A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul Ciência Política e Teria do Estado Dejalma Cremonese Daniele Kensy Filosofia analítica.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul Ciência Política e Teria do Estado Dejalma Cremonese Daniele Kensy Filosofia analítica."— Transcrição da apresentação:

1 Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul Ciência Política e Teria do Estado Dejalma Cremonese Daniele Kensy Filosofia analítica Ijuí,Junho de 2008

2 Filosofia A Filosofia consiste em pensar sobre o pensamento. Uma definicão mais pormenorizada,é que a filosofia consiste em pensar racional e criticamente, de modo sistemántico sobre a natureza do mundo em geral, da justificacão de crencas, e da conduta de vida a adaptar.

3 Origem da Filosofia analítica A filosofia analítica comecou com a chegada de Wittgenstein a Cambridge em Entre as duas Guerras Mundiais, devido a influência dos escritores,a filosofia analítica acabou por dominar a filosofia britânica. Entre as duas Guerras Mundiais, devido a influência dos escritores,a filosofia analítica acabou por dominar a filosofia britânica.

4 Concebemos a filosofia analítica menos como uma ruptura com tradicão filosófica ocidental do que como uma maneira através da qual essa tradicão pode e mesmo deve ser continuada. Concebemos a filosofia analítica menos como uma ruptura com tradicão filosófica ocidental do que como uma maneira através da qual essa tradicão pode e mesmo deve ser continuada.

5 Filosofia analítica O que se chama de filosofia analítica é um movimento filosófico que possui duas vertentes básicas Positivismo Lógico Positivismo Lógico Filosofia Linguística Filosofia Linguística

6 Positivismo Lógico O positivismo lógico tem como antecedentes importantes Atomismo lógico Atomismo lógico A filosofia do Ludwig Wittgenstein A filosofia do Ludwig Wittgenstein

7 Filósofos do Círculo de Viena (Moritz Schilick, Rudolf Carnap, Otto Neurath, Herbert Feigl). Filósofos do Círculo de Viena (Moritz Schilick, Rudolf Carnap, Otto Neurath, Herbert Feigl). Às vezes se faz referência dos antecedentes do Positivismo Lógico: Bertrand Russell e o Ludwig Wittgenstein jovem. Às vezes se faz referência dos antecedentes do Positivismo Lógico: Bertrand Russell e o Ludwig Wittgenstein jovem.

8 Até o ínicio da década de 1950, o positivismo lógico era principal movimento dentro da filosofia analítica. Esse movimento sofreu um golpe mortal em 1951, quando Quine publicou Dois Dogmas do Empirismo, ai foi o fim do positivismo lógico.

9 A filosofia analítica desenvolveu – se em diversas direcões: A ciência cognitiva a filosofia da mente tomaram o lugar da lógica e da filosofia da linguagem. A ciência cognitiva a filosofia da mente tomaram o lugar da lógica e da filosofia da linguagem. Há uma metafísica e mesmo uma teologia analítica. Há uma metafísica e mesmo uma teologia analítica. Há uma política. Há uma política.

10 Filosofia Linguística A filosofia linguística tem como seu antecedente mais importante G.E. Moore, com ênfase na analise comum do dia-a-dia G.E. Moore, com ênfase na analise comum do dia-a-dia A obra do velho Ludwig Wittgenstein (Philosophical Investigations) A obra do velho Ludwig Wittgenstein (Philosophical Investigations) Na obra de John Austin (How to do Things with Words). Na obra de John Austin (How to do Things with Words).

11 É importante observar que a filosofia analítica é um movimento onde os participantes tem um ar de pertencerem à mesma família, mas que não defendem um conjunto de teses filosóficas comuns a todos.

12 As duas principais semelhancas familiares que os filósofos analíticos exibem são as seguintes : O objeto da filosofia é a linguagem O objeto da filosofia é a linguagem O método da filosofia é a análise lógica O método da filosofia é a análise lógica

13 Muitos filósofos analíticos, e que aceitam a designacão, concordariam com a afirmacão de que o objeto da filosofia é a linguagem e não a realidade não-linguística. Muitos filósofos analíticos, e que aceitam a designacão, concordariam com a afirmacão de que o objeto da filosofia é a linguagem e não a realidade não-linguística. Entretanto, os positivistas lógicos afirmam que o objeto da filosofia é apenas a linguagem formalizável e axiomatizável da ciência. Entretanto, os positivistas lógicos afirmam que o objeto da filosofia é apenas a linguagem formalizável e axiomatizável da ciência.

14 A filosofia analítica sempre exibiu a tendência de considerar as várias linguagens naturais, inclusive a do senso comum, em um sentido básico, corretas, usando-as até mesmo como padrão, sem qualquer pretensão de reformá-las.

15 Filosofia analítica x Filosofia tradicional A diferenca entre a filosofia analítica contemporânea e a filosofia tradicional não é uma diferenca de objeto, nem necessariamente de objetivo. A diferenca entre elas é antes uma diferenca na atitude, na maneira de se tratar os problemas.

16 A filosofia é análitica por assumir o primado da análise, e assim adotando – a como um príncipio orientador, e não por excluir a síntese.

17 Uma evidência de que a filosofia analítica pode ser sistemántica, como a filosofia tradicional investigava não somente coisas mais abstratas, devido à própria natureza, as relacões existentes entre elas.

18 Se a diferenca entre ela é somente de atitude, de rigor e adocão de novas estratégias metodológicas, então, a filosofia tradicional buscava esclarecer relacões existentes entre as coisas mais gerais e abstratas.

19 A filosofia analítica deve ter como objetivo esclarecer as relacões lógicas ou convencionais,ou seja, tecnicamente de relacões internas, vigentes entre os conceitos mais fundamentais, gerais e abstratos de nossa linguagem.

20 A filosofia analítica possui um novo paradigma, que coloca a linguagem no centro das atencões. Entendendo por conceitos os significados que elas tem. A filosofia comeca por ocupar - se da análise, esclarecimento ou elucidacão de certos conceitos mais gerais e abstratos.

21 Os primeiros filósofos analíticos foram Frege, Russell, George Edward Moore, Ludwig Wittgenstein. Que na Inglaterra, com Russell e Moore, opunha – se às escolas procedentes do idealismo alemão, principalmente hegelianismo, representado por J.E. Mc Taagart e F.H. Bradley.

22 Ludwig Wittgenstein: Nascido em 26 de Abril de 1889, em Viena na Áustria, faleceu no dia 29 de Abril de 1951 em Cambridge na Inglaterra. Sua tradicão era filosofia analítica. Sua tradicão era filosofia analítica.

23 Ludwig Wittgenstein foi um filósofo austriaco considerado um dos mais importantes do século xx. Wittgenstein contribuiu em diversas inovacões no campo da filosofia. Ele planejava resolver os problemas da filosofia.

24 Manuscritos de Wittgenstein em 1914 e Lapide do túmulo de Wittgenstein em Cambridge.

25 Quine e Dennet, também foram importantes para a filosofia.

26 A filosofia analítica é criticada por filósofos de outros movimentos pela maneira em que concebe a natureza e sua tarefa da filosofia. A filosofia tem interesse em discusão sobre a natureza humana, sendo uma análise lógica da linguagem, a filosofia analítica só deixará de existir se o ser humano emudecer.

27 Bibliográfia Internet: Internet: Livro: Filosofia analítica de Cláudio Ferreira Costa Livro: Filosofia analítica de Cláudio Ferreira Costa


Carregar ppt "Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul Ciência Política e Teria do Estado Dejalma Cremonese Daniele Kensy Filosofia analítica."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google