A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UMC – Universidade Mogi das Cruzes Campus Vila Lobos Disciplina: Tópicos Avançados em Qualidade Prof. Dr. Ricardo Di Bartolomeo

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UMC – Universidade Mogi das Cruzes Campus Vila Lobos Disciplina: Tópicos Avançados em Qualidade Prof. Dr. Ricardo Di Bartolomeo"— Transcrição da apresentação:

1 UMC – Universidade Mogi das Cruzes Campus Vila Lobos Disciplina: Tópicos Avançados em Qualidade Prof. Dr. Ricardo Di Bartolomeo

2 Qualidade de projetos QualidadeQualidade, pode ser compreendida como: “Qualidade é o grau até o qual um conjunto de características inerentes satisfaz as necessidades”, e assim um elemento essencial do gerenciamento da qualidade no contexto do projeto passa a ser “transformar as necessidades, desejos e expectativas das partes interessadas em requisitos, através da análise das partes interessadas, realizada durante o gerenciamento do escopo do projeto.”

3 Qualidade de projetos Outra distinção importante no contexto do Gerenciamento de Projetos, também já mencionada, é a diferença entre qualidade e grau, sendo que este último é definido como as diferenciações de características técnicas entre produtos de uso similares, que fazem com que um produto seja considerado de “primeira linha”, “segunda linha”, “popular”, etc. Assim, grau é uma categorização, e um produto pode perfeitamente ser de grau inferior e alta qualidade simultaneamente.

4 Qualidade de projetos Tanto o Gerenciamento de Projetos quanto as disciplinas da Qualidade reconhecem um conjunto de premissas em comum, incluindo: A importância da satisfação do cliente, tanto no que se refere a atender os requisitos quanto à adequação ao uso; Prevenir é mais econômico do que inspecionar & corrigir; Responsabilidade da gerência em fornecer os recursos necessários para o sucesso; e Melhoria contínua.

5 Garantia de qualidade Gerenciamento Estratégico da qualidade Gerenciamento operacional da qualidade A mão-de-obra e a qualidade

6 Realizar a garantia de qualidade 1º Entrada: 1. Plano de gerenciamento da qualidade; 2. Diretrizes de qualidade; 3. Plano de melhorias no processo; 4. Informações sobre o desempenho do trabalho; 5. Solicitações de mudanças aprovadas; 6. Medições do controle;

7 Realizar a garantia de qualidade 1º Entrada: 7. Solicitação de mudanças implementadas; 8. Ações corretivas complementadas; 9. Reparo do defeito implementado; 10. Ações preventivas implantadas.

8 Realizar a garantia de qualidade 2º Ferramentas e técnicas: 1. Ferramentas e técnicas de planejamento da qualidade; 2. Auditorias de qualidade; 3. Análise do processo; 4. Ferramentas e técnicas de controle de qualidade.

9 Realizar a garantia de qualidade 3º Saída 1. Mudanças solicitadas; 2. Ações corretivas recomendadas; 3.Ativos de processos organizacionais (atualizações); 4.Plano de gerenciamento do projeto (atualizações).

10 Garantia de qualidade O processo de Realizar a Garantia da Qualidade inclui entre suas saídas, entre outros itens: Mudanças solicitadas: ações para aumentar a eficácia e a eficiência das políticas, processos e procedimentos da organização executora, para oferecer benefícios adicionais aos stakeholders. Ações corretivas recomendadas: ação recomendada imediatamente como resultado de atividades de garantia da qualidade, como auditorias e análises de processos.

11 Garantia de qualidade A qualidade tem custo, mas a ausência da qualidade tem custo maior. Recentemente verificou-se que esta diferença faz com que o custo do carro médio da Toyota seja equivalente a 2/3 do equivalente norte-americano, com salários similares. Segundo Sotille, a diferença é atribuída à orientação de qualidade da empresa japonesa, voltada à prevenção e ao trabalho com conformidade.

12 A pirâmide do controle de qualidade Controle pelos altos gerentes Controle pelos gerentes e supervisores Controle pela mão-de-obra Controles automáticos

13 Realizar controle de qualidade 1º Entrada: 1. Plano de gerenciamento da qualidade; 2. Diretrizes de qualidade; 3. Listas de verificação de qualidade; 4. Ativos de processos organizacionais; 5. Informações sobre o desempenho do trabalho; 6. Solicitações de mudanças aprovadas; 7. Entregas;

14 Realizar controle de qualidade 2º Ferramentas e Técnicas 1. Diagrama de causas e efeitos; 2. Gráficos de controle; 3. Elaboração de fluxograma; 4. Histograma; 5. Diagrama de Pareto;

15 Realizar controle de qualidade 2º Ferramentas e Técnicas 6. Gráfico de execução; 7. Diagrama de dispersão; 8. Amostragem estatística; 9. Inspeção; 10. Revisão de reparo e defeito.

16 Realizar controle de qualidade 3º Saída 1.Medições de controle de qualidade; 2.Reparo do defeito validado; 3.Linha de base de qualidade (atualizações); 4.Ações corretivas recomendadas; 5.Ações preventivas recomendadas;

17 Realizar controle de qualidade 3º Saída 6. Mudanças solicitadas; 7. Reparo do defeito recomendado; 8.Ativos de processos organizacionais (atualizações); 9. Entregas validadas; 10. Plano de gerenciamento do projeto (atualizações).

18 Controle de qualidade Segundo Vargas, a maioria das pessoas acredita que há uma reação linear entre custo e qualidade, ou seja, se o orçamento é aumentado em 10%, a qualidade também pode ser aumentada em 10%. Entretanto, na prática, observa-se que os primeiros 80% do orçamento conseguem evidenciar apenas 10% da qualidade, e os 20% restantes do orçamento é que possibilitam os 90% de qualidade restantes.

19 Controle de qualidade Os impactos da não-qualidade no projeto incluem redução da produtividade, aumento do risco e incerteza, aumento da necessidade de monitoração, redução da motivação e aumento do custo final do projeto devido às não- conformidades que geram devoluções, manutenção, retrabalho, recalls etc.

20 Controle de qualidade Para fechar, alguns exemplos de diretrizes de qualidade comuns: ROI, percentual de rentabilidade do projeto, índices de desempenho de custo e prazo, percentual de pacotes de trabalho realizados no prazo, variação percentual do cronograma, do orçamento ou do esforço, número de erros ou retrabalhos, índice de satisfação do cliente, quantidade de mudanças de escopo.

21 Atividade Acadêmica


Carregar ppt "UMC – Universidade Mogi das Cruzes Campus Vila Lobos Disciplina: Tópicos Avançados em Qualidade Prof. Dr. Ricardo Di Bartolomeo"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google