulosa composta Glândulas Exócrinas Simples Glândulas: - Salivares (submaxilares sub-lingual) - Lacrimais - Porção endócrina do pâncreas

22 Glândulas Salivares Glândulas Parótidas Ducto da glândula Parótida Glândula submandibular Glândula sublingual

23 Glândulas Salivares

24 Carcinoma de Glândula Salivar

25 Glândula Parótida

26 Glândulas Salivares Cisto grande na glândula parótida Cisto = cavidade anormal cheia de líquido ou material sólido. Podem ser formado devido a retenção de saliva

27 Glândulas Salivares Adenocarcinoma da glândula parótida Predominância de células cuboidais

28 Estudos científicos relacionados ao Epitélio glandular Neves et al., 2007

29

30

31 Glândulas Sudoríparas Exócrina Apócrina Tubulares simples ou enoveladas

32 Glândulas Sebáceas

33 Glândulas Mamárias

34 Embriologia das Glândulas Mamárias Embrião 28 dias – cristas mamárias Estágios sucessivos do desenvolvimento das mamas entre a 12a Semana até o nascimento

35 Glândulas Mamárias Aspectos relacionados a função glandular

36 Glândulas Mamárias

37 Glândulas Lacrimais Exócrinas, tubulares, merócrina,células cilindricas

38 Glândulas: Endócrinas • Características gerais: • - Endócrinas A conexão com o epitélio de origem é interrompida Não possuem ductos transportadores Secreções lançadas diretamente na corrente sangüínea

39 Glândulas: Endócrinas Origem embriológica

40 Glândula Tireóide

41 CANCER DE TIREÓIDE: ADENOCARCINOMA

42 Glândula Tireóide

43 HIPERTIREOIDISMO Exoftalmia

44 Pâncreas: parte endócrina Produção: INSULINA GLUCAGON

45 Pâncreas humano normal mostrando uma ilhota de Langerhans envolvida pelo parênquima exócrino. porção endócrina de pâncreas humano normal mostrando células α envolvendo um núcleo de células ß que produzem os hormônios. Pâncreas: parte endócrina

46 Diabetes mellitus do Tipo 1


Carregar ppt "Profa.Ivana BM Cruz, UFSM - 2011 CAPÍTULO 3 CAPÍTULO 3 EPITELIO GLANDULAR."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google