A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Relação com a mídia – A importância de se comunicar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Relação com a mídia – A importância de se comunicar."— Transcrição da apresentação:

1 Relação com a mídia – A importância de se comunicar

2 Imagem – Opinião Pública A imagem é a opinião do público sobre tudo que se apresenta a ele. Imagem é o que se forma diante dos olhos de cada um de nós a partir da nossa vivência. O que hoje é uma boa imagem amanhã pode se tornar um pesadelo ou vice-versa.

3 Imagem – Opinião Pública É fundamental aproveitar cada chance de mostrar a melhor face da sua imagem, sua carreira, sua política, sua empresa, quando a imprensa é o veículo ideal para isso. Através da COMUNICAÇÃO EFICIENTE é possível quando existe a interação de forma positiva entre emissor e receptor.

4 Por que se comunicar bem? Erros primários na forma de transmitir suas mensagens, desperdiçando tempo e espaço ou ainda expondo-se negativamente na grande imprensa. As pessoas ouvirão você e formarão uma opinião reativa positiva a partir da impressão que você causa. Por isso, é importante identificar e provocar no seu público-alvo, identificação e reciprocidade.

5 Como você quer ser visto? Profissional ou amador? Tranqüilo ou irritado? Confiante ou inseguro? Capacitado ou despreparado? Amigável ou rude? Elegante ou mal-educado? Acessível ou arrogante?

6 Exemplos Negativos “Assim não há mídia training que resolva”  Coordenador do curso de medicina da UFB “Eu tenho aquilo roxo!” “Pessoas que se aposentam com menos de 50 anos são vagabundos, que se locupletam de um país de pobres miseráveis.” “Relaxa e Goza.”

7 Exemplos Negativos “Estejam certos de que o Brasil saberá, orgulhosamente, fazer a sua lição de casa, realizar uma Copa do Mundo para argentino nenhum botar defeito.” “Eu dava um tiro no coco.” “Se está com desejo sexual, estupra, mas não mata.”

8 Exemplos Negativos “Não se pode pensar que o país é um Piauí, no sentido de que tanto faz quanto tanto fez. Se o Piauí deixar de existir, ninguém vai ficar chateado.” “A ministra é muito inteligente, apesar de ser mulher.” “Roubo profissionalmente. Parece que nasci em Brasília.”

9 Exemplos Negativos “Este circuito de Mônaco é o único em que a reta dos boxes é curva.” “Esta menina deve ter algum problema mental.” “Nossas vacas não produzem soda cáustica nem água oxigenada, por isso não podemos pagas pelos erros de alguns empresários.” (50)

10 PARA EVITAR PROBLEMAS Prepara-se: estabeleça com antecedência: Qual é o enfoque da pauta? Como pode ajudar? Quando estiver diante do jornalista ofereça: Informações precisas; Responda com explicações objetivas e coerentes; Dê exemplos básicos e faça comparações (se for o caso);

11 PARA EVITAR PROBLEMAS Assuntos como política e economia: Área coberta por setoristas; Conhecimentos aprofundados; Dispõem de fontes para confrontar suas informações. Rádio ou tevê: Respostas objetivas, claras e fáceis de serem compreendidas pela audiência

12 PARA EVITAR PROBLEMAS Jimmy Carter – Assuntos polêmicos: Aborto, criminalidade, desemprego, eutanásia, inflação, etc. Prepare um dicionário de assuntos críticos. Ele será uma diretriz que pode ajudar você ou sua empresa a manter uma postura mais segura e coerente na hora da controvérsia.

13 PARA EVITAR PROBLEMAS TREINAMENTO – Assessoria de Imprensa Pergunta embaraçosa: Reagir com hesitação ou irritabilidade dá munição para o pelotão de fuzilamento (coletiva); Reagir com firmeza, com sinceridade e segurança pode reverter o quadro negativo; A irritação associada à grosseria dá ganho de causa à vítima e nesse caso o agredido é o apresentador, o repórter.

14 PARA EVITAR PROBLEMAS OUVIDOS MOUCOS: Paulo Maluf e Leonel Brizola eram capazes de levar um repórter à loucura, como acontece com vários representantes da classe política no Brasil. Tendência de não responder as perguntas com objetividade, ou responder com argumentos que nada tem a ver com o assunto. RISCO: imagem ridicularizada e fazer papel de bobo

15 PARA EVITAR PROBLEMAS BOBAGENS: frases feitas, lugares comuns, argumentos sem consistência informativa, ou declaração irrefletida e superficial. FALTA DE PLANEJAMENTO: discurso prolixo, confuso e enviesado. Declarações que não merecem divulgação. TECNICISMO: dificulta a produção da reportagem. EXCLUÍDO da edição e entra na ‘lista negra’ das redações.

16 PARA EVITAR PROBLEMAS JORNAL VELHO FACTUAIS – NOVO – INTERESSE PÚBLICO “as notícias são a matéria-prima do jornalismo, pois somente depois de conhecidas ou divulgadas é que os assuntos aos quais se referem podem ser comentados, interpretados e pesquisados...” Mário Erbolato “notícia é algo que você não sabia ontem” Turner Catledge - NYT

17 PARA EVITAR PROBLEMAS Alguns critérios de seleção das notícias: Proximidade, marco geográfico, impacto, proeminência, aventura e conflito, conseqüências, humor, raridade, progresso, sexo e idade, interesse pessoal, interesse humano, importância, rivalidade, utilidade, política editorial do jornal, oportunidade, dinheiro, expectativa ou suspense, originalidade, culto aos heróis, descobertas e invenções, repercussão e confidências.

18 EVITE PROBLEMAS MENTIRAS – quem procura desviar a verdade dos fatos impõe contra si a opinião pública. Repórter – mais pressão nas perguntas e as perguntas capciosas, que se tornam armadilhas para o entrevistado. IMPRENSA – mostrar os dois (ou mais) lados da notícia de forma imparcial.

19 OFF – (Ex Cristiana Lobo) Informação confidencial, prestada por um entrevistado ao jornalista, com a condição de não ser publicada. Informação proveniente de fonte que deseja se manter anônima. FALAR EXTRA-OFICIALMENTE NÃO SIGNIFICA QUE VOCÊ TEM GARANTIA DE QUE NÃO TERÁ SEU NOME LIGADO À INFORMAÇÃO.

20 EVITE PROBLEMAS ARREPENDIMENTO Disse algo errado? Percebeu isso durante a entrevista? Peça gentilmente ao repórter para ler as declarações que fez e corrija. Se estiver gravando para tevê ou rádio, aja da mesma forma. Mas se for ao vivo, não há o que fazer. Se der, tente se corrigir ‘no ar’ “Desculpe”, nunca “minto”. Direito de resposta/ Pinóquio.

21 A IMPORTÂNCIA DA COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL NA ATUALIDADE Num cenário globalizado, a informação revela-se uma arma poderosa de gestão empresarial. O segredo não é mais a alma do negócio, afinal os consumidores querem saber o que acontece lá no chão da fábrica, querem ver o que a empresa proporciona aos seus funcionários e à comunidade de seu entorno. "A sociedade e o mercado consumidor tornaram-se bastante hostis às 'empresas analfabetas', que não aprendem a escrever, ouvir, falar, se expressar e, principalmente, dialogar no ambiente em que atuam". Nassar

22 QUESTIONAMENTO? Será que apostar em comunicação organizacional já é uma realidade? Nossas empresas ainda são "analfabetas" ?


Carregar ppt "Relação com a mídia – A importância de se comunicar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google