A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Eduardo Mariano Neto BIO130 – Ecologia Geral BIO A63 – Ecologia 1.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Eduardo Mariano Neto BIO130 – Ecologia Geral BIO A63 – Ecologia 1."— Transcrição da apresentação:

1 Eduardo Mariano Neto BIO130 – Ecologia Geral BIO A63 – Ecologia 1

2 Ementas BIO130 – Ecologia Geral Análise dos princípios ecológicos básicos e aplicados com enfoque nas vocações e relações da ecologia com outras ciências, na ação do meio sobre o biota, na estrutura e dinâmica dos ecossistemas. Conservação, manejo dos recursos e noção de impacto ambiental.

3 BIO A63 – Ecologia 1 Aborda as raízes históricas da ecologia. Analisa os princípios ecológicos básicos e aplicados. Apresenta os principais domínios da Ecologia e as suas relações com outras ciências. Enfatiza os estudos dos processos ecológicos que atuam em nível do organismo, dentro do enfoque evolutivo e comportamental, e das Populações: dinâmica e interações intra-especificas. Discute o papel central da ecologia de populações e de metapopulações nas teorias e práticas da conservação biológica.

4 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO BIO 130 FATORES ECOLÓGICOS Fator ecológico. Caracterização e Classificação dos Fatores Ecológicos. Fator Limitante primário (Lei de Liebig, Shelford). Valência Ecológica. Adaptações (tolerância, resistência, aclimatação, aclimatização). Homeostase. Fatores Combinados MEIO E ECOSSISTEMAS Meio ambiente. Habitat e Nicho Ecológico. Ecossistema: Estrutura, Função e Tipologia. ORGANIZAÇÃO DA POPULAÇÃO E COMUNIDADE Níveis de organização. Atributos da população: densidade, abundância, dominância, freqüência, produto em pé, biomassa, crescimento, recrutamento, mortalidade. Atributos da comunidade: eventos cronológicos (oscilação, ritmo, sucessão, climax), Estratificação e Zonação.

5 CLIMA Fatores Climáticos – conceito – Elementos do clima: caracterizantes e de ordem geográfica, radiação, temperatura e luminosidade, massas de ar (El niño), fotoperiodismo, umidade, precipitação, outros fatores; Índice de Aridez, Clima e vegetação; Climatogramos, Tipologia. ECOLOGIA DO SOLO Conceitos: Características do solo. Estrutura físico-química: perfil e horizonte, Texturas e granulometria, umidade, pH, composição química. Processos no solo e bioecologia: microbiologia e fauna do solo, tipologia uso e manejo. FATORES BIÓTICOS Tipos de interação entre as espécies. Relações harmônicas e desarmônicas. Mutualismo, Comensalismo, Simbiose, Parasitismo, Predação: sistema predador/presa, refúgios. Competição. Substituição e Superposição se espécies potencialmente competidoras.

6 ECOLOGIA DINÂMICA – I – Produtividade Conceitos. Caractrerização: Energia, trabalho, Movimento, Fontes de Energia, Seres Autótrofos e Heterótrofos, Calor produzido e consumido. Fixação da Energia: fotossíntese e quimiosíntese. Conceitos de produtividade. Produtividade em ambientes terrestres e aquáticos; Eficiência fotossintética; Métodos de medida da produção primária. Circulação da matéria: cadeias alimentares, pirâmides e modelos ecológicos. ECOLOGIA DINÂMICA – II – Ciclos Biogeoquímicos. Conceitos. Ciclos do Nitrogênio. Ciclo do fósforo. Ciclo do Enxofre. Ciclo do Carbono. Ciclo do Oxigênio. Ciclo da água. ECOSSISTEMAS CONTINENTAIS TERRESTRES Ecossistemas terrestres. Fatores gerais caracterizantes. Regiões Biogeográficas. Estruturas das comunidades terrestres. Fitossociologia. Distribuição e Tipologia dos principais biomas do mundo.

7 ECOSSISTEMAS CONTINENTAIS AQUÁTICOS O ambiente límnico. Características físico-químicas, estratificação do lagos. Tipologia dos ambientes límnicos. Forma de vida, comunidades, zonação. ECOSSISTEMAS MARINHOS O ambiente marinho. Conceitos. Características físico-químicas. Tiplologia. Formas de vida pelágicas e betônicas: Plâncton, Bentos e Necton. Ambiente e comunidades costeiras: zonas litoral, infralitoral e circalitoral. Ambiente e Comunidades Oceânicas: zona epipelágica, batial, abissal e hadal. Distribuição geográficas. ECOLOGIA APLICADA I Preservação: Conceitos sobre preservação e conservação. Reservas da biosfera. Unidades Brasileiras de conservação: Legislação e finalidades dos Parques Nacionais, Estações Ecológicas Resevas ecológicas e demais áreas protegidas, municipais e particulares.

8 ECOLOGIA APLICADA II Poluição. Conceitos, Características e tipos. Impactos na flora e fauna, legislação. Poluição atmosférica, hídrica, do solo (alimentos agrotóxicos). ECOLOGIA APLICADA III Manejo nos Ecossistemas. Uso aplicado nos ecossistemas terrestres: silvicultura. Uso aplicado nos ecossistemas aquáticos: aquicultura.

9 Conteúdo programático BIO A63: Raízes históricas e emergência da ecologia nos séculos XIX e XX. Interfaces da Ecologia Interfaces com disciplinas da Biologia e outras Ciências Naturais Do estudo do Indivíduo à ecologia global. Ciências Ambientais e Educação Ambiental: definições básicas Princípios ecológicos básicos Abordagens em Ecologia Descritiva, funcional e evolutiva. O método científico aplicado à ecologia. Padrões & Causalidade múltipla em sistemas ecológicos complexos

10 O Delineamento Amostral em ecologia de campo Questão central da ecologia: análise da distribuição e abundância Técnicas básicas de recenseamento de animais e plantas Técnicas básicas de recenseamento em ambientes terrestres e aquáticos Ecologia dos organismos: Ecofisiologia Ecologia comportamental Os fatores ecológicos O clima regional e suas variações: a mudança global Mesoclimas e Microclimas: sua influência sobre os seres vivos Ecologia de populações O estudo das populações locais Populações e Metapopulações: mudança de paradigma

11 Estrutura das Populações Estimativas do tamanho ou densidade Estrutura Etária e Curva de sobrevivência Padrões espaciais de distribuição: fatores causais Razão sexual nas populações Dinâmica de Populações Modelos de crescimento populacional: equações básicas Taxa intrínseca de crescimento natural e Capacidade de Suporte Papel e efeitos da Competição intra-específica Regulação Populacional e dependência da densidade Interações entre populações Ecologia de Populações e Evolução dos Históricos de Vida Estratégias reprodutivas- hipóteses alternativas Ciclos anuais e perenes; semelparidade e iteroparidade

12 Balanço entre tamanho da ninhada e investimento parental Dinâmica espacial das populações Ecologia de Populações e Biologia da Conservação Metapopulações e a mudança de paradigma na Biologia da Conservação Da Teoria de Biogeografia de Ilhas aos Modelos de Metapopulação

13 Ecologia – Ciência que estuda como os organismos interagem entre si e com o mundo natural. - Conhecimento sobre o mundo que nos cerca. Necessária para a elaboração de melhores técnicas de manejo dos sistemas naturais.

14 Sistemas ecológicos – cada sistema ecológico menor pode ser um subconjunto de um sistema maior – sistemas hierárquicos.

15

16 Organismos – sistema mais elementar – limitado por uma cobertura, através do qual ele troca energia e matéria com os arredores. Separação dos sistemas internos e externos. Indivíduos transformam matéria e energia, que é adquirida dos arredores. Ao fazer isso modificam o próprio ambiente

17 Ecossistemas – conjuntos ecológicos complexos contendo diversos organismos e seus meios físicos. Biosfera inlui os ambientes e organismos da Terra.

18

19 Cada nível hierárquico tem estruturas e processos únicos – abordagens diferentes, porém com interconexões, onde diferentes visões podem ser aplicadas.

20

21 Seres vivos: diferentes papeis dentro dos sistemas ecológicos. Plantas usam energia do sol para produzir matéria orgânica. Animais se alimentam de outros orgamismos ou de restos.

22 Figure 1.5

23

24

25 Organismos podem modificar profundamente o ambiente onde vivem

26

27

28 Habitat – define o lugar onde o organismo vive Nicho – intervalo de condições que o organismo pode tolerar

29 Habitats terrestres definidos pela vegetação dominante. Ex: Florestas tropicais, cerrado, caatinga, campos, etc.

30 Figure 1.12

31 As espécies tem nichos ecológicos distintos.

32

33 Fenômenos podem se modificar no espaço e no tempo. Percepção depende da escala de observação. Sistemas ecológicos sofrem mudanças ao longo do tempo – evoluem. Adaptações – ajustes das estruturas às consições ambientais – Processo de seleção natural.

34 Figure 1.18

35 Humanos – parte importante da biosfera – atualmente a espécie com maior capacidade de modificação ambiental


Carregar ppt "Eduardo Mariano Neto BIO130 – Ecologia Geral BIO A63 – Ecologia 1."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google