A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Teatro Medieval. É marcante do século X ao início do século XV e tem grande influência no século XVI. A princípio são encenados dramas litúrgicos em latim,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Teatro Medieval. É marcante do século X ao início do século XV e tem grande influência no século XVI. A princípio são encenados dramas litúrgicos em latim,"— Transcrição da apresentação:

1 Teatro Medieval

2 É marcante do século X ao início do século XV e tem grande influência no século XVI. A princípio são encenados dramas litúrgicos em latim, escritos e representados por membros do clero.

3 Os fiéis participam como figurantes e, mais tarde, como atores e misturam ao latim a língua falada no país.

4 As peças, sobre o ciclo da Páscoa ou da Paixão, são longas, podendo durar vários dias.

5 Teatro Religioso Durante a Idade Média, entre os séculos V ao XV, a Igreja Católica detém grande poder político e econômico e exerce um forte controle sobre a produção científica e cultural. Essa ligação da cultura medieval com o catolicismo faz com que os temas religiosos predominem nas artes. Em todas as áreas, muitas obras são anônimas ou coletivas

6 jeux (jogos) Os enredos são tirados da história bíblica. Na França, os jeux (jogos) contam histórias bíblicas. As ocasiões de representação são as festas do ano litúrgico. No século XII, Jean Bodel é o autor do ''Jogo de Adam'' e do ''Jogo de Saint Nicolas''.

7 Mistérios Os mistérios tinham como temática a vida de Cristo. No melhor estilo da representações de Semana Santa.

8 Milagres Os milagres representam a vida dos pecadores salvos pela Graça Divina

9 A partir dos dramas religiosos, formam- se grupos semi- profissionais e leigos, que se apresentam na rua. Os temas ainda são religiosos, mas o texto tem tom popular e inclui situações tiradas do cotidiano.

10 Teatro medieval profano Os Sermões burlescos Eram monólogos breves recitados por atores ou jograis mascarados com vestes sacerdotais.

11 As Sotties (de sot – parvo ou bobo) Eram cenas representadas por parvos, truões ou bobos, simbólicos de tipos ou instituições sociais. Eram breves, de sátira construtiva, geralmente de índole política. Às vezes os tipos tinham autenticidade e eram até psicologicamente bem observados.

12 As Farsas Eram também sátiras mas, sobretudo a partir do séc. XV, diferentes das sotties, porque não tinham intentos políticos. Só pretendiam representar os defeitos, as fraquezas, os acontecimentos cômicos da vida das pessoas e rir-se deles despreocupadamente, de um modo grosseiro até. Histórias de clérigos e feiras eram muitas vezes aproveitadas para pequenas farsas.

13 As Farsas Utilizavam o exagero para suscitar o riso e caracterizavam-se por um livre jogo de idéias satíricas, por elementos burlescos e intensidade de ação. Eram espetáculos cem por cento populares

14 A farsa, como a de Mestre Pathelin, que satiriza o cotidiano. Seus personagens estereotipados e a forma como são ironizados os acontecimentos do dia-a- dia reaparecem no vaudeville, que no século XVII será apresentado nos teatros de feira.

15 Arremedilhos Pensa-se que eram farsas em miniatura, com música e com um texto cuja recitação era feita por um par de atores. Mas também podem ter sido simples imitações burlescas feitas por jograis remedadores, isto é, por bobos cuja especialidade era ridicularizar macaqueando o aspecto das pessoas.

16 Os Momos e Entremezes Os momos enquadram-se nas mascaradas medievais que, por toda a Europa se desenvolveram ligadas a Momos, personificação mitológica do escárnio e da reprovação. Por vezes os atores mascaravam-se de animais.

17 Espaço cênico medieval O interior das igrejas é usado inicialmente como teatro. Quando as peças tornam-se mais elaboradas e exigem mais espaço, passam para a praça em frente à igreja. Palcos largos dão credibilidade aos cenários extremamente simples. Uma porta simboliza a cidade; uma pequena elevação, uma montanha; uma boca de dragão, à esquerda, indica o inferno; e uma elevação, à direita, o paraíso. Surgem grupos populares que improvisam o palco em carroças e se deslocam de uma praça a outra.

18 Paraíso Nazaré Igreja Jerusalém Pólis Bispado Purgatório Inferno BARCA DE CARONTE DRAMATIZAÇÃO DA VIDA DE CRISTO TEATRO MEDIEVAL

19 A proibição dos mistérios pela Igreja, em 1548 já na idade moderna, tenta pôr fim à mistura abusiva do litúrgico e do profano. Essa medida consolida o teatro popular.

20 Os grupos se profissionalizam e dois gêneros se fixam: as comédias bufas, chamadas de soties (tolices), com intenções políticas ou sociais;

21 O teatro medieval é, como o antigo, apenas a religião é outra. Os enredos são tirados da história bíblica. As ocasiões de representação são as festas do ano litúrgico.. Toda a população participa dele. Mas no palco também já se encontram os elementos cenográficos que, mais tarde, constituirão o "teatro de ilusão" moderno. O valor literário das peças é muito desigual: entre cenas de lirismo religioso e humorismo popular (cenas do diabo e dos judeus) encontram-se longos trechos didáticos e declamatórios.

22


Carregar ppt "Teatro Medieval. É marcante do século X ao início do século XV e tem grande influência no século XVI. A princípio são encenados dramas litúrgicos em latim,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google