A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sequenciação textual.  “São os diversos tipos de atividades realizadas pelo produtor para fazer o texto progredir, mantendo o fio discursivo”.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sequenciação textual.  “São os diversos tipos de atividades realizadas pelo produtor para fazer o texto progredir, mantendo o fio discursivo”."— Transcrição da apresentação:

1 Sequenciação textual

2  “São os diversos tipos de atividades realizadas pelo produtor para fazer o texto progredir, mantendo o fio discursivo”.

3 Sequenciação com recorrências  Recorrência de estruturas: paralelismo sintático Consiste na utilização de uma mesma estrutura sintática, preenchida a cada vez com itens lexicais diferentes. Muito comum na poesia, é encontrado também na prosa, sobretudo com função retórica ou persuasiva.

4 Texto 1 – Felicidade não se compra. Nem mesmo pela internet Sofá de dois lugares, seminovo: produtos como esse podem sair de sua casa e serem vendidos com a ajuda da internet. Folha informática, 23.mar Ele adorava o sofá de dois lugares que estava no living. A mulher odiava o sofá de dois lugares que estava no living. Ele adorava o sofá de dois lugares que estava no living porque era ali que, todas as noites, se instalava para assistir a TV até altas horas. A mulher odiava o sofá de dois lugares que estava no living porque era ali que, todas as noites, o marido se instalava para assistir a TV até altas horas. E, vendo TV, o marido não queria fazer programas, não queria passear, não queria nem conversar. Em desespero, ela ameaça vender o sofá por qualquer preço.

5 Sequenciação com recorrências  Recorrência de conteúdos semânticos: paráfrase É a apresentação de um mesmo conteúdo semântico sob formas estruturais diferentes. A cada reapresentação do conteúdo, ele sofre alguma alteração, que pode consistir, muitas vezes, em ajustamento, reformulação, síntese ou precisão melhor do conteúdo que está sendo representado.

6 Texto 2 – Revista Veja, 28 set O menino Fernando, de 4 anos, vinha brincando e pulando, esperto como sempre, pelo canteiro central de uma movimentada avenida de São Paulo, ao cair da tarde do domingo 18, quando, num passo em falso, caiu num buraco. Ou melhor, não propriamente num buraco, mas num bueiro. Ou, melhor ainda, nem bem num bueiro, mas numa espécie de poço. A mãe, que vinha com ele, viu o menino desaparecer debaixo do chão. Fernando foi tragado para o reino sombrio das galerias subterrâneas de água da cidade.

7 Sequenciação com recorrência  Recorrência de tempo e aspecto verbal A recorrência, na progressão textual, de um mesmo tempo verbal, diz muito ao leitor.

8 Mundo narrado e mundo comentado  Os tempo verbais pertencem a dois grandes grupos: os que servem para narrar e os que servem para comentar, opinar.

9 Mundo narrado e mundo comentado  Em cada um desses grupos, há o(s) tempo(s) básico(s), que não expressam perspectiva, apenas sinalizam que se trata de relato ou comentário; e outros, com perspectiva retrospectiva (para eventos anteriores ao tempo-base) e prospectiva (para eventos posteriores ao tempo base).

10  No grupo dos tempos da narrativa, há dois tempo-base: o pretérito perfeito e o pretérito imperfeito do indicativo.  No grupo do tempo do comentário, o tempo base é o presente do indicativo.

11 Texto 3 – VERISSIMO, Luiz Fernando. Conto de verão n.2. A fantasia dele era de nada. Camisa florida, bermuda, finalmente um brasileiro. Ele estava com um grupo. Primos, amigos dos primos. Todos vagamente bávaros. Quando ela o apresentou ao grupo, alguém lhe disse “Píndaro?!” e todos caíram na risada.

12 Sequenciação sem recorrências  São mecanismos ou procedimentos que garantem a continuidade do tema, o estabelecimento de relações entre segmentos maiores ou menores do teto, a ordenação e a articulação de sequências textuais.

13 Sequenciação sem recorrências  Procedimentos de manutenção temática A manutenção do tema do texto, um dos requisitos indispensáveis de coerência, é garantida muitas vezes pelo uso de termos pertencentes a um mesmo campo lexical.

14 Texto 4 – Folha de São Paulo, 3 mar Faça chuva ou faça sol, hoje o dia é todo seu! 3 de março – Dia do Metereologista Em meio a tantas variações climáticas pelas quais passa o nosso planeta, cresce a cada dia a importância desses profissionais. Nesta data, o CREA-P deseja a todos os metereologistas um dia com céu aberto e grandes emoções. Parabéns!

15 Sequenciação sem recorrências  Progressão temática A organização e hierarquização das unidades do texto concretiza-se através de dois blocos comunicativos: Tema – tópico Rema – comentário

16 Tema e rema  Tema é a parte que se toma como base da comunicação, aquilo de que se fala.  Rema é o cerne da contribuição, aquilo que se diz sobre o tema.

17 Tema e rema  O tema é, em geral, informação dada, já conhecida do leitor ou facilmente inferível pelo contexto, ao passo que o rema traz a informação nova, aquela que é introduzida no texto pela primeira vez.

18  Exemplos:  As gotas de orvalham brilhavam ao sol.  No Brasil, não há estações do ano bem definidas.

19  A progressão temática diz respeito ao modo como se encadeiam os temas e remas em frases sucessivas.

20 Progressão temática linear  Quando o rema de um enunciado passa a tema do enunciado seguinte, e assim sucessivamente. As epopéias são narrativas míticas. Nessas narrativas sempre há um herói. O herói realiza um série de peripécias. O êxito dessas peripécias depende quase sempre do auxílio de alguma divindade. Tais divindades possuem sentimentos e preferências iguais às dos humanos.

21 Progressão temática com tema constante  A um mesmo tema são acrescentadas, em cada enunciado, novas informações. Marsupiais são animais vertebrados e quadrúpedes. Pertencem à classe dos mamíferos. Sua característica específica é o fato de possuírem um órgão em forma de bolsa onde os filhotes permanecem até se desenvolverem completamente. Esses animais, como a maioria dos mamíferos, não são capazes de enxergar todas as variações de cores que os seres humanos são capazes de enxergar.

22 Progressão com temas derivados As bacias hidrográficas brasileiras são extensas e, em sua maior parte, navegáveis. A Bacia Amazônica ocupa toda a região norte, estendendo-se por parte da região centro- oeste. A do São Francisco, o “Rio da Unidade Nacional”, nasce em Minas, atravessa Minas e Bahia e separa Bahia de Pernambuco e Alagoas e Alagoas de Sergipe. A bacia Platina é constituída pelos rios Paraná, Paraguai e Uruguai, que juntos formam o estuário do Prata.

23 Progressão por desenvolvimento de um rema subdividido A frota de Vasco da Gama era constituída por quatro embarcações: duas naus, uma caravela e uma naveta de mantimentos. A nau São Gabriel era comandada por Vasco da Gama. A nau São Rafael estava sob a chefia de seu irmão, Paulo da Gama. Nicolau Coelho era o capitão da caravela Bérrio. A navegação de mantimentos foi esvaziada de seu conteúdo e queimada ao longo da viagem.

24  Esses tipos de progressão aparecem, em geral, combinados nos textos.

25 Texto 5 – Progressão linear no gênero textual anúncio A Coelho da Fonseca vende mais imóveis novos e usados porque tem sempre excelentes ofertas. Tem sempre excelentes ofertas porque trabalha com os melhores construtores e incorporadores. Trabalha com os melhores construtores e incorporadores porque tem profissionais que conhecem tudo sobre mercado imobiliário. Tem profissionais que conhecem tudo sobre o mercado porque respeita o consumidor. E respeitar o consumidor dá nisso: 30 anos de sucesso.


Carregar ppt "Sequenciação textual.  “São os diversos tipos de atividades realizadas pelo produtor para fazer o texto progredir, mantendo o fio discursivo”."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google