A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Unijui – Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - Curso de Sociologia - Eliane Chiuza Vieira - Dejalma Gremanese.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Unijui – Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - Curso de Sociologia - Eliane Chiuza Vieira - Dejalma Gremanese."— Transcrição da apresentação:

1 Unijui – Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - Curso de Sociologia - Eliane Chiuza Vieira - Dejalma Gremanese

2 JOHN LOCKE

3 NASCIMENTO E MORTE John Locke nasceu em Wrington, em Somerset, no sudoeste da Inglaterra, em 29 de agosto de 1632, e faleceu com 72 anos, em 1704.

4 PROFIÇÃO E RELIGIÃO DE SUA FAMILIA A família de John Locke era da linha puritana da religião anglicana, seu pai, também. John Locke era um pequeno proprietário, e sua mãe, Agnes Locke, filha de um curtidor

5 VIVÊNCIA Viviam em um chalé coberto de colmo num conjunto de moradias de famílias do mesmo nível da sua. John Locke era o filho mais velho de três e seu pai deu-lhe educação severa e correta, a qual Locke assim a reconheceu depois de adulto.

6 SUA INFÂNCIA O período da infância e adolescência de Locke deu-se durante a ascensão de uma nova filosofia que resultaria no Iluminismo. As descobertas de Galileu já se tornavam conhecidas, Campanella publicava trabalhos em Paris e apareceram as primeiras publicações de Thomas Hobbes e Renné Descartes.

7 ACONTECIMENTOS HISTÓRICOS DE SUA INFANCIA Guerra civil na Inglaterra 1642 a1646, puritanos e presbiterianos escoceses aliados contra o Rei Carlos I e comandado por Cromwell, o Rei Carlos I é executado em Seu filho, o príncipe de Gales, posteriormente Carlos II, fugiu para a França, refugiando-se em Paris.

8 SUA FILOSOFIA John Locke está entre os filósofos chamados empiristas, por compatibilizarem a ciência junto à filosofia, valorizando a experiência como fonte de conhecimento

9 TEORIA John Locke destaca-se pela sua teoria das idéias e pelo seu postulado da legitimidade da propriedade, inserido na sua teoria social e política.

10 SIGNIFICADO DE LIBERDADE Para ele, o direito de propriedade é à base da liberdade humana "porque todo homem tem uma propriedade que é sua própria pessoa". O governo, dizia, existe para proteger esse direito.

11 SEUS ESTUDOS E FUNDAMENTAÇÕE Locke estava interessado nos tópicos tradicionais da filosofia: Do eu Do mundo De Deus E as bases do conhecimento

12 SUA FORMAÇÃO Aos 15 anos, Locke foi indicado e aceito na Westminster School, em Londres, o velho Colégio de São Pedro. Aí, Locke estudou principalmente grego e latim. Em 1652, Locke foi aprovado para a Christ Church College, o principal colégio em Oxford. Completou seus estudos de bacharelado em artes

13 SEUS IDEAIS Os interesses principais de Locke recaíam sobre as ciências naturais e pela investigação social e política. Em 1660, Locke foi eleito "Lecturer", um cargo próprio dos colégios ingleses, equivalente a tutor, orientador ou instrutor de alunos do Grego

14 A ENTRADA DE LOCKE NA POLÍTICA Seu envolvimento 1660 Monarquista Autoritarista pelo temor a anarquia

15 DEPOIS DA POLÍTICA Nas décadas seguintes Locke prosseguiu em seus estudos privados e avançou seus estudos médicos e científicos, assistindo aulas do fisiologista

16 Seus principais mestres foram: Thomas Hobbes Descartes

17 APÓS CONHECER NOVOS MESTRES Nesse período Locke também colaborou com Robert Boyle, um dos fundadores da química moderna.

18 O QUE LOCKE E BOYLE TINHAM EM COMUM Tanto quanto Locke, Boyle tinha preocupações religiosas, sustentando que o estudo científico da natureza era um dever religioso.

19 O ENTROSAMENTO DE LOCKE COM NOVOS AMIGOS Nesta época Locke faz outro amigo, Thomas Sydenham eminente cientista médico, e fundador da medicina clínica.

20 Como diplomata

21 Em 1663, Locke foi eleito censor de Filosofia Moral e manteve o cargo por um ano.

22 ENTÃO UMA GRANDE PERDA. Também em 1663 em ano Locke perde seu irmão e resolve passar um tempo fora como diplomata.

23 A experiência diplomata de Locke teve importante reflexo em sua filosofia. Foi o secretário da missão diplomática de Sir Walter Vane a Brandenburgo em 1665.

24 ACONTECIMENTOS QUE MARCARAM LOCKE EM BRANDENBURGO Em Brandenburgo ficou impressionado com a tolerância entre as várias facções religiosas e escreveu a esse respeito uma carta para seu amigo Boyle ressaltando que aquela paz devia-se ao poder dos magistrados, a boa natureza entre outros fatores

25 A EXPERIÊNCIA ADQUIRIDA EM BRANDENBURGO Foi a partir dessa experiência democrática de Brandenburgo, que Locke começou a rejeitar a visão mais autoritária de Thomas.

26 Como Médico *Locke conheceu e chamou a atenção de Lord Anthony Ashley Cooper * Locke desejava conseguir o diploma de Doutor em medicina cem precisar freqüentar todas as classes

27 A LUTA PARA SE FORMAR EM MEDICINA Mediante empenho de Lord Ashley junto ao Secretário de Estado. Foi permitindo a Locke estudar para o grau de Doutor em Medicina na Christ Church College sem as obrigações acadêmicas de aluno.

28 OS BENEFÍCIOS DA FORMAÇÃO Locke, então formado, é convidado por Lord Ashley para fazer parte da equipe de empregados de sua casa, servindo como médico da família aceita e viaja para Londres.

29 DEPOIS DA CHEGADA EM LONDRES Os ideais políticos de Lord Ashley eram a monarquia constitucional, a sucessão do trono por um protestante, liberdades civis, tolerância religiosa, governo através do parlamento e expansão da economia britânica. Como tais ideais eram defendidos por Locke, havia entre eles uma amizade e entendimento perfeito.

30 A VIDA SOCIAL DE LOCKE Locke encontrava-se ainda com representantes da escola de humanistas cristãos, os Platônicos de Cambridge, intelectuais que opunham-se ao materialismo por considerá-lo falho em explicar o elemento racional na vida humana.

31 POR QUEM LOCKE ERA INFLUÊNCIADO Um desses humanistas, adepto da existência de idéias inatas, era Ralph Cudworth influenciou consideravelmente seu pensamento. Apesar disso tudo, o Livro I do Ensaio de Locke é dedicado à crítica do inatismo.

32 GRUPOS QUE LOCKE FREQÜENTAVA Outro grupo liberal dissidente da Igreja Anglicana, a do Latitudinarianismo, o qual também influenciou Locke, para esse grupo, se um homem confessava Cristo, isto apenas deveria ser suficiente para habilitá-lo a ser membro da Igreja Cristã,

33 A FILOSOFIA ACABOU POR AFASTAR LOCKE POR CERTO TEMPO DA MEDICINA. Benjamin Whitcote atraiu Locke para sua congregação, esta congregação professava uma forma de cristianismo que considerava a teologia como racional. Essa visão da teologia reacendeu o interesse de Locke pela religião

34 OUTROS INTERESSES DE LOCKE Locke também se interessou por economia preparando o trabalho que publicaria anos mais tarde com o título Algumas Considerações sobre a Redução dos Juros e o Aumento do Valor da Moeda.

35 O RETORNO A MEDICINA Porém retornou ao interesse médico quando Ashley adoeceu subitamente. Ele salvou a vida do estadista por meio de uma habilidosa cirurgia, quando este adoeceu em maio de Então Locke teve que por de lado qualquer projeto para se entregar inteiramente a dar-lhe cuidado médico

36 CONSELHEIRO Locke era conselheiro pessoal de Ashley não apenas em matéria médica mas também em assuntos gerais. Fez os acertos para o casamento do herdeiro de Ashley com a filha do duque de Rutland

37 DONS Depois disso continuou sua vida sendo o grande médico filósofo escritor dentre outros dons que Locke tinha

38 Locke mesmo depois de passar por tudo o que passou continuou a mesma pessoa que nos deixou tantos por quês de nossas vidas

39 REFERENCIAS

40 FIÙZA, César. Direito Civil. Belo Horizonte: Del Rey, FRANÇA, R. Limongi. A Posse no Código Civil. São Paulo: José Bushatsky, 1964 FREMANTLE, Anne. Idade da fé. Rio de Janeiro: José Olympio, 1970 (Biblioteca de História Universal). FULGÊNCIO, Tito. Da posse e das ações possessórias. Rio de Janeiro: Forense, GONÇALVES, Carlos R. Direito das Coisas. São Paulo: Saraiva 2003, vol. III. (Coleção Sinopses Jurídicas.) HOBBES, Thomas. O Leviatã. São Paulo: Nova Cultural, (Coleção Pensadores) IHERING, Rudolf Von. Posse e interditos possessórios. Salvador: Progresso, [s.d.]. LOCKE, John. Segundo Tratado Sobre o Governo Civil. São Paulo: Nova Cultural, (Coleção Pensadores MAQUIAVEL, Nicolau. O Príncipe. São Paulo: Martin Claret, MARX, Karl. Manuscritos econômico-filosóficos e outros textos escolhidos. São Paulo: Nova Cultural, (Coleção Os Pensadores). MONTESQUIEU. Do Espírito das Leis. São Paulo: Nova Cultural. Vol I. (Coleção Pensadora)


Carregar ppt "Unijui – Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - Curso de Sociologia - Eliane Chiuza Vieira - Dejalma Gremanese."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google