A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Projecto de Apoio ao Fortalecimento dos Serviços de Saúde Materna e Neonatal e à implementação das Actividades de Prevenção e Controlo do CA de Colo Uterino.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Projecto de Apoio ao Fortalecimento dos Serviços de Saúde Materna e Neonatal e à implementação das Actividades de Prevenção e Controlo do CA de Colo Uterino."— Transcrição da apresentação:

1 Projecto de Apoio ao Fortalecimento dos Serviços de Saúde Materna e Neonatal e à implementação das Actividades de Prevenção e Controlo do CA de Colo Uterino (MISAU - Jhpiego/USAID) 1 Maio 2009 – 30 April 2011 MINISTÉRIO DA SAÚDEMINISTÉRIO DA SAÚDE DIRECÇÃO NACIONAL DE SAÚDE PÚBLICA

2 Metas de Moçambique Reduzir a mortalidade materna de 408 para 250 por 100,000NV até 2015 Reduzir a mortalidade infantil de 125 para 67 por 1000NV até 2015 Iniciar implementação do Programa Nacional de Prevenção e Controlo do Cancro do Colo uterino

3 MCHIP – Moçambique Contexto O Sr Ministro solicitou apoio ao Jhpiego para a implementação de actividades relacionadas à SMN e à prevenção do cancro do colo uterino Com base no Plano Integrado, nas recomendações da reunião sobre o alcance dos ODMs 4&5 ocorrida em Fev 2009 e no relatório dos padrinhos foi desenvolvida a proposta de actividades para este Projecto

4 Projecto MCHIP - Moçambique ~2 milhões para 2 anos Objectivo geral: providenciar apoio ao MISAU para melhorar a qualidade dos serviços de saúde materna e infantil com ênfase nos cuidados obstétricos e neonatais essenciais e de emergência básicos, e providenciar apoio técnico para a implementação do plano para a prevenção e controlo do cancro de colo uterino usando a abordagem em consulta única “Single Visit Approach” (SVA)

5 Projecto MCHIP – Moçambique Objectivos Específicos Fortalecer os cuidados obstétricos e neonatais essenciais e de emergência básicos (COEBs e CERNs), de modo integrado, em US seleccionadas, em todas as Províncias (3US/prov – maternidades modelo). Fortalecer os cuidados obstétricos e neonatais essenciais e de emergência básicos (COEBs e CERNs), de modo integrado, nas instituições de formação de ESM de nível médio. Apoiar a implementação inicial do Plano para a prevenção e controlo do cancro de colo uterino usando a abordagem em consulta única (SVA) em US e Províncias seleccionadas (5US).

6 PRINCIPAIS ACTIVIDADES POR OBJECTIVO Objectivo 1: Fortalecimento dos serviços de COEBs e CERNs Apoiar o MISAU para: – Actualizar e reproduzir materiais de formação e normas técnicos em COEB e CERN e adquirir Kits para apoio às formações (incluíndo modelos anatómicos e instrumentais) - (Ano 1) – Formar/actualizar 26 profissionais (13 trabalhadores das US e 13 instrutores dos IF) como formadores em COEB e CERN (1 curso nacional para formadores - Agosto 2009, em Maputo, envolvendo formadores de Maputo, Beira e Nampula) – Treinar/actualizar 110 profissionais de saude das 33 US seleccionadas e instrutores dos IF em COEB e CERN (2 cursos clínicos por região) - (até ano2) – Estabelecer/fortalecer Comités de Morte Materna e Neonatal nas 33 US alvo (até o ano 2) – Providenciar apoio técnico para fortalecimento dos serviços de COEB e CERN nas 33 US (realizar visitas de supervisão de apoio técnico) - (até o ano 2) – Monitorar o progresso na melhoria da qualidade dos serviços de COEB e CERN, nas 33 US seleccionadas, até atingirem o nível de “Maternidades Modelos” - (até o ano 2)

7 PRINCIPAIS ACTIVIDADES POR OBJECTIVO Objectivo 2: Fortalecer o ensino em COEB e CERN nas IF de ESM de nível médio Apoiar o MISAU para: – Actualizar o curriculo de formação de enfermeiras de SMI de nível médio nas áreas de COEB e CERN (Ano 1-2) – Actualizar instrutores dos Institutos de Formação em COEB e CERN (Ano 2)

8 PRINCIPAIS ACTIVIDADES POR OBJECTIVO Objectivo 3: Apoiar actividades para a prevenção e controlo do cancro de colo uterino usando a abordagem em consulta única Evidências e directrizes

9 Source: Walboomers et al Considerações Gerais sobre o cancro do colo uterino A associação com HPV ocorre em mais de 99% dos casos de cancro do colo uterino Cancro cervical pode se desenvolver até 20 anos após uma infecção por HPV A infecção por HIV acelera a progressão das lesões Dados dos HC de Maputo e Beira mostram que o Cancro do colo uterino é a primeira causa de morte por cancro, em mulheres, em Moçambique

10 10 História Natural do Cancro do Colo Uterino HPV-related Changes Normal Cervix Low-Grade SIL (Atypia, CIN I) High-Grade SIL (CIN II, III/CIS) Invasive Cancer HPV Infection Cofactors High-Risk HPV Types (16, 18, 33, etc.) About 60% regress within 2-3 yrs About 15% progress within 3-4 yrs 30%-70% progress within 10 yrs Source: Sherris 1998; Bishop et al 1995.

11 A boa notícia: O cancro do colo uterino é uma doença que pode ser prevenida! Prevenção primária – Educação para diminuir o risco de ITS – Vacina contra o HPV Prevenção secundária – Identificação e tratamento precoce das lesões cervicais antes delas evoluirem para o cancro

12 Alternativas para despiste Citologia cervical (Papanicolaou, 1940) - sucesso em países industrializados) Limitações: Requer técnico treinado em citologia para leitura das lâminas e citopatologista para revisão Necessidade de monitoramento continuo para assegurar a qualidade dos resultados Resultados disponiveis apenas 1-2 semanas apos o teste Dificuldade para seguimento das mulheres

13 VIA/VILI 1 YesYesYesYesYes HPV/DNA Test YesYesNoNoNo EffectiveSafePractical Affordable Available Potenciais Alternativas ao Papnicolaou Source: PATH Visual inspection of the cervix using acetic acid (VIA) e Visual inspection of the cervix using Lugol’s iodine/VILI (Schiller’s test)

14 Inspecção Visual com uso do ácido acético Observação do colo uterino, para detectar anormalidades, depois da aplicação de ácido acetico (vinagre) diluido (3-5%) Normal CIN III

15 Vantagens do método de inspecção visual com ácido acético / VIA Seguro, practico e de baixo custo, Pode ser realizado por qualquer profissional de saúde treinado Equipamentos e materiais facilmente disponíveis Resultado disponível imediatamente Possibilita realizar tratamento imediato

16 Opções para Tratamento Low = $ Loop electrosurgical excision procedure. 2 Requires use of operating room lighting and equipment.

17 Serviços Básicos: VIA e Crioterapia

18 Serviços de referência: Colposcopia, biópsia e LEEP (electrocirurgia)

19 Projecto MCHIP Moçambique - PRINCIPAIS ACTIVIDADES Objectivo 3: Apoiar actividades para a prevenção e controlo do cancro de colo uterino usando a abordagem em consulta única Apoiar o MISAU para: – Finalizar e disseminar Politica e Normas Nacionais para a prevenção e controlo do CA do colo do utero com base na abordagem em consulta única (Ano 1 e 2) – Adaptar e reproduzir materiais de formação (Ano 1) – Treinar 20 profissionais da saude, de 7 US seleccionadas, em VIA e Crioterapia (Setembro de 2009) – Treinar 10 profissionais das US de referencia em colposcopia e LEEP (Fev 2010) – Treinar 10 profissionais da saude como treinadores na prevenção e controlo do CA do colo do utero com base na abordagem em consulta unica (Year 2) – Providenciar apoio técnico para a implementação dos serviços de prevenção e controlo do CA do colo do utero em 7 US Básicas e 5 US de referência (até o ano 2)

20 OBRIGADA!


Carregar ppt "Projecto de Apoio ao Fortalecimento dos Serviços de Saúde Materna e Neonatal e à implementação das Actividades de Prevenção e Controlo do CA de Colo Uterino."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google