A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AS CONDIÇÕES DE TRABALHO DA TUTORIA VIRTUAL NA EDUCAÇÃO SUPERIOR: VOZES DOS TUTORES Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Waine Teixeira Júnior

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AS CONDIÇÕES DE TRABALHO DA TUTORIA VIRTUAL NA EDUCAÇÃO SUPERIOR: VOZES DOS TUTORES Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Waine Teixeira Júnior"— Transcrição da apresentação:

1 AS CONDIÇÕES DE TRABALHO DA TUTORIA VIRTUAL NA EDUCAÇÃO SUPERIOR: VOZES DOS TUTORES Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Waine Teixeira Júnior

2 A Tutoria Virtual Surgiu no século XV na universidade – utilizada como orientação de caráter religioso aos estudantes; – no século XX, o tutor assumiu o papel de orientador e acompanhante dos trabalhos acadêmicos, sendo esse sentido incorporado aos atuais programas de Educação a Distância.

3 Condições de trabalho na virtualidade O tempo de trabalho no século XXI é o tempo mais logo da história, mesmo com os avanços tecnológicos da modernidade e dos ganhos de produtividade (FÉLIX, 2007). – No Brasil, uma pesquisa recente aponta que 50% dos brasileiros desempenham mais de uma atividade ou fazem horas extras para compensar baixos salários. Teletrabalho ou telecomutação: a execução de atividades estruturadas em uma nova forma de organização, sobretudo em tempos e espaços diversificados com suporte das TICs O trabalho docente na tutoria virtual está incluído dentro dessa nova categoria: o teletrabalhador

4 A pesquisa e os procedimentos metodológicos Objetivo geral: – Revelar as condições do trabalho docente realizado na tutoria virtual em Instituições de Ensino Superior na região de São Carlos (SP). Objetivos específicos: – Caracterizar o tutor virtual quanto à formação inicial, trajetória acadêmica e profissional no Ensino a Distância; – Conhecer as dificuldades encontradas na execução de suas atividades de tutoria virtual.

5 O perfil do tutor virtual e suas condições de trabalho 08 professores – 02 do sexo masculino e 06 do sexo feminino. – Idades: entre 26 a 40 anos. – Formação: 04 bacharelados e 04 licenciados. Pedagogia, Ciências Contábeis, Engenharia Agronômica, Ciência da Computação e Licenciatura em Educação Musical. – Titulação: 02 especialistas, 04 mestres e 02 doutores.

6 O perfil do tutor virtual e suas condições de trabalho

7

8 Como você avalia a qualidade do seu tempo livre/lazer antes de atuar como tutor e durante o período em que tutora? – Possuía muito mais tempo livre e principalmente não me dedicava diretamente à tutoria nos finais de semana. – Aumentou a qualidade em termos de conhecimentos e busca pelo saber, no entanto diminuiu em relação a convivência familiar e entre amigos.

9 O perfil do tutor virtual e suas condições de trabalho O que você acha que poderia ser feito para que o trabalho de tutoria não interferisse no tempo livre/lazer do profissional? – Se o tempo de tutoria fosse suficiente para a correção das atividades, sem que precisasse utilizar o tempo livre para essa tarefa, ou seja, acabou a tutoria, acabou o trabalho. – Precisaria adequar as demandas acadêmicas à realidade de trabalho do professor, entretanto não é o que acontece hoje

10 O Teletrabalho O teletrabalho apresenta a falsa ideia de um tempo virtual, – visto que não ele não está em uma empresa que interrompe o turno de trabalho para descanso. o teletrabalhador, assim como as demais categorias, pode trabalhar mais de 10 ou 12 horas por dia, – de noite, de madrugada, estendendo seu turno, para compensar remunerações baixas. as possibilidades de tempo livre e lazer desaparecem.

11 Hoje em dia quais dificuldades você encontra em seu trabalho como tutor?

12 O que lhe causa incômodo ou sofrimento no trabalho da tutoria?

13 Que tipo de atividade você considera mais trabalhosa para correção/avaliação dos alunos?

14 Você ouviu falar em doenças profissionais dos professores? A que você atribui essas doenças? – Os tipos de sintomas são relacionados com o desencanto do professor com a prática docente em geral. São diversos, fadiga, estresse, melancolia. Atribuo a causa da doença com o descaso da sociedade brasileira com a educação em geral. – Não, mas os desestímulos são muitos: má remuneração, baixo reconhecimento profissional.

15 Qual a sua perspectiva sobre o seu futuro como tutor (ou o futuro da universidade e da docência em Educação a Distância)? – Não sei se volto a ser tutora, no momento não gostaria. – Muito positiva. Penso que o formato misto (EaD + presencial) será a tendência de muitas instituições para valorizar o que é melhor fazer em cada formato. Mas uns anos e não precisaremos falar em ensino presencial e EaD separadamente. – Pretendo atualizar-me e dedicar mais tempo a tutoria. No entanto, preciso me afastar de atividades administrativas.

16 Considerações Finais – Embora sua produtividade seja reconhecida, o teletrabalho ainda é tratado com precariedade e com baixo reconhecimento profissional. – As especificidades apresentadas na modalidade de ensino virtual demandam do profissional docente uma série de novas aprendizagens e atividades, – muitas das quais ele não foi preparado, – novos desafios, desde a formação profissional até as condições nas quais o trabalho deve ser executado.

17 Considerações Finais Os dados: os problemas que constituem causa de angústia, esgotamento e desistência do trabalho da tutoria virtual. A pesquisa refletiu a voz dos tutores, motivando reflexões para possíveis caminhos de melhoria, iniciando pelo apoio do professor responsável pela disciplina, no caso da UAB, e o melhor dimensionamento do tempo das atividades no planejamento instrucional, entre outras. Melhorar as condições de trabalho desse profissional é um processo que contribui para atingirmos a educação de qualidade e que possa estar aliada à satisfação pessoal do tutor virtual.


Carregar ppt "AS CONDIÇÕES DE TRABALHO DA TUTORIA VIRTUAL NA EDUCAÇÃO SUPERIOR: VOZES DOS TUTORES Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Waine Teixeira Júnior"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google