A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sistemas. A Fábrica de Software da Spread conta com uma completa estrutura relacionada a Desenvolvimento de Software, Migração de Dados, Testes, Integração.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sistemas. A Fábrica de Software da Spread conta com uma completa estrutura relacionada a Desenvolvimento de Software, Migração de Dados, Testes, Integração."— Transcrição da apresentação:

1 Sistemas

2 A Fábrica de Software da Spread conta com uma completa estrutura relacionada a Desenvolvimento de Software, Migração de Dados, Testes, Integração e Manutenção de softwares. Todos os projetos são desenvolvidos sob medida de acordo com as necessidades específicas de cada cliente, dentro das melhores práticas do mercado como CMMI-5, ISO, ITIL, RUP, EUP e PMI. Fábrica de Software Sistemas

3 Dispomos de gerentes de projetos qualificados para planejar, definir entregas e controlar a execução dos projetos. PMO para realizar a alocação de recursos, desenvolvedores especialistas em diversas linguagens, plataformas e ambientes do mercado e equipes de testes para assegurar que o produto final atenda todas as especificações. Fábrica de Software da Spread conta com equipes especializadas para entender as necessidades do cliente e propor as soluções mais adequadas. Voltar Serviços e Soluções Sistema Fabrica de Software / Desenvolvimento

4 Desenvolvimento de novas aplicações. Manutenção em sistemas já existentes. Integração de aplicações. Incorporação de novas tecnologias para atualização do sistema. Conversão de aplicações para outros ambientes. Os serviços prestados pela Fábrica de Software da Spread abrangem: Sistema Fabrica de Software / Desenvolvimento

5 Todo o ciclo de desenvolvimento da Fábrica de Software é gerenciado utilizando: Indicadores estatísticos de qualidade, produtividade, custo e prazo; Ferramentas de gestão; Processos estruturados para que todos os prazos, custos e requisitos sejam atendidos; Controle de Qualidade (Certificação ISO 9001 e CMMI nível 5); Metodologia própria para desenvolvimento de software baseada nos principais padrões do mercado; Nivelamento de conceitos, definição de papéis e critérios junto aos clientes, permitindo o melhor acompanhamento do processo; Contratos regidos por sistema de SLA; Sistema Fabrica de Software / Desenvolvimento

6 Controle rigoroso de alocação de recursos; A capacidade de atendimento é planejada juntamente com o cliente; A fábrica opera em localidades separadas geograficamente, utilizando o mesmo processo padrão; Projetos de melhoria contínua do processo em função dos resultados de desempenho da fábrica; Utilização do método de Ponto de Função para o dimensionamento do software; Profissionais certificados CFPS (Certified Function Point Specialist), pelo IFPUG. Todo o ciclo de desenvolvimento da Fábrica de Software é gerenciado utilizando: Sistema Fabrica de Software / Desenvolvimento

7 Adquirir softwares adequados à necessidade dentro de prazos estabelecidos; Garantir a qualidade do código seguindo as práticas de mercado ; Concentrar esforços em seu core business; Reduzir custos, com gestão de pessoal, treinamento, equipamentos, passivos trabalhistas, entre outros. Contratar os serviços de FSW da Spread significa: Erros de análise e design descobertos muito tarde; Processos e papéis não formalizados gerando erros de comunicação e na construção do software; Aumento dos custos estimados; Atraso nos prazos de entrega; Receber o produto final fora das especificações. Serviços mal contratados geram: Sistema Fabrica de Software / Desenvolvimento

8 Maior assertividade quanto a estimativas de tempo, recursos e custos desde o início. Enfoque no negócio. Melhor gestão dos contratos e projetos de desenvolvimento. Benefícios Eficiência na execução do projeto. Assertividade na definição do tamanho do software. Produtividade por ponto de função. Assertividade na definição dos prazos. Atendimento aos requisitos dos clientes. Assertividade nas definições dos custos. Controle da qualidade do produto. O processo de qualidade da Spread determina métricas e controles para a Fábrica de Software que têm como objetivo medir: Sistema Fabrica de Software / Desenvolvimento

9 Fábrica de Projetos Fábrica de Projetos de Software Fábrica de Projetos Físicos Fábrica de Testes Arquitetura de Solução Arquitetura de Solução Projeto Conceitual Projeto Conceitual Especificação Lógica Especificação Lógica Projeto Detalhado Projeto Detalhado Construção e Teste Unid Construção e Teste Unid Teste Integrado Teste Integrado Teste de Aceitação Teste de Aceitação Fábrica de Programas Sistema Fabrica de Software / Desenvolvimento Visão Processual

10 ISO 9001:2008 ISO 9001:2008 CMMI Level 5 Práticas Tecnologias Sistema Fabrica de Software / Desenvolvimento Atuamos sob as melhores tecnologias e práticas do mercado

11 MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL Breve Descrição: Contrato de desenvolvimento e manutenção de sistemas de informação na modalidade de Fábrica de Software para atender às necessidades do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome ( pontos de função). A métrica adotada é pontos de função (FPA). Ambiente: Linguagem: Java Script, XML, XSL, XSD, JSP, Java, J2EE (Servlets, Struts, JSF, Spring, Hibernate, JPA, EJB), Python, ASP, CSS, HTML, WEB Services, SOA, PHP, Zope/Plone, Delphi. Banco de Dados: Oracle e DB2. Metodologia: RUP, usando o modelagem UML. Ferramentas: Eclipse, Tortoise, SCARAB, Project Server. CVS e SVN para controle de versão. CORREIOS Breve Descrição: Contrato de desenvolvimento e manutenção de sistemas de informação nas tecnologias Java e Python na modalidade de Fábrica de Software para atender às necessidades dos Correios ( pontos de função). A métrica adotada é pontos de função (FPA). Ambiente: Linguagem: Java Script, XML, XSL, XSD, JSP, Java, J2EE (Servlets, JSF, Hibernate, JPA, EJB), Python (Zope/Plone). Banco de Dados: Oracle. Metodologia: RUP, usando o modelagem UML. Ferramentas: Eclipse, Erwin, Rational Rose SCARAB, Project Server, Jmeter, Selenium, Junit. SVN para controle de versão. MDS Sistema Fabrica de Software / Desenvolvimento Cases FSW

12 BNDES Breve Descrição: Projetos de Desenvolvimento dos APLICATIVOS DESENVOLVIDOS, Integração com SISTEMAS LEGADOS, manutenção dos APLICATIVOS DESENVOLVIDOS (EVOLUTIVA e CORRETIVA) (aproximadamente pontos de função). A métrica adotada é pontos de função (FPA). Ambiente: Linguagem: JCompany CDI 6.1; Banco de Dados: Oracle. Metodologia: RUP, usando o modelagem UML. Ferramentas: BPM (BPM (Websphere Business Modeler, WebSphere Integration Developer, WebSphere Process Server e WebSphere Enterprise Service Bus), Rational IBM Suite (RFT, RSA, ClearQuest, ClearCase, Requisite Pro). GIT para controle de versão. Sistema Fabrica de Software / Desenvolvimento Cases FSW MRS Breve Descrição: Produção do SISLOG (3.000 pontos de função), sistema que controla toda a malha ferroviária da MRS. A Spread atuou desde a definição tecnológica e arquitetural, especificação, codificação até a manutenção do aplicativo. A métrica adotada é pontos de função (FPA). Ambiente: Linguagem: C++ para o SISLOG e Java para as consultas na Internet. Banco de Dados: Oracle. Metodologia: RUP, usando o modelagem UML. Ferramentas: Borland C++ Builder (implementação), Rational Rose (modelagem). Microsoft Source Safe para controle de versão.

13 Sistema Fabrica de Software / Desenvolvimento Cases FSW DATA PREV Breve Descrição: Desenvolvimento e manutenção dos sistemas de Arrecadação e Benefícios, utilizando a métrica de ponto de função. A DATAPREV obteve ganhos de eficiência na qualidade dos serviços prestados aos seus clientes, em virtude da maior estabilidade e performance das aplicações disponibilizadas na Internet. Ambiente: Linguagens: Cobol, ASP, HTML, Java Script, XML; Gerenciador de BD: UNISYS DMS II (DBA Tools). Gerenciador de Transação: COMS Program Interface. Ambiente Operacional Internet: IIS 5.0, CorpWeb Server. Ferramenta: SADS. CTI CenPRA Breve Descrição: Migração do sistema SIGTEC da plataforma MS Visual Basic para Java (3200 pontos de função). Responsável pelo controle de todas informações de custo, equipe e experiência adquirida nos projetos do CenPRA. A métrica adotada é pontos de função (FPA). Ambiente: Linguagem: J2EE. Banco de Dados : PostgreSQL. Servidor de Aplicação: JBOSS. Ferramenta IDE: Eclipse 3.2 M5a. Frameworks: Struts, Jasper Reports, LOG4J, XDOCLET, JUNIT. CVS para controle de Versão.

14 EXÉRCITO BRASILEIRO Breve Descrição: Manutenção e desenvolvimento de softwares corporativos de gestão orçamentária e financeira, em regime de Fábrica de Software (4.500 pontos de função). Sistemas desenvolvidos: Segurança, Receitas, Orçamento, Crédito, Poupança, Ressarcimento e Planejamento. A métrica adotada é pontos de função (FPA). Ambiente: Linguagem: Java/J2EE, JSP, PHP, HTML/XML (novos sistemas). Visual Basic 5, Access, Delphi, Progress (legados). Banco de Dados: Oracle 9i (novos sistemas) e SQL Server 6.5, Progress (legados). Servidor de Aplicação: JBOSS. Servidor WEB: Apache,Tomcat (novos sistemas) e IIS5.0 (legado). Ferramentas: Eclipse (implementação), Enterprise Achitect (modelagem), Q-Ware (extração de dados), Flex Vision (OLAP). Metodologia: RUP, usando o modelagem UML, Frameworks adotados são de software livre e genéricos e CVS para controle de versão. Sistema Fabrica de Software / Desenvolvimento Cases FSW

15 Produção Demandas Controle do processo produtivo Controle do processo produtivo Uso de métodos comprovados Uso de métodos comprovados Controle das demandas Controle das demandas Linhas de Negócio Fábrica de Software Sistemas

16 Fábrica de Software Sistemas Fábrica de Programas FSW Suporte Métrica Teste Iniciação Elaboração Construção Transição Iniciação Elaboração Construção Transição Qualidade Execução dos Projetos

17 Fábrica de Software Sistemas Organização das Equipes Célula de RequisitosCélula de Programação Célula de Teste Célula de ProjetosCélula de Sistemas Célula de Sustentação

18 Integração de Sistemas Soluções de integração de aplicativos, para que vários sistemas trabalhem juntos, incluindo a diversidade das plataformas e das linguagens de programação existentes no mercado. Contamos com uma equipe especializada em EAI (Enterprise Application Integration) dentro das principais tecnologias SOA (Oracle e IBM). Sistemas

19 File Transfer - Integração entre aplicativos através da troca de arquivos em formato de texto definido. Shared Database - Integração entre aplicativos através da troca de dados entre bases de dados ou tabelas. Remote Procedure Invocation - Integração entre aplicativos através da chamada a programas remotos os quais são responsáveis pela extração, envio/recebimento e persistência dos dados no sistema. Messaging - Integração entre aplicativos de um middleware orientado a mensagem (MOM) o qual é responsável pela entrega dos dados aos sistema integrados. EAI Tradicional (Enterprise Application Integration): Integração de Sistemas Sistemas Principais tecnologias de integração de aplicativos corporativos suportadas pela Spread

20 Integração de Sistemas Sistemas Integração baseada em serviços (SOA) Refere-se a integrar entidades de computação usando interações de serviços Principais arquiteturas SOA suportadas: Oracle SOA Suite / Oracle BEA Weblogic Integration IBM WebSphere Foundation Suite Microsoft Visual Studio Team Foundation / Microsoft Sharepoint Experiência comprovada, atuando desde 2008 com Plataformas SOA. Principais tecnologias de integração de aplicativos corporativos suportadas pela Spread

21 Integração de Sistemas Sistemas CONTAX 1 - Integração Portais de Turismo e Companhias Aéreas/Turismo 2- Integração CRM e Sistema de Aprovisionamento Problema: diversos formatos e regras para comunicação com empresas aéreas e de viagens; Necessidade: consolidar em uma interface única, as informações de viagens para diferentes portais; flexibilidade para inclusão de novos provedores de serviços e produtos. Solução: Criação de uma middleware com a sua arquitetura orientada a serviços (SOA) baseada em.Net Framework, para captar as requisições dos portais, processá-las junto aos provedores, organizar e retornar informações consolidadas. Projeto com duração de aproximadamente 8 meses, mais de horas. Tecnologia: NET Framework 2.0 e Microsoft Visual Studio 2005, com webservices dentro do padrão OTA (Open Travel Alliance), Simple Object Access Protocol (SOAP) – protocolo para intercâmbio de mensagens – NET Remoting, SQL Server Problema: solução atual de aprovisionamento não escalonável (novas tecnologias e volume de dados); Necessidade : adquirir uma solução (pacote) de mercado para aprovisionamento e adaptar os sistemas e interfaces para comunicação com a nova solução. Solução: Retirar do CRM atual a funcionalidade de aprovisionamento e adaptá-lo para comunicação com a nova solução de aprovisionamento (SMP); Criação de um agente para envio das ordens de ativação, alteração e remoção de produtos e serviços; Módulo para monitoramento e tratamento de erros pela equipe de Produção TI (On Going); Migração de dados para a nova solução de aprovisionamento (SMP); Projeto com duração de aproximadamente 12 meses, mais de horas, mais de cenários de testes executados. Tecnologia: Microsoft VB 6.0, Oracle 9i e 10G, Java – Hibernet EJB 3.0, Axis 2 (consumo de serviços, Framework Proprietário (filas). Alguns Cases

22 Integração de Sistemas Sistemas Alguns Cases NET 1 - Desenvolvimento de serviços desde 2008 na Plataforma SOA Oracle BEA; Responsável pelo projeto de readequação a nova Plataforma de CRM/Billing de mais de 180 serviços desenvolvidos atualmente na Plataforma SOA Oracle BEA. 2 – Cases em EAI Tradicional: Sistema de controle de acessos e pool de conexões Corporativo. Integração de dados entre sistemas CRM/Billing e DW Corporativo. Geração de comandos de aprovisionamento para as Controladoras Digitais. Integração de CRM para sistema de aprovisionamento. SKY Equipe de suporte a operação da nova Plataforma de CRM/Billing contemplando Oracle SOA Suite. BRASILPREV Projeto de implantação da nova Plataforma baseada em IBM WebSphere Foundation Suite. AMADEUS Case na Plataforma Microsoft Plataforma de integração entre portais de turismo e companhias aéreas / turismo. VIVO Case na Plataforma Microsoft Integração com empresas de cartão de crédito para venda de telefone (Loja Virtual Vivo).

23 Com grandes cases em migração de sistemas e dados, a Spread tem o propósito de suportar todo o processo, tornando-o confiável e viável, garantindo a integridade, consistência dos dados e agilidade no processo de transição. Migração de Sistemas e Dados Sistemas

24 As migrações podem ocorrer de modo “turn key”, em fases ou paralelamente. Em caso de sistemas críticos, o processo de migração da Spread Tecnologia permite a mudança sem a necessidade de interrupção dos serviços. Os dados históricos podem ficar no sistema legado, em uma nova base de dados específica para este fim ou comporem a base de dados do novo sistema. Migrar de sistema pode ser a melhor solução quando o hardware e software utilizados são antigos ou descontinuados. Migração de Sistemas e dados Sistemas A Spread, ao longo dos seus 30 anos, acumulou diversas experiências de migração de sistemas e dados. Está apta e capacitada a migrar qualquer tipo de sistemas ou banco de dados, através de metodologia eficiente e comprovada

25 Migração de Sistemas e dados Sistemas Definição da estrutura organizacional; Desenvolvimento do Plano de Migração – definindo janela de migração, equipes envolvidas, planos de backup/restore e o Plano de Pós-Migração – determina as equipes de suporte (war- room e suporte local) e a comunicação entre as áreas envolvidas. Definição da estrutura organizacional; Desenvolvimento do Plano de Migração – definindo janela de migração, equipes envolvidas, planos de backup/restore e o Plano de Pós-Migração – determina as equipes de suporte (war- room e suporte local) e a comunicação entre as áreas envolvidas. Gestão Definição do escopo funcional dos sistemas e informações a serem migradas. Escopo Elaboração de Book dos Processos (processo atuais x novos processos pós-migração) e Plano de Contingência (garantir funcionamento das áreas operacionais antes, durante e pós-migração). Processos Mapeamento de funcionalidades (Origem x Destino), gerando GAP’s funcionais, realização de Testes funcionais (roteiros de testes e de interfaces, mapeamento de Processos Batch) Interfaces e Funcionali- dades Conversão Extração de dados (DE - Origem) – viabiliza a obtenção de informações do sistema de origem; Carga de dados (PARA - Destino) – viabiliza a carga de informações no sistema de destino; Auditoria de dados – estabelece os critérios de auditoria e reporta as informações sobre os dados migrados. Extração de dados (DE - Origem) – viabiliza a obtenção de informações do sistema de origem; Carga de dados (PARA - Destino) – viabiliza a carga de informações no sistema de destino; Auditoria de dados – estabelece os critérios de auditoria e reporta as informações sobre os dados migrados. Principais processos suportados pela Spread relacionados a Migração

26 Migração de Sistemas e dados Sistemas Principais processos suportados pela Spread relacionados a Migração Definição e desenvolvimento de scripts de parametrização de informações de domínio (De/Para). Parametri-zação Plano para treinamento de processos / funcionais dos operadores. Treina-mentos Correção de dados nos sistemas de Origem (CLEAN UP). Qualidade de Dados Definição e desenvolvimento de Relatórios de Negócio que serão utilizados para Auditoria da Migração e no processo de Aprovação; Auditoria Infra- estrutura Extração de dados (DE - Origem) – viabiliza a obtenção de informações do sistema de origem; Carga de dados (PARA - Destino) – viabiliza a carga de informações no sistema de destino; Auditoria de dados – estabelece os critérios de auditoria e reporta as informações sobre os dados migrados. Continuação

27 Migração de Sistemas e dados Sistemas NET Migração dos sistemas NET de CRM/Billing para Operadora São Paulo, contemplando registros de informações de mais de 1 milhão de clientes. Migração do sistema Siebel para CRM NET. Migração dos sistemas de CRM/Billing para operadoras SUL, contemplando registros de informações de mais de 30 operadoras. Migração dos sistemas (6) de CRM/Billing das 12 operadoras BIGTV para os sistemas CRM/Billing e BI NET. Migração dos sistemas de CRM/Billing das operadoras ESC90 para os sistemas NET. Migração de versão de Base de Dados da Plataforma CRM/Billing da versão 8i e 9i para 10G e posteriormente para 11G, contemplando o ajuste do funcionamento / performance de rotinas PL/SQL Migração dos sistemas de CRM/Billing de todas as operadoras NET para nova Plataforma de CRM/Billing AMDOCS. Unificação de 07 bases de dados de Endereços para uma base de dados Unificada. AT&T Migração dos sistemas AT&T de CRM/Billing. Alguns Cases

28 A Fábrica de Testes da Spread atua sob metodologias que seguem o padrão internacional do ISTQB, maior instituição de teste no mundo e nossas documentações seguem os padrões IEEE - Institute of Electrical and Eletronic Engineers. Os serviços de testes proporcionam maior redução no custo dos projetos de softwares evitando encontrar defeitos após a implantação. Sistemas Fábrica de Testes

29 Nossas documentações seguem os padrões IEEE - Institute of Electrical and Eletronic Engineers. Nossa metodologia segue o padrão internacional do ISTQB – International Software Testing Qualifications Board, maior instituição de teste no mundo. Qualidade no Processo Maior competitividade Maior precisão nas estimativas Aumento da Qualidade do produto Diminuição de retrabalho Maior Produtividade Redução do tempo de execução Conte com a Spread para obter: Com larga experiência e grandes cases em Testes de Software, dispomos de uma estrutura de fábrica de software formada por profissionais com alta especialização e capacitação em processos e ferramentas de testes que atuam sob metodologias que seguem um padrão internacional da maior instituição de teste do mundo. Fábrica de Testes Sistemas

30 Fábrica de Testes Sistemas Funcional Baseado na Especificação. Baseado no Caso de Uso. Baseado na Experiência Baseado em Normas e Regras Não Funcional Performance Sanity Test Usabilidade Limite de Capacidade Segurança Instalação Estrutural Geração e Execução de Scripts Validação de Campo Teste Estático Teste Dinâmico Revisão Informal Pair Review Revisão Formal (IEEE 1028) Gerencial Técnica Acompanhamento Inspeção Inspeção de Código Caixa Preta Caixa Branca Metodologia - Categorias de Testes

31 Fábrica de Testes Sistemas Metodologia - Categorias de Testes Caixa Preta Caixa Branca Requisito Especificação Modelagem Codificação Revisão de Requisito Revisão da Modelagem Inspeção de Código Revisão da Especificação Homologação Sistema Integração de Componente Componente Teste de Aceitação Teste de Sistema Teste de Integração Teste Unitário Teste Estático Teste Dinâmico

32 Fábrica de Testes Sistemas Metodologia Visão Processual - Cadeia de Valor Elaboração Qualificação Construção Teste Integrado e Homologação Suporte a Homologação Gestão de Defeitos Planejamento Análise Modelagem Implementação Execução Controle Encerramento Entendimento Treinamento Cronograma Detalhamento dos casos de testes. Preparação do ambiente Geração de Massa Priorização dos CT’s Execução dos CT’s Report dos Incidentes Status Report Relatório Resumo Fechamento

33 Fábrica de Testes Sistemas Algumas Ferramentas utilizadas na metodologia de Testes da Spread Selenium

34 Fábrica de Testes Sistemas Claro Relação Spread Tecnologia X Claro: 6 anos ininterruptos de prestação de serviços na Claro; Expertise em testes de todos os sistemas críticos da Claro; Testes Integrados; Homologação / Aceite de Usuário; Mais de 300 projetos testados e Homologados com Sucesso; Mais de horas trabalhas em projetos Claro. Professional ServicePrincipais Linhas de Serviço da Fábrica de Testes Alocação de profissionais qualificados nas áreas de: Testes; Ambientes; Homologação; Front Office; Pós Pago. Planejamento e Arquitetura de testes; Preparação de Massa e execução de testes online e batch; Execução de Billing; Gestão de Defeitos; Testes automatizados. Alguns Cases

35 Fábrica de Testes Sistemas Alguns Cases Tecban Tempo de Contrato: desde 2008 Serviços: Projetos e Alocação de Profissionais de Testes; Principais Projetos: Migração de Scripts Automatizados QARun -> TestPartner, Automação do Novo Switch, Líder de Testes Integrados; Uso de Ferramentas: Compuware, TestLink e Mantis; Tipos de Teste: Testes Integrados e Sistêmicos, funcionais e não funcionais, de Caixa Preta, Caixa Branca e Automatizados. CVC Tempo de Contrato: 4 meses; Contrato: Projetos; Principais Projetos: Projeto FEU Fortaleza; Uso de Ferramentas: TestLink e Mantis; Tipos de Teste: Testes Funcionais de Caixa Preta em aplicação Web.

36 Fábrica de Testes Sistemas Alguns Cases Grupo Abril Tempo de Contrato: 2 anos. Contrato: Fabrica de Testes. Principais Projetos: Testes nos Portais Abril (Melhores Empresas para trabalhar, Portal Veja, Guia 4 Rodas, etc). Uso de Ferramentas: TestLink, Mantis, Selenium, Jmeter e BadBoy. Tipos de Teste: Testes Funcionais de Caixa Preta, Automatizados e Testes não funcionais. Unibanco Tempo de Contrato: 3 anos Contrato: Birô de Testes (por Projeto) Principais Projetos : KF; Restrição de Acesso ao Portal, Painel Jurídico e Automação dos Testes para Internet Banking Pessoa Física. Uso de Ferramentas: IBM Rational Tipos de Teste: Testes Funcionais de Caixa Preta e Automatizados Nextel Tempo de Cntrato : 2 anos Contrato: Alocação de Profissionais de Testes Uso de Ferramentas: IBM Rational Tipos de Teste: Testes Funcionais de Caixa Preta

37 A oferta de Outsourcing de Aplicações ou AMS (Application Management Services) da Spread tecnologia, além da sustentação e manutenção, mantém a inteligência operacional, que identifica oportunidades de melhorias e evoluções no parque de aplicações da organização. Estes serviços possibilitam foco total em seu core business. Outsoursing Sistemas

38 Outsourcing de Sistemas Administrativos e Cadastros. Outsourcing de Sistemas Administrativos e Cadastros. Desenvolvimento de novos sistemas - Manutenções Evolutivas, - Perfectivas e Adaptativas, - Migração de dados - Documentação de Sistemas. Desenvolvimento de novos sistemas - Manutenções Evolutivas, - Perfectivas e Adaptativas, - Migração de dados - Documentação de Sistemas. Serviços de Sustentação de Sistemas - Manutenções Corretivas, - Pronto Atendimento, - Mentoring Técnico, - Serviços Técnicos Especializados ( Queries, Extrações, Acertos na Base, Investigação de problemas), Análise e Diagnóstico de Demanda e Testes Eventuais. Serviços de Sustentação de Sistemas - Manutenções Corretivas, - Pronto Atendimento, - Mentoring Técnico, - Serviços Técnicos Especializados ( Queries, Extrações, Acertos na Base, Investigação de problemas), Análise e Diagnóstico de Demanda e Testes Eventuais. Através do serviço de Outsourcing de Sistemas da Spread você pode contar com equipes especializadas para atender na medida correta às necessidades de sua organização. Atuamos de acordo com as melhores práticas Conforme a certificação do CMMI Nível 5. Serviços disponíveis no Outsourcing de Sistemas Outsourcing Sistemas

39 Outsourcing Sistemas Redução de Custo de Infraestrutura técnica e administrativa para equipe de trabalho; Gestão de escopo, prazos e custos das demandas; Desenvolvimento de software padronizado; Aumento de qualidade e produtividade. Benefícios

40 O CMMI (Capability Maturity Model Integration) como ferramenta no gerenciamento de projetos de Software é o que há de mais completo quando o assunto é qualidade de software. Sistemas CMMI - Consultoria A Spread com larga experiência na conquista do mais alto nível do CMMI (5), oferece aos seus clientes um completo suporte para obterem esta certificação.

41 Consultoria para implantação, evolução e manutenção de processos de desenvolvimento de software com base nas práticas do modelo CMMI; Diagnóstico da maturidade atual, conforme o nível de maturidade pretendido; Elaboração de Plano de Melhorias de Processos; Estruturação dos indicadores de processo e dos mecanismos de análise e melhoria contínua. Realização de auditorias de projetos Implantação de CEP (Controle Estatístico de Processos) CMMI - Consulting Sistemas A Spread Tecnologia conta com uma equipe de profissionais com ampla experiência em implantação do modelo CMMI e presta o serviço de consultoria para empresas que visam melhorar e manter sua maturidade nos processos de desenvolvimento de software. Atuação

42 CMMI - Consulting Sistemas Alinhamento com os objetivos de negócio Controle mais eficiente dos processos Controle mais eficiente de Fornecedores Maior qualidade dos produtos Maior previsibilidade dos resultados Garantir que o desenvolvimento seja organizado, padronizado, sistematizado e otimizado; que seja capaz de gerar um software com qualidade, no tempo e custos estimados. TECNOLOGIA PROCESSOSPESSOAS QUALIDADE Por que Implantar?

43 CMMI - Consulting Sistemas Benefícios para a Organização Benefícios para o Cliente Reconhecimento internacional pelo padrão de qualidade adotado Garantia que a implantação do modelo CMMI colabora para que que a organização alcance os seus objetivos de negócio. Maior consistência na execução das práticas de engenharia de software e gestão de projetos. Conhecimento estatístico da capacidade produtiva da empresa. Maior probabilidade de sucesso nos projetos de desenvolvimento de software. Redução de custo de produção através de um programa consistente de melhorias de desempenho e qualidade do desenvolvimento de software. Maior confiança no cumprimento dos prazos acordados devido à garantia de que a empresa possui uma maior previsibilidade de custos e prazos. Garantia de uma maior qualidade no software desenvolvido. Maior probabilidade de sucesso no projeto contratado, devido a garantia de maturidade dos processos utilizados. Maior probabilidade de satisfação com o projeto devido a maturidade na gestão de requisitos e validações intermediárias dos produtos. Garantia de um acompanhamento e participação ativa no processo de desenvolvimento do software. Organização Cliente

44 CMMI - Consulting Sistemas Modelo Ideal Fases de Implantação

45 CMMI - Consulting Sistemas Fases de Implantação Fase 1 - INÍCIO Motivar a organização para a implantação dos processos ou mudanças nos processos existentes Entender as razões para implantação do modelo CMMI e estabelecer os seus objetivos gerais, de forma a contribuir para os objetivos da organização; Criar a infraestrutura necessária para implantação do modelo CMMI e definir papéis e responsabilidades dos envolvidos, como, por exemplo: Gerente Sênior, Gerente do Ciclo, Gerente do Ciclo do Cliente e Grupo de Processos (EPG - Engineering Process Group); Obter os patrocinadores para implantação do modelo CMMI e a aprovação para continuidade do programa, incluindo aprovação para alocação de recursos para o trabalho a ser realizado. Resultado  Documento de aprovação do início do projeto (Project Charter).

46 CMMI - Consulting Sistemas Fases de Implantação Fase 2 - DIAGNÓSTICO Mapear a situação atual e desejada, com base no nível de maturidade pretendido: Obter um entendimento detalhado da situação da organização em relação aos processos que serão trabalhados; Mapear o estado atual e o estado desejado do(s) processo(s) da organização; Envolver representantes das várias áreas da organização que utilizam o processo; Elaborar as recomendações para se resolver os problemas identificados, com foco nas necessidades específicas da organização; Validar o diagnóstico com o cliente, uma vez que o resultado irá direcionar o Plano de Implantação. Resultado  RAO – Relatório de Análise da Organização.

47 CMMI - Consulting Sistemas Fases de Implantação Fase 3 - ESTABELECIMENTO Estabelecer as prioridades : Considerar recomendações elaboradas na fase de Diagnóstico, a capacidade, objetivos e restrições da organização. Elaborar o Plano de Implantação: Considerar prazos, custos, riscos, pontos de controle, comunicação, responsabilidades, e outros elementos como a visão da organização, o seu plano estratégico e as lições aprendidas em projetos anteriores. Definir objetivos mensuráveis a partir dos objetivos gerais definidos na fase de Início. Definir métricas para monitorar o progresso do projeto. Definir uma estratégia de implantação do processo (utilização de projetos pilotos, treinamentos, etc) Resultado  Plano do Ciclo de Melhorias

48 CMMI - Consulting Sistemas Fases de Implantação Fase 4 - AÇÃO Definir e implementar soluções para os problemas diagnosticados e priorizados nas fases anteriores, de acordo com o planejamento estabelecido; Elaborar / adequar / melhorar o processo, podendo ser utilizadas INOVAÇÕES; Capacitar a equipe na aplicação do processo; Testar o processo em um projeto-piloto; Refinar o processo com base no aprendizado do projeto-piloto; Implantar o processo em toda a organização; Disseminar / Institucionalizar o uso do processo. Resultado  Processo definido, documentado e institucionalizado.

49 CMMI - Consulting Sistemas Fases de Implantação Fase 4 - AÇÃO Definir e implementar soluções para os problemas diagnosticados e priorizados nas fases anteriores, de acordo com o planejamento estabelecido; Elaborar / adequar / melhorar o processo, podendo ser utilizadas INOVAÇÕES; Capacitar a equipe na aplicação do processo; Testar o processo em um projeto-piloto; Refinar o processo com base no aprendizado do projeto-piloto; Implantar o processo em toda a organização; Disseminar / Institucionalizar o uso do processo. Resultado  Processo definido, documentado e institucionalizado.

50 CMMI - Consulting Sistemas Fases de Implantação Fase 5 - LIÇÕES Analisar, validar e divulgar os resultados do projeto e as lições aprendidas Levantar pontos de melhoria, desenvolver recomendações para o próximo ciclo de melhoria. Analisar as estratégias e a infraestrutura utilizadas para efetuar correções ou ajustes no projeto, se necessário. Revisar os objetivos para determinar se foram atingidos, e como a organização pode conduzir novos ciclos de melhoria no futuro. Algumas questões podem ser levantadas em relação à infraestrutura, às soluções implementadas, à comunicação entre as pessoas, o apoio gerencial ao programa, dentre outros. Planejar novos ciclos de melhoria. Resultado  Lições documentadas na base de conhecimento.

51 Soluções Especialistas Sistemas

52 A Spread conta com um conjunto de soluções especialistas para diversos tipos de negócios Automação de Atendimento Digital ITyX – absorve o comportamento dos funcionários durante o processamento de comunicação digital e passa automaticamente a responder Chat´s, s, SMS e Redes Sociais. Migração e Modernização de Mainframe SADS – Um conjunto completo e integrado de ferramentas de apoio a migração e modernização de ambientes mainframe e desenvolvimento, produção e manutenção de sistemas. Gestão de Documentos Docman – Permite organizar, gerenciar e controlar documentos eletrônicos e imagens de documentos com o máximo de acessibilidade, uso, compartilhamento e segurança. Performance de Negócios Visual Cue - Solução para ajudar empresas a entenderem e interpretarem seus dados e operações de forma simples, transparente e intuitiva, permitindo decisões mais rápidas e assertivas para melhorar a eficiência de suas operações. Recuperação de Credito e Cobrança Qualco - inteligência, eficiência e melhores resultados ao longo do ciclo de vida do crédito com a Solução Qualco Collections, incluindo Intra-Collect e Extra-Collect que ajudam nas operações de Risco de Crédito, Cobranças, Recuperações Externas, Venda de Dívidas, MI incomparável e proporcionam significativa redução de custos para a empresa.

53 o futuro. Agora.


Carregar ppt "Sistemas. A Fábrica de Software da Spread conta com uma completa estrutura relacionada a Desenvolvimento de Software, Migração de Dados, Testes, Integração."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google