A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Crise do Século XIV Baixa Idade Média A desagregação do Feudalismo 1096 1517 1270 As Cruzadas Renascimento Comercial e Urbano 1139 Formação das Monarquias.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Crise do Século XIV Baixa Idade Média A desagregação do Feudalismo 1096 1517 1270 As Cruzadas Renascimento Comercial e Urbano 1139 Formação das Monarquias."— Transcrição da apresentação:

1 Crise do Século XIV Baixa Idade Média A desagregação do Feudalismo As Cruzadas Renascimento Comercial e Urbano 1139 Formação das Monarquias Nacionais Expansão Marítima 1415 Renascimento Cultural Reforma Protestante

2 Renascimento Cultural (séculos XIII ao XVI) Definição: movimento intelectual, artístico e científico que propunha uma retomada dos ideais estéticos e da visão de mundo greco-romano, fazendo uma forte crítica aos ideais medievais.

3 Características retomada da cultura grego romana negação e crítica à Idade Média antropocentrismo valorização do homem racionalismo otimismo individualismo hedonismo naturalismo

4 Itália: o berço do Renascimento contatos comerciais com Oriente enriquecimento da burguesia cultura urbana herança romana sábios de Constantinopla fogem para a Itália Divulgação invenção da imprensa contatos comerciais papel dos Mecenas (Fuvest 07) Nos séculos XIV e XV, a Itália foi a região mais rica e influente da Europa. Isso ocorreu devido à: a) iniciativa pioneira na busca do caminho marítimo para as Índias. b) centralização precoce do poder monárquico nessa região. c) ausência completa de relações feudais em todo o seu território. d) neutralidade da península itálica frente à guerra generalizada na Europa. e) combinação de desenvolvimento comercial com pujança artística. (Fuvest 07) Nos séculos XIV e XV, a Itália foi a região mais rica e influente da Europa. Isso ocorreu devido à: a) iniciativa pioneira na busca do caminho marítimo para as Índias. b) centralização precoce do poder monárquico nessa região. c) ausência completa de relações feudais em todo o seu território. d) neutralidade da península itálica frente à guerra generalizada na Europa. e) combinação de desenvolvimento comercial com pujança artística.

5 Arte Renascentista figuras humanizadas expressão facial ilusão de espaço e movimento individualismo (figuras diferenciadas) tridimensional perspectiva ( figuras com fundo) naturalismo e realismo (Gênios da Pintura) (ESPM Nov06) “Não é propriamente Vênus que nasce no quadro, mas a alma cristã que emerge das águas do batismo.” (Gênios da Pintura) O texto acima comenta a tela “Nascimento de Vênus”, cuja reprodução apresentamos. Assinale a alternativa que traz o nome do pintor: a) Masaccio. b) Rafael Sanzio. c) Botticelli. d) Giotto. e) Leonardo da Vinci. (Gênios da Pintura) (ESPM Nov06) “Não é propriamente Vênus que nasce no quadro, mas a alma cristã que emerge das águas do batismo.” (Gênios da Pintura) O texto acima comenta a tela “Nascimento de Vênus”, cuja reprodução apresentamos. Assinale a alternativa que traz o nome do pintor: a) Masaccio. b) Rafael Sanzio. c) Botticelli. d) Giotto. e) Leonardo da Vinci. (ESPM Jul07) As imagens apresentadas devem ser relacionadas a dois grandes artistas renascentistas. A da esquerda foi obra do pintor, arquiteto, escultor, mecânico, urbanista, engenheiro, fisiólogo, químico, botânico, geólogo, cartógrafo, físico, precursor da aviação, da balística, da hidráulica, da ótica e da acústica. A da direita foi obra de um artista dotado de uma versatilidade sem limite, indicado por Bramante para servir ao Papa Júlio II, em Roma, foi imortalizado como um dos maiores pintores da Renascença. Assinale entre as alternativas a que traz, respectivamente, os nomes dos autores das duas obras: a) Rafael e Botticelli. b) Leonardo da Vinci e Rafael. c) Leonardo da Vinci e Masaccio. d) Botticelli e Masaccio. e) Giotto e Pieter Brueghel. (ESPM Jul07) As imagens apresentadas devem ser relacionadas a dois grandes artistas renascentistas. A da esquerda foi obra do pintor, arquiteto, escultor, mecânico, urbanista, engenheiro, fisiólogo, químico, botânico, geólogo, cartógrafo, físico, precursor da aviação, da balística, da hidráulica, da ótica e da acústica. A da direita foi obra de um artista dotado de uma versatilidade sem limite, indicado por Bramante para servir ao Papa Júlio II, em Roma, foi imortalizado como um dos maiores pintores da Renascença. Assinale entre as alternativas a que traz, respectivamente, os nomes dos autores das duas obras: a) Rafael e Botticelli. b) Leonardo da Vinci e Rafael. c) Leonardo da Vinci e Masaccio. d) Botticelli e Masaccio. e) Giotto e Pieter Brueghel.

6 Copérnico (Heliocentrismo) Galileu Galilei (observações astronômicas) Kepler (Moviemento elíptico dos astros) Falópio (Trompas de Falópio)

7 Expansão Ultramarina Europeia Contexto Histórico Transição da Idade Média para Moderna Formação das Monarquias Nacionais Crise dos séculos XIV e XV Fatores gerais alto do preço das especiarias monopólio comercial dos árabes e italianos falta de metais preciosos na Europa necessidade de um novo caminho para as Índias

8 Fatores do Pioneirismo Português Formação precoce do Estado português: centralização política Revolução de Avis aliança rei-burguesia consolidação do Estado Nacional Boa posição geográfica Experiência marítima Avanço tecnológico: Escola de Sagres

9 Navegações portuguesas chegar às Índias contornando a África 1415 Conquista de Ceuta 1488 Bartolomeu Dias chega ao Cabo das Tormentas 1498 Vasco da Gama chega às Índias 1500 Pedro Álvares Cabral chega ao Brasil

10 Navegações espanholas fatores formação da Espanha: unificação (casamento de Fernando e Isabel ) expulsão dos árabes: tomada de Granada Colombo chega à América 1519 Fernando de Magalhães realiza a 1 a volta ao mundo Disputas entre Portugal e Espanha 1493 Bula Intercoetera 1494 Tratado de Tordesilhas

11 As consequências da expansão ultramarina Favorece a Revolução Comercial Contato com novas culturas Primeiro impulso à globalização do comércio Mudança do eixo econômico: Mar Mediterrâneo para o Oceano Atlântico Grande acúmulo de capitais na Europa Destruição de civilizações pré-colombianos


Carregar ppt "Crise do Século XIV Baixa Idade Média A desagregação do Feudalismo 1096 1517 1270 As Cruzadas Renascimento Comercial e Urbano 1139 Formação das Monarquias."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google