A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Surge a ideia... “Sorrindo no Ônibus” Uma estratégia coletiva de educação em saúde bucal – Pelotas/RS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Surge a ideia... “Sorrindo no Ônibus” Uma estratégia coletiva de educação em saúde bucal – Pelotas/RS."— Transcrição da apresentação:

1

2

3

4

5

6 Surge a ideia... “Sorrindo no Ônibus” Uma estratégia coletiva de educação em saúde bucal – Pelotas/RS

7 Introdução A educação em saúde bucal implica na conscientização das pessoas para se alcançar a saúde plena sendo, portanto, focada em oportunidades de aprendizagem. Mesquini, 2006

8 Introdução É um instrumento importante para melhoria das condições de saúde da população e pode ser classificada em duas categorias: micro e macro. Abegg, 1999

9 Micro – Realizada em consultórios dentários Macro – Realizada em escolas ou locais coletivos

10 Proposta do projeto “Sorrindo no Ônibus” Disseminar informações buscando atingir a coletividade, através da colagem de adesivos, contendo informações sobre saúde bucal no interior dos ônibus de transporte público de Pelotas.

11

12

13 Lançamento da campanha Largo Edmar Fetter em Com a presença da imprensa, autoridades e empresas de ônibus

14 Repercussão do projeto na mídia • Rádios locais • TV Cidade, RBS entre outras • Jornais escritos locais

15 Críticas Políticas

16 • Custo dos adesivos: R$ 5.000,00 Custo por adesivo R$ 7,00 • Foram investidos no mês de outubro aproximadamente R$ ,00 com honorários dos profissionais cirurgiões-dentistas da rede pública.

17 Mas, qual o impacto? O impacto do método educativo foi avaliado através de questionários elaborados em parceria com a Faculdade de Odontologia da UFPel.

18 Avaliação Objetivos • Identificar a percepção do material informativo pela população no interior dos ônibus • Verificar se a linguagem dos adesivos foi considerada simples e objetiva

19 Avaliação • Observar o relato de aprendizado/lembrança por parte dos entrevistados sobre o conteúdo informativo dos adesivos • Modificação dos hábitos

20 Metodologia Tipo de estudo Trata-se de um estudo transversal descritivo. Frazão, 2003

21 População de estudo Usuários de transporte coletivo de Pelotas, estimada 100 mil usuários/dia. Sec. Transportes, 2012

22 Tamanho da amostra 460 questionários contendo perguntas fechadas e abertas.

23 Local do estudo O estudo foi conduzido em paradas de ônibus de Pelotas, no período de 25/07/2012 a 28/09/2012.

24 ResultadoseDiscussão

25 • Boa participação • Nº de perdas (31) e nº recusas (13) foram Inferiores ao esperado!

26

27 Sexo Cor da Pele

28

29 Resultados/Discussão 388 usuários perceberam a existência de adesivos 343 perceberam o tema saúde bucal - Demonstra que a campanha atingiu seus objetivos quanto a visibilidade

30 Todos os adesivos foram lembrados – escolha certa dos temas 60% dos entrevistados lembraram até 2 tipos de adesivos 31% lembraram de 3 ou + 9% não lembraram nenhum tipo de adesivo embora tenham lembrado da campanha.

31 Frequência de citações dos adesivos por tema

32 Os adesivos mais lembrados foram aparelhos ortodônticos e o tipo de escova ideal

33 Dos que perceberam o tema, 74% relataram que aprenderam/relembraram algo Escovação correta/escova macia Importância do fio dental Como higienizar a prótese Cuidados com aparelhos ortodônticos Sobre bruxismo Evitar açúcar na mamadeira

34 Dos participantes que perceberam os adesivos, 44% relataram ter modificado algum hábito 33 mil usuários modificaram algum hábito!

35 Modificações mais citadas : • Começaram a escovar mais/melhor • Começaram a usar fio dental • Colocaram menos dentifrício (pasta de dente) • Comentaram/ensinaram alguém próximo (efeito multiplicador)

36 Efeito multiplicador À medida que as pessoas aprendem, elas também ensinam, tornando-se multiplicadoras de ações educativas e promovem a saúde A mulher é a principal multiplicadora dessas ações! • 71% dos entrevistados! Fuscella, 1999

37 Efetividade 33% do total de entrevistados relataram ter modificado algum hábito • Demonstra a efetividade da campanha

38 “Pequenas modificações no comportamento das pessoas são usualmente suficientes para reduzir a ocorrência de doença ”. Pilot, 1997

39 Eficiência

40 Comparando... Últimas eleições municipais... • São Lourenço - R$ 10,23 por voto conquistado • Porto Alegre - R$ 19,00 por voto conquistado Jornal O Lourenciano 14/11/12

41

42 96% (308) Fácil de entender 2,8% (9) Razoável para entender 1,2% (3) Difícil de entender

43 “O profissional deve desenvolver a capacidade de ‘traduzir` os termos científicos para a linguagem popular”. Pfeutzenreiter, 2005 • Fácil Compreensão

44 98,5% (324) Sim 1,5% Indiferente 0% Não

45 Drogas (cigarros, crack, álcool) DSTs Hipertensão e diabetes Implantes Demonstra o interesse da população na continuidade da campanha.

46 As notas variaram de 5 a 10. Média 9,18

47 Limitações Limitações projeto • Algumas empresas não foi possível aplicar os adesivos em toda a frota • Adesivos encobertos pelas cortinas Limitações avaliação • O estudo baseia-se apenas no relato da população.

48 Conclusão • O Projeto atingiu um impacto significativo pois promoveu saúde • A linguagem dos adesivos foi considerada clara e objetiva • O projeto proposto se mostrou eficiente e efetivo • Avaliação do projeto feita pelos entrevistados foi positiva

49 2ª Edição do Projeto “Nutrição no Ônibus”

50 • “Os meios de comunicação de massa, quando usados a favor da saúde tem um enorme valor”. • Pinto, 1996

51 Supervisão de Saúde Bucal de Pelotas/RS


Carregar ppt "Surge a ideia... “Sorrindo no Ônibus” Uma estratégia coletiva de educação em saúde bucal – Pelotas/RS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google