A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Elementos estruturais: colunas ou pilastras das ordens clássicas (coríntia e compósita), abóbada de berço, arco de volta perfeita, frontão triangular ou.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Elementos estruturais: colunas ou pilastras das ordens clássicas (coríntia e compósita), abóbada de berço, arco de volta perfeita, frontão triangular ou."— Transcrição da apresentação:

1 Elementos estruturais: colunas ou pilastras das ordens clássicas (coríntia e compósita), abóbada de berço, arco de volta perfeita, frontão triangular ou semicircular, tirantes de metal, cúpula, aletas. Profª Cristina Romba

2 Igreja da Graça, Évora Aleta Frontão triangular Friso Arco de volta perfeita Abóbada de berço Cornija Balaustrada Pilastra Profª Cristina Romba

3 Elementos decorativos: frontões por cima de portas e janelas, balaustradas, cornijas, decoração naturalista (conchas, florões, grinaldas de flores). Profª Cristina Romba

4 Pintura Grandes inovações Flandres Descoberta da pintura a óleo (atribuída a Van Eyck). Contribui para dar à composição mais vivacidade, mais brilho, maior durabilidade.  Flandres  Itália Dois grandes focos de pintura Uma grande inovação Flandres Profª Cristina Romba

5 Itália (várias inovações) Aplicação da lei da perspectiva à pintura, o que permite: - criar a ilusão de profundidade/ tridimensionalidade; - dar à composição um aspecto de total equilíbrio (distribuição ordenada das formas). Outra grande inovação Profª Cristina Romba

6 Técnica do “sfumato”, provavelmente atribuída a da Vinci: confere à pintura um aspecto mais suave na transição da cor escura para a cor clara; Técnica do “modelato”: consiste na aplicação de camadas muito finas de tinta, que se vão sobrepondo sobre a mesma superfície, produzindo um efeito de brilho e transparência. Leonardo da Vinci, A Virgem com o Menino e Santa Ana Profª Cristina Romba

7 Características da pintura Naturalismo (presença de elementos naturais: paisagem, árvores, rios, rochedos…); Racionalismo (a composição parece enquadrar-se num esquema geométrico, geralmente uma pirâmide ou triângulo); Equilíbrio (distribuição equilibrada das formas, dos volumes); Aplicação da lei da perspectiva (profundidade); Presença de elementos arquitectónicos (pontes, arcos, edifícios…). Rafael, Madona no prado, 1505 Profª Cristina Romba

8 Van Eyck, A Virgem e o Chanceler Rolin, 1485 Da Vinci, A Virgem dos Rochedos, 1506 Profª Cristina Romba

9 Sandro Botticelli, Primavera Profª Cristina Romba

10 Miguel Ângelo Capela Sistina, Vaticano O fresco Profª Cristina Romba

11 O retrato Inicialmente: - Busto tendo como fundo uma janela ou uma paisagem (Monalisa, da Vinci); Depois: - Retrato a ¾ com fundo escuro. Mais realista (Retrato de Homem, Antonello da Messina). Profª Cristina Romba

12 Escultura Realismo/naturalismo: grande semelhança com o real, perfeito conhecimento do corpo humano (revela conhecimentos de anatomia); Dinamismo: sensação de movimento (nas pregas da roupa, na contracção dos músculos, na posição do corpo…); Expressividade: captação de sentimentos/ emoções (angústia, tristeza, êxtase, tranquilidade, …); Miguel Ângelo, David Características Profª Cristina Romba

13 Racionalismo: recurso a esquemas compositivos geometricamente simples como o triângulo (Pietà) ou linhas/ contornos que acompanham o movimento do corpo (David); Harmonia/ equilíbrio/ proporção: recurso aos cânones clássicos (ex: cabeça = 1/7 da altura total do corpo). Miguel Ângelo, Pietà Profª Cristina Romba

14 Os temas na pintura e na escultura O Homem (enquanto ser humano e indivíduo); Figuras mitológicas (O nascimento de Vénus, Primavera, Júpiter…); Temas religiosos (Nossa Senhora, Menino Jesus, santos, a Criação…). Profª Cristina Romba

15 O Renascimento em Portugal Claustro do Convento de Cristo, Tomar Claustro da Sé de Viseu Profª Cristina Romba

16 Igreja da Misericórdia, GuimarãesIgreja dos Grilos, Porto Profª Cristina Romba

17 Quando o gótico- manuelino se encontra com o renascimento Convento de Cristo, Tomar Profª Cristina Romba

18 PORTUGAL: a persistência do Gótico e o Manuelino  Em Portugal, o Gótico prevaleceu até ao século XVI.  Mantém-se a estrutura gótica (altura dos edifícios, a cobertura em abóbada de cruzamento de ogivas,…);  …e adoptam-se novos elementos decorativos, inspirados nos Descobrimentos: o manuelino. Profª Cristina Romba

19 a esfera armilar; os símbolos heráldicos; a cruz da ordem de Cristo; elementos naturalistas (algas, conchas…); cordas (simples ou entrelaçadas, nós). Os elementos decorativos são, essencialmente: Janela do Convento de Cristo, Tomar Profª Cristina Romba

20 Torre de Belém, Lisboa Profª Cristina Romba

21 Mosteiro dos Jerónimos, Lisboa Profª Cristina Romba


Carregar ppt "Elementos estruturais: colunas ou pilastras das ordens clássicas (coríntia e compósita), abóbada de berço, arco de volta perfeita, frontão triangular ou."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google