A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Manejo Integrado dos Recursos Pesqueiros na Várzea Amazônica: Estudo comparativo de duas regiões: Baixo Amazonas e Baixo Purus Genética, conservação e.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Manejo Integrado dos Recursos Pesqueiros na Várzea Amazônica: Estudo comparativo de duas regiões: Baixo Amazonas e Baixo Purus Genética, conservação e."— Transcrição da apresentação:

1 Manejo Integrado dos Recursos Pesqueiros na Várzea Amazônica: Estudo comparativo de duas regiões: Baixo Amazonas e Baixo Purus Genética, conservação e manejo da fauna aquática da várzea Amazônica Izeni Farias Tomas Hrbek UFAM

2 Como funciona o sistema da várzea? Flutuação sazonal no nível da água (até 10 metros) Inundação extensiva (até 80 km) Durante a estação da seca os animais aquáticos estão concentrados nos canais e lagos; Durante a estação da cheia, os animais dispersam para dentro das áreas alagadas (alimentação e reprodução).

3 Qual e o padrão de distribuição da diversidade genética das espécies do sistema da várzea ? As espécies comportam-se como uma grande população panmitica ? Ou suas populações estão estruturadas nos diferentes tributários do rio Amazonas ?

4 Objetivos Gerais Caracterizar geneticamente populações de espécies aquáticas chaves através de análises genéticas para subsidiar o desenvolvimento de estratégias regionais e políticas para a conservação e manejo da fauna aquática.

5 Caracterizar a variabilidade genética das populações do pirarucu, grandes bagres migradores, tambaqui e outros caracídeos de importância econômica para a várzea amazônica, por meio de marcadores moleculares de seqüências de DNA mitocondrial e microssatélites; Determinar se existe segregação genética associada à distribuição geográfica destes recursos pesqueiros; Objetivos Específicos Quanto à genética das populações dos peixes de importância econômica:

6 Objetivos Específicos Caracterizar e analisar o grau de polimorfismo genético intra e interpopulacional em populações naturais das espécies de quelônios (Podocnemis sp.) provenientes de localidades do Médio e Baixo Amazonas; Desenvolver marcadores moleculares de microssatélites para as espécies do gênero Podocnemis; Verificar a variabilidade genética das populações de quelônios utilizando os marcadores genéticos DNA microssatélites e Região controle do DNA mitocondrial; Quanto à genética das populações de quelônios:

7 Objetivos Específicos Caracterizar e comparar os níveis de variabilidade genética das populações naturais de crocodilianos e detectar como esta variabilidade está atualmente distribuída nas áreas a serem estudadas; Inferir se populações de jacaré-açú e jacaré-tinga encontram-se em equilíbrio genético, uma vez que houve uma sobre-exploração comercial ao longo do século passado. Quanto à genética das populações de crocodilianos:

8 Objetivos Específicos Caracterizar geneticamente as populações de botos (Inia geoffrensis) e peixe-boi (Trichechus inunguis) nas áreas de atuação do projeto; Quanto à genética das populações dos mamíferos aquáticos:

9 Coleta Coleta das amostras As coletas serão realizadas de maneira integrada e em colaboração com os outros projetos da sub-rede. O número amostral para as espécies de peixes e quelônios será de 30 indivíduos por localidade por espécies. Entretanto, o numero amostral para as espécies de crocodilianos e mamíferos aquáticos poderá ser menor considerando-se uma maior dificuldade na obtenção de um número amostral maior.

10 Métodos Marcadores moleculares de genes mitocondriais e de Microssatélites.

11 Resultados Esperados Uma vez que estaremos trabalhando com algumas espécies as quais já possuímos resultados prévios para outras localidades da Amazônia, esperamos não encontrar uma diferença grande em termos de estrutura populacional (com algumas poucas exceções), o que acreditamos facilitará o manejo e as estratégias de conservação; entretanto como se tratam de regiões geográficas com histórias e estratégias de manejo e conservação diferenciadas provavelmente os níveis de variabilidade genética poderão ser bastante heterogêneos (baixos, moderados ou altos), considerando que tais locais poderão utilizar e conservar a fauna aquática de forma diferenciada.

12 Estratégia de ação Os resultados das análises genéticas serão combinados aos resultados da sub-rede, para um melhor entendimento dos aspectos biológico-populacionais das espécies e contribuirão para a elaboração de estratégias de conservação e manejo regionais da fauna aquática da várzea.

13 Os resultados serão amplamente divulgados na forma de relatórios técnicos ao IBAMA, e às Secretarias Estaduais

14 Contato Izeni Farias - Tomas Hrbek -


Carregar ppt "Manejo Integrado dos Recursos Pesqueiros na Várzea Amazônica: Estudo comparativo de duas regiões: Baixo Amazonas e Baixo Purus Genética, conservação e."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google