A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sistema de Avaliação da Pós-Graduação I Simpósio de Pós-Graduação da Universidade Estadual de Ponta Grossa UEPG Setembro 2008 José Ricardo Bergmann

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sistema de Avaliação da Pós-Graduação I Simpósio de Pós-Graduação da Universidade Estadual de Ponta Grossa UEPG Setembro 2008 José Ricardo Bergmann"— Transcrição da apresentação:

1 Sistema de Avaliação da Pós-Graduação I Simpósio de Pós-Graduação da Universidade Estadual de Ponta Grossa UEPG Setembro 2008 José Ricardo Bergmann

2 Sistema de Avaliação da Pós-Graduação Sistema de Avaliação foi criado em 1976, com avaliações de dois em dois anos. Funcionava em paralelo a um processo credenciamento e recredenciamento a cada cinco anos Nos anos noventa eles foram combinados em único processo, sendo automaticamente credenciados, ou recredenciados aqueles programas que tivessem um conceito acima de 2. A partir de 2001 o sistema de avaliação passou a ser trienal.

3 Sistema de Avaliação da Pós-Graduação Avaliação dos Programas de Pós-graduação compreende a realização do acompanhamento anual e da avaliação trienal do desempenho de todos os programas e cursos que integram o Sistema Nacional de Pós-graduação, SNPG. Avaliação das Propostas de Cursos Novos de Pós-graduação é parte do rito estabelecido para a admissão de novos programas e cursos ao Sistema Nacional de Pós-graduação, SNPG. Ao avaliar as propostas de cursos novos, a CAPES verifica a qualidade de tais propostas e se elas atendem ao padrão de qualidade requerido desse nível de formação. Os resultados desses processos são encaminhados para, nos termos da legislação vigente, fundamentar a deliberação do CNE/MEC sobre o reconhecimento, ou renovação do reconhecimento, de tais cursos e sua incorporação ao SNPG.

4 Sistema de Avaliação da Pós-Graduação Objetivos para o Sistema de Avaliação: estabelecer o padrão de qualidade exigido dos cursos de mestrado e de doutorado; impulsionar a evolução de todo SNPG, e de cada programa em particular, antepondo-lhes metas e desafios; contribuir para o aprimoramento de cada programa de pós-graduação, assegurando-lhe o parecer criterioso de uma comissão de consultores sobre os pontos fracos e fortes de seu projeto e de seu desempenho; contribuir para o aumento da eficiência dos programas no atendimento das necessidades nacionais e regionais de formação de recursos humanos de alto nível; dotar o país de um eficiente banco de dados sobre a situação e evolução da pós-graduação; oferecer subsídios para a definição da política de desenvolvimento da pós- graduação e para a fundamentação de decisões sobre as ações de fomento

5 Sistema de Avaliação da Pós-Graduação A evolu ç ão da p ó s-gradua ç ão stricto-sensu N ú mero de cursos

6 Sistema de Avaliação da Pós-Graduação Número de cursos segundo a dependência administrativa: Mestrado,

7 Sistema de Avaliação da Pós-Graduação

8

9 Primeira Etapa: Atividades Preparatórias da Avaliação - Definição das normas, orientações e cronogramas a serem observados; - Composição das comissões; - Definição dos Critérios da Avaliação a serem aplicados pelas diferentes áreas; - Chancela pelo Representante de Área da Ficha de Avaliação da respectiva área; - Atualização do Qualis da Área - Definição do Caderno de Indicadores e definição das Planilhas Específicas que cada área utilizará na avaliação; - Familiarização das Comissões de Área com as informações e aplicativos a serem utilizados na Avaliação trienal.

10 Sistema de Avaliação da Pós-Graduação Segunda Etapa: Avaliação dos Programas pelas Comissões de Área - Avaliação de todos os programas segundo os quesitos da ficha de avaliação e atribuição de conceitos 1 a 5. - Indicar os programas com conceito 5 elegíveis para os conceitos 6 e 7. - Análise e justificativa da distribuição dos conceitos na área. Os membros das Comissões de Área são escolhidos pelo Representante de Área.

11 Sistema de Avaliação da Pós-Graduação Terceira Etapa: Atividades Preparatórias da Reunião do CTC - Elaboração, pelas equipes técnicas da CAPES, de análises e de relatórios gerenciais e estatísticas sobre os resultados propostos pelas Áreas - Indicação de relatores e membros das comissões responsáveis pela análise prévia dos resultados propostos pela Áreas. Cada área teve pelo menos um relator Programas com nota inferior a 3 tiveram um relator especial Programas com conceito 6 e 7 foram submetido a uma comissão especial. - Disponibilização eletrônica de aplicativos e relatórios para os trabalhos dos relatores e das comissões. Aplicativo SIR/Sistema de Indicadores de resultados

12 Sistema de Avaliação da Pós-Graduação Quarta Etapa : Reunião de Deliberação do CTC - Decisão sobre os conceitos. -Análise dos recursos Composição do Conselho Técnico Científico Presidente e três Diretores da CAPES 6 Representantes do Colégio da Humanidades 6 Representantes do Colégio das Ciências da Vida 6 Representantes do Colégio das Ciências Exatas e da Terra, Engenharias e Multidisciplinar Representante do FOPROP: Representante da Associação Nacional de Pós-Graduandos:

13 Sistema de Avaliação da Pós-Graduação

14

15

16

17

18

19

20


Carregar ppt "Sistema de Avaliação da Pós-Graduação I Simpósio de Pós-Graduação da Universidade Estadual de Ponta Grossa UEPG Setembro 2008 José Ricardo Bergmann"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google