A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Perfil do Cristão Quebrantamento José Adelson de Noronha Baseado em Estudo Bíblico do Pr. Marco Antônio de Sousa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Perfil do Cristão Quebrantamento José Adelson de Noronha Baseado em Estudo Bíblico do Pr. Marco Antônio de Sousa."— Transcrição da apresentação:

1 O Perfil do Cristão Quebrantamento José Adelson de Noronha Baseado em Estudo Bíblico do Pr. Marco Antônio de Sousa

2 Quebrantamento A capacidade de dar a Deus a resposta certa em mudança de atitude de coração que Ele deseja ver em nós ao nos mostrar falhas no nosso caráter ou em nossa conduta. (2º Sm 12:1-15; 1ºRs3:16; 2º Cr 16:7-10; 2º Cr 25:14-16). Deus não exige de nós o que não sabemos, nos- sa responsabilidade consiste no que conhecemos.

3 LUZ É IGUAL RESPONSABILIDADE!!! Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas.

4 Tais homens são, por isso, indesculpáveis; porquanto, tendo conhecimento de Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes, se tornaram nulos em seus próprios raciocínios, obscurecendo-se-lhes o coração insensato (Rm 1: 20 e 21).

5 Portanto, aquele que sabe que deve fazer o bem e não o faz nisso está pecando (Tg 4:17). Todavia, andemos de acordo com o que já alcançamos (Fp 3:16).

6 II. Como obter quebrantamento 1.Buscar a Deus através de jejuns A prática do jejum por muitos cristãos, geral- mente é sem o entendimento do que ele realmente significa. Não jejuamos para Deus, pois desta forma estaríamos "negociando" algum favor da parte dele para conosco.

7 A salvação ou qualquer graça que recebe- mos de Deus é PELA GRAÇA E POR CAUSA DO QUE JESUS FEZ NA CRUZ (Ef. 2:8-9). Por causa dessa atitude, muitos cristãos ficam desanimados e ressentidos com Deus quando não alcançam o resultado pelo qual estavam jejuando.

8 Também não se jejua por alguma coisa ou por alguma pessoa, como se o nosso jejum pudesse causar uma mudança nas circuns- tâncias ou no caráter de alguém. Exemplo: Jejuar por uma casa nova ou para uma pessoa deixar as drogas.

9 O jejum só traz beneficio direto à pessoa que está jejuando. Quando há o entendi- mento correto e uma busca sincera da vontade de Deus, o jejum se torna uma arma muito poderosa aliada à oração, pois preparará o nosso coração para receber o que Deus tem preparado para nós num espaço de tempo muito mais curto.

10 O jejum na bíblia geralmente aparece rela- cionado com uma atitude de quebrantamen- to diante de Deus e uma necessidade de mudança de coração. Quando jejuamos com sinceridade no coração pode acontecer o seguinte:

11 Então, Josafá teve medo e se pôs a buscar ao SENHOR; e apregoou jejum em todo o Judá. Judá se congregou para pedir socorro ao SENHOR; também de todas as cidades de Judá veio gente para buscar ao SENHOR (2º Cr 20:3-4).

12 No dia vinte e quatro deste mês, se ajuntaram os filhos de Israel com jejum e pano de saco e traziam terra sobre si. Os da linhagem de Israel se apartaram de todos os estranhos, puseram-se em pé e fizeram confissão dos seus pecados e das iniqüidades de seus pais (Ne 9: 1-2).

13 Os ninivitas creram em Deus, e proclama- ram um jejum, e vestiram-se de panos de saco, desde o maior até o menor (Jn 3:5).

14 O jejum pode levar-nos a um estágio de sensibilidade espiritual através do qual podemos nos ver da maneira como realmente somos. Nossas falhas ficam em evidência. O jejum faz com que nos tornemos mais sensíveis a tudo: à ira, às críticas, às pressões da vida e do lar, etc.

15 Desta forma tomamos conhecimento do quanto somos necessitados da graça de Deus e nos curvamos diante dEle em arrependimento. Assim, Deus pode nos aperfeiçoar desenvolvendo em nós o caráter de Jesus.

16 2. O outro beneficio direto do jejum é: Recebemos uma visão mais exata da pessoa e caráter de Deus como também da sua vontade. (Ne 1:4-5; At 13:1-3)

17 Pelo fato de estarmos mais quebrantados e limpos dos nossos pecados de hábito, que agora tomamos conhecimento através da prática do jejum, consequentemente estaremos "mais perto do Senhor".

18 Teremos uma visão mais clara da vontade dEle para as nossas vidas e assim poderemos tomar ou não certas decisões que farão grande diferença na nossa vida, trabalho, família ou em qualquer outro lugar.

19 Erramos muito por não estarmos certos da vontade de Deus. Mas, uma vez que conseguimos ver a Sua vontade com clareza, poderemos obedecê-lo ou nos colocar na brecha (Ez 22:30) para que a vontade dELE prevaleça sobre as circunstâncias ao nosso redor.

20 O jejum não "força Deus " a nos favorecer, mas nos leva para mais perto dEle de forma que aumenta o nosso desejo de agradá-lo e fazer a Sua vontade. Mas... e quando jejuamos por alguém por causa de algum problema e dá certo? Bem, o que acontece é o seguinte:

21 A nossa percepção espiritual cresce e podemos discernir com mais clareza o mundo espiritual, a vontade de Deus e os planos de satanás. Leia em casa Dn 9:2-27

22 O jejum nos projeta às dimensões do mundo espiritual. Desta forma podemos discernir com clareza quais são os intentos de Satanás na vida da pessoa pela qual estamos orando ou numa determinada situação na qual estamos envolvidos e que precisamos de um milagre.

23 Assim poderemos orar especificamente e tomar decisões que frustrarão os planos do inimigo. Quando isso acontece, a vontade de Deus é estabelecida na vida da pessoa ou no lugar em questão. Satanás é derrotado e nós ficamos cheios de alegria por ter participado da batalha.

24 Mas não foi o jejum que atuou na situação. A mudança aconteceu em nosso coração e nos colocou no lugar certo, de forma que Deus pode nos usar.

25 Repetindo: Não jejuamos para Deus ou para qualquer outra pessoa ou coisas. Mas por nós mesmos. Para que o reino de Deus e a Sua vontade se cumpra em nossa vida. O jejum sempre fez parte da vida de Jesus e, depois, da vida dos seus discípulos. (Mat. 6:16-18; Mc 2:l8-20; At 14:23; 2ª Co 6:5; 2ª Co 11:27)

26 b. Pedir ao senhor para sondar o nosso coração Devemos cultivar o hábito de pedir ao Espírito Santo para sondar nosso coração e pensamentos com o objetivo de aperfeiçoar nosso caráter moldando-o ao exemplo de Jesus Cristo, que é a vontade de Deus para nós. (Sl 26:2; Sl 139:23-24; Jr 17:9-10; Lm 3:39-40)

27 C. Responder ao senhor com confissão e arrependimento Se estivermos andando em caminhos errados e não sabemos, por ignorância; Deus iluminará, dando-nos oportunidade para aprender. Nossa atitude deve ser de confissão e arrependimento.

28 D - Aprender a ser humilde Nunca cresceremos no conhecimento de Deus sem a atitude de humildade. HUMILDADE é: Andar constantemente na luz da verdade. E ser genuíno. É não buscar ser nem mais e nem menos do que somos.

29 Nada façais por partidarismo, ou vanglória, mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo.Não tenha cada um em vista o que é propriamente seu, senão também cada qual o que é dos outros. (Fp 2:3-4) Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para as vossas almas. (Mt 11:29)

30 Deus usa muitas circunstâncias com o fim de nos conhecer e também nos quebrantar. O alvo dEle é ter confiança e segurança de que pode confiar a nós responsabilidade e luz sobre a pessoa dEle sem que isso venha a nos destruir. ORGULHO é: Procurar passar para outros uma imagem distorcida ou não condizente com a realidade do que somos.

31 Exemplos: SUPERIORIDADE: Procura impressionar buscando ser mais do que os outros. INFERIORIDADE: Procura apresentar uma imagem de incapacidade de si próprio e que leva as pessoas a não esperarem "grandes coisas" de sua pessoa.

32 III. Por que precisamos ser quebrantados Enganoso é o coração, mais do que todas as cousas, e desesperadamente corrupto, quem o conhecerá? Eu, o Senhor, esquadri- nho o coração, eu provo os pensamentos; e isto para dar a cada um segundo o seu proceder, segundo o fruto das suas ações. (Jr 17:9-10)

33 Nós não conhecemos tudo o que está no nosso coração. Deus com o objetivo de nos aperfei- çoar, guia-nos através de um processo contínuo da própria vida, aproveitando circunstâncias e pessoas ao nosso redor que contribuirão para o nosso aperfeiçoamento, se estivermos tendo a atitude certa. Isto faz-nos descobrir em nós mesmos, força, capacidade e uma visão do nosso coração que antes não podíamos ver.

34 Ouve tu dos céus, lugar da tua habitação, perdoa, e dá a cada um segundo todos os seus caminhos, já que tu, és conhecedor do coração dos filhos dos homens; (2º Cr 6:30)...iluminados os olhos do vosso coração, para saberdes qual é a esperança do seu chamamento, qual a riqueza da glória da sua herança nos santos, (EF 1:18)

35 O processo de olharmos para dentro de nós mesmos não traz quebrantamento e sim autopiedade. Temos que olhar continuamente para Jesus. Quebrantamento vem de Deus para nós e acontece quando damos lugar para Ele agir em nossas vidas.

36 IV- Marcas de uma pessoa quebrantada 1) Facilidade de admitir erros, confessar e restituir. Confessai, pois, os vossos pecados uns aos outros, e orai uns pelos outros, para serdes curados. Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo. (Tg 5:16)

37 Entrementes, Zaqueu se levantou e disse ao Senhor: Senhor, resolvo dar aos pobres a metade dos meus bens; e, se nalguma cousa tenho defraudado alguém, restituo quatro vezes mais. (Lc 19:8)

38 2) Reação honesta e grata quando as pessoas falam com você sobre suas falhas. Foi-me bom ter eu passado pela aflição, para que aprendesse os teus decretos. (Sl 119:71)

39 3) Não se defende, não busca se justificar. Eu, porém, vos digo: Não resistais ao perverso; mas a qualquer que te ferir na face direita, volta-lhe também a outra; (Mt 5:39) Toda arma forjada contra ti, não prosperará; toda língua que ousar contra ti em juízo, tu a condenará; esta é a herança dos servos do Senhor, e o seu direito que de mim procede, diz o Senhor. (Is 54:17)

40 Se vivêssemos uma vida de quebranta- mento, eliminaríamos cerca de 90% dos problemas existentes na igreja, pois se trata de orgulho ferido.

41 4) Reação de repugnância quando os outros dão a nós ou a outros a glória que pertence só a Deus. Eu sou o Senhor, este é o meu nome; a minha glória, pois, não a darei a outrem, nem a minha honra às imagens de escultura. (Is 42:8)

42 5) Não tem reação negativa quando é usado por Deus e não reconhecido pelo homem. Porque Deus é quem efetua em vós tanto o querer como o realizar segundo a sua boa vontade. (Fl 2:13)

43 6) Habilidade de rir de suas inaptidões físicas e dos seus próprios erros diante dos outros. 7) Regozija-se ao ver Deus usando outras pessoas e não sente ciúmes.

44 V- Duas diferentes formas de quebrantamento Quando buscamos quebrantamento Deus pode agir de duas maneiras:

45 A- Tipo cirurgia Ex: Isaías 6 (Quando Deus nos mostra de uma só vez todo o nosso coração). B- Gota por gota Ex: Vida de Jó (Quando Deus trabalha conosco, passo a passo durante a nossa vida, detalhe por detalhe).

46 Conclusão: Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que desejais. (Jr 29:11)


Carregar ppt "O Perfil do Cristão Quebrantamento José Adelson de Noronha Baseado em Estudo Bíblico do Pr. Marco Antônio de Sousa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google