A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Panorama Mundial da Eficiência Energética Prof. Roberto Schaeffer Programa de Planejamento Energético COPPE/UFRJ Workshop “Panorama e Perspectivas da Eficiência.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Panorama Mundial da Eficiência Energética Prof. Roberto Schaeffer Programa de Planejamento Energético COPPE/UFRJ Workshop “Panorama e Perspectivas da Eficiência."— Transcrição da apresentação:

1 Panorama Mundial da Eficiência Energética Prof. Roberto Schaeffer Programa de Planejamento Energético COPPE/UFRJ Workshop “Panorama e Perspectivas da Eficiência Energética”: Painel – Perspectivas da Eficiência Energética no Brasil Guanabara Palace Hotel - RJ, 16 de agosto de 2007

2 Estrutura da Apresentação  Introdução  Tendências da Eficiência Energética no Mundo e no Brasil  Potenciais de Conservação de Energia Elétrica no Setor Residencial Brasileiro  Considerações finais

3 Introdução As necessidades de se prover energia de forma adequada, sustentável e ambientalmente aceitável têm criado o imperativo de se aumentar a eficiência no uso da energia

4 Motivações Recentes para o Uso mais Eficiente da Energia  Protocolo de Quioto (1997)  Preocupações crescentes com a segurança de abastecimento (mais recentemente)  O que tem elevado a visibilidade pública e política da eficiência energética  Praticamente todos os países desenvolvidos, e um número crescente de países em desenvolvimento, têm implementado políticas de eficiência energética, devidamente adaptadas às suas circunstâncias nacionais:  Acordos voluntários, etiquetagem, informação, medidas regulatórias (edificações e eletrodomésticos)

5 Tendências da Eficiência Energético no Mundo e no Brasil Há uma tendência geral de aumento da produtividade energética com um todo, mas conflitos entre os fatores intensidade e estrutura

6 Produtividade Energética Primária por Região no Mundo

7 Variação entre 1990 e 2002 em koe/US$-ppc 1995

8 Tendências da Produtividade Energética (em US$-ppc)

9 Variação em Termos de Energia Primária e Final ( )

10 Consumo Residencial per Capita de Eletricidade

11 Variação Unitária no Consumo Residencial de Eletricidade

12 Intensidade Elétrica do Setor de Serviços

13 Sem Investimentos em Eficiência Energética Uso de Energia no Mundo em 2006 Teria Sido o Dobro de 1990

14 Ganhos Projetados de Eficiência Energética até 2030

15 Principais Medidas em Uso e Consideradas Efetivas  Padrões de eficiência e etiquetagem de eletrodomésticos  Esquemas financeiros inovativos (misto de fundos públicos e privados)  Acordos voluntários/negociados com grandes consumidores de energia ou fabricantes de equipamentos  Centros de informação energética local  Pacotes de medidas (auditorias + esquemas de financiamento)

16 Elementos de Política em Vigor em 2006

17 Países com uma Agência de Eficiência Energética

18 Difusão de Selos e Padrões para Refrigeradores

19 Países com Códigos Construtivos para Edificações

20 Países com Incentivos Econômicos para a Eficiência Energética

21 Países com Incentivos Fiscais para a Eficiência Energética

22 Países com Esquemas de Auditoria Energética

23 Custo-Benefício Financeiro de Opções de Mitigação de CO 2 (Vattenfall, 2007)

24 Decomposição das Variações de Uso de Energia na Economia Brasileira (Machado e Schaeffer)

25 Decomposição das Variações de Uso Final de Energia na Indústria Brasileira (Machado e Schaeffer)

26 Uso Final de Energia na Indústria Brasileira (Machado e Schaeffer)

27 Valor Adicionado na Indústria Brasileira a Preços de Produtor (Machado e Schaeffer)

28 Evolução das Intensidades Energéticas Finais na Economia Brasileira (Machado e Schaeffer)

29 Potenciais de Conservação de Energia Elétrica no Setor Residencial Brasileiro Há potenciais econômicos e de mercado substanciais. Ações de eficiência energética são fundamentais para instruir os consumidores sobre os potenciais de mercado, e para estreitar o “gap” entre os potenciais econômico e de mercado

30 Potenciais de Conservação de Energia para o Setor Residencial

31

32 Potenciais por Região - Sul

33 Potenciais por Região - Sudeste

34 Potenciais por Região - Centro-oeste

35 Potenciais por Região - Nordeste

36 Potenciais por Região - Norte

37 Sudeste IV (mais alta renda)

38 Sudeste III

39 Sudeste II

40 Sudeste I (mais baixa renda)

41 Considerações Finais Aumento da produtividade energética é uma tendência no mundo. Este aumento não vem naturalmente. O Brasil necessita de esforços mais coordenados nesta área


Carregar ppt "Panorama Mundial da Eficiência Energética Prof. Roberto Schaeffer Programa de Planejamento Energético COPPE/UFRJ Workshop “Panorama e Perspectivas da Eficiência."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google