A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FORÇA DE ATRITO Aula de Física Agosto de 2013. Força de Atrito.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FORÇA DE ATRITO Aula de Física Agosto de 2013. Força de Atrito."— Transcrição da apresentação:

1 FORÇA DE ATRITO Aula de Física Agosto de 2013

2 Força de Atrito

3 Atrito Estático e Atrito Dinâmico E >

4 Força de Atrito

5

6 Um bloco de massa 0,80 kg desloca-se numa mesa horizontal sob ação de uma força horizontal de intensidade F = 6,0 N, realizando um movimento retilíneo e uniforme. Considere g = 10 m/s 2. Determine: a)As intensidades das forças de atrito e normal que a mesa aplica no bloco. b)A intensidade da força resultante que a mesa aplica no bloco. c)O coeficiente de atrito estático. b) F R = 0 c) F = f at F = f at = E. N = = E. P 6 = = E. 8 E = 0,75 a) F at = F = 6 N N = m. g = 0, = 8 N

7 Um bloco de massa 1,0 kg desloca-se numa mesa horizontal sob ação de uma força horizontal de intensidade F = 10 N. O coeficiente de atrito dinâmico entre a mesa e o bloco é igual a 0,50. Considere g = 10 m/s 2. a) F R = m. a F – f at = m. a 10 – ( D. N) = 1. a 10 – (0,5. 10) = a a = 5 m/s² a) Determine a aceleração do bloco. b) Supondo que o bloco partiu do repouso qual é sua velocidade após percorrer 2,5 m? b) V² = V 0 ² + 2. a. S V² = (0)² ,5 V² = 25 V = 5 m/s

8 Dois blocos A e B de massas m = 1,0 kg e M = 2,0 kg, respectivamente, estão apoiados numa superfície horizontal e ligados por um fio ideal. Uma força horizontal constante de intensidade F = 12 N é aplicada ao bloco B e o conjunto entra em movimento. Determine a intensidade da aceleração dos blocos e a intensidade da força de tração no fio. Há atrito entre os blocos e a superfície, sendo o coeficiente de atrito dinâmico igual a 0,20. Aceleração dos Blocos F R = m. a F + P B – f atA = (m + M). a F + M. g - D. N = (m + M). a 12 + (2. 10) – (0,20. 10) = (1 + 2 ). a – 2 = 3. a a = 30/3 = 10 m/s²

9 Dois blocos A e B de massas m = 1,0 kg e M = 2,0 kg, respectivamente, estão apoiados numa superfície horizontal e ligados por um fio ideal. Uma força vertical constante de intensidade F = 12 N é aplicada ao bloco B e o conjunto entra em movimento. Determine a intensidade da aceleração dos blocos e a intensidade da força de tração no fio. Há atrito entre os blocos e a superfície, sendo o coeficiente de atrito dinâmico igual a 0,20. Tração no fio (Bloco B) F R = m. a F + P B – T = M. a F + M. g – T = M. a 12 + (2. 10) – T = – 20 = T T = 12 N

10 Dois blocos A e B de massas m = 1,0 kg e M = 2,0 kg, respectivamente, estão apoiados numa superfície horizontal e ligados por um fio ideal. Uma força vertical constante de intensidade F = 12 N é aplicada ao bloco B e o conjunto entra em movimento. Determine a intensidade da aceleração dos blocos e a intensidade da força de tração no fio. Há atrito entre os blocos e a superfície, sendo o coeficiente de atrito dinâmico igual a 0,20. Tração no Fio (Bloco A) F R = m. a T – f atA = m. a T – D. N A = m. a T – (0,20. 10) = T – 2 = 10 T = 12 N

11 Considere dois blocos A e B de massas m = 2,0 kg e M = 1,0 kg, respectivamente. O bloco A está apoiado numa superfície horizontal e ligado ao bloco B por meio de um fio ideal. O sistema encontra-se em equilíbrio e na iminência de movimento. Considere g = 10 m/s 2. Determine o coeficiente de atrito estático entre o bloco A e a superfície de apoio. P B = T = m. g = = 10 N T = F atmáx = 10 N F atmáx = E. N F atmáx = E. (m. g) 10 = E. (2. 10) 10 = 20 E E = 0,50

12 Um bloco de peso P = 40 N está em repouso numa superfície horizontal. Os coeficientes de atrito estático e dinâmico, entre o bloco e a superfície, são respectivamente iguais a 0,40 e 0,35. Uma força horizontal de intensidade F é aplicada à caixa. Determine a intensidade da força de atrito que age na caixa nos casos: a) F < f atmáx ; o bloco não entra em movimento estando em repouso. b) F = F atmáx ; o bloco não entra em movimento, mas encontra-se na iminência de escorregar. a) F = 10 N; b) F = 16 N; c) F = 18 N F atmáx = E. N = 0, = 16 N F atD = D. N = 0, = 14 N c) F > F atmáx ; o bloco entra em movimento e a força de atrito é a dinâmica (f atD = 14 N).

13 Um bloco é colocado num plano inclinado que forma com a horizontal um ângulo θ. Considere que o bloco esteja na iminência de escorregar. Prove que o coeficiente de atrito estático entre o bloco e o plano é igual a tg θ. F R = 0 (iminência de escorregar) P t = F at (m. g. sen ) = ( E. N) (m. g. sen ) = ( E. P N ) (m. g. sen ) = ( E. m. g. cos ) sen = E. cos E = sen = tg cos

14 a) Calcule a aceleração dos blocos A e B, de mesma massa m, considerando que não existe atrito entre o bloco B e o plano inclinado. b) Sendo os coeficientes de atrito estático e dinâmico entre B e o plano inclinado iguais a 0,20, verifique se o sistema abandonado em repouso entra em movimento. Em caso afirmativo, calcule a aceleração dos blocos. São dados: sen θ = 0,60, cos θ = 0,80 e g = 10m/s². Considere o fio e a polia ideais. a) F R = m. a P A – P t = (m + m). a m.g – m. g. sen = 2ma m.g. (1 – sen ) = 2ma g. (1 – sen ) = 2a 10. (1 – 0,6) = 2a 10. 0,4 = 2a a = 4 /2 = 2 m/s²

15 a) Calcule a aceleração dos blocos A e B, de mesma massa m, considerando que não existe atrito entre o bloco B e o plano inclinado. b) Sendo os coeficientes de atrito estático e dinâmico entre B e o plano inclinado iguais a 0,20, verifique se o sistema abandonado em repouso entra em movimento. Em caso afirmativo, calcule a aceleração dos blocos. São dados: sen θ = 0,60, cos θ = 0,80 e g = 10m/s 2. Considere o fio e a polia ideais. P A = m. g F at + P t = μ.m.g. cosθ + m.g. senθ = (0,20.m.g.0,80) + (m.g.0,60) = 0,76.m.g P A > F at + P t (entra em movimento) F R = m. a P A – (F at + P t ) = (m + m). a m.g - (F at + P t ) = 2.m.a m.g - 0,76.m.g = 2m.a 0,24.m.g = 2m.a 0, = 2.a 2,4 = 2.a a = 1,2 m/s 2


Carregar ppt "FORÇA DE ATRITO Aula de Física Agosto de 2013. Força de Atrito."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google