A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Pastoral Litúrgica. Objetivos da Formação:  Proporcionar conhecimentos básicos sobre a Liturgia;  Orientar, as equipes de celebrações litúrgicas, pela.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Pastoral Litúrgica. Objetivos da Formação:  Proporcionar conhecimentos básicos sobre a Liturgia;  Orientar, as equipes de celebrações litúrgicas, pela."— Transcrição da apresentação:

1 Pastoral Litúrgica

2 Objetivos da Formação:  Proporcionar conhecimentos básicos sobre a Liturgia;  Orientar, as equipes de celebrações litúrgicas, pela necessidade de uma preparação prévia das celebrações, por meio de estudo litúrgico e de reuniões regulares;  Estimular a participação de novos membros na Pastoral Litúrgica de nossa comunidade;

3 Por quê precisamos desta formação?  Podemos nos perguntar porque estou aqui? Eu não preciso...  Já trabalho na comunidade, faço leitura há muito tempo...  Treinamento deve ser dado para iniciantes...

4 Se pensamos assim estamos errados! O Concílio Vaticano II prescreve que os Ministros leigos: leitores, comentadores e cantores, músicos, acólitos, coroinhas, etc. “sejam cuidadosamente imbuídos do espírito litúrgico e preparados para executar as suas partes, perfeita e ordenadamente” (Sacrosanctum Concilium, n 28-29).

5 Portanto... Só teremos um trabalho organizado, ordenado, sem muitas falhas e descuidos se estivermos em formação “permanente” que buscará sempre atualizar os conhecimentos e ações dos membros da equipe Litúrgica.

6 Na vida de Comunidade...  A Liturgia, após a realização do Concílio Vaticano II, tem passado por transformações e a cada dia saem documentos, reflexões e novas maneiras de se entender e compreender a liturgia, seus ritos e ações.  E também por ocorrer a renovação dos membros das equipes litúrgicas. Se faz necessária uma reciclagem permanente por dois motivos:

7 As nossas celebrações Eucarísticas satisfazem a comunidade ? Reflita por alguns instantes...

8 Muitas vezes, em virtude de faltas de compromisso lançamos mão de uma pastoral: A PASTORAL DO LAÇO Pegamos o primeiro que aparece: mas não está preparado !

9 Muitas perguntas podemos nos fazer...  Falta o conhecimento daquilo que é verdadeiramente uma liturgia?  Falta assimilar as orientações do Diretório Litúrgico para a celebração Eucarística ?  Os proclamadores da Palavra de Deus estudam(rezam) antecipadamente as leituras e ensaiam ?

10 Será que...  Os cânticos não estão adequados aos ritos da missa;  Existe uma preparação prévia das celebrações ?  As celebrações estão sendo avaliadas, para futuras correções e melhorias?

11 Devemos estar empenhados em fazer sempre o melhor. Pois a Comunidade merece uma liturgia bem preparada. E Deus, a quem se deve honra e glória merece ainda mais.

12 Entender melhor o sentido da liturgia e aprender a se expressar comunitariamente em preces, cantos, silêncios, gestos simbólicos... diante de Deus. Pois, de seu exemplo e de sua maneira de participar, a comunidade toda aproveitará. Por isso devemos nos propor...

13 Nessa Formação... A abordagem de alguns temas podem parecer óbvia para alguns, todavia é no óbvio que mais encontramos ocorrências de erros litúrgicos. Aproveite essa oportunidade de formação e acrescente nela suas experiências pessoais, que o resultado final será muito bom!

14 LITURGIA

15 Liturgia é uma AÇÃO-MEMORIAL. Comemorar – algo do passado, que relembramos. Memorial – é fazer com que um acontecimento do passado se torne presente, com as mesma eficácia, através de sinais simbólicos. Tornar presente o Mistério da Eucaristia. O que é Liturgia?

16 De geração em geração, c cc cada um de nós é obrigado a v vv ver-se a si próprio – com os olhos penetrantes da fé – como tendo e ee ele mesmo estado lá no Calvário na primeira sexta-feira santa e diante da tumba vazia na manhã da ressurreição. Pois não só nossos pais na fé estavam lá: mas t tt também nós todos, reunidos em cada celebração Eucarística, e ee estávamos lá com eles, prestes a morrer na morte de Cristo e a ressurgir em sua ressurreição. A eucaristia, páscoa cristã

17 O que celebramos na liturgia? Celebramos o Mistério Pascal (Paixão- Morte-Ressurreição) de nosso Senhor Jesus Cristo através de ritos, de gestos e de símbolos.

18 De que maneira Cristo está presente na liturgia? Cristo está sempre presente na Igreja, sobretudo nas ações litúrgicas: no Sacrifício da missa, na pessoa do Sacerdote, nas Espécies Eucarísticas, nos Sacramentos, na Palavra proclamada, na Igreja em oração.

19 Liturgia não é espetáculo! Na liturgia não pode haver ninguém na platéia ou na arquibancada! A comunidade toda é atora, jogadora, sujeito ativo na liturgia! Participar significa tomar parte, atuar na liturgia: reunir-se com os irmãos e irmãs da comunidade para fazer memória de Jesus, ouvindo e meditando a Palavra de Deus, orando, louvando e agradecendo, expressando a ação de Deus e respondendo a Ele tudo isso com gestos e sinais sensíveis, sinais simbólicos.

20 Cristo é o principal participante da Sagrada liturgia, com Ele também participam pessoas que assumem diversas responsabilidades: o Presidente da celebração, os Acólitos, o Comentarista, os Leitores, o salmista, os Músicos e cantores, os Mece`s, os Coroinhas, a equipe de arrumação do altar, a equipe de acolhida e muitos outros servidores da Igreja. Quem participa na Liturgia?

21 Podemos entender a importância da liturgia para a vida da Igreja, comparando-a com o sangue no corpo humano. Por meio dela, a vida se renova, as células se fortalecem, o corpo se sustenta, a vida continua. A Igreja se torna sacramento mais profético do amor de Deus e mais servidora da humanidade. A importância da Liturgia

22 A liturgia é a fonte da espiritualidade, da missão e da justiça. A liturgia é a fonte da espiritualidade, da missão e da justiça. raternidade solidariedade.verdade igualdade. Cria laços de fraternidade e dinamiza a solidariedade. Solidifica o compromisso com a verdade e a igualdade. Ela é o cume da caminhada, das lutas e dos empreendimentos humanos na construção do Reino de Deus. Ela é o cume da caminhada, das lutas e dos empreendimentos humanos na construção do Reino de Deus. Fonte de Espiritualidade

23  Garantir que o principal participante (Cristo) apareça, de fato, como um "participante ativo". Que ele seja realmente percebido como o ator principal. Por isso, cuidado para não "abafar" sua participação com celebrações ruidosas demais!  Garantir a valorização do silêncio na liturgia, bem como a forma suave e harmoniosa de proclamar a Palavra, de rezar e de cantar. Os desafios para uma Liturgia de qualidade são...

24  Garantir que, nos Leitores, transpareça a pessoa de Deus. Isto é, que o povo veja e sinta no leitor alguém que realmente proclama a Palavra de Deus, e não apenas um mero "ledor" de textos bíblicos.  Garantir uma contínua formação litúrgica de todas as pessoas envolvidas nas celebrações, através de cursos, reciclagens e avaliações dos trabalhos. Os desafios para uma Liturgia de qualidade é...

25 O ponto mais alto “o cume” da expressão ritual de nossa fé”. A MISSA

26 Orientações Gerais para as Equipes de Liturgia

27 A celebração não está pronta num livro ou num folheto. A celebração é uma realidade que acontece em uma comunidade. Por isso, precisa ser preparada! Na reunião de preparação é bom que estejam presentes os responsáveis da equipe, os leitores, comentarista e um representante dos músicos. O presidente da celebração deve ser consultado ou informado sobre a celebração, fazendo as suas orientações para a equipe (isso se houver algo diferente que seja fora dos ritos litúrgicos) Qualquer celebração litúrgica exige preparação!

28 Preparação das Celebrações As equipes de celebrações tem por objetivo fazer com que todos os envolvidos penetrem no mistério celebrado. Devem conhecer todos os passos e detalhes da celebração. Devem distribuir as funções dentro da celebração.

29 1. Oração; afinal é Deus quem age na liturgia, sem Ele nada acontece 2. Avaliação das celebrações passadas; com o objetivo de melhorar as futuras. 3. Situar no tempo litúrgico e na vida da comunidade; lembrando sempre que o centro de tudo é Cristo. Na liturgia, nos dirigimos ao Pai por meio Dele. A reunião pode seguir os seguintes passos:

30 4. Experiência da Palavra: ler e aprofundar as leituras da Palavra de Deus. 5. Idéias: o que pode ser feito à luz das reflexões feitas e respeitando-se as diretrizes da liturgia católica. Perguntar sempre se a sugestão favorece a celebração do mistério ou se é apenas gosto e vontade de uma pessoa ou equipe. Se coloque no lugar da assembléia. 6. Elaborar o roteiro e distribuir os ministérios: coloque tudo por escrito e seja minucioso. Lembre-se que não há ministérios maiores ou menores. Ninguém deve improvisar. Tenha-se em conta o local da celebração, os materiais, e todos saibam o que deve ser feito na hora certa. A reunião pode seguir os seguintes passos:

31 A Celebração deste domingo é da minha equipe litúrgica? Então devo me sentir responsável por ela, não simplesmente guardar os folhetos e partir para o cafezinho. Fechar janelas, desligar ventiladores e todo o resto é também minha função, não da equipe de arrumação do altar ou alguém de outra pastoral que por acaso trouxe a chave e pode concluir um trabalho que era meu!

32 Faz parte do meu trabalho: Abrir as portas da igreja (portas principais, portões, banheiro) Acender luzes Cuidar do ambiente (ventiladores se estiver calor) Distribuir roupas para leitores e comentarista Ao terminar a celebração faço o contrário (apago luzes, fecho portas, desligo ventiladores, guardo as roupas, etc)

33 Por fim... Cheguem ao local da celebração com antecedência para orar e se concentrar. Tudo deve ser preparado antes que os fiéis cheguem. A sacristia, “pequeno lugar sagrado”, é lugar de silêncio e pode servir para uma oração comum. Não é local de reunião, pois já foi feita!

34 Por fim mesmo! Tudo o que devemos fazer que seja por AMOR, não por obrigação, ou para agradar alguém. Se não for por amor o trabalho torna- se cansativo e muitas vezes chato. Se o fazemos por amor somos obedientes seguindo as normas litúrgicas, seguindo as sugestões dadas para melhor organizarmos nossas equipes. Faça tudo por AMOR e tudo que fizer vai ter valido a pena.


Carregar ppt "Pastoral Litúrgica. Objetivos da Formação:  Proporcionar conhecimentos básicos sobre a Liturgia;  Orientar, as equipes de celebrações litúrgicas, pela."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google