A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O ambiente é de todos – vamos utilizar bem a energia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O ambiente é de todos – vamos utilizar bem a energia."— Transcrição da apresentação:

1

2 O ambiente é de todos – vamos utilizar bem a energia.

3 O QUE É A ENERGIA? A energia é tudo o que produz ou pode produzir acção, podendo por isso tomar as mais variadas formas: Energia mecânica, calorífica, gravítica, eléctrica, química, magnética, radiante, nuclear, etc. Precisamos da energia para nos movermos, para comunicarmos, para assegurar a iluminação e o conforto térmico nas nossas casas, entre muitas outras coisas.

4 Como podemos usar a energia, sem prejudicar o ambiente? Para que possamos manter ou aumentar o nível de conforto e qualidade de vida torna-se necessário usar a energia de forma mais eficiente, ou seja, alterando hábitos e comportamentos para eliminar os desperdícios de energia eléctrica e fomentar a utilização de energias renováveis.

5 Como utilizar bem a energia? Em casa: Evite ter as luzes ou equipamentos ligados quando não for necessário. Substitua as lâmpadas incandescentes por lâmpadas economizadoras. Compre equipamentos que apresentem a melhor eficiência energética (classe A, A+ ou A++). Não deixe os equipamentos em stand-by, desligue-os no botão para não gastar energia sem ter necessidade. Utilize as máquinas de lavar roupa e loiça sempre com a carga completa: poupe água, energia e tempo. Não mantenha o carregador na tomada depois do aparelho estar carregado. Utilize pilhas recarregáveis, têm um período de vida mais longo.

6 Fontes de energias renováveis: O Sol: Energia Solar O vento: Energia Eólica Os rios e correntes de água doce: Energia Hídrica Os mares e oceanos: Energia Maremotriz As ondas: Energia das Ondas A matéria orgânica: Biomassa O calor da Terra: Energia Geotérmica As energias renováveis são consideradas como energias alternativas ao modelo energético tradicional, tanto pela sua disponibilidade garantida (diferente dos combustíveis fósseis que precisam de milhares de anos para a sua formação) como pelo seu menor impacto ambiental.

7 Energia Solar: Energia da radiação solar directa, que pode ser aproveitada de diversas formas através de diversos tipos de conversão, permitindo o seu uso em aplicações térmicas em geral, obtenção de electricidade e energia química.

8 Energia eólica: A energia eólica provém do vento, que sempre foi aproveitado para várias funções, tais como fazer deslocar os barcos à vela, fazer rodar moinhos para moer cereais, ou elevar água dos poços. Actualmente, o vento vem-se apresentando como uma das formas mais atractivas para produção de electricidade. Os cata-ventos e embarcações a vela são formas bastante antigas de seu aproveitamento. Os aerogeradores modernos de tecnologia recente têm se firmado como uma forte alternativa na composição de energia eólica em diversos países.

9 Energia Geotérmica: Existe uma grande quantidade de energia sob a forma térmica contida no interior do planeta. Está é transmitida para a crosta terrestre sobretudo por condução. Esta representa uma potência de vezes da energia consumida por ano no mundo actualmente.

10 Energia Maremotriz: A conversão de energia a partir das ondas apresenta claras semelhanças com a eólica. Dado que as ondas são produzidas pela acção do vento, os dois recursos apresentam idêntica irregularidade e variação sazonal. Em ambos os casos extrai-se energia dum meio fluido em movimento e de extensão praticamente ilimitada.

11 Energia de biomassa: São biomassa, os resíduos naturais e resultantes da actividade humana, ou seja, subprodutos da agricultura, da floresta ou da exploração da indústria da madeira. Estes constituem matérias-primas para a produção combinada de electricidade e calor. Também é considerada biomassa, a parte biodegradável dos resíduos sólidos urbanos. A biomassa pode ser usada directamente como combustível, ou, através da sua biodegradação produzir um gás combustível, designado por Biogás.

12 Energia Hídrica: A energia hídrica é criada através de centrais hidroeléctricas, utilizando água dos rios armazenada em barragens, que controlam o fluxo de água. Estas centrais, usam a energia da diferença de nível entre a albufeira e o rio, que fazem rodar as turbinas e os respectivos geradores, gerando electricidade. Também esta energia tem sido aproveitada através da aplicação de pequenas centrais hídricas, que consistem na construção de barragens, que desviam uma parte do caudal do rio, para lho devolver num local desnivelado (onde são instaladas as turbinas), produzindo assim electricidade, que é depois distribuída pela rede eléctrica.

13 As vantagens das energias renováveis são: Podem ser consideradas inesgotáveis à escala humana. Permitem reduzir significativamente as emissões de CO2. Reduzem a dependência energética da nossa sociedade face aos combustíveis fósseis. Conduzem à investigação em novas tecnologias que permitam melhor eficiência energética.

14 As desvantagens das energias renováveis são: Algumas têm custos elevados na sua implementação, devido ao fraco investimento neste tipo de energia. Podem causar impactos visuais negativos no meio ambiente. Pode gerar-se algum ruído, no caso da exploração de alguns recursos energéticos renováveis.

15 Desenvolvimento Sustentável Desenvolvimento Sustentável é aquele que permite às gerações presentes suprirem as suas necessidades, sem comprometer a capacidade das gerações futuras fazerem o mesmo.

16 Pegada ecológica: A Pegada Ecológica é uma ferramenta que mede a área de terra e água que uma população humana requer para produzir os recursos que consume e para absorver os seus desperdícios, indicando onde estão os maiores impactos do seu modo de vida, promovendo uma mudança de atitude pessoal, através do consumo consciente e sustentável.

17 Aquecimento Global: O aquecimento global é o aumento da temperatura do ar e dos oceanos registado nas últimas décadas com previsão para agravar. Este aquecimento deve-se ao aumento do «efeito de estufa», devido aos gases lançados para a atmosfera (o metano, o óxido de azoto, CFC's e Dióxido de Carbono) que influenciam o dispersar do calor proveniente dos raios solares.

18 Consequências do Aquecimento Global: Aumento do nível do mar, com o derretimento dos glaciares e a provável submersão de cidades ou mesmo países (Degelo). A desertificação ou o aparecimento de novos desertos, com o desequilíbrio de ecossistemas devido ao aumento da temperatura, levando à morte de várias espécies animais e vegetais (perda de biodiversidade). Devido a uma maior evaporação da água dos oceanos pelo aumento da temperatura, originará catástrofes como tufões e ciclones. Ondas de calor sentidas em lugares que até então eram simplesmente amenas.

19 Efeito de estufa: O «efeito de estufa» é essencial para o bem-estar do planeta Terra. Este fenómeno passa por captar a energia solar e a sua absorção, tornando a temperatura amena. A atmosfera tem gases que evitam que esse calor dissipe, que é essencial para a vida humana e preservação da Natureza. Com o crescimento da população mundial, com os avanços tecnológicos e industriais verificou-se um aumento de CO2 na atmosfera. Assiste-se a um agravamento deste fenómeno, que dá origem ao aquecimento global, devido ao aumento de gases de efeito de estufa que impedem que o calor emitido pelos raios solares seja libertado para o espaço.

20 Principais gases que actuam no efeito de estufa: CO2 – Dióxido de Carbono – que representa grande parte do efeito de estufa, estimado em cerca de 60 por cento apenas derivado do uso dos combustíveis fósseis. CFC – Clorofluorcarbono – deriva essencialmente de plásticos e sprays, e actua em grande parte na deterioração da camada de ozono, tendo dez por cento de responsabilidade no fenómeno de efeito de estuda. CH4 – Metano – corresponde a cerca de 20 por cento do efeito de estufa, proveniente das lixeiras. HNO3 – encontra-se em grande escala na decomposição de químicos, como fertilizantes, contribuindo em cerca de 5 por cento para o efeito de estufa. O3 – Ozono – deriva basicamente do progresso do Homem, no que diz respeito à poluição, e os exemplos são vários, desde as fábricas aos automóveis.

21 É triste pensar que a natureza fala e que o género humano não a ouve.


Carregar ppt "O ambiente é de todos – vamos utilizar bem a energia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google