A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS AULA 5 Profº CÍCERO CAIÇARA JR – MsC - SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS AULA 5.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS AULA 5 Profº CÍCERO CAIÇARA JR – MsC - SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS AULA 5."— Transcrição da apresentação:

1 SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS AULA 5 Profº CÍCERO CAIÇARA JR – MsC - SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS AULA 5 Profº CÍCERO CAIÇARA JR – MsC -

2 AULA 5 Módulos que compõe um ERP Cap. 7

3 PROBLEMAS EMPRESARIAIS REDUNDÂNCIA DE DADOSREDUNDÂNCIA DE DADOS RETRABALHORETRABALHO FALTA DE INTEGRIDADE DAS INFORMAÇÕESFALTA DE INTEGRIDADE DAS INFORMAÇÕES REDUNDÂNCIA DE DADOSREDUNDÂNCIA DE DADOS RETRABALHORETRABALHO FALTA DE INTEGRIDADE DAS INFORMAÇÕESFALTA DE INTEGRIDADE DAS INFORMAÇÕES

4 SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO ERP E – ENTERPRISE R – RESOURCE P - PLANNING PLANEJAMENTO DE RECURSOS EMPRESARIAIS

5 SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO ERP São sistemas de informação adquiridos na forma de pacotes comerciais de software que permitem a integração de dados dos sistemas de informação transacionais e dos processos de negócios ao longo de uma organização.São sistemas de informação adquiridos na forma de pacotes comerciais de software que permitem a integração de dados dos sistemas de informação transacionais e dos processos de negócios ao longo de uma organização.

6 MÓDULOS - ERP ERP – Possui estrutura modular Variam de fornecedor para fornecedor Os módulos mais clássicos são: –Financeiro –Materiais –Vendas –Controladoria –Qualidade e produção –Recursos humanos BACKOFFICE

7 TELA SAP – R/3

8 MÓDULOS - ERP Módulos básicos Módulos específicos ou verticais Módulos customizados Módulos básicos Módulos específicos ou verticais Módulos customizados

9 MÓDULOS BÁSICOS Essenciais e obrigatórios (backoffice) CO – Controladoria FI – Finanças PP – Planejamento da Produção MM – Gerenciamento de Materiais SD – Vendas e Distribuição HR – Recursos Humanos Essenciais e obrigatórios (backoffice) CO – Controladoria FI – Finanças PP – Planejamento da Produção MM – Gerenciamento de Materiais SD – Vendas e Distribuição HR – Recursos Humanos Obs: Nomes utilizados pela SAP

10 MÓDULOS ESPECÍFICOS OU VERTICAIS Soluções especializadas por segmento Planos de saúde Distribuidora de alimentos Indústria têxtil Instituições educacionais Hospitais e clínicas Etc. Soluções especializadas por segmento Planos de saúde Distribuidora de alimentos Indústria têxtil Instituições educacionais Hospitais e clínicas Etc. Obs: Nomes utilizados pela SAP

11 MÓDULOS CUSTOMIZADOS Adequações de acordo com a solicitação e necessidades do cliente Customizações normalmente são caras e exigem um razoável tempo de desenvolvimento Não esquecer que o ERP baseia-se nas melhores práticas Obs: Nomes utilizados pela SAP

12 MÓDULOS DE UM ERP

13

14 Escolhendo sistemas ERP O que define a escolha???? Quanto me custará? Minha Plataforma Tamanho do Negócio Funciona na Internet Preciso de algo feito especialmente para meu Negócio

15 Sistemas Produtivos Industriais Cap. 8 Wanderson S. Paris Sistemas Produtivos Industriais Cap. 8 Wanderson S. Paris

16 CARACTERÍSTICAS DA RELAÇÃO CLIENTE-FORNECEDOR CLIENTE-FORNECEDOR 1.Flexibilidade 2.Rapidez de Entrega 3.Tipo de produto 4.Tipo de cliente 5.Tamanho de Lotes 1.Flexibilidade 2.Rapidez de Entrega 3.Tipo de produto 4.Tipo de cliente 5.Tamanho de Lotes

17 FORMAS DE TRATAMENTO DO AMBIENTE DE DEMANDA PSP (produção sob projeto) PPE (produção para estoque) PSE (produção sob encomenda) MSE (montagem sob encomenda) FDL (fornecimento de linha) PSP (produção sob projeto) PPE (produção para estoque) PSE (produção sob encomenda) MSE (montagem sob encomenda) FDL (fornecimento de linha)

18 SISTEMAS DE PCP MRPMRP-IIERP KanbanJIT TOCOPT

19 SISTEMAS DE PCP MRPMRP-IIERP KanbanJIT TOCOPT Planejamento das Necessidades de Materiais

20 SISTEMAS DE PCP MRPMRP-IIERP KanbanJIT TOCOPT Planejamento dos Recursos de Manufatura

21 SISTEMAS DE PCP MRPMRP-IIERP KanbanJIT TOCOPT Planejamento dos Recursos da Empresa

22 SISTEMAS DE PCP MRPMRP-IIERP KanbanJIT TOCOPT Produção Just-in-Time

23 SISTEMAS DE PCP MRPMRP-IIERP KanbanJIT TOCOPT Sistema Kanban

24 SISTEMAS DE PCP MRPMRP-IIERP KanbanJIT TOCOPT Tecnologia da Produção Otimizada

25 SISTEMAS DE PCP MRPMRP-IIERP KanbanJIT TOCOPT Teoria das Restrições

26 REGISTROS DE ESTOQUE MRP Planejam. das necessidades de materiais Listas de materiais Registros de estoque Programa-mestre de produção Planos de materiaisOrdens de trabalhoOrdens de compra Carteira de pedidos Previsão de vendas

27 MRP DE CICLO FECHADO Plano de produção Programa-mestre de produção Plano de materiais Plano de necessidades de recursos Programa-mestre de produção Plano de materiais

28 MRP-IIMRP-II Um plano global para o planejamento e monitoramento de todos os recursos de uma empresa de manufatura: manufatura, marketing, finanças e engenharia. Tecnicamente, ele envolve a utilização do sistema MRP e ciclo fechado para gerar números financeiros. Oliver Wight Um plano global para o planejamento e monitoramento de todos os recursos de uma empresa de manufatura: manufatura, marketing, finanças e engenharia. Tecnicamente, ele envolve a utilização do sistema MRP e ciclo fechado para gerar números financeiros. Oliver Wight

29 MÓDULOS BÁSICOS DO MRPII MRPII PP MPS MRP CRP SFC

30 OBJETIVOS BÁSICOS DA FILOSOFIA JIT Satisfazer as necessidades do cliente Eliminar desperdícios Melhorar continuamente Envolver totalmente as pessoas Organização e visibilidade

31 ELEMENTOS BÁSICOS PARA O SISTEMA JIT ELEMENTOS BÁSICOS PARA O SISTEMA JIT Qualidade Multifuncionalidade Operacional Fornecedores Tempos de Preparação (setup) Programa Mestre (master plan) Kanban Qualidade Multifuncionalidade Operacional Fornecedores Tempos de Preparação (setup) Programa Mestre (master plan) Kanban

32 CONTROLE KANBAN Kanban de Transporte Kanban de Produção Kanban de Fornecedor

33 OS 5 PASSOS DA TEORIA DAS RESTRIÇÕES - TOC 1. Identificar os gargalos restritivos do sistema; 2. Programar estes gargalos de forma a obter o máximo de benefícios; 3. Programar os demais recursos em função da programação anterior;

34 OS 5 PASSOS DA TEORIA DAS RESTRIÇÕES - TOC 4. Investir prioritariamente no aumento da capacidade dos gargalos restritivos do sistema; 5. Alterando-se os pontos gargalos restritivos, voltar ao passo Investir prioritariamente no aumento da capacidade dos gargalos restritivos do sistema; 5. Alterando-se os pontos gargalos restritivos, voltar ao passo 1.

35 MEDIDAS OPERACIONAIS GLOBAIS DA TOC DESPESA OPERACIONAL INVENTÁRIO GANHO

36 MEDIDAS OPERACIONAIS GLOBAIS DA TOC DESPESA OPERACIONAL INVENTÁRIO GANHO O índice no qual o sistema gera dinheiro através das vendas.

37 MEDIDAS OPERACIONAIS GLOBAIS DA TOC DESPESA OPERACIONAL INVENTÁRIO GANHO Todo dinheiro que o sistema investe na compra de coisas que o sistema pretende vender.

38 MEDIDAS OPERACIONAIS GLOBAIS DA TOC DESPESA OPERACIONAL INVENTÁRIO GANHO Todo dinheiro que o sistema gasta para transformar inventário em ganho.


Carregar ppt "SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS AULA 5 Profº CÍCERO CAIÇARA JR – MsC - SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS AULA 5."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google