A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Case Venda do Shopping Tijuca Gerenciamento de crise.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Case Venda do Shopping Tijuca Gerenciamento de crise."— Transcrição da apresentação:

1 Case Venda do Shopping Tijuca Gerenciamento de crise

2 Venda do Shopping Tijuca O caso: Em Dezembro de 2010, a empresa Sá Cavalcante vendeu o ShoppingTijuca para a Brmalls, a maior companhia de shoppings center da América Latina. A venda se deu em meio a uma grave crise entre os sócios, Walter Sá Cavalcanti e seu cunhado Alberto Oliveira, que acusava Walter de fazer operações fraudulentas nas contas do shopping. Em Dezembro de 2010, a empresa Sá Cavalcante vendeu o ShoppingTijuca para a Brmalls, a maior companhia de shoppings center da América Latina. A venda se deu em meio a uma grave crise entre os sócios, Walter Sá Cavalcanti e seu cunhado Alberto Oliveira, que acusava Walter de fazer operações fraudulentas nas contas do shopping.

3 A Sá Cavalcante era a dona do empreendimento há 10 anos. A própria construtora o fez. Foi o primeiro empreendimento do ramo para a construtora e a venda a fez ver o quanto ainda tinham a aprimorar no meio. Desta forma, investiram depois em outros shoppings com o lucro da venda.

4 Venda do Shopping Tijuca

5 A imagem da empresa para seus clientes internos: A Sá Cavalcante demonstra manter um estreito relacionamento com seus funcionários, utilizando de ferramentas como blog, facebook, site institucional, vídeos institucionais, textos motivacionais para manter o grupo unido, informado, reforçando seus valores e missão e com abertura para dar sua opinião nos mais diversos assuntos, podendo assim se sentir e ser parte da empresa como um todo.

6

7

8 Possíveis cenários: Antes de concretizada a venda da empresa e com a crise no relacionamento entre os sócios do shopping, há grandes chances de se instalar uma crise durante o período. Alguns dos possíveis cenários são: Antes de concretizada a venda da empresa e com a crise no relacionamento entre os sócios do shopping, há grandes chances de se instalar uma crise durante o período. Alguns dos possíveis cenários são: A falta de informação pode abrir espaços para boatos; Os boatos podem gerar desentendimentos entre chefes e funcionários, falta de confiança na empresa, medo de demissões, que pode trazer desmotivação e como consequência, a queda no desempenho dos funcionários, atrapalhando a qualidade dos serviços da empresa e péssimos resultados.

9 Políticas Gerais de crises: Como procedimentos gerais numa gestão de crise temos : Como procedimentos gerais numa gestão de crise temos : Implementação de um plano de contingência ; Formação de comitê de crise; Alta direção participando ativamente dos processos e do comitê de crise; Definição de um discurso unificado e consistente e a escolha das melhores ferramentas para passá-lo de uma forma eficiente e que seja absorvido por todos; Escolha do melhor porta-voz do discurso dependendo da gravidade da crise.

10 Gerenciamento da crise do caso: O cenário que temos é de uma empresa que passa por uma transição de administradores e, com isso, sem um gerenciamento da situação, pode se instalar uma crise interna a qualquer momento se a comunicação e as informações não forem bem direcionadas e o discurso não for claro, e no momento certo.

11 Gerenciamento da crise do caso: Passos a serem tomados ao ser concretizada a venda: Passos a serem tomados ao ser concretizada a venda: O CGC definir qual discurso será passado para seus funcionários e de que forma vão informar tudo o que virá a acontecer a partir desta venda, para deixá-los cientes do que está pior vir. Escolher o porta-voz desta mensagem, que irá pessoalmente conversar com os funcionários, uma vez que a empresa já mantém uma política de relacionamento aberto e de contato próximo com seus superiores (alta gerência). Utilizar também das outras ferramentas que a empresa já dispões, como o blog, Twitter, Facebook e intranet, para manter e reforçar o discurso elaborado pelo CGC e para que os funcionários também possam se manifestar, tirar dúvidas.

12 Envio de explicativo para reforçar e disponibilidade de resposta para os que quiserem tirar dúvidas, se manifestar discretamente.

13 A empresa deve tomar as devidas providências para que a notícia da venda da empresa não vaze para todos os níveis dos funcionários da empresa, como evitar comentários fora das devidas reuniões sobre o assunto, pelos corredores, com alguém que não faça parte desse comitê, funcionários terceirizados e até mesmo fora da empresa. Mesmo com as providências, a empresa deve ter um discurso preparado para este fato não venha se transformar numa crise.

14 Conclusões: A empresa já mostra ter uma relação de proximidade entre seus funcionários e gerências e uso de ferramentas para reforçar essa união tanto com o público interno quanto com o externo. O importante nesse caso é manter esse boa relação para que isso não abale a imagem que seus funcionários tem com a empresa e estar preparado para que nenhuma informação seja dita de forma errada, escolher as melhores ferramentas e na hora certa.

15 OBRIGADA!


Carregar ppt "Case Venda do Shopping Tijuca Gerenciamento de crise."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google