A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

01.Estrutura (6 slides) 10. Nono e Décimo Mandamento 02.Primeiro Mandamento (20 slides) (9 slides) 03.Segundo Mandamento (7slides) 11. Virtudes (26 slides)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "01.Estrutura (6 slides) 10. Nono e Décimo Mandamento 02.Primeiro Mandamento (20 slides) (9 slides) 03.Segundo Mandamento (7slides) 11. Virtudes (26 slides)"— Transcrição da apresentação:

1 01.Estrutura (6 slides) 10. Nono e Décimo Mandamento 02.Primeiro Mandamento (20 slides) (9 slides) 03.Segundo Mandamento (7slides) 11. Virtudes (26 slides) 04.Terceiro Mandamento (5 slides) 05.Quarto Mandamento (11 slides) 06. Quinto Mandamento ( 23 slides) 07. Sexto Mandamento ( 20 slides ) 08. Sétimo Mandamento (12 slides) 09. Oitavo Mandamento (13 slides) Aulas previstas: Dez Mandamentos 02 Segundo Mandamento

2 1/7 Ex 20, 7 Ex 20, 7 : Não dirás o nome do Senhor, teu Deus, em falso, pois o Senhor não deixará impune o que Dt 5, 11 jure o seu nome em falso (cfr. Dt 5, 11 ). Mt 5, Mt 5, : Ouvistes o que se disse aos antepassa- dos: Não perjurarás, antes cumprirás ao Senhor os teus juramentos. Pois eu digo-vos que não jureis nunca. Segundo Mandamento Designar o nome é referir-se à pessoa que o ostenta, pelo que o nome de CCE 2143 Deus evoca a mesma pessoa divina. CCE 2143 : O nome de Deus é santo. Por isso o homem não pode usar mal dele. Deve-o guardar na memória num silêncio de adoração amorosa.

3 2/7 Teologia Fundamental Deus é sagrado e introduz o homem no âmbito do sacro ou sagrado. O sacro caracteriza as realidades que participam de algum modo da santidade de Deus, na medida em que se dedicam a Ele consagrando-se ao seu culto ou serviço. Existem coisas sagradas (cálices, templos dedicados ao culto divino,...) e pessoas sagradas porque se consagram ao serviço de Deus e da Igreja. Mas a categoria de sagrado corresponde mais direc- tamente aos sacramentos e de forma singular à Eucaristia.

4 3/7 Há épocas em que parece que se quer apagar todo o âmbito do sagrado, até pretender dessacralizar tudo. Houve épocas nas quais se sacralizaram realidades que em si mesmas são profanas. Com rigor o mundo, a ciência, a técnica e as diversas insti- tuições sociais são profanas. A secularização é pertinente quando se refere a realidades em si mesmas profanas. Pelo contrário se se defende uma secularização absoluta, corre-se o risco de acabar no secularismo, o qual repudia Jean Guitton qualquer referência a Deus. Jean Guitton : uma das coisas importantes hoje em dia é trabalhar pela regeneração do sentido do sagrado Memória de um século ( Memória de um século ). O oposto ao sagrado é o profano Segundo Mandamento

5 4/7 Santo Agostinho Jurar é tomar Deus por testemunho da verdade. Santo Agostinho : jurar é devolver Sermão 180São Tomás a Deus o direito que tem a toda verdade ( Sermão 180 ). São Tomás : o homem, ao jurar tomando Deus por testemunho, confessa a excelência superior de Deus cuja verdade é infalível e o seu conhecimento universal. Pelo que tributa a Deus de algu- II-II, q. 89, a. 4 ma maneira reverência ( II-II, q. 89, a. 4 ). Segundo Mandamento Jesus condenou a prática abusiva do povo judeu do seu tempo (jurar sem necessidade e sem cumprir). Juramento assertório e juramento promissório. Válido : intenção e fórmula devida. Licitude : com justiça, com necessidade e com verdade.

6 5/7 Segundo Mandamento O voto é emitido em honra de Deus (se pode fazer sob a intercessão da Virgem ou de um santo). Validade : que se delibere com liberdade plena acerca do que se promete; é necessário que quem o emita possa cumpri-lo em tempo devido. Faz-se voto de realizar algo que em si mesmo é óptimo. Voto é a promessa deliberada e livre feita a Deus de um bem possível e melhor que o seu contrário. O voto supõe um compromisso sério com Deus, o qual origina a obrigação grave de o cumprir. As promessas são algo que se promete fazer em honra de Deus por ter obtido, ou para alcançar dEle, alguma graça especial. Nalguns casos, a Igreja pode, por razões proporcionadas, dispensar dos votos e das CCE 2103 promessas ( CCE 2103 ).

7 6/7 Segundo Mandamento Pecados contra o segundo mandamento Blasfémia : injúria directa de pensamento, palavra ou obra contra Deus e os santos; Abusar do nome de Deus; Sacrilégio : profanação ou lesão de uma pessoa, coisa ou lugar sagrado (especial- mente grave a recepção da Eucaristia em pecado mortal); Perjúrio ; 4 Incumprimento dos votos. 5

8 7/7 Ficha técnica Bibliografia Estes Guiões são baseados nos manuais da Biblioteca de Iniciação Teológica da Editorial Rialp (editados em português pela editora Diel) Slides Original em português europeu - disponível em inicteol.googlepages.com


Carregar ppt "01.Estrutura (6 slides) 10. Nono e Décimo Mandamento 02.Primeiro Mandamento (20 slides) (9 slides) 03.Segundo Mandamento (7slides) 11. Virtudes (26 slides)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google