A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Estratégia e Dimensão das Empresas Jorge Armindo Primeira Convenção Compromisso Portugal Convento do Beato Lisboa, 10 de Fevereiro de 2004.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Estratégia e Dimensão das Empresas Jorge Armindo Primeira Convenção Compromisso Portugal Convento do Beato Lisboa, 10 de Fevereiro de 2004."— Transcrição da apresentação:

1

2 Estratégia e Dimensão das Empresas Jorge Armindo Primeira Convenção Compromisso Portugal Convento do Beato Lisboa, 10 de Fevereiro de 2004

3 ©Accenture 2001 All Rights Reserved2 estratégia dimensão

4 ©Accenture 2001 All Rights Reserved3 A importância da estratégia Não há bom vento para um barco que não sabe qual o porto do destino Seneca Seneca Não basta ter um bom barco, uma excelente tripulação se não há quem decida o rumo a seguir: o porto de destino e a rota

5 ©Accenture 2001 All Rights Reserved4 Estratégia Capacidade empresarial/ Empreendorismo O fracasso de quem não identifica as oportunidades, identifica as oportunidades e adia as decisões ou não decide

6 ©Accenture 2001 All Rights Reserved5 O adiamento é o assassino natural da oportunidade O maior erro que se pode cometer na vida é estar constantemente com medo de cometer um

7 ©Accenture 2001 All Rights Reserved6 As questões essenciais na definição de uma estratégia consequente: Onde quero/posso chegar? Onde quero/posso chegar? Que rota devo seguir? Que rota devo seguir? Quais os obstáculos a ultrapassar? Quais os obstáculos a ultrapassar? Quais os meios de que disponho? Quais os meios de que disponho? Conhecimento da envolvente Da concorrência Do mercado Da fronteira tecnológica Tecnologia Capacidade financeira Organização Competitividade custo Competitividade diferenciação identificação das coordenadas de partida antecipação dos obstáculos de percurso afectação e organização dos recursos necessários Estratégia O fracasso dos que partem sem cartas de navegação e ignorantes das marés e dos ventos

8 ©Accenture 2001 All Rights Reserved7 Capacidade de recolha e Capacidade de recolha e processamento da informação Competitividade custos Competitividade custos (economias de escala e de gama) Acesso ao mercado: Acesso ao mercado: Relação com as redes de distribuição Relação com as redes de distribuição volume mínimo para o volume mínimo para o acesso ao mercado Notoriedade (marketing) Notoriedade (marketing) Capacidade de inovação (v.g. I&D) Capacidade de inovação (v.g. I&D) Capacidade financeira Capacidade financeira Dimensão

9 ©Accenture 2001 All Rights Reserved8 O dia da cooperação chegou para ficar. O dia da cooperação chegou para ficar. O individualismo foi-se para nunca mais voltar John Rockfeller( )

10 ©Accenture 2001 All Rights Reserved9 O papel da cooperação entre empresas O papel da cooperação entre empresas Potenciar a produção dos bens que podem ser apropriados e que requerem uma dimensão mínima Potenciar a produção dos bens que podem ser apropriados e que requerem uma dimensão mínima I&DT I&DT Formação profissional específica Formação profissional específica Plataformas de distribuição Plataformas de distribuição Notoriedade de grupo Notoriedade de grupo

11 ©Accenture 2001 All Rights Reserved10 O papel do Estado: O papel do Estado: Optimizar a envolvente macro-económica, social e política e minimizar a sua turbulência Optimizar a envolvente macro-económica, social e política e minimizar a sua turbulência Providenciar os bens públicos (isto é os que não estão ao alcance das empresas ou que são apropriáveis por todos uma vez disponíveis), vg: Providenciar os bens públicos (isto é os que não estão ao alcance das empresas ou que são apropriáveis por todos uma vez disponíveis), vg: Informação (gps e metereologia) Informação (gps e metereologia) Infra-estruturas Infra-estruturas Educação e formação Educação e formação Justiça e segurança Justiça e segurança I&DT fundamental I&DT fundamental

12 ©Accenture 2001 All Rights Reserved11 Desafios actuais Melhorar a produtividade – fundamental para tornar as empresas mais competitivas e capazes de criar mais riqueza Apostar na inovação e na cooperação como requisitos de progresso e desenvolvimento Criar condições que tornem a economia portuguesa mais atractiva e que estimulem o investimento estrangeiro, trazendo mais empresas e sectores para Portugal, renovando o tecido empresarial Papel do Estado na qualidade da educação / formação específica para um trabalho cada vez mais qualificado Política fiscal Criar novos segmentos de negócio e procurar nichos de mercado Criar valor é o desafio que continua a colocar-se a empresários e gestores

13 ©Accenture 2001 All Rights Reserved12 Conformity is the failer of freedom and the enemy of growth Conformity is the failer of freedom and the enemy of growth John F. Kennedy


Carregar ppt "Estratégia e Dimensão das Empresas Jorge Armindo Primeira Convenção Compromisso Portugal Convento do Beato Lisboa, 10 de Fevereiro de 2004."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google