A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CENTRO DE FORMAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DE PRAÇAS DA PMMA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CENTRO DE FORMAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DE PRAÇAS DA PMMA."— Transcrição da apresentação:

1 CENTRO DE FORMAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DE PRAÇAS DA PMMA.

2 ENSINO A DISTÂNCIA DA PMMA

3  ENSINO A DISTÂNCIA DA PMMA  O Decreto Estadual nº , de 29/08/2003, que aprovou o atual Plano de Carreira das Praças da Polícia Militar do Maranhão, estabelece que a ascensão funcional deva ser realizada pelos critérios de antiguidade, merecimento, ato de bravura, “post-mortem” ou tempo de serviço.

4  ENSINO A DISTÂNCIA DA PMMA A REDE NACIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA  É uma escola virtual destinada aos profissionais de segurança pública no Brasil, que tem como objetivo viabilizar o acesso dos profissionais ao processo de aprendizagem, independentemente das limitações geográficas e sociais existentes.

5  ENSINO A DISTÂNCIA DA PMMA  Em 2009, a PMMA aprovou o Projeto do Ensino a Distância na PMMA, buscando dinamizar a realização de seus cursos adotando um sistema semipresencial e aproveitando também o conteúdo utilizado pela SENASP, através de módulos, otimizando tempo e recursos sem comprometer as rotinas de serviço dos seus Praças.

6  NOVA PLATAFORMA DE ENSINO  A DISTÂNCIA  Em 2014, o CFAP adotou a plataforma Moodle, que se utiliza da construção do Ambiente Virtual de Aprendizagem(AVA), criando uma ferramenta de aproximação e interação no ensino, permitindo que professores e alunos dividissem um espaço de discussão e trocas sem, contudo, estarem fisicamente presentes.

7  PROPÓSITOS DO ENSINO A  DISTÂNCIA NA PMMA  Propiciar a formação continuada dos policiais militares por meio de um ambiente que possibilite a reunião de conhecimentos, dinâmicas de ensino e teatros de debate, ao alcance de todos os praças em um ambiente disponibilizado 24 horas por dia, que atenda a dinâmica flexível do serviço policial militar.

8  ADMINISTRAÇÃO DO CURSO PLANO DE CURSO - ITEM 8, SUBITEM 3: 3. Aos policiais militares indicados para a administração e tutoria dos cursos realizados a distância será atribuída remuneração, equiparada a mais extensa carga horária prevista em módulo das disciplinas elencadas. PLANO DE CURSO - ITEM 8, SUBITEM 4: 4. Se entende como sendo atividades administrativas dos cursos realizados na modalidade a distância, com indicação em Boletim Geral as seguintes atribuições: (...) Gestão Setorial, Coordenação Setorial, (...) na modalidade a distância e presencial.

9 COORDENAÇÃO GERAL COORDENAÇÃO GERAL O DIRETOR DE ENSINO da PMMA, será o responsável pela coordenação, orientação e controle das atividades de ensino no âmbito da instituição durante a realização do Curso.

10 DIRETOR DE CURSO O CFAP funcionará como sede administrativa e pedagógica e a administração do curso será da competência do COMANDANTE DESTE CENTRO DE ENSINO, como responsável pelo planejamento, execução, orientação e supervisão.

11 COORDENADOR PEDAGÓGICO COORDENADOR PEDAGÓGICO O CHEFE DA DIVISÃO DE ENSINO DO CFAP, será o responsável pela coordenação e orientação do processo ensino aprendizagem, controle das diversas atividades do Curso, bem como avaliação do ensino-aprendizagem.

12  GESTOR SETORIAL DE ENSINO  O COMANDANTE DA UNIDADE, com encargo de unidade de ensino, em sua unidade terá as seguintes atribuições:  Fiscalizar e controlar o cumprimento dos prazos estabelecidos;  Prestar estreito acompanhamento dos alunos no tocante a frequência e assimilação de conhecimentos;  Apresentar mediante relatórios mensais, sugestões quanto às atividades administrativas e pedagógicas;

13  COORDENADOR SETORIAL DE ENSINO  SERÁ O P3 DA UNIDADE, ou Oficial designado pelo Gestor Setorial de Ensino, sendo o responsável pela coordenação e orientação do processo ensino aprendizagem, além de:  1) Manter o Gestor Setorial de Ensino, a par de todas as atividades do curso;  2) Propor linha de ação ao GSE dos casos omissos ou não regulados no presente Plano;  3) Aplicar as avaliações em sua UPM, e encaminhar os cartões respostas, escaneados, ao respectivo tutor da disciplina.

14  TUTORES  A atividade do tutor foi e é fator essencial para o sucesso em EAD.  Esta atuação contribui e viabiliza o desenvolvimento dos processos de ensino aprendizagem, bem como um acompanhamento e avaliação do projeto pedagógico.

15  ALUNOS  O aluno é o sujeito que através de suas interações com o objeto de estudo, com seus colegas e com o tutor desenvolve o processo de aprendizagem.  Nesta modalidade de ensino o aluno deixa de ser passivo... Não pode simplesmente assistir, ler ou acessar o ambiente. A interação com o assunto e com o grupo(em debates) é que marca sua presença.

16  DESENVOLVIMENTO O CAS, CEFS e CEFC PM 2014 foram desenvolvidos baseados em Quadro de Trabalho Semanal (QTS), de acordo com o planejamento previsto no Plano de Curso, regendo-se pelas normas e regulamentos em vigor na Corporação.

17  DESENVOLVIMENTO A carga horária total foi de 680 (seiscentos e oitenta), horas aula para os três cursos, distribuídas em disciplinas curriculares, conforme as seguintes áreas de estudo: Missão Policial, Técnica Policial, Cultura Jurídica Aplicada, Eficácia Pessoal, Linguagem e Informação e Saúde do Policial.

18  DESENVOLVIMENTO Os temas foram divididos em 14(quatorze) disciplinas curriculares, sendo 10(dez) de 60h/a para as da fase à distância e mais 04(quatro) de 20h/a para a fase presencial (Tiro Policial, Saúde Física, Abordagem Policial e Ordem Unida).

19  AVALIAÇÃO  O cálculo da nota final do aluno levará em consideração a pontuação obtida na avaliação aplicada de acordo com as normas regimentais do CFAP e a pontuação das atividades propostas pelos tutores(fórum e chat), cujos pesos corresponderão respectivamente a 8,0 (oito) e 2,0 (dois) pontos. Caso o aluno não atinja a média mínima 7,0 (sete) por cada disciplina, será submetido a recuperação no limite de até 3 (três) disciplinas.

20  AVALIAÇÃO  A avaliação de cada disciplina será presencial e fiscalizada pelo coordenador setorial de ensino, conforme data estabelecida pelo Diretor do Curso, o qual providenciará, de acordo com calendário preestabelecido, a devida informação ao tutor modular e aos alunos de cada curso.

21  INCIDENTES IDENTIFICADOS  Na execução do confronto dos dados, a Divisão de Ensino CFAP e a Coordenação Pedagógica do EAD/2014 verificaram, em uma análise comparativa dos resultados dos pólos do interior e os da capital, obtidos no CFAP, discrepâncias significativas entre os dois universos.

22  INCIDENTES IDENTIFICADOS  Observou-se em algumas Unidades do Interior, a obtenção do grau máximo nas verificações dos módulos I, II, III, IV e V, por todos os alunos matriculados.  Isso configura motivo para preocupação pautado em resultado suspeito e cuja ocorrência seria pouco provável em cursos dessa natureza, sem que houvesse falhas no processo de monitoramento na aplicação das avaliações, guardadas as múltiplas diferenças intelectuais naturais entre uma amostra de educandos.

23  INCIDENTES IDENTIFICADOS  VEJAMOS OS RESULTADOS DA CAPITAL: LEGENDA: LCRO = LINGUA COMUNICAÇÃO E REDAÇÃO OFICIAL DDHH = DIREITOS HUMANOS - HISTÓRIA E INSTRUMENTOS DE GARANTIA TPO = TÉCNICA DE POLICIAMENTO OSTENSIVO TPSP = TEORIA SOBRE PROCEDIMENTOS EM SEGURANÇA PÚBLICA NBDPM = NOÇÕES BÁSICAS DE DIREITO PENAL MILITAR LCRODDHHTPOTPSPNBDPM 846%67%49%68%58% 7,235%18%23%24%34% 6,416%10%17%4%6% 5,63%5%11%4%2%

24  INCIDENTES IDENTIFICADOS  VEJAMOS OS RESULTADOS DA CAPITAL: LEGENDA: LCRO = LINGUA COMUNICAÇÃO E REDAÇÃO OFICIAL DDHH = DIREITOS HUMANOS - HISTÓRIA E INSTRUMENTOS DE GARANTIA TPO = TÉCNICA DE POLICIAMENTO OSTENSIVO TPSP = TEORIA SOBRE PROCEDIMENTOS EM SEGURANÇA PÚBLICA NBDPM = NOÇÕES BÁSICAS DE DIREITO PENAL MILITAR

25  INCIDENTES IDENTIFICADOS  VEJAMOS OS RESULTADOS DO INTERIOR: LEGENDA: LCRO = LINGUA COMUNICAÇÃO E REDAÇÃO OFICIAL DDHH = DIREITOS HUMANOS - HISTÓRIA E INSTRUMENTOS DE GARANTIA TPO = TÉCNICA DE POLICIAMENTO OSTENSIVO TPSP = TEORIA SOBRE PROCEDIMENTOS EM SEGURANÇA PÚBLICA NBDPM = NOÇÕES BÁSICAS DE DIREITO PENAL MILITAR PINDARÉ NotasLCRODDHHTPOTPSPNBDPM 8100% 7,2 6,4 5,6 BACABAL NotasLCRODDHHTPOTPSPNBDPM 8100% 7,2 6,4 5,6 IMPERATRIZ NotasLCRODDHHTPOTPSPNBDPM 8 7,2100% 6,4 5,6

26  INCIDENTES IDENTIFICADOS  VEJAMOS OS RESULTADOS DO INTERIOR: LEGENDA: LCRO = LINGUA COMUNICAÇÃO E REDAÇÃO OFICIAL DDHH = DIREITOS HUMANOS - HISTÓRIA E INSTRUMENTOS DE GARANTIA TPO = TÉCNICA DE POLICIAMENTO OSTENSIVO TPSP = TEORIA SOBRE PROCEDIMENTOS EM SEGURANÇA PÚBLICA NBDPM = NOÇÕES BÁSICAS DE DIREITO PENAL MILITAR

27  COMPARATIVO ENTRE ÁREA METROPOLITANA X INTERIOR  Os dados se baseiam nas informações existentes no banco de dados da Coordenação Pedagógica do EAD/2014 sobre os 03 (três) cursos em andamento evidenciou-se uma variação “improvável” dos resultados. RESULTADOS NO INTERIOR RESULTADOS NA CAPITAL

28  COMPARATIVO ENTRE ÁREA METROPOLITANA X INTERIOR   Em uma primeira análise, menos técnica, poder-se-ia concluir que o grau de conhecimento e dedicação dos alunos dessas unidades seria o diferencial determinante na obtenção da “nota máxima” nas avaliações modulares (8,0), pela “totalidade” dos alunos de algumas UPM’s do Interior.

29  COMPARATIVO ENTRE ÁREA METROPOLITANA X INTERIOR  Entretanto, tal hipótese qualitativa não apresenta sustentabilidade científica, uma vez que fere princípios elementares da “avaliação” na pedagogia.  Isso nos remete à suposição de prováveis falhas nos procedimentos de execução e fiscalização das avaliações nessas Unidades ou por hipótese, facilitação no ambiente de prova.

30  FISCALIZAÇÃO P/3  X  FISCALIZAÇÃO EXTERNA   Essa constatação relativa às notas no EAD/2014, resultou em uma determinação da Diretoria de Ensino da PMMA, para que se fizessem alterações na fiscalização dos módulos VI e VII, onde foram deslocados Oficiais de diferentes Unidades para alguns polos do interior.

31  NOTAS DAS AVALIAÇÕES FISCALIZADAS POR OFICIAIS  DE OUTRAS UPM’S NO 15º BPM:   Fonte: Controle de Notas EAD/2014  Como demonstrado no gráfico acima o desempenho dos Cabos matriculados no EAD, que nos módulos anteriores apresentavam 100% (cem por cento) no aproveitamento, teve uma acentuada queda de rendimento, quando o agente fiscalizador utilizado foi indicado pela Diretoria de Ensino, sendo de outra UPM.

32  NOTAS DAS AVALIAÇÕES FISCALIZADAS POR OFICIAIS  DE OUTRAS UPM’S NO 3º BPM:   Fonte: Controle de Notas EAD/2014.  Como demonstrado no gráfico acima o desempenho dos Cabos matriculados no EAD, que nos módulos anteriores apresentavam 100% (cem por cento) no aproveitamento, no módulo de Polícia Comunitária Comparada e Polícia Comunitária e Sociedade, com agente fiscalizador indicado pela Diretoria de Ensino, sendo de outra UPM, tiveram uma acentuada queda de rendimento.

33  NOTAS DAS AVALIAÇÕES FISCALIZADAS POR OFICIAIS  DE OUTRAS UPM’S NO 7º BPM:   Fonte: Controle de Notas do EAD/2014  O gráfico 04 referente ao resultado da avaliação do módulo de Polícia Comunitária Comparada e Polícia Comunitária e Sociedade, aplicado aos Cabos matriculados no EAD da unidade base, com agente fiscalizador indicado pela Diretoria de Ensino, a obtenção da nota máxima se restringiu a 01 (um) educando, e os demais tiveram uma acentuada queda de rendimento.

34  O colapso nas notas dessas unidades, fiscalizadas por Oficiais de fora, que até então apresentavam todos os seus alunos com obtenção de grau máximo nas avaliações foi EVIDENCIADO, dando sustento à suspeição de que ocorreram falhas e/ou facilitações na aplicação das verificações de conhecimentos dos módulos I, II, III, IV e V, fiscalizados pelo P3 ou por membros daquelas Unidades Pólo. CONCLUSÃO

35 O CFAP agradece a atenção de todos, OBRIGADO! CONCLUSÃO


Carregar ppt "CENTRO DE FORMAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DE PRAÇAS DA PMMA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google