A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Santo Ambrósio escreve: “Maria, Mãe do Senhor, estava diante da cruz de Seu Filho. Ninguém me ensinou isto, senão São João Evangelista. Outros descreveram.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Santo Ambrósio escreve: “Maria, Mãe do Senhor, estava diante da cruz de Seu Filho. Ninguém me ensinou isto, senão São João Evangelista. Outros descreveram."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 Santo Ambrósio escreve: “Maria, Mãe do Senhor, estava diante da cruz de Seu Filho. Ninguém me ensinou isto, senão São João Evangelista. Outros descreveram o transtorno do mundo na paixão do Senhor; o céu coberto de trevas, ocultando-se o sol e o bom ladrão recebendo o Paraíso, depois de sua piedosa confissão.

4 São João escreveu o que os outros se calaram... Pois se é piedoso perdoar ao ladrão, ainda mais piedosa é a homenagem feita pelo Filho à Mãe: ‘Eis aí teu Filho’. ‘Eis aí tua Mãe’. Porém Maria se mostrou a altura da dignidade que correspondia a Mãe de Cristo.

5 Quando fugiram os Apóstolos, estava ao pé da cruz, olhando as chagas de Seu Filho, não como quem espera a morte de seu tesouro, senão a salvação do mundo”.“Em todos, durante estes três dias da Semana da Paixão, se via escurecida a luz da fé, menos no coração de Virgem, que a guardou com toda a fidelidade.”

6 “Aqui contemplamos uma nova espécie de martírio: Trata-se de uma mãe condenada a ver morrer diante de seus olhos, no meio de bárbaros tormentos, um Filho inocente e diletíssimo: ‘Estava em pé junto à cruz de Jesus, sua Mãe’ (Jo 19, 25). É desnecessário dizer outra coisa do martírio de Maria, declara São João; contemplai-a junto da cruz, ao lado de seu Filho moribundo e vede se há dor semelhante à sua dor.

7 Quando nosso extenuado Redentor chegou ao alto do Calvário, despojaram-no os algozes de suas vestes, transpassaram-lhe as mãos e os pés com cravos, não agudos, mas obtusos (segundo a observação de um autor), para maior aumento de suas dores, e pregaram-no à cruz. Tendo-o crucificado, elevaram e fixaram a cruz e o abandonaram à morte.

8 Abandonaram-no os algozes, mas não o abandonou Maria. Antes ficou mais perto da cruz para lhe assistir à morte, como ela mesma revelou a Santa Brígida. Ó Mãe verdadeira, diz São Boa Aventura, ó Mãe amante, que nem o horror da morte pode separar do Filho amado”! “Levantam finalmente a cruz na qual se acha pendente o Filho de Maria; logo se prostra Maria e adora a Jesus, e como tinha sido a primeira a adorá-Lo na Encarnação, assim é a primeira a adorá-Lo na Redenção”.

9 A fé era tão viva em Maria Santíssima, que por nada se deixou perturbar, nem pela perseguição se intimidar. Não elevou as mãos em atitude de desespero, para o céu, não desanimou, enquanto se não achava terminado seu sacrifício e o de seu Filho, não clamou aos céus por vingança, não perdeu a coragem, não se entregou ao desânimo, não se descontrolou, mas permaneceu firme na fé em Deus. A Virgem Maria permaneceu de pé junto à cruz.

10 Estava firme... pelo espaço de três horas apesar dos sofrimentos desde o dia anterior, e de toda a noite sem descanso...pelo espaço de três horas..., comprimindo as lágrimas para não aumentar as penas de Jesus. Estava junto da cruz... quando todos fugiram, outros se escondiam, Maria, portanto estava junto da cruz, olhando para Jesus, com a alma dilacerada pela dor, e com todos os seus membros como petrificados... a Mãe com as mãos trêmulas, com o coração palpitante e com suspiros prolongados, quase agonizando.

11 “Ó Virgem Santíssima, como podeis estar tanto tempo em pé? Imitemos o exemplo da Virgem Dolorosa! Permaneçamos de pé diante das dificuldades da vida. Se Cristo Jesus está conosco, ninguém nos vencerá: Sobrevêm muitas ondas e fortes procelas; mas não tememos afundar, pois estamos firmes sobre a pedra. Enfureça-se o mar, não tem forças para dissolver a pedra; ergam-se as vagas, não podem submergir o navio de Cristo”!

12 (São João Crisóstomo, Homilias): “Cristo está comigo, a quem temerei? Foi a fé que fez Maria Santíssima praticar estas altas virtudes: fortaleza e conformidade, amor a Deus e a nós. Ao Altíssimo ela ofereceu o Unigênito d’Ele e seu para a salvação do mundo, assim como a sabedoria eterna o tinha determinado. “Não foi sua obediência em nada inferior à de Abraão”. Admiremos a grandeza de espírito em Nossa Senhora.”

13 21/04/2011


Carregar ppt "Santo Ambrósio escreve: “Maria, Mãe do Senhor, estava diante da cruz de Seu Filho. Ninguém me ensinou isto, senão São João Evangelista. Outros descreveram."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google