A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROGRAMA TEMPO TODO PROJETO CASA DA CRIANÇA PROJETO FLORES DA MATA PROJETO CAMBUCÁ PROJETO UM LUGAR AO SOL.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROGRAMA TEMPO TODO PROJETO CASA DA CRIANÇA PROJETO FLORES DA MATA PROJETO CAMBUCÁ PROJETO UM LUGAR AO SOL."— Transcrição da apresentação:

1 PROGRAMA TEMPO TODO PROJETO CASA DA CRIANÇA PROJETO FLORES DA MATA PROJETO CAMBUCÁ PROJETO UM LUGAR AO SOL

2 OBJETIVOS: ATENDER AS CRIANÇAS E ADOLESCENTES NO HORÁRIO ALTERNATIVO DA ESCOLA, COM ATIVIDADES CULTURAIS, ESPORTIVAS E DE LAZER QUE BUSQUEM ESTIMULAR A CONFIANÇA E A AUTO ESTIMA; OFERECER AOS PARTICIPANTES, ACOMPANHAMENTO NO ESTUDO DOS CONTEÚDOS ESCOLARES; BUSCAR A PARTICIPAÇÃO DOS PAIS E/OU PARENTES NO PROCESSO DE ACOMPANHAMENTO DE SEUS FILHOS E EM ATIVIDADES FAMILIARES; CONTRIBUIR PARA QUE AS FAMÍLIAS DAS CRIANÇAS AMPLIEM SUA PERSPECTIVA DE SER E ESTAR NO MUNDO, ENQUANTO SUJEITOS DE UMA NOVA HISTÓRIA; ENVOLVER A SOCIEDADE DO MUNICÍPIO NA REFLEXÃO SOBRE A SITUAÇÃO DESTAS CRIANÇAS E DO SEU PAPEL COMO PRINCIPAL PROTAGONISTA DE UMA NOVA REALIDADE A SER CONTRUÍDA POR TODOS. CRIAR GRUPOS ESTÁVEIS DE DANÇA, TEATRO E MÚSICA, ASSIM COMO DE EQUIPES ESPORTIVAS, COM CRIANÇAS, FAMILIARES E COMUNIDADE ENVOLVIDAS COM O ESPAÇO.

3 OBJETIVO GERAL: EFETIVAR AÇÕES EDUCATIVAS DE COMPLEMENTAÇÃO CURRICULAR E DE RECUPERAÇÃO, TENDO COMO FUNDAMENTO A AMPLIAÇÃO DO UNIVERSO SÓCIO-CULTURAL, O DESENVOLVIMENTO DAS POTENCIALIDADES, A CAPACIDADE DE PRODUZIR CONHECIMENTO E FOMENTAR CONFIANÇA E A AUTO- ESTIMA DOS ALUNOS NO CAMINHO DE UM DESENVOLVIMENTO PLENO DO SEU JEITO DE SER E NA SUA PRÓPRIA HISTÓRIA, ALÉM DE BUSCAR A INTERAÇÃO FAMILIAR E COM A COMUNIDADE.

4 PÚBLICO ALVO: CRIANÇAS E DOLESCENTES DE 07 A 14 ANOS, MATRICULADOS EM ESCOLAS DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO.

5 METODOLOGIA: O TRABALHO A SER DESENVOLVIDO PELA EQUIPE, DEVERÁ ESTAR VOLTADO PARA A FORMAÇÃO DE PESSOAS COM RESPEITO PELA SUA HISTÓRIA E POR AQUILO QUE SE PODERÁ CONSTRUIR A PARTIR DAS NOVAS RELAÇÕES PROVOCADAS; TODOS SÃO PARTICIPANTES E RESPÓNSÁVEIS PELO TODO DO PROJETO; GRUPOS DE 60 CRIANÇAS NOS PERÍODOS, DIVIDIDOS EM SUBGRUPOS;

6 DESENVOLVIMENTO: A PARTIR DE PROJETOS ESPECÍFICOS QUE CONTEMPLEM ATUAÇÕES AO LONGO DAS REGIÕES DO MUNICÍPIO, COMPREENDENDO TEMAS QUE OS CARACTERIZEM EM DETERMINADAS ATIVIDADES, COMO: PRESERVAÇÃO AMBIENTAL, ARTESANATO, RECICLAGEM, ARTES PLÁSTICAS E CÊNICAS, ESPORTES, LAZER, ETC.

7 RECURSOS HUMANOS: EQUIPE DE APOIO MULTIDISCIPLINAR; COORDENADOR DA UNIDADE; INSPETORES DE ALUNOS; OFICIAL ESCOLAR; AUXILIARES ESCOLARES.

8 PROJETO CAMBUCÁ INAUGURADO EM MAIO DE 2005, ATENDE CERCA DE 120 ALUNOS; INAUGURADO EM MAIO DE 2005, ATENDE CERCA DE 120 ALUNOS; ACOLHE CRIANÇAS DAS REGIÕES DA CESP, JD CORONEL; ACOLHE CRIANÇAS DAS REGIÕES DA CESP, JD CORONEL; ESPAÇO EDUCATIVO ONDE SÃO DESENVOLVIDAS ATIVIDADES SÓCIO- CULTURAIS RESGATAM A AUTO-ESTIMA TENDO COMO REFERÊNCIA A AMPLIAÇÃO DO UNIVERSO CULTURAL E SOCIAL, A INTERAÇÃO FAMILIAR, A INTERFERÊNCIA COMUNITÁRIA E A PRÁTICA DA CIDADANIA EFETIVA ESPAÇO EDUCATIVO ONDE SÃO DESENVOLVIDAS ATIVIDADES SÓCIO- CULTURAIS RESGATAM A AUTO-ESTIMA TENDO COMO REFERÊNCIA A AMPLIAÇÃO DO UNIVERSO CULTURAL E SOCIAL, A INTERAÇÃO FAMILIAR, A INTERFERÊNCIA COMUNITÁRIA E A PRÁTICA DA CIDADANIA EFETIVA

9 ESCOLAS ATENDIDAS PELO PROJETO CAMBUCÁ EM MARIA CRISTINA M. GOMES EM MARIA CRISTINA M. GOMES EE ROGÊ FERREIRA EE ROGÊ FERREIRA EM CÉLIA MARINA D. P. BORGES EM CÉLIA MARINA D. P. BORGES EM DIVA DO CARMO EM DIVA DO CARMO EM PEDRINA POMPEU BASTOS EM PEDRINA POMPEU BASTOS EM NEUSA PINTO FONSECA EM NEUSA PINTO FONSECA

10 ATIVIDADES: ATIVIDADES: ARTES; ARTES; ARTESANATO; ARTESANATO; RECREAÇÃO; RECREAÇÃO; EDUCAÇÃO FÍSICA; EDUCAÇÃO FÍSICA; BALLETT; BALLETT;PROJETOS: QUEM CONTA UM CONTO AUMENTA UM PONTO; QUEM CONTA UM CONTO AUMENTA UM PONTO; PINTANDO O SETE; PINTANDO O SETE; DEITAR E ROLAR; DEITAR E ROLAR; FRUTOS DA SABEDORIA; FRUTOS DA SABEDORIA;

11 FLORES DA MATA  FUNDADA EM 29 DE JULHO DE 1999,TEVE POR FINALIDADECRIAR UM ESPAÇO ALTERNATIVO AO DA ESCOLA PARA REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES ABRIGANDO CRIANÇAS E ADOLESCENTES.  DE INÍCIO O TRABALHO DESENVOLVIDO NO PROJETO ERA BASICAMENTE ASSISTENCIALISTA PERTENCENDO AO FUNDO SOCIAL ATÉ O ANO DE 2002.

12  A PARTIR DESTA DATA PASSOU A SER ADMINISTRADO PELA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO, ESPORTE E CULTURA.  O PROJETO PROPÕE O RESGATE DE VALORES HUMANOS FUNDAMENTAIS COMO A SOLIDARIEDADE,RESPEITO,RESPONSABI LIDADE,AMOR,COMPROMISSO,ENTRE OUTRAS AÇÕES QUE CONTRIBUEM PARA A FORMAÇÃO DE UM CIDADÃO CONHECEDOR DOS SEUS DIREITOS E DEVERES.

13 ATIVIDADES  OFICINAS DE ARTESANATO COM RECICLAGEM (CESTOS, JORNAIS, ARRANJOS, BISCUIT’S, BORDADOS)  FUTEBOL  FLAUTA DOCE  CORAL  JUDÔ

14 PROJETOS  RECICLANDO A FAVOR DA VIDA  CRESCENDO E VENCENDO  A TRIBUNA FAZ A DIFERENÇA  PROJETO HORTA

15 ESCOLAS ATENDIDAS  EM LÍDIA MARTHA  EM ELGA REIS  EM BERNARDINO DE S. PEREIRA  EM CÉLIA MARINA D. P. BORGES  EM DIVA DO CARMO  EM LEONOR MENDES DE BARROS

16 PROJETO CASA DA CRIANÇA FUNDADA EM 23 DE SETEMBRO DE 1996, TEVE POR FINALIDADE CRIAR UM NÚCLEO PARA ABRIGAR CRIANÇAS E ADOLESCENTES QUE FICAVAM OCIOSAS QUANDO NÃO ESTAVAM NA ESCOLA. DE INÍCIO O TRABALHO DESENVOLVIDO NA “CASA” ERA BASICAMENTE ASSISTENCIALISTA. FUNDADA EM 23 DE SETEMBRO DE 1996, TEVE POR FINALIDADE CRIAR UM NÚCLEO PARA ABRIGAR CRIANÇAS E ADOLESCENTES QUE FICAVAM OCIOSAS QUANDO NÃO ESTAVAM NA ESCOLA. DE INÍCIO O TRABALHO DESENVOLVIDO NA “CASA” ERA BASICAMENTE ASSISTENCIALISTA.

17 DEPOIS PASSOU A TER UM CARÁTER PREVENTIVO, ERAM ASSISTIDAS POR INSPETORES DE RUA QUE FAZIAM TRABALHOS PREVENTIVOS CONTRA DROGAS, MARGINALIDADE, HIGIENIZAÇÃO E ARTESANATO. NESSA ÉPOCA, ERA SUPERVISIONADA PELA COORDENADORIA DO SERVIÇO SOCIAL DO MUNICÍPIO. EM 19 DE JUNHO DE 1999, PASSOU A FAZER PARTE DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO, SENDO REFORMADA EM JULHO DE DEPOIS PASSOU A TER UM CARÁTER PREVENTIVO, ERAM ASSISTIDAS POR INSPETORES DE RUA QUE FAZIAM TRABALHOS PREVENTIVOS CONTRA DROGAS, MARGINALIDADE, HIGIENIZAÇÃO E ARTESANATO. NESSA ÉPOCA, ERA SUPERVISIONADA PELA COORDENADORIA DO SERVIÇO SOCIAL DO MUNICÍPIO. EM 19 DE JUNHO DE 1999, PASSOU A FAZER PARTE DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO, SENDO REFORMADA EM JULHO DE 2002.

18 ATIVIDADES OFICINAS DE ARTESANATO OFICINAS DE ARTESANATO RECICLAGEM RECICLAGEM HORTA HORTA TEATRO TEATRO DANÇA DANÇA CAPOEIRA CAPOEIRA INSTRUÇÃO MUSICAL INSTRUÇÃO MUSICAL

19 PROJETOS MANGUE: PRESERVAÇÃO, IMPORTÂNCIA, E USO SUSTENTÁTEL MANGUE: PRESERVAÇÃO, IMPORTÂNCIA, E USO SUSTENTÁTEL HORTA NAS ESCOLAS HORTA NAS ESCOLAS RECICLANDO A FAVOR DA VIDA RECICLANDO A FAVOR DA VIDA JORNAL ESCOLA JORNAL ESCOLA

20 ESCOLAS ATENDIDAS EM EUGÊNIA PITTA RANGEL VELOSO EM EUGÊNIA PITTA RANGEL VELOSO EM SHIRLEY MARIANO ESTRIGA EM SHIRLEY MARIANO ESTRIGA EM VICENTE CAETANO DE LIMA EM VICENTE CAETANO DE LIMA EM LIONS CLUBE EM LIONS CLUBE

21 ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DO PROJETO EM VIRTUDE DA REORGANIZAÇÃO DO PROGRAMA TEMPO TODO, NO QUE DIZ RESPEITO À ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA INSTITUIÇÃO, ESTAREMOS DIRECIONANDO ATRAVÉS DESTE DOCUMENTO, OS CARGOS E SUAS RESPECTIVAS FUNÇÕES, GARANTINDO ASSIM O CUMPRIMENTO DAS NORMAS ESTABELECIDAS.

22 INSPETOR ACOMPANHAR E AUXILIAR OS ALUNOS DURANTE O PROCESSO DE HIGIENIZAÇÃO. LEVAR O MATERIAL A SER UTILIZADO NO MOMENTO DA RECREAÇÃO, BEM COMO GUARDÁ-LO EM LOCAL PRÓPRIO; GARANTIR A ORGANIZAÇÃO E LIMPEZA DO REFEITÓRIO, DURANTE OS HORÁRIOS DAS REFEIÇÕES TRANSMITIR AOS ALUNOS AVISOS EMERGENCIAIS; COMUNICAR A DIREÇÃO SOBRE O EXACERBADO NÚMERO DE FALTAS DOS ALUNOS.

23 INSPETOR RESPEITAR A ROTINA PRÉ-ESTABELECIDA, COM HORÁRIOS DE CAFÉ DA MANHÃ, PROJETOS, ALMOÇO E INTERVALOS, SEM DEIXAR OS ALUNOS OCIOSOS, OCUPANDO ESPAÇOS NOS HORÁRIOS DE OUTROS GRUPOS; PREENCHER COM O GRUPO DE INSPETORES O SEMANÁRIO NO HORÁRIO ESTIPULADO; PROCURAR NA MEDIDA DO POSSÍVEL CUMPRIR A ROTINA DEFINIDA NO SEMANÁRIO; ZELAR PELOS MATERIAIS PEDAGÓGICOS, RECREAÇÃO E ELETRÔNICOS A FIM DE EVITAR O DESPERDÍCIO E PERDA DO MATERIAL; UTILIZAR MOMENTOS DE INTERVALO, COMO NOS DIAS EM QUE SEUS RESPECTIVOS ALUNOS ESTÃO ENVOLVIDOS COM A EDUCAÇÃO FÍSICA PARA PLANEJAR, ELABORAR E AVALIAR OS PROJETOS DESENVOLVIDOS BEM COMO SUA EXECUÇÃO;

24 INSPETOR GARANTIR QUE OS ALUNOS MANIFESTEM INTERESSE EM PARTICIPAR DOS PROJETOS DA CASA, COMO NO CASO DA RECICLAGEM, PARTICIPANDO DA COLETA; ASSISTIR OS FILMES ESCOLHIDOS JUNTO COM OS ALUNOS, GARANTINDO POSTERIORMENTE A RODA DA CONVERSA PARA ESCLARECER OS PONTOS ALI APRESENTADOS; NÃO PEDIR PARA QUE OS ALUNOS PEGUEM MATERIAIS QUE SEJAM DE USO DOS INSPETORES EM ARMÁRIOS OU SALAS; ORIENTAR OS PROFESSORES DAS OFICINAS, CASO SUAS ATITUDES NÃO ESTEJAM CONDIZENTES COM A PROPOSTA DA INSTITUIÇÃO.

25 AUXILIAR ESCOLAR ORGANIZAR A LIMPEZA DO ESPAÇO EXTERNO E INTERNO DA INSTITUIÇÃO, CONSERVANDO-O LIMPO APÓS O USO DOS ALUNOS; LAVAR OS BANHEIROS E BEBEDOUROS TODOS OS DIAS; COMUNICAR A DIREÇÃO SOBRE MATERIAIS DANIFICADOS COMO TORNEIRAS, LÂMPADAS E MATERIAIS PERMANENTES; TROCAR DIARIAMENTE AS TOALHAS UTILIZADAS PELOS ALUNOS E FUNCIONÁRIOS E GARANTIR QUE NÃO FALTE SABONETES E PAPEL HIGIÊNICO NOS BANHEIROS.

26 AUXILIAR ESCOLAR RECEBER OS ALUNOS, ORGANIZANDO OS HORÁRIOS DE ENTRADA E SAÍDA; RELACIONAR O NÚMERO DE CRIANÇAS FREQÜENTES, PASSANDO PARA A DIREÇÃO E MERENDA; LEVAR DOCUMENTOS A PREFEITURA QUANDO NECESSÁRIO; (DESIGNADO) RECEBER OS ALUNOS, LEVANDO-OS AO AMBIENTE PREVIAMENTE AGENDADO NO SEMANÁRIO

27 DIREÇÃO / OFICIAL PROMOVER A ORDEM E BEM ESTAR DE TODOS OS ENVOLVIDOS COM O PROCESSO ORGANIZACIONAL DO PROJETO; OBSERVAR A FREQÜÊNCIA DIÁRIA DOS FUNCIONÁRIOS; DISPENSAR OS FUNCIONÁRIOS E ALUNOS, CASO HOUVER NECESSIDADE; ELABORAR TODOS OS DOCUMENTOS E COMUNICADOS DE ORDEM INTERNA OU EXTERNA, PASSANDO A CARGO DO AUXILIAR A GARANTIA DE SUA REPRODUÇÃO FAZER ENTREVISTAS COM OS PAIS, AVALIANDO OS CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DE VAGAS; JUSTIFICAR E SOLICITAR SERVIÇOS JUNTO AO DEPARTAMENTO DE ENSINO; REALIZAR REUNIÕES SEMANAIS COM OS FUNCIONÁRIOS;

28 DIREÇÃO / OFICIAL ENTREGAR PARA OS INSPETORES COMUNICADOS DE REUNIÕES, FESTAS, DISPENSA, RECEITA MÉDICA; ENCAMINHAR OS ALUNOS AS SUAS RESPECTIVAS CASAS NOS CASOS DE INDISCIPLINA OU INDISPOSIÇÃO; ACOMPANHAR OS ALUNOS AO PRONTO- SOCORRO, CASO HOUVER ALGUM ACIDENTE DENTRO DA UNIDADE ESCOLAR; GARANTIR O CONTATO COM A ESCOLA, PARA SABER INFORMAÇÕES SOBRE OS ALUNOS, EX: CASO DE FALTAS; ATUALIZAR LISTA DE ALUNOS DAS ESCOLAS; GARANTIR QUE SEJAM CUMPRIDAS TODAS AS DETERMINAÇÕES.


Carregar ppt "PROGRAMA TEMPO TODO PROJETO CASA DA CRIANÇA PROJETO FLORES DA MATA PROJETO CAMBUCÁ PROJETO UM LUGAR AO SOL."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google