A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ponto Brasil é uma construção coletiva, um afresco coral, uma babel cultural, um poema de muitos poetas. Feito de fragmentos, não tem centro, nem fim.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ponto Brasil é uma construção coletiva, um afresco coral, uma babel cultural, um poema de muitos poetas. Feito de fragmentos, não tem centro, nem fim."— Transcrição da apresentação:

1

2 Ponto Brasil é uma construção coletiva, um afresco coral, uma babel cultural, um poema de muitos poetas. Feito de fragmentos, não tem centro, nem fim. É o movimento da sensibilidade e da inteligência popular brasileira. O avesso da voz autoritária do Brasil, um burburinho borbulhante, alegre, triste, vivo e fervilhante, dos muitos e muitos brasis. Ponto Brasil é obra aberta e em movimento. Uma fusão de autorias num programa coletivo. Cada programa tem um tema, uma linha melódica. E assim será, portanto, o resultado de como cada ponto contou seu conto.

3 1. origem 2. interprogramas 3. hoje 4. ponto brasil. histórico

4 Desde o final do ano de 2007, Pontos e Pontões de Cultura produtores audiovisuais discutem a construção do programa Ponto Brasil. Este programa traz na sua essência o método de produção colaborativa como forma de produzir conteúdo para a TV pública (hoje TV Brasil). Ou seja, do começo ao fim, os pontos de cultura e grupos associados participam da discussão e produção de conteúdo coletivamente.. origem

5 . interprogramas Em 2007 e 2008, foi produzida uma série de 60 interprogramas, de 1 a 3 minutos de duração, que estão no ar. Isso foi resultado desse primeiro momento de articulação e trabalho colaborativo com a rede audiovisual ligada aos Pontos de Cultura.

6 Agora estamos trabalhando para que o Ponto Brasil crie uma nova dinâmica de produção de conteúdo para a televisão, por meio dessa grande rede de produção colaborativa, composta por cerca de 100 pontos.. hoje

7 . ponto brasil É a produção de conteúdo via online (internet) e presencial (oficinas de realização) de 26 programas de 26 minutos cada, com um tema para cada.

8 . etapas 1. mapeamento da rede colaborativa 2. desenvolvimento dos temas 3. elaboração de propostas de realização 4. sistema de oficinas 5. pós-produção 6. exibição

9 reunião com o conselho do Ponto Brasil primeiros contatos com os grupos por telefone e internet reuniões estaduais e visitas nos próprios pontos definição de Pontos com maior poder de articulação, denominados de Nós de Rede, para serem os agentes multiplicadores oficina de multiplicação com os Nós de Rede formação de grupos de produção, compostos, cada grupo, de 1 Nó de Rede e 4 Associados cadastramento da Rede no Site. mapeamento da rede colaborativa

10 nº de oficinas: 20 nº de colaboradores por oficina: 5 nº de nós de rede por oficina: 1 nº de grupos associados por nó de rede: 4 nº de participantes por grupo associado: 3 nº de temas por colaboradores: 2 nº de proposta de realização por tema: 2 nº de temas: 26 nº de programas: 26. sistema de oficinas

11

12 . ponto nó e pontos associados O Ponto Nó é o responsável pela articulação e interlocução dos Pontos Associados, além de outras responsabilidades de produção. Para a realização da produção de conteúdo do Ponto Brasil, cada participante do Ponto/grupo Associado precisa participar ativamente da discussão temática, elaboração das pautas e definições dos seus projetos de realização (a serem feitos nas oficinas presenciais). Todo esse trabalho ocorre no ambiente online, num blog que criamos para essas trocas e, posteriormente, no site colaborativo do Ponto Brasil (em fase final de construção).

13 Todo o processo de produção dos 26 episódios Ponto Brasil será feito de forma colaborativa, desde o desenvolvimento dos temas. Essa etapa será executada por meio dos passos: 1º passo - Disponibilização no site de alguns temas com descrições, alusões e imagens de referências (fotos e vídeos), sugeridos pelos oficineiros-roteiristas, como ponto de partida para a sugestão de novos temas pela Rede Colaborativa, utilizando-se assim desses mesmos recursos. O site do Ponto Brasil será uma plataforma de produção coletiva, com fóruns de debate sobre pautas, espaço para uploads de pilotos e para downloads de materiais enviados por todos os outros colaboradores. 2º passo – Inicia-se o processo de sugestões e discussões de novos temas pela Rede Colaborativa com acompanhamento, por meio de orientações, dos oficineiros- roteiristas e dos Nós de Rede (Ponto, Pontão ou grupo associado responsável pelo Ponto Brasil na rede local). Esse processo tem o objetivo de aperfeiçoar os temas sugeridos para aprovação. 3º passo – Com a aprovação dos 26 temas (1 por programa) em conjunto com os produtores, a próxima etapa de elaboração de pautas inicia-se a partir desses temas.. desenvolvimento de temas

14 Os temas geradores devem ser amplos, polissêmicos, permitir interpretações diversas que, posteriormente, ao serem dispostas juntas num programa, terão entre si efeito de complementação ou mesmo de atrito. Um mesmo tema será objeto de leitura de pontos distintos de norte a sul do país, assim, seu foco servirá como costura entre essa diversidade de pensamentos. Temas geram pautas que irão tratar de aspectos dos temas. Eles servirão de orientação, de referência à qual os realizadores irão recorrer para delimitar seu olhar e fixar a estrutura de seus vídeos. Haverá espaço no site para discussão com os pontos sobre novos temas ou mesmo revisão dos temas propostos.. desenvolvimento de temas

15 temas que serão lançados como ponto de partida: estar à toa fronteira culpa animais brincadeira Morte laços e nós lei presentes público x privado transitório deus e o diabo. desenvolvimento de temas

16 Em cima dos temas que foram aprovados, serão elaboradas as pautas. Como um exemplo de pauta escolhemos o tema Morte. Em cima desse tema podemos ter as seguintes pautas: 'Minha Vó', 'Cemitérios' etc... Para orientar os colaboradores na elaboração de pautas, foi feito pelos roteiristas um cardápio aberto de dispositivos audiovisuais (ou “estratégias de abordagem”) que servirá de base aos realizadores como possíveis recursos, estéticos e/ou narrativos, aplicáveis às suas produções. Acompanhando cada ferramenta e sub-ferramenta (sub-categorias) estarão dispostos textos conceituais sobre a utilização desses recursos, além de trechos de filmes (cinematográficos ou televisivos) exemplares no uso de cada ferramenta. Este cardápio pode se tornar ilimitado, na medida em que estará permanentemente aberto a acréscimos e sugestões de todos os participantes do Ponto Brasil.. elaboração das pautas

17 Personagens/perfis Entrevistas Performances Gestos Espaços Objetos/coleções/iconografia Locuções Sonoridades Inserção da equipe Recursos gráficos e animações complementares. elaboração das pautas (cardápio) ‏

18 O material pré editado nas oficinas será discutido com os grupos envolvidos e montado em 26 episódios pelo núcleo de edição do Ponto Brasil, conforme o processo transparente construído colaborativamente por meio do site e das oficinas presenciais. O modo de finalização dos materiais produzidos está sendo pactuado caso a caso, respeitando a orientação definida por cada nó e associados.. pós-produção

19 Disponível para exibição no segundo semestre de exibição

20 coordenação Janaina Rocha (61) ou (61) produção Carolina Barboza (61) , (61) , (61) Paulo Tavares ou (61) , (61) contatos

21 site Wendelmaques Pereira (61) ou (61) conteúdo Anna Flávia Salles (61) , (61) Eduardo Benaim (61) , (61) contatos

22


Carregar ppt "Ponto Brasil é uma construção coletiva, um afresco coral, uma babel cultural, um poema de muitos poetas. Feito de fragmentos, não tem centro, nem fim."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google