A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

“Em verdade, em verdade eu vos digo que chorareis e vos lamentareis, e o mundo se alegrará; vós ficareis tristes, mas a vossa tristeza se converterá.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "“Em verdade, em verdade eu vos digo que chorareis e vos lamentareis, e o mundo se alegrará; vós ficareis tristes, mas a vossa tristeza se converterá."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 “Em verdade, em verdade eu vos digo que chorareis e vos lamentareis, e o mundo se alegrará; vós ficareis tristes, mas a vossa tristeza se converterá em alegria”. João – Cap. 16, v. 20

4 Mediunidade Espírito Morte Medo e Tristeza

5 No trabalho de desobsessão Espíritos em condição agressiva ou hostil: Atitude Segura - Fé Estado de Prece Alegria íntima – estado íntimo de equilíbrio e satisfação pessoal

6

7 1.Alguma vez já lhe chegou às mãos um livro espírita para que lesse? 2.Suas conversas com os amigos sempre acabam por girar em torno do espiritual? 3.Tem lhe ocorrido sonhar com pessoas que já desencarnaram ou ter sonhos premonitórios? 4.Ultimamente voce tem recorrido à religião ou a práticas místicas para solução de seus conflitos? 5.Voce tem presenciado fenômenos espíritas ou ouvido relatos sobre eles que lhe despertaram a curiosidade?

8 1.Já lhe ocorreram fenômenos de sincronicidade, os quais lhe têm causado surpresa? 2.As pessoas a sua volta costumam convidar-lhe a que busque sua espiritualidade? 3.Tem surgido, internamente em você, o desejo forte de se ligar ao desenvolvimento de sua mediunidade? 4.Têm ocorrido alterações frequentes na qualidade de seu sono? 5.Voce tem tido sensações de desmaio, falta de ar, medo sem causa aparente, taquicardia e sensação de presenças a sua volta?

9 ALLAN KARDEC: “A faculdade mediúnica se desenvolve pelo exercício” DIFERENÇA ENTRE DESENVOLVER E EDUCAR: DESENVOLVIMENTO “É certo que a pessoa nasce com a faculdade mediúnica, mas ela não nasce pronta e acabada. É necessário que exista um investimento do médium sobre ela para que se aprimorem e apliem suas possibilidades” Djalma Argollo

10 EDUCAR “Uma educação do médium é a que diz respeito ao controle da faculdade:” Aprender a impor limites ao Espírito comunicante Desenvolvimento moral e cultural do médium Ampliar os canais de ligação com os planos invisíveis

11 “Que todas as pessoas possuem mediunidade, é óbvio,pelo simples fato de estarmos todos, encarnados e desencarnados, em constante ligação inconsciente, permutando idéias, sentimentos e emoções” Djalma Argollo TODOS OS INDIVÍDUOS POSSUEM MEDIUNIDADE?

12 “Todos sensitivo é médium em potencial e todo médium é um sensitivo plenamente desenvolvido.” Djalma Argollo Existe distinção entre “sensitivo” e “médium”??? KARDEC: “A sensibilidade psíquica é a base da faculdade mediúnica”

13 “O exercicio da mediunidade não está dissociado do processo de realização pessoal, pois a vida exige que cada um, além de ajudar o próximo, observe a si mesmo e cuide de seu mundo íntimo.”

14 “A Alegria é um dom excelente, que transforma as trevas em Luz, e o rancor em Amor”

15 Era da LegitimaçãoEra da DifusãoEra da Maioridade Consagração das origens e das bases doutrinárias. Intensificação dos conhecimentos dentro de um crescimento ordenado e defensivo na elaboração de um perfil filosófico. Introdução dos princípios espíritas como alavanca de transformações sociais e humanas, influenciando a cultura, as artes, a ciência, as leis, a filosofia e a religião. Curiosidade Filosofia Luta Religioso Transição

16  Vivência do amor  Renovação das atitudes  Combate ao orgulho  Promoção das casas espíritas em escolas do espírito e de amor  Disseminação da cultura da alteridade  Formação de rede de intercâmbios  Estruturação de entidades específicas  Reciclagem de métodos  Mudança da mentalidade organizacional  Unificação ética

17 “Somente para se entender o conceito de maioridade, entre aqueles que já decidiram por a mão na charrua do serviço ativo, levar-se-á, no mínimo, uma década de comprometimento sacrificial. Antes disso, devido à extensão da proposta, abdiquemos de qualquer interpretação definitiva ou razoavelmente aceita pelo consenso.” Maria Modesto Cravo por Wanderley Soares de Oliveira em Lírios da Esperança

18 ERA FENOMÊNICAERA MISSIONÁRIAERA DA PARCERIA

19 AS NOVIDADES QUE CHEGAM DO ALÉM Revelações do mundo espiritual por Swedenborg Mediunidade esclarecedora de Davis

20 Raps das Irmãs Fox A dança das mesas Invasão espiritual nos Shakers

21 Sistematização do Pensamento Espírita O que é o Espiritismo O Livro dos Espíritos O Livro dos Médiuns O Evangelho Segundo o Espiritismoiritismo O Céu e o Inferno A Gênese

22 Ernesto BozzanoCamille FlamarionAlexander AlsakofLéon Denis “ Heróis da tenacidade e fibra moral, dispostos a imolar-se pela causa, venceram o preconceito do tempo e a pressão da inferioridade humana no resguardo e defesa da empreitada de Allan Kardec.”

23 A fenomenologia mediúnica, sobretudo no Brasil, alcança níveis de grande notoriedade, em virtude da reencarnação de notáveis médiuns que fazem repercutir a curiosidade sobre o Espiritismo.

24 “O exercício mediúnico é das tarefas do movimento espírita que mais carecem reavaliações.” (Seara Bendita – capítulo 15)

25 “Em pleno amanhecer do novo milênio está nascendo a era da “mediunidade de parceria”, na qual as expressões fenomênicas e missionárias serão mera conseqüência, e na qual o preparo e a experiência adquiridos nas fontes da evangelização de si mesmo serão o canal apropriado para os serviços específicos desta modalidade, conforme as demandas infindáveis de nossas fileiras espíritas...” (Seara Bendita – Cap. 15)

26 “Uma postura mais ativa, consciente, indagadora.” “...Dessa forma, os médiuns saem da posição de meros instrumentos do além para a posição de servidores consciente e participativos da obra entre os dois mundos.” (Seara Bendita – capítulo 15)

27 “Os aprendizes têm aplicado a si mesmos as lições hauridas com os desencarnados? Como desobsidiar sem nos esforçarmos para vencer nossas tormentas? Vamos refletir? Como doutrinar “mortos” se não convencemos com o exemplo os “vivos” que se encontram ao nosso lado? A Casa tem contextualizado seus trabalhadores na tarefa de amor ao próximo, nos cuidados com a harmonia do lar e com os conhecimentos Evangélico-doutrinários? Os servidores da mediunidade encontram motivações no grupo para o cultivo da auto- educação?”

28 O que devemos fazer para melhor corresponder as expectativas dos nossos mentores no que diz respeito ao nosso estreitamento com eles? Você considera que esteja exercendo a mediunidade de parceria com os Espíritos? O que eu pretendo na condição de médium? Chico Xavier teria sido um exímio instrumento mediúnico? O que os Espíritos encontravam nele?

29 Certa vez, um rapaz perguntou: “Chico, o que devo fazer para desenvolver mediunidade?” Atencioso como sempre, Chico respondeu: “Filho, procure freqüentar uma casa bem orientada e estudar, ler e trabalhar sempre com muito amor”. Quando o rapaz saiu, Chico comentou: “Por que será que nunca me perguntam como desenvolver a bondade?”

30 Plenitude Mediúnica – João Nunes Maia – Miramez Médiuns – João Nunes Maia – Miramez Psicologia e Mediunidade – Adenáuer Novaes O Livro dos Médiuns Estudando a Mediunidade- Martins Peralva


Carregar ppt "“Em verdade, em verdade eu vos digo que chorareis e vos lamentareis, e o mundo se alegrará; vós ficareis tristes, mas a vossa tristeza se converterá."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google