A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Curso de Especialização em Educação de Jovens e Adultos Prof. Dr. Pedro Ganzeli FE / Unicamp Disciplina: Políticas Publicas para Educação de Jovens e.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Curso de Especialização em Educação de Jovens e Adultos Prof. Dr. Pedro Ganzeli FE / Unicamp Disciplina: Políticas Publicas para Educação de Jovens e."— Transcrição da apresentação:

1 1 Curso de Especialização em Educação de Jovens e Adultos Prof. Dr. Pedro Ganzeli FE / Unicamp Disciplina: Políticas Publicas para Educação de Jovens e Adultos

2 2 Estrutura da apresentação 2 Conceitos de Administração Educacional; 2 História do Planejamento Governamental no Brasil; 2 Reflexões.

3 3 Pensar a Gestão da Educação O educador precisa ter uma prática reflexiva sobre a estrutura organizacional que compreende a escola.

4 4 História da Administração Planejar = capacidade de pensar do homem Pré- História > caça Pré- História > caça Mundo Moderno modo de produção Mundo Moderno modo de produção Revolução Industrial = divisão social do trabalho. Trabalho Artesanal = domínio de todo o processo.

5 5 História da Administração Modo de produção capitalista Modo de produção capitalista Divisão social do trabalho wTrabalho Intelectual = o processo produtivo wTrabalho Intelectual = Administra o processo produtivo Dono de empresa (Gerente) wTrabalho Manual = executa o que foi planejado Operário (Trabalhador) Sistema de livre mercado

6 6 Administração Educacional Eficiente Escola Clássica de Administração Escola Clássica de Administração D Organização como um sistema fechado; D Princípio produzir o máximo com o mínimo de energia, recursos e tempo; D Eficiência = do latim efficiencia, ação, força, virtude de produzir; D Racionalidade produtiva - neutralidade dos processos administrativos; D Os protagonistas de uma construção de administração eficiente pautam suas concepções pela lógica econômica e pela produtividade material, independente do conteúdo humano e natureza política da prática educacional.

7 7 Administração Educacional Eficaz Escola das Relações Humanas D Estudo da influência do comportamento humano nos processos administrativos. D Organização = Sistema Orgânico. D Eficácia do latim efficax, eficaz, que tem o poder de produzir o efeito desejado. D Capacidade administrativa para alcançar metas estabelecidas. D Os protagonistas de uma administração eficaz adotam uma orientação essencialmente pedagógica em seus esforços conceituais e analíticos, à luz dessa orientação pedagógica dominante, incentivam a eficiência para lograr eficazmente os objetivos específicos das instituições educacionais.

8 8 Administração Educacional Efetiva D Critério político de satisfazer as demandas concretas da sociedade (setor econômico). D Efetividade do verbo latino efficere, realizar, cumprir, concretizar. D A administração efetiva preocupa-se com a produção de soluções para os problemas politicamente identificados pelos participantes da comunidade mais ampla. D Os protagonistas de uma construção de administração efetiva adotam uma orientação essencialmente política e, à luz dessa orientação política dominante, utilizam os critérios de eficácia e eficiência na gestão da educação. Pós-Guerra > Educação para o Desenvolvimento.

9 9 Administração Educacional Relevante D Preocupa-se com as características culturais e os valores éticos. D A organização é vista como um sistema global e multicultural. D Relevância do verbo latino relevare, experiência real da comunidade, o que envolve a participação nos processos administrativos. D Os protagonistas de uma construção de administração relevante adotam uma orientação essencialmente cultural e pautam sua ação pela pertinência e significância dos fatos administrativos para o desenvolvimento humano e a qualidade de vida dos cidadãos que participam do sistema educacional e da sociedade como um todo. Educação e diversidade social

10 10 Planejamento Governamental no Brasil Anos >MODELO DESENVOLVIMENTISTA 3 ONU Centralização das ações do Estado na organização da economia nacional 3 O estado cria a infra - estrutura necessária para a instalação de um parque industrial 3 Substituição de importações 3 Mercado consumidor de massa 3 Associação entre o capital nacional e internacional 3 Desenvolvimento auto - sustentado 3 JK - Plano de Metas Educação > 30ª meta

11 11 Planejamento Governamental no Brasil ANOS 60/70 - Planejamento Tecnocrático 3 Planos Nacionais de Desenvolvimento; 3 Setor Educacional voltados para as necessidades do desenvolvimento econômico; 3 O Estado promove a educação de alto nível - ensino universitário e tecnológico; 3 Financiamento (Banco Mundial / FMI) 3 Atender a demanda do setor industrial e agrícola; 3 Educação para o trabalho;

12 12 Planejamento Governamental no Brasil Anos 80 - Período de Redemocratização Política 3 Crise econômica; 3 Diminuição da capacidade de investimento do Estado; 3 Mobilização da sociedade na luta por seus direitos; 3 Constituição de 5 de outubro de 1988; Art A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho. 3 Educação para a formação do cidadão e do trabalhador;

13 13 Planejamento Governamental no Brasil Anos 90/ A onda Neoliberal chega ao Brasil 3 Globalização da economia mundial; 3 Estado Mínimo; 3 Descentralização - Desconcentração - Privatização; 3 Banco Mundial/ Unesco - diretrizes de política (Plano Decenal de Educação ); Ênfase no ensino básico 3 Educação - formação do trabalhador flexível; 3 Desenvolvimento sustentado ; 3 Emenda Constitucional n°14(FUNDEF) / LDB Lei n°9394/96 3 Plano Nacional de Educação – Lei (09/01/2001) 3 Foco da Gestão = unidade escolar

14 14 Dois governos de FHC Política de focalização – especialmente aquelas voltadas para o ensino fundamental; Descentralização nas mãos de um governo central poderoso, ganha um sentido de centralização de concepção e descentralização da execução nos níveis subnacionais; Educação Básica = política de privatização – amortecedores do financiamento e do princípio da gratuidade associados ao direito do cidadão e dever do estado.

15 15 Dois Governos FHC Repasse para outros âmbitos federativos – capacidade de investimento – comprometimento no atendimento da demanda; Educação Infantil – EJA – Ensino Médio Parceria – Convênio – Tercerização

16 16 Dois Governos FHC Aspectos lacunosos da Educação Básica Descontinuidade administrativa Projeto de Lei que defina o que é regime de colaboração recíproca entre os entes federados; Reordenamento do pacto federativo – Fundeb Política nacional da economia O passo fundamental é a consciência da importância da educação básica por parte dos cidadãos.


Carregar ppt "1 Curso de Especialização em Educação de Jovens e Adultos Prof. Dr. Pedro Ganzeli FE / Unicamp Disciplina: Políticas Publicas para Educação de Jovens e."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google