A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Rondônia e os Coeficientes de Rendimento Volumétrico CRV.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Rondônia e os Coeficientes de Rendimento Volumétrico CRV."— Transcrição da apresentação:

1 Rondônia e os Coeficientes de Rendimento Volumétrico CRV

2 O que é o CRV Conselho Nacional do Meio Ambiente - CONAMA. Resolução 411, que dispõe sobre o coeficiente de rendimento volumétrico de 45%. Desde IBAMA – DOF.

3 O PROBLEMA CRV atual é de 45% de rendimento. Está prejudicando as indústrias madeireiras de Rondônia. 45 %

4 O PROBLEMA Precisa serrar 2,22 m³ de tora de manejo para obter 1 m³ de madeira serrada. 2,22 m³ 1 m³

5 45% de rendimento X rendimento real

6 Rendimento estabelecido pelo Ministério do Meio Ambiente 45% 58,99% Exemplos de rendimentos verificados nos estudos técnico-científicos realizados em indústrias de Rondônia

7 Rendimento estabelecido pelo Ministério do Meio Ambiente 45% 58,99% 58,42% Exemplos de rendimentos verificados nos estudos técnico-científicos realizados em indústrias de Rondônia

8 Rendimento estabelecido pelo Ministério do Meio Ambiente 45% 58,99% 58,42% 63,18% Exemplos de rendimentos verificados nos estudos técnico-científicos realizados em indústrias de Rondônia

9 Rendimento estabelecido pelo Ministério do Meio Ambiente 45% 58,99% 58,42% 63,18% 64,57% Exemplos de rendimentos verificados nos estudos técnico-científicos realizados em indústrias de Rondônia

10 Rendimento estabelecido pelo Ministério do Meio Ambiente 45% 58,99% 58,42% 63,18% 64,57% 64,76% Exemplos de rendimentos verificados nos estudos técnico-científicos realizados em indústrias de Rondônia

11 1,64 m³ 1 m³ 0,58 m³ Na prática, as serrarias tem rendimento superior. Então sobra madeira no pátio, mas sem documento. É sobra!

12 CONSEQUÊNCIAS Legal Legal Ambiental Ambiental Financeira Financeira

13 Conseqüência Legal 1,64 m³ 1 m³ 0,58 m³ Opções para o madeireiro: Queimar a sobra. Tirar nota fria. Levar multa.

14 Conseqüência Ambiental Sobra 0,5 m³ de tora para cada metro de madeira serrada produzido.

15 Conseqüência Ambiental Sobra 0,5 m³ de tora para cada metro de madeira serrada produzido. Manejos florestais consumidos sem necessidade.

16 Conseqüência Ambiental Sobra 0,5 m³ de tora para cada metro de madeira serrada produzido. Manejos florestais consumidos sem necessidade. Sobra de até m³ de manejo por empresa, por ano.

17 Conseqüência Financeira Diferença para produzir 1000 m³ de madeira serrada. * Calculado com madeira em tora a R$ 80,00.

18 Conseqüência Financeira Prejuízo de R$ 120 mil / ano por empresa.

19 Conseqüência Financeira Prejuízo de R$ 120 mil / ano por empresa. Multas.

20 Conseqüência Financeira Prejuízo de R$ 120 mil / ano por empresa. Multas. Madeireiros de outros estados são mais competitivos.

21 SOLUÇÕES Estudos técnico-científicos para obter os rendimentos reais de cada empresa. Por espécie. Está previsto na Resolução 411 da CONAMA, que diz “Órgão ambiental deverá adotar imediatamente o estudo proposto.”

22 SITUAÇÃO ATUAL Menos de 1% das indústrias de Rondônia apresentaram estudos de rendimento. – São complexos. – Falta software específico para os cálculos estatísticos.

23 SITUAÇÃO ATUAL Menos de 1% das indústrias de Rondônia apresentaram estudos de rendimento. – São complexos. – Falta software específico para os cálculos estatísticos. SEDAM ainda não adotou os rendimentos propostos em nenhum dos estudos. – Controle está na esfera federal: IBAMA/DOF.

24 Parceria SEDAM e FIERO Desenvolvimento de um software para os estudos de coeficientes de rendimento volumétricos. – Financiado pela FIERO.

25 Parceria SEDAM e FIERO Desenvolvimento de um software para os estudos de coeficientes de rendimento volumétricos. – Financiado pela FIERO. – Poderá ser baixado do website da SEDAM.

26 Parceria SEDAM e FIERO Desenvolvimento de um software para os estudos de coeficientes de rendimento volumétricos. – Financiado pela FIERO. – Poderá ser baixado do website da SEDAM. – SEDAM dará treinamento e suporte.

27 Parceria SEDAM e FIERO Desenvolvimento de um software para os estudos de coeficientes de rendimento volumétricos. – Financiado pela FIERO. – Poderá ser baixado do website da SEDAM. – SEDAM dará treinamento e suporte. – Utilizado pelos engenheiros florestais e pelos técnicos da SEDAM.

28 RESULTADOS ESPERADOS Legal Legal: – Madeireiro não vai precisar de notas frias. – Menos multas.

29 RESULTADOS ESPERADOS Legal Legal: – Madeireiro não vai precisar de notas frias. – Menos multas. Ambiental Ambiental: – 750 mil m³ de madeira de manejo deixarão de ser desperdiçadas por ano em Rondônia. – Menos emissão de CO².

30 RESULTADOS ESPERADOS Legal Legal: – Madeireiro não vai precisar de notas frias. – Menos multas. Ambiental Ambiental: – 750 mil m³ de madeira de manejo deixarão de ser desperdiçadas por ano em Rondônia. – Menos emissão de CO². Econômico Econômico: – R$ 60 milhões de economia / ano. – Maior competitividade da indústria local. – Maior absorção de mão-de-obra na indústria.

31 Gestão Florestal do ESTADO SEDAM precisa de autonomia para adotar os estudos de rendimento volumétrico. SEDAM precisa de autonomia para adotar os estudos de rendimento volumétrico.

32 Gestão Florestal do ESTADO SEDAM precisa de autonomia para adotar os estudos de rendimento volumétrico. SEDAM precisa de autonomia para adotar os estudos de rendimento volumétrico. IBAMA/DOF terá que criar um canal de comunicação entre a SEDAM e o sistema DOF. IBAMA/DOF terá que criar um canal de comunicação entre a SEDAM e o sistema DOF.


Carregar ppt "Rondônia e os Coeficientes de Rendimento Volumétrico CRV."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google