A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SEMANA DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO FUNDACENTRO GESTÃO EM SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SEMANA DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO FUNDACENTRO GESTÃO EM SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO."— Transcrição da apresentação:

1 SEMANA DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO FUNDACENTRO GESTÃO EM SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

2 Gestão Integral e Integrada da Saúde, Segurança e Meio Ambiente, visando um Trabalho e Meio Ambiente Seguro e Saudável. Zuher Handar

3 3 Objetivo da Segurança e Saúde no Trabalho segundo a OIT  " promover e manter um elevado grau de bem estar físico, mental e social dos trabalhadores em todas as suas atividades, impedir qualquer dano causado pelas condições de trabalho e proteger contra os riscos resultantes da presença de agentes prejudiciais à saúde..."

4 4 Gestão da Segurança e Saúde do Trabalhador: desafios atuais  Para enfrentar essas novas abordagens legais e tecnológicas a organização deve:  Fazer uma gestão adequada dos riscos  Ser capaz de demonstrar isso.

5 5 Gestão da Segurança e Saúde do Trabalhador (SST) Gestão da Segurança e Saúde do Trabalhador (SST) Evolução das abordagens Ações reativas Ações preventivas localizadas Gestão sistematizada

6 6 Gestão Sistematizada da Segurança e Saúde do Trabalhador (SST) A simples conformidade legal não é suficiente para alcançar uma gestão bem sucedida. Iniciativas de caráter voluntário e uma visão ampliada de risco são fundamentais para esse fim. E os sistemas de gestão constituem importante estratégia.

7 7 Iniciativa voluntária e o conceito de empreendimento responsável Empreendimento responsável é um processo em três estágios: 1. Conformidade com a legislação nacional. 2. Conformidade e eficácia. 3. Conformidade, eficácia e redefinição estratégica do negócio. Tendência atual: incluir o conceito de responsabilidade social.

8 8 Sistemas de Gestão da Segurança e Saúde do Trabalhador (SGSST) SGSST tem sido:  A principal estratégia para atacar o sério problema social e econômico dos acidentes e doenças relacionados ao trabalho.  Usado pelas empresas como um fator para aumentar a competitividade no mercado.

9 9 GESTÃO da SST enquanto processo complexo Processo global que envolve a interação entre quatro sub-processos:  Organização da gestão e do contexto  Avaliação de riscos  Controle de riscos  Comunicação de riscos Organização Controle Comunicação Avaliação

10 10 Revisão Inicial Revisão Inicial Política SST Planejamento Implantação e operação Implantação e operação Verificação e ação corretiva Verificação e ação corretiva Revisão Gerencial Revisão Gerencial Sistemas Gestão da SST modelo BS 8800 e OHSAS Melhoria Contínua

11 11 Diretrizes da OIT

12 12 Possíveis caminhos para a adoção de SGSST por organizações brasileiras PPRA PCMSO Programa de SST SIGSST Etapas necessárias:

13 13 Saúde, Trabalho e Meio Ambiente Ambiente Ação e Reação  Os problemas ambientais que hoje ameaçam a humanidade são profundamente marcados pelas instâncias econômica, jurídico-política e ideológica do modo de produção capitalista.

14 14 Compreender os problemas de saúde simultaneamente a partir de perspectivas ecológicas e sociais  O desenvolvimento econômico e tecnológico balanços mais positivos entre os benefícios e os prejuízos dele decorrentes, seja para a saúde dos trabalhadores, da população em geral ou dos ecossistemas.  Ajuda a pensar de forma integrada os conceitos de risco e desenvolvimento econômico-tecnológico  ao mesmo tempo em que novos processos de produção e tecnologias geram riquezas e conforto, novos riscos ocupacionais e ambientais podem ser incorporados aos territórios e afetar certos grupos populacionais em distinta escala espaciais e temporais.

15 15 Desafio para todos da área de Saúde e Trabalho  O desenvolvimento de uma política de gestão integrada de Saúde, Trabalho e Meio Ambiente com vista ao desenvolvimento sustentável  Questão apresentada na 3ª Conferência Nacional de Saúde dos Trabalhadores “como incorporar a saúde dos (as) trabalhadores (as) nas políticas de desenvolvimento sustentável do País”.

16 16 Sustentabilidade  “O desenvolvimento sustentável é aquele que procura atender às necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras de atender a suas próprias necessidades. (Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento das Nações Unidas)  A sustentabilidade pressupõe justiça social para as gerações atuais e futuras …

17 17  “...é necessário que a noção de sustentabilidade inclua a existência e a qualidade do trabalho, incluindo os indicadores de saúde dos trabalhadores, como um dos seus pilares fundamentais”

18 18 Percepção dos Profissionais “olhar além do local de trabalho”  Oportunidade de conhecer um pouco mais a inter-relação e os reflexos que existem entre o ambiente interno e o entorno.  Enxergar, observar e compreender muito além dos riscos ocupacionais faz com que nos preocupemos com os recursos naturais que vem sendo consumido e degradado.  Pautar a questão do meio ambiente na mesma proporção que pensamos na saúde do trabalhador e priorizarmos a sustentabilidade do processo de desenvolvimento.

19 19 Necessidades Política, Técnica e Ética  A saúde do trabalhador deve: aprofundar e integrar, em termos conceituais e operacionais, as discussões e políticas envolvendo problemas de saúde, trabalho e ambiente.

20 Antecedentes Preocupação com a agenda ambiental

21 21  Relatório da ONU que introduziu o conceito de desenvolvimento sustentável no debate ambiental.  ECO 92 - Acordo global dos países para reverterem a alarmante tendência de degradação ambiental apontada por especialistas e ativistas ecológicos.

22 22 Efeitos dos processos de produção e consumo das sociedades industriais modernas sobre a saúde humana e a dos ecossistemas:  Degradação ambiental em várias regiões do planeta efeito estufa, a redução da camada de ozônio, a destruição de florestas e da biodiversidade, a poluição atmosférica e marítima

23 23 Saúde do Trabalhador e a relação com questão ambiental para o futuro da humanidade  Enfocar os problemas ambientais - incluindo a saúde dos trabalhadores e os ambientes de trabalho – permite pensar de forma integrada o desenvolvimento de ações de prevenção e promoção da saúde.

24 24 Compreensão da integração saúde, trabalho e meio ambiente  Atores e segmentos sociais, compreendem que todas as políticas de desenvolvimento devem estar permeadas pela preocupação com o trabalho, o ambiente e a saúde, de forma a gerar melhorias para a qualidade de vida da população como um todo.

25 25 Tendência  Ir além das ações de controle de poluentes ou resíduos gerados  Priorizar a prevenção, com a ênfase na analise prévia do projeto tecnológico e organizacional  Examinar os padrões de proteção ambiental e também de segurança e saúde no trabalho  Estabelecer modificações necessárias no processo produtivo  Evitar a geração de contaminantes e  Definir um programa eficaz de gestão dos riscos.

26 26 Cuidados com as políticas de desenvolvimento  Desenvolver política séria e ética de desenvolvimento sustentável   Competitividade e o lucro não devem sobrepor aos compromissos de preservação da humanidade  Não contribuir para o aparecimento de mais problemas de saúde  Não contribuir para degradação ambiental que hoje ameaça a nossa sobrevivência.  Não externalizar seus custos sociais e ambientais  Não contribuir para ampliar a desigualdade socioeconômica em todo mundo

27 27 Gestão Ambiental ISSO  Implementar, manter e melhorar um sistema de gestão ambiental  É uma ferramenta para auxiliar empresas a identificar, priorizar e gerenciar seus riscos ambientais como parte de suas práticas usuais.  A ISO exige que as empresas se comprometam com a prevenção da poluição e com melhorias contínuas, como parte do ciclo normal de gestão empresarial.

28 28 Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social e o Compromisso das Empresas com o Meio Ambiente “ requisitos básicos da sustentabilidade e da responsabilidade social”  Necessidade das empresas socialmente responsáveis priorizarem em suas políticas a preservação do meio ambiente  A “agenda ambiental vem conquistando importância crescente na vida social, na economia das empresas e no planejamento do desenvolvimento”.  Buscar instrumentos que as auxiliem em garantir a produtividade e competitividade, mas sem descuidar da promoção da saúde do trabalhador e da preservação do meio ambiente.

29 A Saúde e Segurança no Trabalho e os Sistemas de Gestão

30 30 Evolução dos meios e métodos de atuação em SST  No inicio o enfoque era Prevenção de acidentes Controle de engenharia e Compreender a ação das substâncias químicas na saúde dos trabalhadores.  Houve evolução do conhecimento sobre os perigos do local de trabalho e seus controles  Desenvolvimento das normas governamentais e não governamentais  A atenção passou aos métodos mediante os quais se manejavam as atividades de avaliação e controle.  Durante esta fase, a ênfase estava nos programas de SST.

31 31 Inicio da década de 90  A gestão de SST ingressou em uma fase de sistemas  Aplicaram-se conceitos, teorias e práticas de sistemas de gestão aos enfoques bem estabelecidos de programas de antecipação, reconhecimento e avaliação baseados em controles dos riscos.

32 32 Sistema Integrado de SST  Os enfoques de sistema de gestão em SST amadureceram  Adequado à dinâmica das transformações tecnológicas e das relações de trabalho  Avaliam o seu conteúdo e efetividade  Estabelecem seus princípios, diretrizes e a responsabilidades dos diversos atores sociais.

33 33 Diretrizes da OIT para SGSST  Reconhecem a existência de uma série de programas de alcance internacional ou nacional relativos à gestão da SST, Proteção responsável, Iniciativa privadas voluntárias e boas práticas em matéria de SST, Existência de normas ISO sobre gestão da qualidade e meio ambiente.

34 34 SGSST – ILO 2001 Os modelos de gestão devem ser suficientemente flexíveis  Para permitir diferentes enfoques na elaboração de sistemas de gestão em SST  Compreender sistemas específicos para pequenas e médias organizações  Contribuições profissionais da inspeção do trabalho e dos serviços de segurança e saúde no trabalho  Reconhecimento da existências de sistemas eficazes de gestão da SST.

35 35 Sistemas de Gestão em SST em uso  São componentes essenciais na criação de ambientes de trabalho mais saudáveis e mais seguros;  Qual a abordagem mais adequada? Não se tem acordo quanto a um sistema normalizado e universal;  Organizações diversas utilizam modelos diversos – reflexo dos processo e condições de trabalho mais complexos e diversificados;  Em muitos casos os sistemas são incompletos;  Tônica na prevenção de acidentes em detrimento das doenças relacionadas ao trabalho;  Outros com estratégias bem definidas mas sem canais de comunicação

36 36 Sistema de Gestão Integrada de Segurança, Saúde e Meio Ambiente  Proteger a saúde e a segurança de seus empregados, a qualidade de seus produtos e o meio ambiente, é um fator de responsabilidade social que a distingue em um mercado competitivo.  Demonstra a decisão de salvaguardar os empregados e o meio ambiente de incidentes prejudiciais, bem como de prevenir riscos na qualidade dos produtos que cause alguma decepção aos clientes  Supõe também uma melhora da imagem da empresa.

37 37 A segurança e saúde no trabalho é um fator inseparável do meio ambiente e do desenvolvimento sustentável  Ferramenta para o desenvolvimento sustentável A argumentação se baseia na função chave que os locais de trabalho desempenham nos sistema de produção e consumo.  Os locais de trabalho estão no centro da produção, porém são também grandes consumidores  São determinantes chaves de outras áreas de desenvolvimento, como a utilização da energia e a terra  Está crescendo uma cultura do local de trabalho que vai mais além do que a saúde e segurança dos trabalhadores e incorpora metas de preservação do meio ambiente e da promoção do desenvolvimento sustentável.

38 38 Necessidade de um Sistema de Gestão Integrado em Saúde,Trabalho e Meio ambiente (interesses e responsabilidades)  Profissionais de SST: Preocupações com a saúde da população Preocupação com o meio ambiente Resultados mais eficazes na política de prevenção global e integral Responsabilidade ética e profissional  Empresas Imagem da empresa Responsabilidade social Cobranças internacionais Melhorar a competitividade interna e externa Otimizar os recursos e diminuir as perdas

39 39 Sistema de Gestão  Forma de organizar as atividades de gestão de SST integrando a questão ambiental  Forma de medir o desempenho da área  Definir parâmetros que alertam a gerência sobre atividades que possam produzir uma doença ou a degradação no ambiente que afete a saúde da população.

40 40 Sistema que integre a questão ocupacional e a ambiental  Conjunto de uma série de elementos inter- relacionados ou interativos que tem por objetivo estabelecer políticas de SST  Garantir uma estrutura organizacional com atividade de planejamento, responsabilidades, práticas, procedimentos, processos e recursos para desenvolver, implementar, alcançar, revisar e manter uma política de saúde do trabalhador e ambiental.

41 41 Um sistema de gestão deve basear-se em:  Uma política adequada para a empresa, bem como de segurança e qualidade dos produtos;  A identificação dos riscos e requisitos legais de segurança e saúde no trabalho e ambientais;  Objetivos, metas e programas que garantam melhoras contínuas;  A supervisão das atividades do sistema;  A revisão, avaliação e melhora contínua do sistema;  Garantir a participação de todos os envolvidos na empresa.

42 42 Vantagens para as empresas  Clima laboral mais positivo  Otimização de recursos por meio do uso racional  Diminuição da probabilidade de ocorrência de acidentes  Diminuição da gravidade das conseqüências dos acidentes  Diminuição dos custos por perdas materiais ou interrupção da produção.

43 43 Imagem aos Clientes  Pode demonstrar que a empresa trabalha ativamente para garantir que as suas operações são seguras não somente para os seus empregados, mas também para os produtos e para o meio ambiente.

44 44 Alcance  Todos os colaboradores e todas as atividades desenvolvidas no âmbito da empresa  Aplicação à própria empresa, bem como às contratadas  O sistema deve assegurar o cumprimento de seus compromissos legais, contratuais e corporativos nos temas de Saúde, Segurança, Meio Ambiente e Relações Comunitárias.

45 45 A Política deve conter os seguintes compromissos:  Aplicar as melhores práticas de segurança, relações comunitárias e meio ambiente;  Realizar monitoramento periódicos das operações da empresa para assegurar o cumprimento das práticas estabelecidas;  Cumprir com os requisitos legais e corporativos aplicáveis às questões ambientais, laborais e de responsabilidade social;  Usar adequadamente os recursos e administrar eficazmente os resíduos;  Difundir a política integrada a todo o pessoal, fornecedores e contratadas, bem como disponibilizar o seu acesso ao publico em geral.

46 46 Política  Proteger a integridade física de seus colaboradores e dos terceiros;  Promover simultaneamente a conservação do meio ambiente com vista a alcançar um desenvolvimento sustentável;  As lesões e as doenças ocupacionais ou relacionadas ao trabalho podem ser prevenidas, bem como os incidentes que impactem o meio ambiente;  As práticas seguras são de responsabilidade de todos e de cada um dos integrantes do quadro de pessoal da empresa;  O treinamento e a capacitação são a base para melhorar continuamente as operações, a segurança dos mesmos e a sua relação com o meio ambiente;

47 47 Política de Relações Comunitárias  Respeito dos direitos humanos, incluindo a cultura e o modo de vida das populações que se encontram na área de atividade da empresa  Compromissos: Proteção da saúde e segurança das comunidades locais; Compensação justa pelo uso da terra e dos recursos; Compromisso corporativo com o desenvolvimento local, promovendo benefícios diretos e indiretos; Inclusão das comunidades com os programas de desenvolvimento e monitoramento; Criação de uma relação de longo prazo com a comunidade.

48 48 Resultados e benefícios de um Sistema de Gestão Integrado  O Sistema de Gestão em SSMA provou ser sólido;  Amplia a integração dos processos dentro da organização;  Melhora da comunicação com os empregados, contratadas, fornecedores e sindicato;  Melhora a organização do processo de capacitação;  Melhora a imagem frente à comunidade.

49 49 Resultados e benefícios de um Sistema de Gestão Integrado  Atinge um posicionamento pró-ativo frente aos órgãos reguladores e demais autoridades;  Aumenta a credibilidade e prestigio ante os acionistas;  Otimização de recursos humanos, financeiros;  Demonstra que os riscos relacionados com a atividade encontram-se efetivamente avaliados e controlados, como resultado de adequadas políticas.

50 Agência Européia para a Segurança e a Saúde no Trabalho A utilização de sistemas de gestão da segurança e da saúde no trabalho nos Estados-Membros da União Européia

51 51 Razões que levaram à introdução de um sistema de gestão da SST  Promover a responsabilidade da entidade patronal;  Fomentar a participação dos trabalhadores e dos seus representantes;  Motivar os gestores de topo e os trabalhadores;  Melhorar a qualidade dos produtos e serviços, bem como o ambiente de trabalho;  Reduzir os custos operacionais;  Explorar sinergias potenciais com outros sistemas de gestão, tal como o ISO 9000, 14000;  Aumentar a transparência organizacional.

52 52 Impacto dos sistemas de gestão da segurança e da saúde no trabalho  São poucas as empresas que têm objetivos quantificáveis e, quando os têm, tendem a adotar uma estratégia de “zero acidente”.  As empresas que estabelecem concretamente metas quantificáveis reduzem as suas taxas de acidentes.  Muitas das organizações também referiram que a motivação dos trabalhadores e a produtividade tinham aumentado.

53 53 Pontos fortes e fracos dos sistemas utilizados  Os sistemas de gestão da SST utilizados pelas empresas concentram-se mais na prevenção de acidentes do que na saúde relacionada com o trabalho.  Grande parte delas também fez da segurança e saúde no trabalho um dever da organização, que aparentemente é condição de sucesso.  De um modo geral, todas as empresas dispõem de sistemas de gestão da SST capazes.

54 54 Pontos fortes e fracos dos sistemas utilizados  Nas organizações em que os trabalhadores participaram voluntariamente tendeu a levar a um envolvimento reduzido do pessoal.  Os elevados custos de arranque constituíram um outro problema.  Em alguns casos, a rigidez estrutural dos sistemas também interferiu na rotina de trabalho diário.

55 55 Benefícios  Possibilidade de analisar sistematicamente os perigos, riscos e incidentes;  Maior sensibilização para os perigos e riscos;  Maior transparência dos processos internos;  Melhor comunicação entre os trabalhadores;  Maior motivação dos trabalhadores e maior identificação com a empresa;  Uma visão mais integrada do ambiente de trabalho;  Fomento das medidas relacionadas com a SST.

56 56 Referência  Rigotto, R.M. Saúde Ambiental & Saúde dos Trabalhadores. Rev. Bras. Epidemiol. Vol. 6, Nº. 4, 2003  Porto, M.F. Saúde do trabalhador e o desafio ambiental: contribuições do enfoque ecossocial, da ecologia política e do movimento pela justiça ambiental. Centro de Estudos de Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana, Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca, Fiocruz.  Winston Gereluk. Coordinador de Relaciones Laborales y Recursos Humanos Universidad de Athabasca (Canadá); Lucien Royer Director de Salud y Seguridad en el Trabajo y Medio Ambiente Confederación Internacional de Organizaciones Sindicales Libres (CIOSL) y Comisión Sindical Consultiva ante la OCDE (CSC).  Relatório da Agência Européia para a Segurança e a Saúde no Trabalho

57 “A economia que não levar em consideração a moral e os sentimentos é como estátuas de cera que, apesar de parecerem vivas, lhes falta a vida da carne.” (M.K. GANDHI, Young Índia, 27/10/1921) OBRIGADO!


Carregar ppt "SEMANA DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO FUNDACENTRO GESTÃO EM SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google