A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aula preparatória para o novo ENEM. LÍNGUA PORTUGUESA HISTÓRIA GEOGRAFIA HUMANA SOCIOLOGIA ATUALIDADES.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aula preparatória para o novo ENEM. LÍNGUA PORTUGUESA HISTÓRIA GEOGRAFIA HUMANA SOCIOLOGIA ATUALIDADES."— Transcrição da apresentação:

1 Aula preparatória para o novo ENEM

2 LÍNGUA PORTUGUESA HISTÓRIA GEOGRAFIA HUMANA SOCIOLOGIA ATUALIDADES

3 DISCUSSÃO SOBRE RACISMO 22 /04/2009 GENEBRA CONFERÊNCIA DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE O RACISMO

4

5 O Brasil é um país de cultura escravocrata e com grande miscigenação de raças, fatores estes que contribuíram para a existência de diversidades de culturas, valores e crenças. Somando-se a isso encontramos as desigualdades oriundas dos vários anos de exploração econômica do proletariado, aos 350 anos de escravidão negra e da subseqüente abolição sem a acolhida no mercado de trabalho dos negros e sem que fossem propiciadas as condições mínimas para eles subsistissem; além das desigualdades relativas às mulheres, aos idosos e às crianças, que também foram oprimidos durante a longa conquista da cidadania no Brasil. Monumento às três raças em Goiânia

6 CONCEITO DE RACISMOXCCXCXCXCXCXCXCCXC O racismo é a tendência do pensamento, ou do modo de pensar em que se dá grande importância à noção da existência de raças humanas distintas e superiores umas às outras. Onde existe a convicção de que alguns indivíduos e sua relação entre características físicas hereditárias, e determinados traços de caráter e inteligência ou manifestações culturais, são superiores a outros. O racismo não é uma teoria científica, mas um conjunto de opiniões pré concebidas onde a principal função é valorizar as diferenças biológicas entre os seres humanos, em que alguns acreditam ser superiores aos outros de acordo com sua matriz racial. A crença da existência de raças superiores e inferiores foi utilizada muitas vezes para justificar a escravidão, o domínio de determinados povos por outros, e os genocídios que ocorreram durante toda a história da humanidade.pensamentoraças humanas caráterinteligênciapré concebidasescravidãogenocídioshistória

7 É relativamente consensual, na literatura sociológica e na de outros domínios disciplinares, que se possa falar de racismo em três dimensões distintas: -racismo enquanto ideologia, -racismo enquanto preconceito -racismo enquanto prática de discriminação.

8 Racismo É uma maneira de discriminar as pessoas baseada em motivos raciais, cor da pele ou outras características físicas, de tal forma que umas se consideram superiores a outras. Portanto, o racismo tem como finalidade intencional (ou como resultado) a diminuição ou a anulação dos direitos humanos das pessoas discriminadas. Exemplo disto foi o aparecimento do racismo na Europa, no século XIX, para justificar a superioridade da raça branca sobre o resto da humanidade. O racismo é crime inafiançável e imprescritível segundo o art. 5º inciso XLII da Constituição Federal, o qual ganhou efetividade através das leis nº /89 e 9.459/97 e do livre acesso à justiça assegurado constitucionalmente, bem como da assistência judiciária gratuita.pessoas

9 A Discriminação é a denominação atribuída a uma ação ou omissão violadora do direito das pessoas com base em critérios injustificados e injustos tais como: raça, sexo, idade, crença, opção religiosa, nacionalidade etc... Define-se a discriminação como sendo o tratamento preconceituoso dado a certas categorias sociais, raciais etc... A discriminação ocorre com maior freqüência contra a raça negra e mais precisamente em relação aos negros pobres, se agravando contra as mulheres, crianças e idosos negros e pobres.

10 « Preconceito: opinião desfavorável relativamente a uma pessoa ou um grupo formada sem conhecimento, razão ou causa. PRECONCEITO: composto por ideias criadas num leque de emoções e, de fatos insuficientes. Um preconceito é frequentemente constituído sem qualquer fundamento e, no entanto, é aceito sem ser posto em causa. Os preconceitos podem levar a comportamentos hostis em presença do grupo em questão

11 Historicamente, o racismo tem servido para justificar uma série de genocídios (crimes contra a humanidade) e diversas formas de dominação das pessoas. Exemplo disto são a escravidão, a servidão, o colonialismo e o imperialismo, ou seja, uma total afronta a dignidade humana básica de diversos povos ao longo do tempo.

12 O racismo frequentemente é associado à xenofobia, quer dizer, o ódio, repugnância ou hostilidade relacionada a estrangeiros. Cabe, porém, ressaltar que ambos os conceitos são diferentes, visto que o racismo é uma ideologia de superioridade e a xenofobia é um sentimento de rejeição voltado aos estrangeiros, algo diferente do racismo. O racismo também está relacionado com outros conceitos como o etnocentrismo, os sistemas de castas, o colonialismo e até a homofobia. xenofobiasentimento

13 FORMAS DE RACISMO 1- Nos Estados Unidos da América, o racismo chega a extremos contra os negros, índios, asiáticos e latino- americanos, em especial no sul do país. A Ku Klux Klan, defende a supremacia branca. Essa organização-seita ainda existe naquele país, alegadamente para defender a liberdade de expressão e liberdade de ofensa daquele grupo social. Estes fatos levaram a movimentos racistas por parte dos negros, como o "Black Power"Estados Unidos da Américanegrosíndiosasiáticoslatino- americanosKu Klux Klansupremacia branca liberdade de expressãoBlack Power

14 2-Alfred Rosenberg2-Alfred Rosenberg também criou obras que reforçaram a teoria da superioridade racial. Estas foram aproveitadas pelo programa político do nazismo visando à unificação dos alemães utilizando a identificação dos traços raciais específicos do povo dos senhores. Como a raça alemã era bastante miscigenada, isto é, não havia uma normalidade de traços fisionômicos, criaram-se então raças inimigas, fazendo desta forma surgir um sentimento de hostilidade e aversão dirigido a pessoas e coisas estrangeiras. Desta forma, os nazistas usaram da xenofobia associada ao racismo atribuindo a indivíduos e grupos sociais atos de discriminação para amalgamar o povo alemão contra o que era diferente. A escravização dos povos da Europa oriental e a perseguição aos judeus eram as provas pretendidas pelos nazistas da superioridade da raça ariana sobre os demais grupos diferentes e raciais também.nazismoEuropa orientaljudeus

15 3- Os trabalhos de geneticistas, antropólogos, sociólogos e outros cientistas do mundo inteiro derrubaram por terra toda e qualquer possibilidade de superioridade racial, e estes estudos culminaram com a Declaração Universal dos Direitos do Homem. Embora existam esforços contra a prática do racismo, esta ainda é comum a muitos povos da Terra. Uma demonstração vergonhosa para o ser humano sobre o racismo ocorreu em pleno século XX, a partir de 1948 na África do Sul, quando o apartheid manteve a população africana sob o domínio de um povo de origem européia. Este regime político racista acabou quando por pressão mundial foram convocadas as primeiras eleições para um governo multirracial de transição, em abril de 1994.geneticistasantropólogos sociólogos Declaração Universal dos Direitos do HomemTerraséculo XX1948África do Sulapartheid1994

16 Enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho dos olhos haverá guerra. Bob Marley Bob Marley

17 A Declaração Universal dos Direitos Humanos em seu artigo I, preconiza que: "todos nascem livres e iguais em direitos e dignidade e que sendo dotados de consciência e razão devem agir de forma fraterna em relação aos outros." A Constituição da República Federativa do Brasil consagra referidos princípios (igualdade, liberdade, fraternidade) no artigo 5.º: "Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:"

18 Racismo - Dizem ser do Luis Fernando Veríssimo - Escuta aqui, ó criolo... - O que foi? - Você andou dizendo por aí que no Brasil existe racismo. - E não existe? - Isso é negrice sua. E eu que sempre te considerei um negro de alma branca... É, não adianta. Negro quando não faz na entrada... - Mas aqui existe racismo. - Existe nada. Vocês têm toda a liberdade, têm tudo o que gostam. Têm carnaval, têm futebol, têm melancia... E emprego é o que não falta. Lá em casa, por exemplo, estão precisando de empregada. Pra ser lixeiro, pra abrir buraco, ninguém se habilita. Agora, pra uma cachacinha e um baile estão sempre prontos. Raça de safados! E ainda se queixam! - Eu insisto, aqui tem racismo. - Então prova, Beiçola. Prova. Eu alguma vez te virei a cara? Naquela vez que te encontrei conversando com a minha irmã, não te pedi com toda a educação que não aparecesse mais na nossa rua? Hein, tição? Quem apanhou de toda a família foi a minha irmã. Vais dizer que nós temos preconceito contra branco? - Não, mas... - Eu expliquei lá em casa que você não fez por mal, que não tinha confundido a menina com alguma empregadosade cabelo ruim, não, que foi só um engano porque negro é burro mesmo. Fui teu amigão. Isso é racismo? - Eu sei, mas... - Onde é que está o racismo, então? Fala, Macaco. - É que outro dia eu quis entrar de sócio num clube e não me deixaram. - Bom, mas pera um pouquinho. Aí também já é demais. Vocês não têm clubes de vocês? Vão querer entrar nos nossos também/ Peraí...

19 Mas isso é racismo. - Racismo coisa nenhuma! Racismo é quando a gente faz diferença entre as pessoas por causa da cor da pele, como nos Estados Unidos. É uma coisa completamente diferente. Nós estamos falando do crioléu começar a freqüentar clube de branco, assim sem mais nem menos. Nadar na mesma piscina e tudo. Sim, mas... Sim, mas... - Não senhor. Eu, por acaso, quero entrar nos clubes de vocês? Deus me livre. - Pois é, mas... - Não, tem paciência. Eu não faço diferença entre negro e branco, pra mim é tudo igual. Agora, eles lá e eu aqui. Quer dizer, há um limite. - Pois então. O... - Você precisa aprender qual é o seu lugar, só isso. - Mas... - E digo mais. É por isso que não existe racismo no Brasil. Porque aqui o negro conhece o lugar dele. - É, mas... - E enquanto o negro conhecer o lugar dele, nunca vai haver racismo no Brasil. Está entendendo? Nunca. Aqui existe o diálogo. - Sim, mas... - E agora chega, você está ficando impertinente. Bate um samba aí que é isso que tu faz bem.

20 O presidente Barack Obama boicota a conferência das Nações Unidas sobre Racismo em Genebra e causa, para alguns, a primeira decepção internacional de seu mandato. Entidades do movimento negro em Chicago, no Congresso americano e na África criticaram ontem duramente a decisão de Obama, que optou por não enviar uma delegação à Genebra diante da linguagem anti-Israel no acordo que servirá de base para a conferência. Além disso, Washington teme que a conferência se transforme em uma plataforma antissemita e ainda um ataque contra a liberdade de expressão. Hoje, a ONU abre sua 2ª conferência mundial para tratar do racismo. O evento se transformou em um enfrentamento entre o Ocidente e os países islâmicos. Além dos Estados Unidos, os governos de Israel, Canadá, Austrália, Holanda e Itália também optaram por boicotar o encontro.

21 Dezenas de países abandonaram na segunda-feira uma conferência racial da Organização das Nações Unidas, num gesto raro, depois de ouvirem o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, apontar Israel como um "regime racista cruel e repressor". "Depois da Segunda Guerra Mundial, (os judeus) recorreram a agressões para deixar sem lar uma nação inteira, sob o pretexto do sofrimento judeu", disse Ahmadinejad à conferência, no dia em que comunidades judaicas rememoram o Holocausto. Ahmadinejad provoca abandono em massa de reunião da ONU segunda-feira, 20 de abril de 2009

22 PICASSO - GUERNICA

23 EDVARD MUNCH

24 PORTINARI – OS RETIRANTES E A CRIANÇA MORTA

25 AS SEMELHANÇAS NÃO SÃO MERAS COINCIDÊNCIAS

26 PROPOSTA Baseado nos textos verbais e não-verbais vistos, redija uma dissertação em prosa sobre o tema: Na luta contra o racismo, o silêncio é omissão. (Jacques d´Adesky)


Carregar ppt "Aula preparatória para o novo ENEM. LÍNGUA PORTUGUESA HISTÓRIA GEOGRAFIA HUMANA SOCIOLOGIA ATUALIDADES."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google