A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Filipa Vicente Professora de CFQ - Escola Manuel de Figueiredo Tema3 A TERRA EM TRANSFORMAÇÃO 3. 3. MISTURAS DE SUBSTÂNCIAS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Filipa Vicente Professora de CFQ - Escola Manuel de Figueiredo Tema3 A TERRA EM TRANSFORMAÇÃO 3. 3. MISTURAS DE SUBSTÂNCIAS."— Transcrição da apresentação:

1 Filipa Vicente Professora de CFQ - Escola Manuel de Figueiredo Tema3 A TERRA EM TRANSFORMAÇÃO MISTURAS DE SUBSTÂNCIAS

2 Filipa Vicente Professora de CFQ - Escola Manuel de Figueiredo

3 Filipa Vicente Professora de CFQ - Escola Manuel de Figueiredo MISTURAS DE SUBSTÂNCIAS  As misturas de substâncias podem ser classificados em três grandes grupos: MISTURAS de SUBSTÂNCIAS HOMOGÉNEASCOLOIDAIS HETEROGÉNEAS

4 Filipa Vicente Professora de CFQ - Escola Manuel de Figueiredo EEstas misturas são homogéneas porque não conseguimos distinguir os seus componentes. O aspecto é uniforme.

5 Filipa Vicente Professora de CFQ - Escola Manuel de Figueiredo EEstas misturas são heterogéneas porque conseguimos, com facilidade, distinguir alguns ou todos os seus componentes. O aspecto não é uniforme. Diagrama

6 Filipa Vicente Professora de CFQ - Escola Manuel de Figueiredo  Estas misturas são coloidais porque parecem homogéneas a olho nu, mas observadas mais atentamente ou com instrumentos de ampliação, mostram-se heterogéneas. Diagrama sangue maionese

7 Filipa Vicente Professora de CFQ - Escola Manuel de Figueiredo Misturas homogéneas = SOLUÇÕES Exemplos: SSoluções sólidas – aço ; ligas metálicas SSoluções líquidas – água mineral ; água salgada ; chá SSoluções gasosas – ar atmosférico (não poluído) ; gás natural Soluções

8 Filipa Vicente Professora de CFQ - Escola Manuel de Figueiredo Soluções Líquidas Água açucarada SolutoSolventeSolução + açúcar água

9 Filipa Vicente Professora de CFQ - Escola Manuel de Figueiredo Soluções AA maior parte das soluções com que lidamos no dia-a-dia têm como solvente a água. SSoluções aquosas – quando o solvente é água. SSoluções alcoólica – quando o solvente é o álcool.

10 Filipa Vicente Professora de CFQ - Escola Manuel de Figueiredo Soluções ““ concentrar”, “diluir” são termos usados no nosso dia-a-dia. AA soluções mais concentrada – é a que contém mais soluto num mesmo volume de solução. AA soluções mais diluída –é a que contém menos soluto num mesmo volume de solução. SSoluções saturadas – quando o solvente não dissolve mais soluto

11 Filipa Vicente Professora de CFQ - Escola Manuel de Figueiredo Como calcular a concentração de uma solução? O chá do copo A está menos concentrado do que o chá do copo B. A B A concentração de uma solução pode ser calculada dividindo a massa do soluto pelo volume de solução: concentração da solução =

12 Filipa Vicente Professora de CFQ - Escola Manuel de Figueiredo concentração chá = ? g/mL V solução = 200 mL m soluto = 8 g R. A concentração de açúcar no chá é 0,04 g/mL. Qual é a concentração de açúcar no chá? concentração da solução = concentração = 0,04 g/mL 8 g 200 mL concentração = Significa que em cada mL de chá existem 0,04 g de açúcar.

13 Filipa Vicente Professora de CFQ - Escola Manuel de Figueiredo O antibiótico Clamoxyl a 500 mg/5mL contém 500 mg de amoxicilina em cada 5 mL de xarope. A cerveja a 7,2% contém 7,2 ml de álcool etílico (etanol) em 100 ml de cerveja. Acidez máxima 0,7º significa que contém 0,7 g de ácido oleico em 100 g de azeite. 20 A concentração de soluções pode ser expressa de diferentes maneiras

14 Filipa Vicente Professora de CFQ - Escola Manuel de Figueiredo A concentração de soluções pode ser expressa de diferentes maneiras Álcool a 70% - significa que existem 70 ml de álcool em 100 ml da solução.

15 Filipa Vicente Professora de CFQ - Escola Manuel de Figueiredo A concentração de soluções pode ser expressa de diferentes maneiras

16 Filipa Vicente Professora de CFQ - Escola Manuel de Figueiredo 12 Agora já sei que… AA s misturas são homogéneas (soluções) quando não conseguimos distinguir os seus componentes. O aspecto é uniforme. AA s misturas são heterogéneas quando conseguimos facilmente distinguir os seus componentes. O aspecto é não é uniforme AA s misturas são coloidais quando parecem homogéneas a olho nu, mas usando um microscópio conseguimos distinguir os seus componentes. AA composição qualitativa de uma solução indica-nos quais são os componentes da solução. AA composição quantitativa de uma solução pode ser obtida: Diagrama concentração da solução =

17 Filipa Vicente Professora de CFQ - Escola Manuel de Figueiredo nFnFIM


Carregar ppt "Filipa Vicente Professora de CFQ - Escola Manuel de Figueiredo Tema3 A TERRA EM TRANSFORMAÇÃO 3. 3. MISTURAS DE SUBSTÂNCIAS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google