A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Transporte Rodoviário A rede rodoviária nacional é formada : pela rede nacional fundamental e pela rede nacional complementar. A rede nacional fundamental:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Transporte Rodoviário A rede rodoviária nacional é formada : pela rede nacional fundamental e pela rede nacional complementar. A rede nacional fundamental:"— Transcrição da apresentação:

1 Transporte Rodoviário A rede rodoviária nacional é formada : pela rede nacional fundamental e pela rede nacional complementar. A rede nacional fundamental: é constituída pelos itinerários principais (IP), é constituída pelos itinerários principais (IP), que estabelecem a ligação entre os centros urbanos com influência supradistrital e entre estes e os principais portos, aeroportos e fronteiras. Inclui também as auto-estradas, exceptuando as que asseguram a circulação dentro das áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto.

2 Transporte Rodoviário A rede nacional complementar: integra os itinerários complementares (IC) e integra os itinerários complementares (IC) e as estradas nacionais (EN) Assegura a ligação entre a rede nacional fundamental e os centros urbanos de influência concelhia ou supraconcelhia, mas infradistrital e apresentam duas categorias: estradas municipais. estradas regionais

3 Densidade da rede Nacional de estradas por Distrito

4 A malha rodoviária apresenta: maior densidade no corredor litoral (entre Setúbal e Viana do Castelo e em redor dos grandes centros urbanos, com especial expressão nas ligações suburbanas às áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto. Deste corredor partem eixos transversais que estabelecem a ligação entre o litoral e o interior). O contraste é também evidente entre as regiões do Norte e as do Sul, sendo aquelas mais bem servidas. Nas regiões autónomas, de um modo geral, a rede viária forma um circuito a baixa altitude, estabelecendo ligações entre as principais cidades do litoral e atravessa as ilhas de forma a servir as localidades do interior.

5 Transporte Ferroviário: A rede ferroviária nacional apresenta uma hierarquização que inclui os seguintes eixos: Rede principal (linhas do Norte, da Beira Alta e da Beira Baixa) de interesse nacional e internacional, com um total de cerca de 1420 km; Rede complementar (ramais e extensões), com cerca de 1085 km. Não sendo financeiramente rendível, a sua exploração deve-se ao facto de ser considerada de utilidade pública; Rede secundária, com cerca de 176 km, serve necessidades ao nível regional e local, sendo a sua exploração da responsabilidade das autarquias e outros agentes locais. A linha do Norte, que percorre a faixa costeira mais densamente povoada (Lisboa-Porto-Braga), é a mais importante e nela circula o maior número de comboios diários de passageiros e de mercadorias.

6 As assimetrias territoriais fazem-se notar: na distribuição da rede e do fluxo de comboios e; na distribuição da rede e do fluxo de comboios e; ao nível da modernização do sistema-material circulante mais rápido e seguro, electrificação da rede, controlo automático de velocidade, sistema de sinalização e de telecomunicações moderno, condições mais presentes na linha do Norte e nas ligações internacionais (por Vilar Formoso e por Elvas). Transporte Ferroviário:

7 Extensão e Características da Rede Ferroviária Nacional (2003)

8 Rede Ferroviária A extensão da rede ferroviária nacional é de cerca de 3600 km e, no seu todo, encontra-se ainda pouco modernizada. Os melhoramentos já efectuados e os projectos de renovação previstos visam, principalmente, a modernização das vias de ligação internacional e de circulação Norte-Sul. A criação do serviço do comboio Alfa-Pendular é disso um bom exemplo. A nível regional, a rede ferroviária evidencia desi­ gualdades significativas

9 O Transporte Marítimo O transporte marítimo assegura 76% do nosso comércio externo, especialmente com os países da União Europeia, valor demonstrativo da importância dos portos na economia nacional. A nível interno, estabelece ligações entre o continente e as regiões autónomas, assegurando a mobilidade de pessoas e mercadorias entre as ilhas. Na rede nacional de portos destacam-se, como principais portos comerciais do país, em termos de carga movimentada: Lisboa, Lisboa,Sines, Leixões e Setúbal, Setúbal, Outros portos que registam um movimento considerável de embarcações são: Viana do Castelo, Aveiro, Figueira da Foz, Funchal (R. A. da Madeira), Ponta Delgada e Praia da Vitória (R. A. dos Açores).

10 O Transporte Aéreo Destacam-se pelo tráfego internacional de passageiros e carga os Aeroportos de: LisboaPortoFaro Funchal e Porto Santo (Madeira) Ponta Delgada, Lages, Horta e Santa Maria (Açores) Está projectado o Aeroporto de Ota que deverá resolver problemas: decorrentes do crescimento de tráfego aéreo de Lisboa decorrentes do crescimento de tráfego aéreo de Lisboa de segurança motivado pele proximidade de áreas residências. de segurança motivado pele proximidade de áreas residências.

11


Carregar ppt "Transporte Rodoviário A rede rodoviária nacional é formada : pela rede nacional fundamental e pela rede nacional complementar. A rede nacional fundamental:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google