A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Infecções Sexualmente Transmissíveis Trabalho realizado por: António Esteves, nº2 José Diogo Silva, nº10 Tiago Mourão, nº18 Ricardo Sousa, nº19 Professora:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Infecções Sexualmente Transmissíveis Trabalho realizado por: António Esteves, nº2 José Diogo Silva, nº10 Tiago Mourão, nº18 Ricardo Sousa, nº19 Professora:"— Transcrição da apresentação:

1 Infecções Sexualmente Transmissíveis Trabalho realizado por: António Esteves, nº2 José Diogo Silva, nº10 Tiago Mourão, nº18 Ricardo Sousa, nº19 Professora: Graça Alves Pinto Disciplina: Formação Cívica

2 Este trabalho foi realizado pelos alunos António Esteves, José Diogo, Tiago Mourão e Ricardo Sousa, no âmbito da disciplina de Formação Cívica. Neste trabalho iremos falar sobre as IST de origem bacteriana. Falaremos um pouco sobre elas e no que elas consistem. Dos sintomas, como se transmitem, … Esperemos que gostem.

3 As IST, ou infecções sexualmente transmissíveis, são doenças contagiosas cuja forma mais frequente de transmissão é através das relações sexuais (vaginais, orais ou anais).

4 Bactérias: Cancro mole Clamídia Granuloma Gonorreia Sífilis Vaginose Bacteriana

5 Fungos Candidíase Vírus Hepatite Herpes simples HIV HPV Molusco contagioso Parasitas Piolho-da-púbis Protozoários Tricomoníase Protozoários Tricomoníase

6 Vamos falar das IST de tipo bacteriano, ou seja, das infecções que se transmitem por via bacteriana. Estas infecções são transmitidas por via sexual e consistem em uma ou mais bactérias que atacam o nosso organismo. Iremos começar a apresentar:

7 Gonorreia: A gonorreia é uma infecção causada por uma bactéria chamada gonococo que provoca, sobretudo, a inflamação do aparelho genital feminino. Pode também afectar o pénis, a vagina, o colo do útero, a uretra, o ânus ou a garganta. A sua via de transmissão principal é a sexual, mas pode ser também transmitida de mãe para filho durante o parto.

8 À semelhança da maioria das IST, a gonorreia não apresenta sintomas, pelo que a ida ao médico para exames periódicos é fundamental para a sua detecção precoce. Quando existem, os sintomas são: Nas mulheres: dor pélvica, hemorragia, febre, penetração dolorosa, dor ao urinar, inflamação da vulva, vómitos, corrimento de cor amarelada ou esverdeada, urinar mais vezes e de forma mais frequente do que o normal. Nos homens: corrimento do pénis semelhante a pus, dor ou ardor ao urinar, urinar de forma mais frequente do que o normal.

9 Sífilis: A sífilis é uma infecção causada por uma bactéria chamada treponema pálida e afecta a vagina, o ânus, a uretra, o pénis bem como os lábios e a boca. Transmite-se pela prática de sexo vaginal, oral ou anal. Embora menos frequente, pode também transmitir-se através dos beijos.

10 Os sintomas da sífilis não são evidentes e variam consoante o estádio da doença: Fase 1 - Cerca de 3 semanas após a infecção, aparece uma pequena ferida/úlcera nos ógãos genitais, na boca, na mama ou no ânus.

11 Fase a 6 semanas depois do aparecimento da lesão, os sintomas podem incluir febre, dores de cabeça, perda de peso, dores musculares e fadiga. Fase 3 (última) - Nos casos em que não foi tratada, a sífilis pode levar a danos graves no sistema nervoso, no coração e no cérebro. Esta fase pode ocorrer 1 a 20 anos após a infecção.

12 Granuloma: É a formação de uma estrutura microscópica específica que se assemelha a um grânulo. É fácil de diagnosticar por ser específico de certas doenças crónicas. Outras doenças também formam granulomas como hanseníase, esquistossomose, sífilis, sarcoidose, doença da arranhadura de gato, algumas auto-imunes, dentre outras

13 Há dois tipos de granulomas que se diferem quanto a patogenia: os epitelióides e os de corpo estranho. Os granulomas epitelióides, ou granulomas imunes, são característicos de partículas insolúveis, tipicamente microorganismos que são capazes de induzir uma resposta imune.

14 Vaginose bacteriana: A Vaginose Bacteriana é uma infecção da vagina que ocorre em função de um desequilíbrio ecológico na flora vaginal, causado pela redução das bactérias “protectoras” e pelo aumento das bactérias “estranhas”, deixando a vagina “desprotegida” e gerando-se assim um ambiente mais propicio à entrada do vírus HIV.

15 Clamídia: A clamídia é uma infecção sexualmente transmissível (IST) causada pela bactéria clamídia trachomatis. Afecta os órgãos genitais masculinos e femininos. Esta pode produzir esporos, o que torna sua disseminação mais fácil. Na verdade, existem apenas três tipos de clamídia.

16 São elas :clamídia Trachomatis,clamídia Psitaci e clamídia Pneumoniae. E todas elas causam doenças aos seres humanos.

17 A espécie Trachomatis causa cegueira e IST´s. A espécie Pneumoniae causa doenças respiratórias semelhante a pneumonia causada por micro plasmas. A espécie Psitaci é transmitida pelas aves, e pode causar problemas a nível respiratório (tal como a Pneumonice)

18 Clamídia é conhecida como uma doença de prostitutas porque ela é passada através do sexo porque em torno de 3/4 das mulheres e metade dos homens infectados não apresentam sintomas. Caso os sintomas apareçam, eles geralmente manifestam-se entre 1-3 semanas depois da contaminação.

19 Nas mulheres a bactéria inicialmente infecta o cérvix e a uretra. Mulheres que apresentam sintomas podem ter secreções vaginais anormais e sensação de ardor ao urinar. Quando a infecção se espalha do cérvix aos tubos de falópio algumas mulheres ainda podem não apresentar nenhum sintoma, outras têm dores no abdômen inferior e na parte de baixo das costas, náusea, febre, dor durante o sexo e sangramento entre os ciclos menstruais.

20 Homens com sintomas podem ter secreções no pénis ou sensação de ardor ao urinar. Homens também podem ter uma sensação de ardor e coceira ao redor da abertura do pénis.

21 Cancro Mole: O cancro mole ou úlcera mole venérea é uma infecção sexualmente transmissível (IST), causada pela bactéria Hemophilus ducreyi. O cancro mole não é cancro.

22 Após a relação sexual, demora entre um dia e duas semanas até aparecer o cancro mole, normalmente na glande do pénis, escroto ou lados do pénis no homem, ou nos lábios maiores ou menores da vulva na mulher. No homem costumam ser apenas 1 ou 2 dias, mas na mulher podem ser até quatro dias, mas com menos sintomas.

23

24 Qual das seguintes infecções pode ser transmitida sexualmente? Hepatite Tuberculose Amigdalite

25 Qual o método que melhor protege contra as infecções sexualmente transmissíveis? Pilula Preservativo Espermicidas

26 As infecções sexualmente transmissíveis são muito fáceis de detectar? Verdadeiro Falso

27 Qual, das seguintes opções, é a forma mais fácil de ficar infectado com uma IST? Através da prática de sexo vaginal sem preservativo Beijos Partilha de talheres

28 O Herpes genital é uma infecção que apenas se transmite através do sexo oral? Verdadeiro Falso

29 A eficácia do preservativo feminino na prevenção das IST é... Maior que o preservativo masculino Menor que o preservativo masculino Igual ao preservativo masculino

30 Com este trabalho aprendemos mais sobre as IST e o que estas provocam quando são transmitidas. Foi um trabalho muito difícil de fazer pois apesar da informação ser fácil de encontrar, a procura de imagens foi muito difícil (pois estas eram muito chocantes). Apesar disso gostamos de realizar este trabalho.

31 nCatID= (Portuguese).aspx contagiosas/a_sifilis_o_que_e_diagnostico_e_tratament o nCatID= (Portuguese).aspx contagiosas/a_sifilis_o_que_e_diagnostico_e_tratament o

32


Carregar ppt "Infecções Sexualmente Transmissíveis Trabalho realizado por: António Esteves, nº2 José Diogo Silva, nº10 Tiago Mourão, nº18 Ricardo Sousa, nº19 Professora:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google