A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A Formação Litúrgica do Leitor Segundo Instrução Geral do Missal Romano Assessora: Fabiane Pasa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A Formação Litúrgica do Leitor Segundo Instrução Geral do Missal Romano Assessora: Fabiane Pasa."— Transcrição da apresentação:

1 A Formação Litúrgica do Leitor Segundo Instrução Geral do Missal Romano Assessora: Fabiane Pasa

2 O significado da Liturgia para o Leitor Encontro com a comunidade Encontro para rezar a vida Encontro para aprender o ensinamento de Deus e da Igreja ENCONTRO COM ALGUÉM: JESUS Porque faço o que faço?

3 Importante Acolher com clima alegre e orante na comunidade: fundo musical, sem movimento no altar. Tudo deve ser preparado com antecedência para o encontro da comunidade com o Senhor.

4 Criatividade A serviço da espiritualidade Também na Liturgia: o Menos é Mais.

5 Espaço Sagrado O espaço sagrado quer antecipar a dimensão do paraíso, no qual Deus promete em Cristo Senhor de todo o Universo. Neste espaço Sagrado o ser humano transcende, experimenta o encontro com seu criador. O templo deve ser cristocêntrico.

6 A Liturgia da Palavra Na liturgia a Palavra de Deus ocupa um lugar central. A Palavra que se faz carne. A Palavra de Deus não comunica um Deus, mas é o próprio Deus que se comunica.

7 O rito transforma a Bíblia de texto em testemunho. Nisto há algo de gestual, pois a Sagrada Escritura, na liturgia, é ligada ao gesto: carregada, elevada, incensada, proclamada, beijada. Esses sinais indicam a comunhão com o mistério.

8 O Ambão ou Mesa da Palavra É onde se proclamam as leituras, o salmo e o Evangelho. Fica no presbitério. Não deve ter nele coisas que desviem a atenção dos fiéis da Palavra.

9 Algumas normas para a proclamação da Palavra de Deus na Liturgia A Comissão Episcopal Pastoral para Liturgia – CNBB, definiu que o “comentarista” (este termo não se usa mais, fala-se “animador”), deve desaparecer nas celebrações. Não se faz mais comentários antes de cada leitura. Apenas ainda é permitido fazer uma breve chamada aos fiéis no início da celebração e nada mais.

10 1. O leitor tem na celebração da Eucaristia uma função que lhe é própria. 2. O leitor é instituído para fazer as leituras da Sagrada Escritura, com exceção do Evangelho. Pode também propor as intenções da oração universal, na falta do salmista, recitar o salmo entre as leituras. 3. “Sejam realmente idôneos e cuidadosamente preparados.” (Instrução Geral do Missal Romano, n 66)

11 Conhecer e compreender o texto 1. Quem fala no texto? A quem fala? Sobre que? Com que finalidade? 2. De que gênero trata o texto? Uma exortação? Uma censura? Um relato? 3. Há palavras difíceis de compreender?

12 Preparar uma leitura expressiva Onde fazer pausa breve, prolongada? Qual tom de voz? Onde evitar pausa? Qual o ritmo (acentuações) e o movimento (acelerado, rápido, espaçado, lento) que deve se usar? Articular e pronunciar bem cada palavra e cada sílaba (não negligenciar as consoantes) Não deixar cair demasiado o tom de voz, no final das frases, dificultando a escuta total da mesma.

13 Detalhes antes da preparação Verificar se o Lecionário está no Ambão (não o folheto, ou revista, ou jornal), e se está na página certa. Verificar o microfone: se está ligado, altura, volume correto para vc. Deve evitar esse ajuste durante a celebração, mediante sopro ou toque ou outros ruídos. Procurar ouvir-se para afastar-se ou aproximar-se do microfone se necessário.

14 Deslocar-se para o Ambão Situar-se, desde o começo da celebração, num lugar não muito afastado do presbitério. Não avançar para o Ambão antes de estar concluído o que precede cada leitura. Caminhar com um passo normal, sem ostentação, nem precipitação, mas com naturalidade.

15 Postura Pés bem assentados, levemente afastados e firmes. Não balancear-se, nem cruzar os pés, nem estar apoiado apenas num pé, com pés cruzados ou a frente e outro atrás. Os braços podem estar encostados no ambão, evitando tocar o Lecionário para não danifica-lo. O leitor pode sim apoiar o dedo na borda do livro para acompanhar a leitura para não se perder.

16 Apresentação Ter cuidado com roupas que possam distrair ou ofender a assembleia, seja por ostentação, seja por desleixo, pouco conveniente (camiseta de anúncios, times de futebol, roupas decotadas ou muito curtas). Ter critérios e humildade em pedir opinião de outra pessoa da equipe. Não se esquecer que você vai proclamar a Palavra de Deus, então é preciso que você diminua para que a Palavra apareça.

17 Antes de iniciar a proclamação da Palavra Guardar uma breve pausa para olhar a assembleia, a fim de registra-la na mente, pois é para ela que se dirige e também para estabelecer com ela contato direto antes de iniciar a proclamação. Respirar calmamente e profundamente. Esperar que toda a assembleia esteja sentada e se tenha criado um ambiente de silêncio e escuta.

18 Título Ler só o título bíblico. Nunca se leia 1ª ou 2ª leitura ou salmo responsorial ou a frase em vermelho que precede a leitura.

19 Ler com a cabeça levantada Com a cabeça levantada a assembleia contata um rosto e a própria voz ganha em clareza e volume e o leitor exprime um texto dirigido à assembleia e não devolvido ao livro. Se o ambão é baixo, será melhor sustentar o livro nas mãos para não ficar levantando e baixando a cabeça.

20 Nunca faça a proclamação da Palavra virando o seu corpo constantemente para os diversos lados da Igreja. Você estará chamando atenção para si.

21 Concluir a leitura Fazer breve pausa após a última frase e antes de dizer: “Palavra do Senhor”. Não se diz: “Irmãos, esta é a Palavra do Senhor ou “estas são as palavras do Senhor,...) Trata-se de uma aclamação e não de uma explicação. Ainda, A Palavra de Deus é uma só. Não sair do ambão antes da resposta da assembleia. Deixar o Lecionário aberto na próxima leitura. Regressar ao lugar com discrição.

22 Não sair do ambão antes da resposta da assembleia. Deixar o Lecionário aberto na próxima leitura. Regressar ao lugar com discrição. Uma sugestão é os três leitores se dirigirem ao ambão juntos e se retirarem do presbitério juntos para evitar movimentações.

23 Celebra-se o Silêncio Há uma dimensão oculta na linguagem não verbal, que se aprende a compreender como comunicação silenciosa. Silenciar para Deus se manifestar.


Carregar ppt "A Formação Litúrgica do Leitor Segundo Instrução Geral do Missal Romano Assessora: Fabiane Pasa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google