A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Terceira Semana Vera Vargas, 2011 Período embrionário Terceira a oitava Semana.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Terceira Semana Vera Vargas, 2011 Período embrionário Terceira a oitava Semana."— Transcrição da apresentação:

1 Terceira Semana Vera Vargas, 2011 Período embrionário Terceira a oitava Semana

2

3 Período Embrionário 3ª a 8ª semana Terceira Semana

4 É a primeira semana após a não ocorrência da última menstruação normal ou cinco semanas após a data da última menstruação (UM)

5 Testes de gravidez Teste de gravidez - hCG Gonadotrofina Coriônica Humana, é um hormônio (glicoproteína) produzido pelo sinciciotrofoblasto e placenta. Excretado na urina da mãe, com um resultado positivo seguro após duas semanas de desenvolvimento.Ultrassonografia Cerca de três semanas após a fertilização ou cinco semanas após a data da UM.

6 No 14 o dia hipoblasto tornam-se colunaresCélulas do hipoblasto tornam-se colunares numa determinada área e forma a PLACA PRÉ- CORDAL. Esta placa revela a futura área da boca e futura região Cranial do Embrião.

7 Linha primitiva Notocorda Três camadas germinativas FORMAÇÃO DO EMBRIÃO HUMANO Acontece um rápido desenvolvimento do embrião a partir do disco embrionário

8 Epiblasto Hipoblasto Epiblasto FORMAÇÃO DO EMBRIÃO HUMANO

9

10 membrana bucofaríngea linha primitiva Epiblasto Hipoblasto Borda do âmno Parede do saco vitelino

11 linha primitiva nó primitivo Embrião processo notocordal Pedúnculo umbilical

12 O epiblasto representa a região dorsal do embrião Processo notocordal Extremidade cefálica Placa pró-cordal Nó primitivo Membrana cloacal

13 Linha Primitiva Placa Pré-cordal (placa pró-cordal)No disco embrionário, a partir da extremidade caudal, indo em direção a Placa Pré-cordal (placa pró-cordal), aparece um espessamento no epiblasto, na linha média A Linha Primitiva acúmulo e proliferação de células do epiblasto Enquanto isto acontece, forma-se o sulco primitivo e o nó primitivo (depressão)

14 GASTRULAÇÃO bilaminarProcesso no qual o disco embrionário bilaminar se transforma – Disco embrionário trilaminar Epiblasto Hipoblasto Mesoblasto

15 MorfogêneseÉ o início da Morfogênese, que é o desenvolvimento da forma do corpo. GástrulaO Embrião é chamado de Gástrula GastrulaçãoNa fase de Gastrulação são formadas as três camadas germinativas do embrião MesoblastoPouco depois do aparecimento da linha primitiva, células do epiblasto formam uma rede frouxa de tecido conjuntivo para formar o mesênquima ou Mesoblasto Este tecido conjuntivo formará os tecidos de sustentação do embrião.

16 Ectoderma intra- embrionário Epiblasto Ectoderma intra- embrionário Mesoderma intra- embrionário Alguns tecidos mesenquemais formam o Mesoderma intra- embrionário Endoderma intra- embrionário Hipoblasto Endoderma intra- embrionário(amarelo) (amarelo) Nó primitivo Linha primitiva Amnioblasto

17

18 Processo Notocordal e a Notocorda Processo NotocordalAlgumas células mesenquimais migram em sentido cefálico, a partir do nó primitivo até a placa pró-cordal e entre a ectoderma e o endoderma, formando um cordão (tubo) celular mediano conhecido como Processo Notocordal

19

20 Processo Notocordal No final da quarta semana a linha primitiva desaparece.

21 Alantóide Membrana cloacal Alantóide

22 No 16 o dia, surge uma pequena evaginação a partir da parede caudal do saco vitelino para o pedículo do embrião No embrião humano ele se mantém pequeno, está relacionado com o início da formação do sangue e bexiga urinária

23 Placa Neural Prega Neural Notocorda subjacente ao Sulco Neural Tubo Neural

24 NeurulaçãoPlaca Neural, Pregas Neurais e Tubo Neural Neurulação é o processo envolvido na formação da Placa Neural, Pregas Neurais e Tubo Neural NotocordaEctoderma Placa NeuralEnquanto a Notocorda se desenvolve, o Ectoderma acima da notocorda torna-se espesso para formar a Placa Neural NeurulaO embrião se chama de Neurula Este processo inicia-se na 3 o semana e termina no final da 4 o semana

25 neuroectoderma Sistema Nervoso CentralEctoderma da Placa Neural o neuroectoderma dará origem ao Sistema Nervoso Central (SNC) – Encéfalo – Medula Espinhal.

26 A Notocorda induz a formação da Placa neural Sulco neural

27 Tubo Neural Tubo Neural Surge da fusão das pregas do ectoderma

28 NeurulaçãoNeurosporos aberturas nas extremidades cefálica e caudal neurosporos rostral e caudal Tubo Neural apresenta aberturas nas extremidades cefálica e caudal chamado de neurosporos rostral e caudal.

29 Crista Neural

30 Pregas Neurais Tubo Neural Células da Crista NeuralCom a fusão das Pregas Neurais e a formação do Tubo Neural, algumas células denominadas de Células da Crista Neural de cada lado do Tubo Neural darão origem aos: – Gânglios Sensitivos; – Nervos Cranianos e Espinhais – Nervos Cranianos e Espinhais.

31 Os neuroporos anterior (cranial) e posterior (caudal), comunicam o canal central com a cavidade amniótica

32 O neuroporo cranial fecha na quarta semana (24d)

33 SomitosSomitos Somito

34 SomitosSomitos notocordatubo neural espessa coluna longitudinalQuando a notocorda e o tubo neural se formam, o mesoderma intra-embrionário forma uma espessa coluna longitudinal corpos cubóides paresSomitosNo final da 3 a semana, começa a se dividir em corpos cubóides pares chamados de Somitos esqueleto axial musculatura derme da pele adjacenteEstes darão origem a maior parte do esqueleto axial (ossos da cabeça, pescoço e tronco) e a musculatura associada e a derme da pele adjacente

35 SomitosSomitos 20 a 30 dias 38 pares de somitos Final da 5a semana 42 a 44 pares de somitos Usados como um dos critérios para determinar a idade do embrião

36 Celoma intra-embrionário Cavidade inicia-se na forma de espaços pequenos e isolados, no mesoderma lateral e mesoderma cardiogênico, se fundem e formam uma única cavidade 1.Cavidade Pericárdica 2.Cavidade Pleural 3.Cavidade Peritoneal Celoma intra- embrionário

37 Primórdio do coração Vasos sangüíneos primitivo Ilhotas sangüíneas Placa neural Borda do âmnio Desenvolvimento cardiovascular primitivo O coração e grandes vasos formam-se a partir de células mesenquimais da área cardiogênica

38 Artérias dorsais Veias cardinais anteriores Tubos endocárdicos Veia Aorta Pedículo do embrião Artérias umbilicais Veias vitelinas Vilosidades terciárias Córion Cordão umbilical Artérias vitelinas Plexo vascular no saco vitelino Desenvolvimento cardiovascular primitivo

39 O sistema cardiovascular é o primeiro sistema de órgãos a atingir a condição funcional. O batimento cardíaco pode ser detectado durante a 5 a semana.

40 Angiogênese e Hematogênese Borda do âmnio Disco embrionário Vasos sangüíneos em formação Saco coriônico Saco vitelino com ilhotas sangüíneas Primórdio do coração Pedículo do embrião Vasos sangüíneos primitivo Ilhotas sangüíneas Placa neural Borda do âmnio Ilhotas sangüíneas Parede do saco vitelino

41 Angiogênese e Hematogênese Células sangüíneas se formando a partir do endotélio Células sangüíneas primitivas Fusão de vasos adjacentes Ilhotas sangüíneas Parede do saco vitelino Luz do vaso sangüíneo primitivo

42 Angiogênese e Hematogênese mesoderma extra-embrionário do saco vitelinoA angiogênese ou formação dos vasos sangüíneos inicia no mesoderma extra-embrionário do saco vitelino, do pedículo do embrião no início da 3 a semana ilhotas sangüíneasCélulas mesenquimais (angioblastos) se juntam e formam ilhotas sangüíneas e pequenas cavidades aparecem Angioblastoscélulas endoteliais Angioblastos se achatam para formar células endoteliais e se organizam para revestir as cavidades Estas cavidades logo se fundem para formar redes endoteliais Vasos estendem-se por brotamento endotelial


Carregar ppt "Terceira Semana Vera Vargas, 2011 Período embrionário Terceira a oitava Semana."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google