A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A Relação entre a Credibilidade do Banco Central e a Inflação no Brasil do Regime de Metas Inflacionárias Bruno Freitas Nahon Roberto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A Relação entre a Credibilidade do Banco Central e a Inflação no Brasil do Regime de Metas Inflacionárias Bruno Freitas Nahon Roberto."— Transcrição da apresentação:

1 A Relação entre a Credibilidade do Banco Central e a Inflação no Brasil do Regime de Metas Inflacionárias Bruno Freitas Nahon Roberto Meurer Centro de Pós-Graduação em Economia / UFSC

2 Panorama geral Introdução Arcabouço teórico da credibilidade Mensuração da credibilidade Credibilidade no Brasil: cálculo dos índices Evidência empírica Conclusão

3 Introdução Importância da credibilidade na condução da política monetária: maior credibilidade menores pressões inflacionárias 1999: Brasil adota formalmente o regime de metas de inflação - Ata do Copom - pesquisa Focus - relatórios trimestrais Cinco formas de quantificar a credibilidade

4 Arcabouço teórico da credibilidade Kydland & Prescott (1977) Barro & Gordon (1983) Curva de Phillips: trade-off entre inflação e desemprego Curva de oferta de Lucas:, b > 0

5 Arcabouço teórico da credibilidade Inconsistência temporal política discricionária leva a inflação ineficientemente alta Política monetária baseada em regras Credibilidade do BC: reputação

6 Mensuração da credibilidade Svensson (2000): credibilidade como a distância entre a inflação esperada e a meta do Banco Central Índice de Cecchetti e Krause (2002):

7 Mensuração da credibilidade Índice de Credibilidade de Sicsú (2002): IC S normalizado em Mendonça (2004):

8 Mensuração da credibilidade Índice Proposto: Razão de Credibilidade:

9 Credibilidade no Brasil: cálculo dos índices

10

11

12 Evidência empírica: Modelos estimados Selic Meta: IC S : R 2 ajustado = 0,563 IC SN : R 2 ajustado = 0,125 IC CK : R 2 ajustado = 0,508 IC P : R 2 ajustado = 0,601 RC : R 2 ajustado = 0,656 Selic Mercado: IC S : R 2 ajustado = 0,643 IC SN : R 2 ajustado = 0,130 IC CK : R 2 ajustado = 0,625 IC P : R 2 ajustado = 0,638 RC : R 2 ajustado = 0,751

13 Evidência empírica: Causalidade de Granger

14 Conclusão Regime de metas de inflação: credibilidade do BC é fator condicionante para que a meta seja alcançada. Dos índices apresentados, Razão de Credibilidade foi o que melhor explicou as taxas de juros. O Índice Proposto e a Razão de Credibilidade foram os que melhor representaram a relação de causalidade entre a credibilidade e as taxas de juros.


Carregar ppt "A Relação entre a Credibilidade do Banco Central e a Inflação no Brasil do Regime de Metas Inflacionárias Bruno Freitas Nahon Roberto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google