A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Porquê Ensinar a Estudar e a Aprender? Porquê Ensinar a Estudar e a Aprender? Quando os alunos se confrontam com TAREFAS de APRENDIZAGEM intervêm componentes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Porquê Ensinar a Estudar e a Aprender? Porquê Ensinar a Estudar e a Aprender? Quando os alunos se confrontam com TAREFAS de APRENDIZAGEM intervêm componentes."— Transcrição da apresentação:

1 1 Porquê Ensinar a Estudar e a Aprender? Porquê Ensinar a Estudar e a Aprender? Quando os alunos se confrontam com TAREFAS de APRENDIZAGEM intervêm componentes de NATUREZA COGNITIVA NATUREZA COGNITIVA NATUREZA AFECTIVA NATUREZA AFECTIVA Estas duas variáveis Influenciam a tomada de decisão sobre o que fazer para atingir os objectivos educacionais e como fazer para melhorar o nível de realização nas diferentes tarefas escolares QUALIDADEGRAU de SATISFAÇÃO PESSOAL Vão determinar a QUALIDADE da aprendizagem e o GRAU de SATISFAÇÃO PESSOAL obtido Quando nos envolvemos na realização de diferentes tarefas, é importante avaliar os procedimentos e os meios de aprendizagem que adoptamos face a essas tarefas Quais os objectivos? Que estratégias utilizar? Como modificá-las quando se revelam pouco eficazes? Estratégias de Aprendizagem Orientações Motivacionais

2 2 ESTUDAR- O que é? ESTUDAR- O que é? Procurar adquirir o conhecimento de algo Preparar, Examinar Observar cuidadosamente Dedicar-se à apreciação, análise ou compreensão Condições de suporte à aprendizagem PARTICIPAÇÃO ACTIVA DO SUJEITO QUE ESTUDA Diferente de leitura passiva Diferente de memorização automática Em termos ideais o BOM ESTUDANTE DEVE: RESOLVER PROBLEMAS SABER RESOLVER PROBLEMAS SELECCIONAR SELECCIONAR MÉTODOS DE TRABALHO ADEQUADOS IDENTIFICAR IDENTIFICAR AS CAUSAS DAS SUAS DIFICULDADES AVALIAR CORRIGIR AVALIAR E CORRIGIR O SEU DESEMPENHO ESCOLAR

3 3 ATENÇÃO/CONCENTRAÇÃO ATENÇÃO/CONCENTRAÇÃO A capacidade de atenção depende do modo como cada indivíduo consegue centrar-se numa tarefa, desligando-se ou excluindo todos os estímulos presentes no seu meio ambiente, nesse preciso momento. Há estudos que mostram que uma pessoa capta: 20% DO QUE OUVE 30% DO QUE VÊ 50% DO QUE VÊ E OUVE 80% DO QUE OUVE, VÊ E FAZ - é um factor importante, na medida em que o aluno utiliza a maior parte dos seus sentidos (ouve, vê e escreve) Tirar apontamentos

4 4 A Capacidade de Atenção pode ser reforçada se se fizer um estudo activo e procurar usar o maior número de sentidos ( OUVIR, VER, FAZER-ESCREVER ) TIRAR APONTAMENTOS vantagens: * Uma forma de manter a atenção fixa na aula * Bom material de trabalho para estudar Não se podem escrever todas as palavras Não se compreende a explicação Não se dá sentido ao que se ouve

5 5 SUGESTÕES PARA TIRAR APONTAMENTOS SUGESTÕES PARA TIRAR APONTAMENTOS Compreenda primeiro o que o professor diz, só depois deve tirar as notas; Fixe e anote sempre o essencial; Procure ser exacto: verifique todas as ideias, a ortografia dos nomes próprios, os números- datas, registe as referências bibliográficas; Coloque títulos sobre cada assunto; Sintetize as ideias expostas e utilize palavras próprias; Escreva de forma legível; Copie os exemplos dados pelo professor e tenha atenção a frases como: Por exemplo, Há a salientar, Os factores fundamentais são...; Deixe espaços entre as notas (para depois de as comparar com as de outros colegas, as completar); Utilize abreviaturas; Faça um trabalho de acabamento após cada lição:. Releia, verifique e complete o texto;. Coloque os títulos e trace os esquemas devidamente;. Destaque as ideias principais e sublinhe-as

6 6 O LOCAL DE ESTUDO

7 7 O local de estudo deve ser fixo. Deve ser um LABORATÓRIO DE TRABALHO que reuna todas estas condições: - Que te permita concentrares-te nos estudos. Isto significa não ter ruídos, nem distracções, nem interrupções, etc. - Que te permita trabalhar comodamente. Deves ter uma mesa de estudo, cadeira adequada, os teus livros e material escolar à mão, boa ventilação, temperatura e iluminação. - Que te permita pensar que esse lugar é teu. O teu laboratório de trabalho é pessoal, íntimo, teu, porque é lá que realizas as experiências mais importantes, é lá que te vais formando e aprendendo mais um pouco. UMA PESSOA ORGANIZADA RENDE MAIS DO QUE 10 DESORGANIZADAS. NÃO SABER ONDE SE TEM AS COISAS, OU DEIXAR OS MATERIAIS EM QUALQUER LADO É BASTANTE PREJUDICIAL PARA O ESTUDO, POIS UM ESTUDANTE DESORGANIZADO PERDE MUITO TEMPO E ENERGIAS E ACABA POR TIRAR POUCO PROVEITO E RENDIMENTO DO ESTUDO.

8 8 HORÁRIO DE ESTUDO PORQUÊ? * Aproveitamento mais racional do tempo; * Conciliação de actividades; * Obrigatoriedade de cumprir regras; * Ajuda no combate à distracção; * Limitação do tempo de trabalho a cumprir ficar horas com os livros à frente a fingir que se estuda; * Permite trazer a matéria em dia maior motivação e aumento da confiança em si mesmo. ALGUMAS REGRAS: * Preparar diariamente as matérias, despendendo mais tempo com as de maior dificuldade; * Reservar os assuntos mais problemáticos para as alturas em que se tem mais energia; * Não estudar, de seguida, algumas disciplinas que podem causar interferência; * Alternar disciplinas teóricas com disciplinas mais práticas, trabalhos de casa com leituras...; * Efectuar pausas.

9 9 COMO FAZER UM HORÁRIO DE ESTUDO ? COMO FAZER UM HORÁRIO DE ESTUDO ? Evita as maratonas de estudo nas vésperas dos exercícios. Desperdício de tempo e energia. * Faz períodos de 30 a 45 minutos seguidos de um intervalo (5 a 10 minutos). * Ordena as disciplinas mas... Evita o processo de interferência. * Tenta a complementaridade (Ex. História e Geografia) O TEMPO O TEMPO NECESSIDADES * Mais tempo para as disciplinas com maior dificuldade. * As disciplinas de que menos gostas: - quando tens mais energia; - intercalar com outras de que gostas mais. ESTUDA TODAS AS DISCIPLINAS SEMANALMENTE APROVEITA BEM O TEU TEMPO LIVRE sente a diferença entre trabalho e lazer

10 10 MEMORIZAR NÃO É APENAS REPETIR, REPETIR, REPETIR,... A MEMORIZAÇÃO Organização dos vários elementos com sentido. Relacionar logicamente COMPREENDER MEMÓRIA COMPREENSIVA * Usa todo o material necessário para COMPREENDER realmente. (NÃO É PERDER TEMPO) PARA RECORDAR COM MAIS FACILIDADE É POIS NECESSÁRIO: * Compreender; * Organizar com sentido e compreender a estrutura de cada uma das partes e do todo; * Utilizar material de consulta adequado.

11 11 MEMÓRIA Evocação Retenção Tem limites... A forma como se retém influencia a facilidade/dificuldade de evocar. Para mais facilmente memorizar deve-se: Compreender a informação; Organizar a informação (a informação é reduzida aos aspectos essenciais); Reter a informação (repetição da leitura, da informação...) ; Evocar a informação (revisões regulares, auto- avaliação,...).... NÃO HÁ PASTILHAS DE MEMÓRIA OU MEDICAMENTOS PARA DESENVOLVER A MEMÓRIA....

12 12

13 13 MÉTODO DE ESTUDO P.L.E.M.A. MÉTODO DE ESTUDO P.L.E.M.A. P RÉ-LEITURA : Leitura rápida dos resumos, títulos, objectivos… L EITURA : Ler com atenção e detalhadamente Sublinhar o mais importante Utilizar cores Traços diferentes… E squema: Resumo da matéria É importante porque: C ontém a matéria condensada A juda nas revisões E screver ajuda a compreensão e formulação de ideias F avorece a concentração devido à mudança de trabalho/tarefa A juda a memorizar M EMORIZAR: A uto-AVALIAÇÃO: Repetir por palavras suas o que se estudou Objectivo: Ver o que já sabe e o que ainda não sabe Repetição da leitura do Esquema (não queira memorizar tudo de uma vez)

14 14 PREPARAÇÃO DE PONTOS/EXAMES As situações de AVALIAÇÃO geram ANSIEDADE, MEDO - Provocadas pela falta de hábitos e métodos de estudo adequados - Falta de segurança na matéria - Conhecimentos pouco consistentes - Noção errada do que realmente se sabe... ESTRATÉGIAS a adoptar CONTROLO DA ANSIEDADE Enfrentar a situação - Plano de estudo; - Auto-confiança e segurança; - consciência dos pontos importantes a incidir...

15 15 MEDO DO FRACASSO Por vezes o MEDO DO FRACASSO leva-nos a desenvolver pensamentos e crenças irracionais que afectam negativamente o nosso nível de desempenho: * Desinteresse, desmotivação : não vale a pena, os outros não estudam e conseguem, sou o mais lento da turma... * Desvalorizar as próprias capacidades : não sou capaz, não sou tão bom como os outros, nunca fui bom a matemática, nunca vou conseguir fazer a disciplina... * Pessimismo : não vou conseguir, fartei-me de estudar e não sei nada, e se estou a estudar e depois chego lá e não consigo fazer nada?... SOLUÇÃO? * Desenvolver a auto-confiança, ser persistente e valorizar as capacidades e não as limitações. EU SOU CAPAZ. VOU CONSEGUIR. É UMA ESTUPIDEZ ESTAR NERVOSO. EU ESTUDEI. COMPREENDI BEM A MATÉRIA TODA. ESTOU BEM PREPARADO. VOU TER UMA BOA NOTA. * ACREDITAR NO SUCESSO ATRAI O SUCESSO

16 16 VÉSPERA E DIA DO EXAME: * Estudar com antecedência é o mais importante, pois desta forma sentir-se-ão mais seguros da matéria e a ansiedade será muito menor; * Estudando na véspera, o mais provável é que não consigam bons resultados pois em situações de grande pressão a memória é a primeira a falhar; * Na véspera, revê a matéria mas não deixes o estudo para a última hora; * À noite, descansa o suficiente; * Na hora do exame, escuta com atenção as indicações dadas pelo professor; * Dá uma leitura atenta a todas as perguntas que constituem o enunciado; * Começa pelas que dominas melhor. Podes esquematizar a resposta por tópicos; * Vai controlando o tempo e continua com as perguntas mais difíceis. Mantém a calma; * Finalmente, revê as tuas respostas, faz as correcções que achares necessárias e entrega o exame.


Carregar ppt "1 Porquê Ensinar a Estudar e a Aprender? Porquê Ensinar a Estudar e a Aprender? Quando os alunos se confrontam com TAREFAS de APRENDIZAGEM intervêm componentes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google