A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Descobrir a necessidade e o valor da oração na nossa vida. Aprender com Jesus a dialogar com Deus Pai. Rezar com fé e confiança durante o encontro e nos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Descobrir a necessidade e o valor da oração na nossa vida. Aprender com Jesus a dialogar com Deus Pai. Rezar com fé e confiança durante o encontro e nos."— Transcrição da apresentação:

1

2 Descobrir a necessidade e o valor da oração na nossa vida. Aprender com Jesus a dialogar com Deus Pai. Rezar com fé e confiança durante o encontro e nos dias seguintes.

3 Quando se vai para um encontro de catequese, esta deve começar e acabar com uma oração. Não é a catequese porventura uma Oração?! Convido-vos pois, de pé, a rezarmos o salmo 121. Levanto os meus olhos para as Montanhas: Donde me virá O meu auxílio? O meu auxílio vem do Senhor, Criador do céu e da terra. Não deixará que os teus pés vacilem! Não dorme quem te guarda!

4 EXPERIÊNCIA HUMANA Evocar / Provocar Alargar Aprofundar … da vida Vivemos num mundo em que os meios audiovisuais (rádio, televisão, Internet, telemóveis, etc.) ocupam os nossos tempos livres. Estamos em constante contacto com tudo e com todos, mas o nosso grande amigo, Jesus, vai ficando para trás pois alegamos sempre que não temos tempo… (Vivemos - nos novos catecismos )

5 EXPERIÊNCIA HUMANA Evocar / Provocar Alargar Aprofundar … da vida Orar é tratar de amizade com quem sabemos que nos ama (Sta. Teresa de Ávila) (Vivemos - nos novos catecismos )

6 EXPERIÊNCIA HUMANA Evocar / Provocar Alargar Aprofundar … da vida …tenho problemas. …surgem dúvidas. …me encontro só. …vejo alguma tragédia. …ouço alguma má notícia. …vejo tudo negro. …tudo corre bem. …me sinto amado(a). …estou contente. …me deito. …lhe quero pedir algo. (Vivemos - nos novos catecismos ) Durante 5 minutos vamos preencher os seguintes quadros.

7 EXPERIÊNCIA HUMANA Evocar / Provocar Alargar Aprofundar … da vida Sempre o fiz. O amo. Sinto necessidade. Sinto-me bem. Confio nEle. Gosto de me sentir perto dEle. Ele é o confidente. Sinto a Sua presença amiga. Lhe quero agradecer algo. Lhe quero pedir algo. (Vivemos - nos novos catecismos )

8 EXPERIÊNCIA HUMANA Evocar / Provocar Alargar Aprofundar … da vida Não sinto necessidade. Não tenho tempo. Não sei fazê-lo. Parece-me perder tempo. Não encontro o momento adequado. Não sei se Ele me escuta. Prefiro fazer coisas úteis aos outros. Não obtenho resposta. _______________________. (Vivemos - nos novos catecismos )

9 EXPERIÊNCIA HUMANA Evocar / Provocar Alargar Aprofundar … da vida (Vivemos - nos novos catecismos ) Porque queremos viver e viver uma vida feliz! Porque ansiamos por uma vida eterna! Porque não queremos morrer! Haverá alguém que nos dê uma vida em todos os sentidos?

10 EXPERIÊNCIA HUMANA Evocar / Provocar Alargar Aprofundar … da vida (Vivemos - nos novos catecismos ) Antes de terminar este 1º encontro convido-vos a uma oração. Tentem fechar os olhos e pensem em tudo o que faz parte da vossa vida. E assim tentem dizer a Deus tudo o que vos vai no coração.

11 EXPERIÊNCIA HUMANA Evocar / Provocar Alargar Aprofundar … da vida (Vivemos - nos novos catecismos ) E para acabar convido-vos A rezarmos o mesmo salmo com que começamos. Não se esqueçam de rezar todos os dias. Salmo 121 Levanto os meus olhos para as Montanhas: Donde me virá O meu auxílio? O meu auxílio vem do Senhor, Criador do céu e da terra. Não deixará que os teus pés vacilem! Não dorme quem te guarda!

12 (Aprofundamos - nos novos catecismos ) Evocar / Provocar Alargar Aprofundar Anúncio Interiorização Conversão … da vida Convido-vos a começar este 2º encontro cantando o Pai Nosso. Pai Nosso, que estais no Céu, Santificado seja o vosso nome, Venha a nós o vosso reino; Seja feita a vossa vontade, Assim na terra como no céu. O pão nosso de cada dia Nos dai hoje, Perdoai-nos as nossas ofensas, Assim como nós perdoamos A quem nos tem ofendido E não nos deixeis cair Em tentação, Mas livrai-nos do mal.

13 (Aprofundamos - nos novos catecismos ) Evocar / Provocar Alargar Aprofunda r Anúncio Interiorização Conversão … da vida Vamos ver quando Jesus rezava e qual o resultado dessa oração. Vamos ver quando Jesus rezava e qual o resultado dessa oração. Convido-vos pois, durante dez minutos a preencher duas ou três linhas do seguinte quadro:

14 (Aprofundamos - nos novos catecismos ) Evocar / Provocar Alargar Aprofundar Anúncio Interiorização Conversão … da vida A ORAÇÃO DE JESUS SEGUNDO S. LUCAS Quando rezavaQual o resultado da Sua oração Lc. 3, Lc. 4, Lc. 4, 42 Lc. 6, 12 Lc. 9, Lc. 10, 21 Lc. 22, Lc. 23, 34 Lc. 23, 46

15 (Aprofundamos - nos novos catecismos ) Evocar / Provocar Alargar Aprofundar Anúncio Interiorização Conversão … da vida Podemos tirar as seguintes conclusões: 1º Jesus rezava regularmente; 2º Havia alturas em que aumentava a intensidade da sua oração; 3º Que a sua oração teve efeitos grandiosos: no Seu baptismo, antes da Transfiguração, quando revelou a Sua comunhão filial com o Pai aos seus discípulos depois destes regressarem da sua actividade missionária e antes da Sua paixão e morte.

16 (Aprofundamos - nos novos catecismos ) Evocar / Provocar Alargar Aprofundar Anúncio Interiorização Conversão … da vida Portanto sem a oração Ele não teria feito o que fez; ou melhor, o que Deus fez através dele. VALE OU NÃO APENAS REZAR?!

17 (Aprofundamos - nos novos catecismos ) Evocar / Provocar Alargar Aprofundar Anúncio Interiorização Conversão … da vida Perante tudo o que se passava com Jesus, também os discípulos tiveram necessidade de orar. Vamos escutar pois, esse acontecimento em Lc. 11, 1-4. Perante tudo o que se passava com Jesus, também os discípulos tiveram necessidade de orar. Vamos escutar pois, esse acontecimento em Lc. 11, 1-4. Sucedeu que Jesus estava algures a orar. Quando acabou, disse-lhe um dos seus discípulos: « Senhor, ensina-nos a orar, como João também ensinou os seus discípulos». Disse-lhes Ele: « Quando orardes, dizei: Pai, santificado seja o teu nome; venha o teu Reino; dá-nos o nosso pão de cada dia; perdoa os nossos pecados, pois também nós perdoamos a todo aquele que nos ofende; e não nos deixes cair em tentação». Sucedeu que Jesus estava algures a orar. Quando acabou, disse-lhe um dos seus discípulos: « Senhor, ensina-nos a orar, como João também ensinou os seus discípulos». Disse-lhes Ele: « Quando orardes, dizei: Pai, santificado seja o teu nome; venha o teu Reino; dá-nos o nosso pão de cada dia; perdoa os nossos pecados, pois também nós perdoamos a todo aquele que nos ofende; e não nos deixes cair em tentação». Fazemos breves momentos de silêncio.

18 (Aprofundamos - nos novos catecismos ) Evocar / Provocar Alargar Aprofundar Anúncio Interiorização Conversão … da vida Que belo pedido! «Senhor ensina-nos a rezar!» Reparem que já é uma oração. E é uma oração que nasce da oração. Que belo pedido! «Senhor ensina-nos a rezar!» Reparem que já é uma oração. E é uma oração que nasce da oração. A forma que nós rezamos hoje é do evangelho de S. Mateus (6, 9-13). Era a forma rezada pelos cristãos para quem foi escrito este evangelho. S. Lucas escreveu para os cristãos de origem pagã e manteve talvez a forma mais próxima da ensinada por Jesus. O Pai Nosso tem duas partes: na 1ª voltamo-nos para Deus, para que na 2ª, Ele se volte para nós.

19 (Celebramos - nos novos catecismos ) Evocar / Provocar Alargar Aprofundar Anúncio Interiorização Conversão Celebração Doutrina Compromisso … da vida Para a Vida Vamos fazer silêncio e cada um procure dizer no seu coração a Jesus :Senhor, ensina-nos a rezar. Vamos rezar assim: um de vós pronuncia as palavras de Jesus (1º coro) e os restantes vão comentando e saboreando sempre em forma de oração (2º coro).

20 1º Coro2º Coro Pai Nosso Porque nos chamamos e somos vossos filhos, ousamos invocar-vos como Pai; e porque de todos nos fazeis irmãos, ousamos chamar- vos Pai Nosso. Que estais no céus Não porque estais longe ou afastado de nós, mas porque ninguém como vós está connosco, em Jesus Cristo, o Emanuel. Santificado seja o Vosso nome Sim; que o nome com que vos revelais e estais connosco seja por todos respeitado, venerado e proclamado como Santo. Venha a nós o Vosso Reino Sim, que triunfe plenamente entre nós e em todo o mundo o Reino da verdade e justiça, de liberdade, de amor e de paz, proclamado e iniciado por Jesus Cristo, Vosso Filho. Seja feita a Vossa vontade assim na terra como no céu Sim, que a Vossa vontade se faça, tanto na alegria como na dor, para que diminua cada vez mais a distância que separa a terra do céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje Dai-nos, a todos o pão que sacia a fome do corpo, e o pão do amor que, na Eucaristia, faz de nós um só corpo, em Jesus Cristo, vosso Filho. Perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido… Porque, só perdoando a quem nos prejudica e ofende, sabemos que está em nós o perdão que a todos ofereceis com tanto amor. E não nos deixeis cair em tentação… Sobretudo quando, no bem-estar ou na provação, corremos o perigo de perder a confiança e nos separarmos de vós e uns dos outros. Mas livrai-nos do mal Para podermos reconhecer e proclamar de todo o coração que só a Vós pertence o Reino, o Perdão e a Glória para sempre! Amen.

21 (Actuamos - nos novos catecismos ) Evocar / Provocar Alargar Aprofundar Anúncio Interiorização Conversão Celebração Doutrina Compromisso … da vida Para a Vida Doutrina Doutrina é um conjunto de princípios em que se baseia uma religião. Então quais foram os princípios que eu tirei desta catequese para assim poder actuar na minha vida? Como é que Jesus é modelo para mim? Como posso segui-LO hoje? Como posso anunciar, hoje, que o Reino de Deus é para todos?

22 (Actuamos - nos novos catecismos ) Evocar / Provocar Alargar Aprofundar Anúncio Interiorização Conversão Celebração Doutrina Compromisso … da vida Para a Vida Jesus Cristo é verdadeiro Deus e verdadeiro Homem, na unidade da sua Pessoa divina; por essa razão, Ele é o único mediador entre Deus e os homens (CIC 480)

23 (Realizamos - nos novos catecismos ) Evocar / Provocar Alargar Aprofundar Anúncio Interiorização Conversão Celebração Doutrina Compromisso … da vida Para a Vida Assim também a fé: se ela não tiver obras, está completamente morta. Mais ainda: poderá alguém alegar sensatamente: «Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me então a tua fé sem obras, que eu, pelas minhas obras, te mostrarei a minha fé». (Tg. 2, 17-19) E agora? Qual o compromisso que vou tomar?

24 (Realizamos - nos novos catecismos ) Evocar / Provocar Alargar Aprofundar Anúncio Interiorização Conversão Celebração Doutrina Compromisso … da vida Para a Vida Convido-vos a terminar este encontro cantando de novo o Pai Nosso. Pai Nosso, que estais no Céu, Santificado seja o vosso nome, Venha a nós o vosso reino; Seja feita a vossa vontade, Assim na terra como no céu. O pão nosso de cada dia Nos dai hoje, Perdoai-nos as nossas ofensas, Assim como nós perdoamos A quem nos tem ofendido E não nos deixeis cair Em tentação, Mas livrai-nos do mal.

25 Evocar / Provocar Alargar Aprofundar Anúncio Interiorização Conversão Celebração Doutrina Compromisso … da vida Para a Vida

26 FIM Trabalho baseado na catequese nº 9 do 8º ano. (José Meneses Rocha) Out. 2008


Carregar ppt "Descobrir a necessidade e o valor da oração na nossa vida. Aprender com Jesus a dialogar com Deus Pai. Rezar com fé e confiança durante o encontro e nos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google