A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

NEONATOLOGIA Definições: -AIG, PIG, GIG. -Baixo peso: menor 2.500g -Muito baixo peso: inferior 1.500g -RN: recém nascido até 28 dias; -Termo: 37 a 42 semanas;

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "NEONATOLOGIA Definições: -AIG, PIG, GIG. -Baixo peso: menor 2.500g -Muito baixo peso: inferior 1.500g -RN: recém nascido até 28 dias; -Termo: 37 a 42 semanas;"— Transcrição da apresentação:

1 NEONATOLOGIA Definições: -AIG, PIG, GIG. -Baixo peso: menor 2.500g -Muito baixo peso: inferior 1.500g -RN: recém nascido até 28 dias; -Termo: 37 a 42 semanas; -Prematuro: menor que 37 semanas; -Pós- termo: maior que 42 semanas.

2 Avaliações Avaliação do peso e estatura dos RNs brasileiros indicam as seguintes médias no caso dos neonatos a termo: 3.500g/ 50cm para os bebês do sexo masculino e 3.280g/49,6cm para os do sexo feminino. PC: RNs a termo é de 34-35cm. Já o perímetro torácico deve ser sempre 2-3cm menor que o cefálico (Navantino, 1995). PT: em torno de 33 e PA: 35cm

3 Os parâmetros de normalidade dos sinais vitais no RN Freqüência respiratória - 25/60 incursões respiratórias por minuto; Freqüência cardíaca - 120/180 batimentos por minuto; Temperatura - 36, 0 a 37,0ºC (axilar)

4 NEONATOLOGIA Cuidados ImediatosCuidados Mediatos - Credeização -Manter temperatura - Permeabilidade das vias aéreas - Escala de apgar - Identificação - Pinçamento do cordão -Exame cordão -Coleta exames (cordão) -Adm Vitamina K -Adm Hepatite B -Higienização - Medidas antropométricas -DNV e caderneta

5 NEONATOLOGIA Credeização: adm de nitrato de prata 1% para prevenção da oftalmia gonocócica. Método de Capurro: Avaliação da IG do RN frente ao exame físico.

6 Neonatologia Cuidados anteparto: Checar material de reanimação, medicação, temperatura berço. Atentar para RN de risco: prematuridade, infecções, TP prolongado, distócias – comunicar berçário. medicações: adrenalina, bicarbonato, glicose a 10%, água destilada, solução fisiológica a 0,9%.

7 Neonatologia

8 Icterícia: Liberação sanguínea de bilirrubina devido hemólise das hemácias. Patológica ou Precoce: Ocorre dentro das primeiras 24 horas após o nascimento; o nível de bilirrubina sérica se eleva acima de 13mg/dl. Causas: incompatibilidade sanguínea ABO ou Rh; anormalidades hepáticas, biliares ou metabólicas ou infecção. É mais comum em prematuros, partos traumáticos e condições como hipóxia e hipoglicemia.

9 Icterícia: Fisiológica: Início 48 a 72 horas após o nascimento. Pico de 4 a 12 mg/dl em torno do 3º ao 5º dia após o nascimento. Comumente desaparece ao final do 7º dia. Causas: Circulação hepática diminuída, carga de bilirrubina aumentada, captação hepática de bilirrubina plasmática reduzida, conjugação da bilirrubina diminuída e excreção de bilirrubina diminuída

10 Icterícia: Risco: Kernicterius (encefalopatia bilirrubínica). Avaliação clínica por área: quanto mais periférica a icterícia mais grave (presente na circulação periférica- pequenos vasos). Fototerapia: Decompõem a bilirrubina de não-conjugada em conjugada, podendo ser excretada (solúvel).

11 Fototerapia Manter o aparelho em local ventilado, evitando superaquecimento; Colocar, nas laterais desses aparelhos, panos brancos até a altura do berço, aumentando, assim, a eficácia da fototerapia pela reflexão; despir o RN, mudança de decúbito, proteção dos olhos, não usar óleo ou loções, higienização, incentivar AME, verificar balanço hídrico, coleta sangue para dosar bilirrubina. Ao posicionar o RN sob o aparelho, deve-se guardar uma distânciade aproximadamente 45 a 50 cm da fonte de luz, mudando-o de posição a cada duas horas;

12 Fototerapia Durante a fototerapia deve-se: atentar para o estado de hidratação do RN, verificando o turgor de sua pele e a umidade da mucosa; Observar as condições da pele, tais como: cor, presença de erupções e queimaduras; oferecer líquidos por via oral com freqüência e controlar a velocidade de infusão venosa; fazer o controle diário do peso; observar as características das eliminações vesicais e intestinais (cor, consistência, freqüência e volume), acompanhando e avaliando a ação do tratamento; Deve-se verificar a temperatura do recém–nascido a cada 4 horas,pois a fototerapia pode provocar alterações da temperatura corporal;

13 Exangüinitransfusão Tentativa da substituição do sangue do RN por outro, normalmente pelo coto umbilical, utilizando técnica asséptica. Geralmente em CC. Complicação: Kernicterius (encefalopatia bilirrubínica) Outros: Estresse por frio Taquipnéia, metabolismo aumentado, hipoglicemia ).

14 ABC da REANIMAÇÃO NEONATAL AIRWAY: Estabelecer e manter vias aéreas pérvias: -Posicionamento adequado da cabeça e pescoço; - Aspiração do nariz, boca e se necessário da traquéia ; - Intubação traqueal se necessário.

15 ABC da REANIMAÇÃO NEONATAL B – BREATHING: Iniciar respiração através de : - Estimulação Tátil; - Ventilação com pressão positiva, CFR ou ambu com máscara ou tubo orotraqueal. CIRCULATION: - Massagem cardíaca e medicações.

16

17 REANIMAÇÃO: Parâmetros Oxigenação: 5l /min(O2 100%), com respiração espontânea FC maior que 100bpm e cianose. Ventilação Pressão Positiva: FC menor que 100bpm ( âmbu e CFR), se permanecer intubação + VPP(40 a 60mov7min). Massagem: FC menor 80bpm + ventilação. Medicação: Se FC menor que 60 + ventilação. Mecônio Presente:Aspirar antes de ventilar.


Carregar ppt "NEONATOLOGIA Definições: -AIG, PIG, GIG. -Baixo peso: menor 2.500g -Muito baixo peso: inferior 1.500g -RN: recém nascido até 28 dias; -Termo: 37 a 42 semanas;"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google