A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

01.Estrutura (6 slides) 10. Nono e Décimo Mandamento 02.Primeiro Mandamento (20 slides) (8 slides) 03.Segundo Mandamento (7slides) 11. Virtudes (26 slides)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "01.Estrutura (6 slides) 10. Nono e Décimo Mandamento 02.Primeiro Mandamento (20 slides) (8 slides) 03.Segundo Mandamento (7slides) 11. Virtudes (26 slides)"— Transcrição da apresentação:

1 01.Estrutura (6 slides) 10. Nono e Décimo Mandamento 02.Primeiro Mandamento (20 slides) (8 slides) 03.Segundo Mandamento (7slides) 11. Virtudes (26 slides) 04.Terceiro Mandamento (5 slides) 05.Quarto Mandamento (11 slides) 06. Quinto Mandamento ( 23 slides) 07. Sexto Mandamento ( 20 slides ) 08. Sétimo Mandamento (12 slides) 09. Oitavo Mandamento (13 slides) Aulas previstas: Moral especial - Dez Mandamentos 09 e 10 Nono e Décimo Mandamento

2 1/8 Os dois últimos mandamentos se fixam no interior do homem. Supõem um avanço na exposição dos Mt 15, 19 deveres morais. Mt 15, 19 : do coração procedem os maus pensamentos, os homicídios, os adultérios, a fornicação, os roubos, os falsos testemunhos e as blasfémias. Nono e Décimo Mandamento Condena os maus pensamentos e desejos contra as virtudes da castidade e da pobreza. Mas, indirectamente, se contemplam também os pecados internos contra as demais virtudes, especialmente contra a caridade e a humildade, como são o ódio e o rancor, a inveja e o afã de vingança.

3 2/8 Dt 5, 21Ex 20, 17 Dt 5, 21 : Não desejarás a mulher do teu próximo (cfr. Ex 20, 17 ). Mt 5, 27 Mt 5, 27 : Ouviste o que se disse aos antigos: Não cometerás adultério. Mas eu digo-vos que todo o que olha para una mulher desejando-a, já cometeu adultério no seu coração. O limpo de coração goza de uma especial aptidão para descobrir a Deus e sabe valorar o sentido real da sexualidade humana. CCE 2519 CCE 2519 : Aos limpos de coração se lhes promete que verão a Deus cara a cara e que serão semelhan- tes a Ele. A pureza de coração é o preâmbulo da visão. Já a partir de agora esta pureza nos concede ver segundo Deus, receber ao outro como um próximo; nos permite considerar o corpo humano, o nosso e o do próximo, como templo do Espírito Santo, uma manifestação da beleza divina. Nono e Décimo Mandamento Nono mandamento

4 3/8 Nono e Décimo Mandamento Mt 6, Mt 6, : Os gentios se afanam por tudo isso; mas também sabe vosso Pai celestial que de tudo isso tendes necessidade. Buscai primeiro o reino de Deus a sua justiça, e tudo isso se vos dará por acréscimo. Não vos inquieteis, pois, pelo amanhã. Décimo mandamento Dt 5, 21 Dt 5, 21 : Não desejarás a sua casa, nem o seu campo, nem o seu servo nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu asno, nem nada do que Ex pertença ao teu próximo (cfr. Ex ). Jesus ensina a disposição interior que há- -de ter o crente na sua relação com estes bens: Não vos inquieteis pela vossa vida, pelo que haveis de comer ou beber, nem pelo Mt 6, vosso corpo, pelo que haveis de vestir ( Mt 6, ).

5 4/8 Um pensamento ou desejo não só se inicia na inteligência e no coração, senão que se manifesta em gestos perceptíveis : necessi- dade do domínio de si mesmo para não exteriorizar o aborrecimento, o orgulho, a inveja ou a preguiça em actos externos de ira, impaciência, orgulho, inveja ou preguiça. No facto de elevar a moral para o âmbito dos pensamentos e dos desejos descobre-se a grandeza da moral cristã, que responde à totalidade da pessoa. Os pecados internos não são só produto da imaginação, senão que neles intervêm também o entendimento, a vontade e a memória. Por isso são graves se neles se consente e se trata de matéria grave: há que combatê-los. É fácil acostumar-se a eles e não lhes dar a impor- tância ética que têm. a b c Nono e Décimo Mandamento

6 5/8 O homem está ferido pelo pecado original, o que dá lugar à luta entre o espírito e a carne. Nono e Décimo Mandamento Com o ensino da origem interior do mal e do bem moral, Jesus eliminou a tentação de se ficar numa moral externa, do que se vê, ou de apreço ou negativa social. Suprime o farisaísmo. Para que os maus pensamentos e desejos sejam pecados, é preciso que sejam consentidos pela vontade. Enquanto não houver consentimento, não se pode falar de pecado: sentir não é consentir.

7 6/8 A respeito da virtude da pureza : na vida matrimonial, os esposos que vivem a castidade conjugal não só evitam os pecados externos e internos contra a castidade (não desejar a mulher do próximo), senão que, o mesmo tempo, não buscam em exclusivo as suas próprias satisfações. Nono e Décimo Mandamento A respeito da virtude da pobreza : Aos ricos deste mundo que não sejam altivos nem confiem na incerteza das riquezas, mas em Deus, que nos dá abundantemente todas as coisas para nosso uso; que façam o bem, que se tornem ricos em boas obras, que sejam g enerosos, que repartam, que juntem assim para si um sólido tesouro para o futuro, para a vida eterna, a fim de 1 Tim 6, alcançarem a verdadeira vida ( 1 Tim 6, ). O cultivo do interior (inteligência e coração) resgata o homem e a mulher do seu egoísmo e os enriquece:

8 7/8 Os pecados externos acrescentam à malícia interior a execução da acção e os maus efeitos e escândalo que podem seguir-se. A primeira batalha da moralidade tem lugar no coração. Lograr a própria perfeição depende do cumprimento amoroso dos mandamentos. Desta maneira, se colmatam as ânsias de felicidade escritas no próprio coração do homem. Nono e Décimo Mandamento A santidade do individuo produz um bem extraordinário na Igreja, Povo de Deus, e repercute em toda a sociedade.

9 8/8 Ficha técnica Bibliografia Estes Guiões são baseados nos manuais da Biblioteca de Iniciação Teológica da Editorial Rialp (editados em português pela editora Diel) Slides Original em português europeu - disponível em inicteol.googlepages.com


Carregar ppt "01.Estrutura (6 slides) 10. Nono e Décimo Mandamento 02.Primeiro Mandamento (20 slides) (8 slides) 03.Segundo Mandamento (7slides) 11. Virtudes (26 slides)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google