A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Islã Ataque a soldado francês teve motivação islâmica, diz promotor (Portal G1, 29/05/2013) Protestos de muçulmanos reacendem debate sobre liberdade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Islã Ataque a soldado francês teve motivação islâmica, diz promotor (Portal G1, 29/05/2013) Protestos de muçulmanos reacendem debate sobre liberdade."— Transcrição da apresentação:

1

2 O Islã

3 Ataque a soldado francês teve motivação islâmica, diz promotor (Portal G1, 29/05/2013) Protestos de muçulmanos reacendem debate sobre liberdade e religião Produzido nos Estados Unidos, o filme anti-islâmico que tem provocado ondas de protestos em países muçulmanos abriu o precedente para uma discussão polêmica: quais são os limites da liberdade de expressão e de religião? (Estadão, 21/09/2012) Charge do profeta Maomé feita pelo jornal dinamarquês Jyllands-Posten em 2005.

4 Península Arábica (Antes do Islamismo)

5 (Península Arábica)

6 Os povos da Península Arábica Região Norte : Região sobre influência de dois grandes impérios: o Império Bizantino (Cristão) o Império Sassânida (Zoroastrismo) Região Sul : Região sobre influência de dois reinos: o Reino de Axum - reino africano (Cristão Copta) - Costa do mar Vermelho o Iemem - reino no Sul da península. (Politeismo) Centro (Região desértica): o Povos nômades do deserto (Beduínos) o Povos sedentários nas regiões de Oásis - agricultores e artesãos organizados em pequenas aldeias e cidades

7 Características dos povos áreabes Organização Tribal : pautados na lealdade familiar e orgulho dos ancestrais comandados em geral por um chefe guerreiro. Poder estabelecido a partir dos Oásis. Descentralização do poder. inexistência de uma unidade política. Religiões Politeísta - pautado nas religiões de pastores e agricultores adoração da Natureza Região marcada por diversas rotas comerciais : rotas de longa distância, contato com comerciantes indianos e chineses – rotas asiáticas – e com comerciantes africanos (nos dois casos temos a comercialização de especiarias) Meca - principal centro urbano e comercia, local de peregrinação (a rocha negra)

8 O surgimento do Islã

9 570 – Provável data de nascimento do profeta Muhammad (pertencia a um ramo pobre da tribo dos Coraixitas de Meca) Casou-se com uma rica viúva chamada Cadija, dona de caravanas de comércio. Contato com comunidades judaicas e cristãs em suas viagens. Exílio no deserto (A revelação): Criação de uma nova religião monoteista e a figura do Profeta (Maomé) como o escolhido para ratificar a verdadeira mensagem de Allah (Deus) Fusão de suas tradições distintas: a tradição judaico-cristão e as tradições árabes. Importante: Constituição da idéia de unidade através dos laços de uma comunidade islâmica Muhammad e o islamismo

10 Confrontos com os mercadores de Meca (Coraixitas - visão desse novo credo ao poder da cidade como centro de peregrinação) 622 d.C. Maomé é obrigado a deixar Meca em direção a Yatrhib (Medina) - HÉGIRA (início do calendário muçulmano) Cresce o número de seguidores do Islã (tanto em Yatrhib com entre o beduínos do deserto) Muhhamad retorna a Meca Aceitação do caráter sagrado da cidade - haram fundado por Abraão - local de conciliação, de paz

11 (Al Corão)

12 A Existência de um só Deus, Allah - Tudo o que existe nos céus e na terra glorifica Allah; e Ele é o Onipotente e Onisciente. - A Ele pertence o senhorio dos céus e da terra: Ele é o que dá a vida e o que ordena a morte, Ele tem poder sobre as coisas. - Ele é o primeiro e o Último, o Visível e o Invisível, Ele é o Conhecedor de todas as coisas. - Ele é O que criou os céus e a terra em seis dias; depois subiu ao Trono. Ele conhece tudo o que a ele ascende, Ele está convosco onde quer que vós esteja. E Allah vê tudo o que vós fazeis. - É seu Reino dos céus e da terra, e a Allah todas as coisas voltam. - Ele faz que a noite penetre no dia e que o dia penetre na noite, Ele conhece os pensamentos dentro de nossos corações. (Corão. Sura 57, 1-6.)

13 Os Cinco Pilares do Islã Chahada ou Shahada : é a profisão de fé do islamismo: Não há outro deus além de Allah; Muhammad é servo e mensageiro de Allah. Salat ou Salah: refere-se às cinco orações rituais que cada muçulmano deve realizar diariamente voltado para Meca. Zakat ou Zakah: é o tributo religioso impropriamente traduzido como esmola. Segundo o Islã, toda riqueza provém de Allah, sendo assim aqueles que tiveram a sorte de beneficiar da sua riqueza devem por sua vez apoiar os membros mais desfavorecidos da comunidade muçulmana.

14 Ramadã: é o nono mês do calendário muçulmano, no qual se pratica o jejum ritual. Hajj ou Hadj : é o nome dado à peregrinação realizada à cidade santa de Meca pelos muçulmanos. sendo obrigatória pelo menos uma vez na vida para todo o muçulmano adulto, desde que este disponha dos meios econômicos e goze de saúde.

15 Acima de tudo há o legado do Corão, um livro que descreve em linguagem de grande força e beleza a incursão de um Deus transcendente, origem de todo poder e bondade, n mundo humano por Ele criado; a revelação de Sua Vontade através de uma linhagem de profetas enviados para advertir os homens e trazê-ls de volta a seus verdadeiros eus como criaturas agradecidas e obedientes; o julgamento de Deus no fim dos tempos, e as recompensas e os castigos que a isso seguiriam. (Albert Haurani, Uma história dos povos árabes. São Paulo, Companhia das Letras, p. 40)

16 (Escrita Árabe)

17 Importante: A unidade religiosa conquistada com a expansão do islamismo permitiu a unificação política dos povos árabes.

18 A Expansão Islâmica

19 Liderança de Muhhamad - Unificação da Península Arábica Importante: Morte do Profeta abre a questão de quem sucederia no comando da comunidade islâmica A escolha do Califa (o líder da comunidade) recai sobre os homens que estavam mais próximos do profeta nos anos da HÉGIRA. Expansão das áreas dominadas pelos árabes (Império Sassânida e Bizantino) ® Essa expansão propiciaria em dois séculos a dominação de áreas tanto no Oeste (Até a Espanha), quanto a Leste (até a Ásia Central)

20 A Extensão do Império Muçulmano no séc. X O comprimento do Império do Islã nos nosso dias entende- se desde os limites de Farghana (Pérsia), passando através do Khurasan (Média) al Jibal*, o Iraque e a Arábia até as costas do Iêmem, o que constitui uma viagem de quase quatro meses; quanto à largura, toma início na terra de Rum (Império Bizantino), passando através da Síria, Mesopotâmia, Iraque, Pars e Kirman**, até o território de al-Mansura nas costas do mar de Fars***, o que são quase quatro meses de viagem. Na declaração anterior sobre a extensão do Islã omiti a fronteira do magreb e o Al-andalus (Espanha), por serem como a longa manga do vestido. Para oriente e ocidente de Maghreb não há Islã(...) (Ibn-Hawqal) * A região da antiga Média, com as cidades de Hamadhan (Écbátama) e Ispahan. ** Província do Irã, Pars deu origem dá denominação grega Pérsia. *** Provincia iraniana banhada pelo oceano Índico

21 (Expansão Islâmica)

22 Jihad Ó crentes! Ponde-vos em guarda! Lançai-vos contra os nossos inimigos em grupo ou em bloco. Há entre vós quem vai lentamente. Se os aflige uma desgraça dirão Allah me fez bem, porque não fui testemunho para ele. Se os atinge um favor procedente de Allah dirão, como se não existisse amizade entre vós e Ele oxalá tivesse estado com eles e teria obtido uma grande vitória Combatei na senda de Allah contra os que compram a vida mundana com a última!Àqueles que combatem na senda de Allah, quer estejam mortos, quer estejam vitoriosos, conceder-se-á uma enorme recompensa. Como não combatereis na senda de Allah, em favor dos homens débeis, das mulheres e das crianças que dizem: Senhor nosso!! Tirai-nos deste povo cujas as sendas são injustas! Daí-nos um chefe designado por Vós! Daí-nos um defensor designado por Vós!. (Corão. 4, )

23 A divisão do Islã Crise sucessória após a morte do terceiro Califa (Otman) – séc VIII Ali ibn Abi Talib, (primo de Muhhamad) VS. Mu awiya ibn Abi Sufyan (primo do Califa Otman). Estava em jogo a liderança tanto no campo político como religioso O grupo que passou a apoiar Ali e seus descendentes ficou conhecido como Partido de Ali - Xiitas em árabe. (o poder de Imã, chefe religioso, era reivindicado por Ali, pois era da família do profeta.) Os partidários de Mu awiya ibn Abi Sufyan, apoiados em outros escritos sagrados - com o Suna, o livro da vida e ensinamentos de Muhhamad - Ficaram conhecidos por Sunitas. Divisão do islã entre Xiitas (unidade entre poder religioso e político) e Sunitas (separação entre o poder político e o poder religioso)

24 (Miniatura persa que ilustra a campanha de Ali)

25 O Mundo Islâmico

26 (Domo da Rocha - Jerusalém)

27 (Mesquita de Córdoba - Espanha)


Carregar ppt "O Islã Ataque a soldado francês teve motivação islâmica, diz promotor (Portal G1, 29/05/2013) Protestos de muçulmanos reacendem debate sobre liberdade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google